Pular para o conteúdo principal

Pastor ‘doou’ TV e home theater à cadeia a pedido de Cabral


Serejo disse ter feito 'um favor'

O pastor Carlos Alberto de Assis Serejo (foto) assinou um pedido de doação de uma TV, um DVD e um home theater para a Cadeia Pública em Benfica, bairro do Rio, a pedido do ex-governador Sérgio Cabral, que ali se encontra preso sob a acusação de crimes do colarinho branco.

Essa informação é de Heckel Garcez Rodrigues Ribeiro, advogado do pastor.

Serejo é pastor da Igreja Batista do Méier, cuja direção diz desconhecer a doação.

O advogado contou que Cabral fez o pedido a Serejo no dia 27 de outubro, às 15h30, em um encontro que os dois tiveram na biblioteca da cadeia. Uma missionária também participou da conversa.


Na ocasião, o equipamento já estava na cadeia, de acordo com o pastor.

Pela legislação, somente entidades filantrópicas e igrejas podem doar equipamentos a estabelecimentos prisionais.

Ribeiro disse que o seu cliente concordou em fazer esse “favor” a Cabral para ajudar na ressocialização dos presos.

Cabral, por intermédio de seu advogado, nega ter havido o pedido.

A TV tem 65 polegadas e custa cerca de R$ 7,5 mil.

Incluindo uma videoteca de 170 filmes, os equipamentos valem cerca de R$ 20 mil.

A Secretaria de Penitenciárias  determinou que tudo fosse doado a um orfanato de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Com informações do G1 e de outras fontes.



Juiz Bretas, não pega bem citar a Bíblia em Estado laico

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil