Pular para o conteúdo principal

Pastor Caio Fábio afirma que Kadafi doou US$ 35 mi a Lula


Lula e Kadafi, bons amigos

O Ministério Público Federal se interessou por um vídeo [ver abaixo] de 2015 do pastor Caio Fábio onde ele fala que o então ditador líbio Muamar Kadafi (1942-2011) teria colocado à disposição de Lula US$ 35 milhões para campanha eleitoral.

Caio Fábio é tido como um pastor de esquerda e por muito tempo frequentou ambientes petistas.

No vídeo, ele conta que teve uma convivência de 10 anos com Lula e a família dele.

O pastor diz que foi o próprio Lula que em maio de 1998 falou sobre o dinheiro de Kadafi, em uma conversa sobre como trazer os dólares para o Brasil.


A pedido de Lula, Caio Fábio divulgou na época o Dossiê Cayman contra políticos tucanos.

O pastor acabou tendo problemas com a Justiça porque as informações do dossiê eram falsas.

Sobre a suposta doação de Kadafi a Lula, existe também o relato de Antônio Palocci, com divergência no valor, que seria menor, de US$ 1 milhão. O ex-petista está negociando uma delação premiada.

No vídeo, Caio Fábio afirma estar muito decepcionado com Lula, um "sem caráter e mentiroso".



Com informação da íntegra do vídeo do pastor, do Antagonista e de outras fontes.





Lula ajudou a Universal a se expandir na África, diz Crivella

Comentários

  1. Você acredita em um pastor? É muito hipócrita mesmo. Vai começar a campanha de difamação. Você estar aceitando uma ajudinha da Veja ou Globo, não Paulo Lopes?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Empresário bolsonarista Luciano Hang, sua mulher e mãe estão internados com Covid-19

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade