Garotinha ateia fala em vídeo de sua convivência na escola


Uma garotinha ateia de 8 anos postou um vídeo [ver abaixo] no Youtube dizendo como é a sua convivência na escola, onde a maioria de seus colegas e professores é cristã.

Sofia diz que reza
em respeito aos seus
colegas cristãos
Entrevistada por alguém provavelmente de sua família, a simpática e espontânea Sofia (foto) disse que quando uma professora pede para rezar ela reza junto com os colegas, para respeitá-los.

Ela não soube dizer se seria repreendida caso se recusasse à oração.

Sofia disse que acredita na ciência, onde as coisas fazem sentido.

Falou que Deus faz parte de um conto de fada no qual os adultos também acreditam.

Sofia é uma graça, mas o vídeo levanta uma questão: se os pais não devem introduzir seus filhos à religião, como defendem ateus, a mesma atitude não valeria em relação ao ateísmo?

A escolha não deveria ser dos filhos quando eles tiverem condição para tal?

A polêmica está posta.

Deus é um conto de fada




Com informação do Youtube.

Estudo constata que crianças sem religião são mais generosas



Comentários

Girlane Almeida disse…
Acredito que as pessoas já nascem tendo fé ou não, minha família é cristã protestante e tenho um sobrinho que desde pequeninho questiona se Deus realmente existe, ele tende a acreditar que Deus não existe porém ainda não definiu, hoje ele tem seis aninhos, é um garoto muito inteligente.
Acredito que se os pais têm todo o direito de ensinar as crianças
Tchê! Melhor não por na mente da criança dogma religioso nem dogma científico. Infelizmente a comunidade científica também cria dogmas. Há verdades também empíricas. Aliás, há muitos casos que a verdade já é conhecida empiricamente é só depois de muitos anos se torna científica. É ir contra o conhecimento achar e fazer outras pessoas (principalmente crianças) acharem que fora da ciência não se pode saber a verdade.