Pular para o conteúdo principal

Ser ateu causa estranhamento nos brasileiros, diz pesquisador

Rafael Quintanilha afirma haver ateus que se identificam como humanistas, para não sofrer rejeição


Quem não acredita em Deus sofre rejeição no Brasil porque, aqui, o ateísmo como postura pública é recente, e as pessoas não compreendem isso, causando estranhamento.

A avaliação é do pesquisador Rafael Quintanilha.

“A posição ateísta é pouco legitimada, é uma posição nova."


No Brasil, há ateus
que preferem não
expor sua descrença

ILUSTRAÇÃO: REPRODUÇÃO DA REDE SOCIAL

Formado em ciências humanas pela USP, ele integra o projeto “Religião, Direito e Secularismo”, com financiamento da Fapesp.

Quintanilha disse que a palavra “ateu” é, por si só, negativa.

Por isso, acrescentou, há ateus que preferem ser identificados como humanistas.

“No exterior, é mais comum encontrar grupos que evitam o termo ateísmo e dão preferência à palavra 'humanista', como a União Internacional Ética e Humanista.”

> Com informação do Uol.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Morre o americano Daniel C. Dennett, filósofo e referência contemporânea do ateísmo

Entre os 10 autores mais influentes de posts da extrema-direita, 8 são evangélicos

Ignorância, fé religiosa e "ciência" cristã se voltam contra o conhecimento

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Oriente Médio não precisa de mais Deus. Precisa de mais ateus

Vídeo mostra adolescente 'endemoninhado' no chão. É um culto em escola pública de Caxias

Ateu, Chico Anysio teve de enfrentar a ira de crentes