Pagar dízimo é mais importante que ter comida, diz mórmon


Presbítero diz
que Igreja tem
prioridade

Valeri Cordón (foto) é um obscuro presbítero mórmon americano que obteve certa notoriedade pelo que pregou recentemente.

Ele disse que, se estiver em dificuldades financeiras, uma família não pode ficar em dúvida: entre pagar o dízimo e comprar alimento, a prioridade do dinheiro é da Igreja.


Cordón afirmou que essa lição aprendeu com seu pai, que em uma oportunidade preferiu pagar o dízimo, mesmo ficando sem dinheiro para a comida.

O resultado, disse ele, foi a obtenção pelo seu pai de um bom contrato para sua pequena fábrica de confecção.

Esse tipo de conversa é frequente no Brasil, por parte de pastores que não se constrangem em tirar o couro de suas ovelhas.

Aqui muitos fiéis efetivamente deixam de se alimentar com decência, para sustentar malandro engravatado falando em nome de Jesus.

Com informação de vídeo do religioso e foto de reprodução.


Polícia prende uma gang de desvio de dízimos. E as outras?



A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Anônimo disse…
Verdade, porque? Lhe sobra 90% .
Anônimo disse…
Verdade, porque? Lhe sobra 90% .
luciano damiao disse…
cara de pau, essa corja religiosa em termos de picaretagem está superando os políticos brasileiros...
Luiz Herdy disse…
Deixar de comprar comida para dar dízimo, só pode ser um fanático idiota. Então deixa logo de comer e morre logo cabra ruim!