Pular para o conteúdo principal

CNE equipara o ensino de religião com o de matemática


Fórmula da indigência do ensino

O CNE (Conselho Nacional de Educação) aprovou a nova BNCC (Base Nacional Comum Curricular), incluindo o ensino religioso confessional na Área de Conhecimento, onde se encontram a matemática, linguagens, ciências da natureza e ciências humanas.

Parece fake news, mas é verdade.


Para os luminares do CNE, pelo que parece, ter aula de religião é tão importante quanto aprender matemática ou português.

Os alunos poderão optar por ter ou não as aulas confessionais, mas as escolas são obrigadas a oferecê-las.

As escolas deveriam investir em matemática e português, com mais aulas e professores mais bem preparados, e não em proselitismo religioso.

É por isso e outras coisas que o ensino brasileiro vai continuar atolado na indigência, para não dizer outra coisa.

Com informação das agências.





Ensino confessional enfraquece Estado laico, afirma Karnal

Comentários

Posts mais acessados na semana

No governo Biden, fundamentalismo cristão tende a retornar a sua insignificância

Empresário bolsonarista Luciano Hang, sua mulher e mãe estão internados com Covid-19

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade