Pular para o conteúdo principal

Eslováquia prende jovem acusada de urinar sobre Corão


A polícia da Eslováquia prendeu — na cidade de Ruzomberok — Sheila Szmerekova (foto), 24, por ela ter divulgado um vídeo [ver abaixo] onde aparece urinando sobre um suposto exemplar do Corão.

Szmerekova
mostra um
suposto Corão
Szmerekova será julgada sob a acusação de promover extremismo, difamar uma nação e incitar o ódio.

Ela poderá ser condenada até seis anos de prisão.

Para os muçulmanos, o ato da jovem foi uma blasfêmia porque, segundo eles, o Corão foi ditado por Alá e é, portando, sagrado.

Mas para a jovem o livro não tem importância, obviamente.

No vídeo, Szmerekova chamou os muçulmanos de “parasitas”, numa referência aos refugiados, e diz que iria caçá-los.

A mãe da jovem disse que Szmerekova ficou “estranha” na adolescência, quando foi estuprada por ciganos.


Com informações das agências e foto de reprodução.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Queima de Bíblia por estudante é ato ‘imperdoável’, diz padre


Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto