Pastor é acusado de explorar mão de obra de pacientes

Pastor levava pacientes para
obras de sua construtora 
Oito pessoas denunciaram o pastor Domiciano de Lana Barbosa, de Barra do Garças (MT), de explorar pacientes internados na Casa de Davi em obras de sua construtora, como pedreiros e serventes, em troca de pagamento irrisório.

A denúncia foi apresentada à Promotoria e à comissão de Direitos Humanos da seção da  OAB da cidade. Dois dos denunciantes — Gilberto de Oliveira e Jean César Campos— são ex-diretores da unidade de tratamento de viciados em droga.

Barbosa é presidente do campus da Assembleia de Deus, Ministério Belém, em Barra do Garças. A cidade tem cerca de 56 mil habitantes e fica a 550 km de Cuiabá.

O pastor Sebastião Borges, atual diretor da casa terapêutica, negou as acusações com o argumento de que se trata de uma manobra dos ex-diretores para acabar com o serviço de recuperação de drogados.

Contudo, o próprio Barbosa já tinha admitido que usava pacientes como trabalhadores, mas para ajudá-los no tratamento. Ele registrou queixa na polícia sob a alegação de ter sido vítima de “falsa denúncia” de Oliveira e Campos, que não se conformam de terem sido afastados da Casa de Davi. Os ex-diretores afirmaram que foram demitidos porque não concordavam com a exploração de pacientes.

O ex-interno F.S., 21, confirmou a versão de que o pastor Barbosa é explorador de mão de obra. Ele afirmou ter sido levado para trabalhar nas obras de Barbosa ganhando apenas R$ 15. A diária de servente na cidade é no mínimo de R$ 50, segundo F.S

Gilberto de Oliveira disse que Barbosa também expõe os pacientes ao constrangimento ao apresentá-los na igreja, no altar, como “ex-noiados”, de modo a comover as pessoas a fazerem doações para a instituição.

Além disso, segundo ele, há o problema da péssima qualidade da alimentação dos pacientes, aos quais são servidos uma sopa de osso.

A Promotoria está avaliando das denúncias, e a OAB vai encaminhá-las às autoridades e acompanhar o caso.






Com informação do Olhar Direto.

Psiquiatra desaconselha tratar dependente em clínica religiosa
maio de 2012


Comentários

Anônimo disse…
eu não duvido de que eles exploravam essas pessoas , mais como sempre eles alegam ser tramóias e perseguição religiosa.. Ninguém esta acima da lei..
Anônimo disse…
É aquela velha história de dizer que "usa drogas por que é vagabundo" e sugerir um "quintal pra capinar"... daí o fica fácil o pastor justificar que o trabalho "faz parte do tratamento" dos dependentes químicos.

Eta Brasil...
Allan Santana disse…
Oras, são os "servos trabalhando para seu o senhor feudal cristão", ou melhor, para ser menos anacrônico são "servos trabalhando para o seu senhor cristão".
Abelardo Lobo disse…
Mas queria o que? Se tivesse serviço essa juventude não tava se envolvendo com droga, é falta de cabo de enxada mesmo! Cabeça vazia oficina do diabo! O pastor só tava ajudando. O que vcs preferem, um jovem trabalhando ou no mundo das drogas roubando e matando inocente pai de familia? Aonde já se viu! Pegar um drogado e levar pra dentro de casa pra cuidar ninguém quer, mas criticar o pastor que tá fazendo um ótimo trabalho dando serviço e tirando essa juventude da marginalidade, aí esses atoas caem de pau no homem de DEUS!

Que DEUS tenha misericórdia e dê um pouco mais de sabedoria aos ateus pra APRENDER A VIVER!
Bem que Jesus disse que os seus fiéis sofreriam perseguição por viverem o Evangelho! Sinal dos tempos...

Maranata ora vem Senhor Jesus!!!

Dr. Preá disse…
Mas queria o que? Se tivesse serviço essa juventude não tava se envolvendo com droga, é falta de cabo de enxada mesmo! Cabeça vazia oficina do bin laden! O cientista só tava ajudando. O que vcs preferem, um jovem trabalhando ou um pastor picareta dando 171 nos fiéis e pegar as "crentinhas" escondido
Aonde já se viu! Pegar um fiel desamparado e levar pra dentro de casa pra cuidar ninguém quer, mas criticar o cientista que tá fazendo um ótimo trabalho dando serviço e tirando essa juventude da marginalidade, aí esses evangélicos caem de pau no homem da ciência !

