Itália prende padre acusado de abuso durante exorcismo


Padre Barone
com o papa
Francisco

A polícia italiana prendeu o padre Michele Barone 42, sob a acusação do Ministério Público de violentar mulheres durante “ritos exorcistas medievais”.

A foto acima do padre com o papa Francisco não é recente.

Da comuna de Casapesenna [mapa], Barone é popular na Itália porque aparecia com frequência na TV.


Entre as vítimas está uma menina de 13 anos cuja mãe a entregou ao padre para a cura de uma possessão demoníaca.

A menina sofre de transtorno mental.

Não houve como Barone negar o abuso, nesse caso, porque a irmã da menina gravou parte do assédio.

Barone estava suspenso de suas atividades havia um ano. 

Com informação da imprensa italiana e foto de arquivo pessoal.




Evangélicos queimam mulher 'endemoniada' na Nicarágua

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

  1. Vade Retro, Satanás? Nada disso. Vem de reto, Satanás, dizia o padre.
    É a capetofilia.
    https://amarretadoazarao.blogspot.com.br/2018/02/padre-comia-o-cu-do-capeta.html

    ResponderExcluir

  2. https://chat.whatsapp.com/1FluyfN8KsD4rPe6TaZQJT
    Amigo vai um convite grupo de WhatsApp exclusivo para ATEUS CÉTICOS E AGNÓSTICOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vocês têm um site ou um blog ou uma página no Google+? não mexo com whatsapp.
      grato pelo convite.

      Excluir
    2. https://plus.google.com/+PauloLopesblog

      Excluir

Postar um comentário