Pular para o conteúdo principal

Justiça do DF interdita igreja católica por falta de segurança


Arquidiocese mantém
 as atividades do templo

O TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios) confirmou a interdição pela primeira instância de um templo da Igreja Católica por falta de segurança.

A Arquidiocese de Brasília informou que vai recorrer da decisão, mantendo, assim, a celebração de missas na igreja da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, em Vicente Pires.

Agência de Fiscalização do Distrito Federal tenta obter o alvará de segurança da igreja desde agosto de 2016, quando recorreu à Justiça.

Na avaliação da Arquidiocese, os fiéis não correm perigo porque, para a igreja, "só falta" o laudo dos bombeiros para a obtenção do alvará.


A agência de Brasília intensificou a fiscalização em prédios irregulares após haver em outubro de 2017 a morte de um homem em um desabamento.

Houve também interdição de templos evangélicos.

A decisão do Tribunal de Justiça sobre o templo católico foi unânime.

A desembargadora Ana Cantarino, relatora do processo, disse que as leis de proteção à sociedade têm de ser obedecidas por todos.

“Não há como afastar a aplicação da lei somente por se tratar de atividade religiosa.”

Com informação do Correio Braziliense e foto da página da igreja no Facebook.




Justiça de MT anula concessão de terrenos a igrejas evangélicas

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil