Pular para o conteúdo principal

No Brasil, evangélicos vão superar católicos em 2028



Em 2028, os evangélicos, então 37,2% da população brasileira, vão ultrapassar os católicos, que representarão 36,4%.

É o que indica projeção linear até 2040 feita pelo doutor em demografia José Eustáquio Diniz Alves com base em pesquisas do Instituto Datafolha.

Em 2040, os católicos serão 22,7% e os evangélicos, 45,4%.

Apesar disso, os cristãos (católicos mais evangélicos) vão continuar em declínio, pela projeção de Alves.

Em 2040, os cristãos representarão 68% da população, contra 73,6% em 2016 ou 79% em 1994.

Em contrapartida, o número de pessoas sem religião (entre os quais ateus e agnósticos) vai continuar subindo, além de haver um fortalecimento na pluralidade religiosa.

Enquanto pelo Datafolha os evangélicos vão superar os católicos em uma década — portanto, em pouco tempo —, pelo IBGE a mudança na hegemonia religiosa só ocorrerá em 20 anos.

A rigor, contudo, os dados desses dois institutos não podem ser comparados entre si por causa das diferentes metodologias adotadas por eles.


Traço em verde indica redução dos
cristãos em relação ao total da população

Com informação de José Eustáquio Diniz Alves.

Envio de correção.



Número de brasileiros sem religião dobra em dois anos

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto