'Charlie Hebdo' com Deus na capa afirma que o 'assassino continua solto'


A qualquer
momento ele
pode atacar
[notícia]

O jornal satírico francês "Charlie Hebdo" lançou uma edição especial para marcar o primeiro aniversário que sofreu de extremistas islâmicos, matando 12 pessoas.

O cartoon da capa mostra o deus abraâmico com uma metralhadora nas costas, sob o título "Um ano depois. O assassino ainda está solto".

Trata-se de uma referência ao segundo atentado em nome de Alá que ocorreu em Paris, em meados de novembro de 2015, com 130 vítimas fatais.

Com 32 páginas e um milhão de exemplares, a edição especial apresenta uma seleção de caricaturas de cartoonistas mortos no ataque e de atuais colaboradores.

Com informação e foto das agências.


Diretor do 'Charlie' diz que atentado reforçou seu ateísmo

Jornais se recusam a publicar o cartoon ‘Onde está Maomé?’

TJ confirma decisão que exclui Lutadores da Fé dos games do UOL



Revista Charlie Hebdo desenha Maomé em cadeira de rodas

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site