Pular para o conteúdo principal

Chilenos invadem nunciatura em protesto à visita do papa


Momento da invasão

da Agência Brasil

Representantes do movimento de pessoas em risco de desalojamento ocuparam a sede da Nunciatura Apostólica do Chile nesta sexta-feira (12 de janeiro de 2017) em protesto pelos gastos com a organização da visita do papa Francisco ao país, que começa na segunda-feira.

A invasão durou poucos minutos. O grupo foi retirado pela polícia.


Membros da Andha (Associação Nacional de Devedores Habitacionais), liderados pela ex-candidata à presidência Roxana Miranda, entraram no prédio que hospedará o papa Francisco.

"Não concordamos com os milhões que estão sendo gastos para trazer o papa. Isso não se trata de fé, nem de religião, se trata da quantidade de recursos que estão sendo usados", disse Miranda.

Nesta semana, manifestantes jogaram bomba em pelo menos quatro igrejas.

Uma panfleto diz: "Francisco, as próximas bombas serão suas".

Com informação das agências e vídeo.




Vaticano foi cúmplice do golpe no Chile, revela Wikileaks

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico