Deputados alemães proíbem uso de véu islâmico por servidores



Os deputados alemães aprovaram uma lei que proíbe funcionários públicos de esconder o rosto com o uso de véus islâmico.

A lei se aplica inclusive a juízes, agentes policiais e militares.

Há no país mais de um milhão de refugiados e a maior parte deles muçulmana.

No espaço público, na rua, por exemplo, o véu continua sendo permitido, mas a lei estabelece que as autoridades podem pedir que as pessoas descubram o rosto, caso necessário.

A lei ainda terá de ser submetida à Câmara Alta (que corresponde ao Senado brasileiro), até o final do ano.

Com informação das agências.

Envio de correção



Áustria proíbe véu islâmico e distribuição do Corão

Comentários


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato