Delator da Lava Jato fez repasse de R$ 125 mil à igreja evangélica

Propina foi paga
pelo lobista
Júlio Camargo
A Polícia Federal descobriu que o lobista e delator da Operação Lava Jato Júlio Camargo (foto) repassou R$ 125 mil para uma igreja em Campinas (SP) da Assembleia de Deus Ministério Madureira.

O repasse foi feito entre 2008 e 2015. Até a agora, não há informação se a transferência ocorreu em uma única parcela ou em várias.

A PF obteve a informação ao analisar a contabilidade das Piemonte e Treviso, empresas que Camargo usava para repassar propina no esquema de corrupção na Petrobras. A Justiça quebrou o sigilo bancário das duas.

Camargo e os pastores da Assembleia de Deus não quiseram falar sobre o assunto.

Camargo é beneficiário da delação premiada. Em seu mais recente depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, ele afirmou que tinha sido pressionado pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a lhe pagar propina de US$ 5 milhões.

Cunha é ligado a lideranças da Assembleia de Deus.

Com informação das agências e foto de reprodução de imagem do Youtube.





Eduardo Cunha não paga multas por excesso de velocidade

Comentários

  1. Esse ódio contra cristãos não é novo, podem, porém, ficar certos, que quem infringe a Lei, precisa ser punido. Especialmente, em tempos de “fé demais”. Pessoas e organizações que se aproveitam da boa-fé circunstancial das pessias. Na verdade, o evangelho do Senhor Jesus Cristo, por alguns, tem sido usado, possívelmente, para proveito próprio; contudo não se pode generalizar; e isto não é novo, pois, a parábola bíblica do joio, narrada por Jesus Cristo, mostra muito bem esse tipo de associação inescropulosa. Contudo, o próprio Senhor Jesus Cristo, fez menção ao juizo, ao qual essas pessoas hão de se submeter pelo divino tribunal, quando haverão de receber severa punição, com uma condenação eterna; entretanto, no seu tempo próprio. Agora, que não venham os “ democratas da oportunidade”, entre aspas, tirar proveito deste fato dos aproveitadores, para denegrir a pureza do Evangelho do Senhor Jesus Cristo, que, sobretudo, prima pela Verdade, o amor, a ética e a justiça.

    ResponderExcluir

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional
diplomado. Trabalhou no jornal centenário
Diario Popular, Folha de S.Paulo,
revistas da Editora Abril e em
outras publicações.