Que o poder jurai dê misericórdia e dê um pouco mais de sabedoria aos Evangélicos pra APRENDER A VIVER!
Bem que Dawkins disse que sua opinião sofreriam perseguição por lerem o Deus Um Delírio! Sinal de obscurantismo...

Maranata ora venha Lady Ryoko!!!
Anônimo disse…
acorda...
Anônimo disse…
a bíblia também fala que o salário do trabalhador é justo. Mais nem é preciso de bíblia para isto. Eles estão trabalhando e deve receber o que todo mundo recebe.. E não se deve abusar deles só porque eles eram dependentes químicos..Quer aumentar a moral e a auto-estima deles comece pagando o que é justo.

Ratatatatata.tá ora vem senhor Zeus
Anônimo disse…
Isso, senhoras e senhores, é ser evangélico.

Sem mais.

Att.,

Espancador de Pastores
Warner disse…
Nenhuma novidade.
Caruê disse…
Com 15 reais?? ta de sacanagem?? o trabalho tem que ser justo.
Anônimo disse…
a ingenuidade religiosa não tem limites.


a probabilidade dessas pessoas estarem sendo exploradas é altíssima.


vocês, religiosos, precisam acordar de uma vez por todas. Não há sacerdotes legítimos e intermediários do divino, isso não existe. Pastores são pessoas como qualquer outra. E podem ser canalhas também.
Anônimo disse…
Abestado Lobo, os fins nao justificam os meios.
O problema das drogas diminuiria com muita EDUCAÇÃO.
Nika Pinika disse…
Acho que muita gente confunde viciado com traficante. E o lance de "se meteu nas drogas pq é vagabundo" é uma postura tão fácil... mais fácil do que considerar que nem todo viciado (não apenas em drogas ilícitas)tem motivos tão rasos pra ter se viciado.
Anônimo disse…
Agora entendi o que os pastores querem dizer com a expressão OBRA de deus...
Anônimo disse…
O melhor de tudo é o governo fazer convênio com "essas clínicas que fazem um trabalho tão bonito" e depois passar lei pra internação compulsória. Bom saber que o dinheiro dos nossos impostos é usado pra fornecer mão de obra escrava pra pastor picareta. Mas como costuma dizer gente que não passa um final de semana sem encher a cara ou vive se entupindo de remédio pra dormir, esses drogados merecem...
Anônimo disse…
Pois é, a hipocrisia da nossa sociedade é sórdida. E as vistas grossas que nós cidadãos fazemos diante desses ESQUEMAS entre o estado e as igrejas, é enojante!

O estado favorece situações de exclusão social e consumo de drogas, o que favorece as igrejas de maneira convencional, e agora ainda tem o esquema das clínicas filantrópicas de recuperação de viciados, com dinheiro público direto na mão das igrejas!

E depois ainda somos estado "laico".
Nunca vi uma teocracia tão mau fantasiada de democracia igual a nossa.
Anônimo disse…
NOSSAS AUTORIDADES DEVERIAM DE OLHAR, JA QUE ELE TA ESTURQUINDO PAGANDO OS DEPENDENTES QUIMICOS DEVERIAM OLHAR SEUS CARTÓES DE CREDITOS,TBM Q SAO ADQUIRIDOS ATRAVES DE SEUS JUROS ABUSIVOS? SERA Q ISSO É CERTO PARA O NOBRE PASTOR? QUE SE ACHA DISSO?
Anônimo disse…
Tudo interesse de outras pessoas em difamar o pastor Domiciano e a igreja Assembleia de Deus. Com certeza o ex-Pastor da Assembleia de Deus Paulo Roberto esta po tras dessas calunias. Esse pastor vem fazendo de tudo para atraair novos fieis e não vem medindo esforços e as conseguencias de suas atitudes. Infelizmente a muitos irmãos que estão sendo iludidos por este novo ministerio do Pastor Paulo Roberto e pelas vatagens oferecidas.

-------- Busca neste site