Diário de um infartado: trazer médicos cubanos pra quê?

Walter José Gomes
Gomes  afirmou que a
saúde precisa de estrutura
Conversei com o professor doutor Walter José Gomes (foto) sobre a intenção da presidente Dilma Rousseff de importar médicos cubanos. Gomes é o chefe da equipe de médicos que vai me operar.

Para o professor, o que o Brasil precisa mesmo não é de médicos cubanos, mas de uma estrutura de saúde condizente com a dignidade que os brasileiros merecem e precisam ter.

“O governo vai trazer médicos cubanos para trabalhar onde?”, indagou o professor. Faltam recursos, leitos, bons salários para os profissionais...

Gomes observou que a proposta do governo conseguiu a façanha de unir a classe médica em torno de questões fundamentais.  “Trata-se de um caminho sem volta”, disse.

O professor lamentou o viés político que há nessa intenção de trazer os cubanos. Disse que, para a categoria médica, o ministro Alexandre Padilha (Saúde) se tornou uma persona non grata.

Apesar de tudo, Gomes é otimista. Disse que a mobilização das lideranças do setor — e ele é uma delas — poderá melhorar a qualidade do hoje capenga serviço público da saúde dos brasileiros.





Diário de um infartado - a médica e Deus
28 de junho de 2013

Comentários

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Vicente e Soraya falam do peso que é ter o nome Abdelmassih

Gloria Perez diz não querer ampliar a voz de seus críticos