Pastor é acusado de explorar mão de obra de pacientes

Pastor levava pacientes para
obras de sua construtora 
Oito pessoas denunciaram o pastor Domiciano de Lana Barbosa, de Barra do Garças (MT), de explorar pacientes internados na Casa de Davi em obras de sua construtora, como pedreiros e serventes, em troca de pagamento irrisório.

A denúncia foi apresentada à Promotoria e à comissão de Direitos Humanos da seção da  OAB da cidade. Dois dos denunciantes — Gilberto de Oliveira e Jean César Campos— são ex-diretores da unidade de tratamento de viciados em droga.

Barbosa é presidente do campus da Assembleia de Deus, Ministério Belém, em Barra do Garças. A cidade tem cerca de 56 mil habitantes e fica a 550 km de Cuiabá.

O pastor Sebastião Borges, atual diretor da casa terapêutica, negou as acusações com o argumento de que se trata de uma manobra dos ex-diretores para acabar com o serviço de recuperação de drogados.

Contudo, o próprio Barbosa já tinha admitido que usava pacientes como trabalhadores, mas para ajudá-los no tratamento. Ele registrou queixa na polícia sob a alegação de ter sido vítima de “falsa denúncia” de Oliveira e Campos, que não se conformam de terem sido afastados da Casa de Davi. Os ex-diretores afirmaram que foram demitidos porque não concordavam com a exploração de pacientes.

O ex-interno F.S., 21, confirmou a versão de que o pastor Barbosa é explorador de mão de obra. Ele afirmou ter sido levado para trabalhar nas obras de Barbosa ganhando apenas R$ 15. A diária de servente na cidade é no mínimo de R$ 50, segundo F.S

Gilberto de Oliveira disse que Barbosa também expõe os pacientes ao constrangimento ao apresentá-los na igreja, no altar, como “ex-noiados”, de modo a comover as pessoas a fazerem doações para a instituição.

Além disso, segundo ele, há o problema da péssima qualidade da alimentação dos pacientes, aos quais são servidos uma sopa de osso.

A Promotoria está avaliando das denúncias, e a OAB vai encaminhá-las às autoridades e acompanhar o caso.






Com informação do Olhar Direto.

Psiquiatra desaconselha tratar dependente em clínica religiosa
maio de 2012


Comentários

  1. eu não duvido de que eles exploravam essas pessoas , mais como sempre eles alegam ser tramóias e perseguição religiosa.. Ninguém esta acima da lei..

    ResponderExcluir
  2. É aquela velha história de dizer que "usa drogas por que é vagabundo" e sugerir um "quintal pra capinar"... daí o fica fácil o pastor justificar que o trabalho "faz parte do tratamento" dos dependentes químicos.

    Eta Brasil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas queria o que? Se tivesse serviço essa juventude não tava se envolvendo com droga, é falta de cabo de enxada mesmo! Cabeça vazia oficina do diabo! O pastor só tava ajudando. O que vcs preferem, um jovem trabalhando ou no mundo das drogas roubando e matando inocente pai de familia? Aonde já se viu! Pegar um drogado e levar pra dentro de casa pra cuidar ninguém quer, mas criticar o pastor que tá fazendo um ótimo trabalho dando serviço e tirando essa juventude da marginalidade, aí esses atoas caem de pau no homem de DEUS!

      Que DEUS tenha misericórdia e dê um pouco mais de sabedoria aos ateus pra APRENDER A VIVER!
      Bem que Jesus disse que os seus fiéis sofreriam perseguição por viverem o Evangelho! Sinal dos tempos...

      Maranata ora vem Senhor Jesus!!!

      Excluir
    2. Mas queria o que? Se tivesse serviço essa juventude não tava se envolvendo com droga, é falta de cabo de enxada mesmo! Cabeça vazia oficina do bin laden! O cientista só tava ajudando. O que vcs preferem, um jovem trabalhando ou um pastor picareta dando 171 nos fiéis e pegar as "crentinhas" escondido
      Aonde já se viu! Pegar um fiel desamparado e levar pra dentro de casa pra cuidar ninguém quer, mas criticar o cientista que tá fazendo um ótimo trabalho dando serviço e tirando essa juventude da marginalidade, aí esses evangélicos caem de pau no homem da ciência !

      Que o poder jurai dê misericórdia e dê um pouco mais de sabedoria aos Evangélicos pra APRENDER A VIVER!
      Bem que Dawkins disse que sua opinião sofreriam perseguição por lerem o Deus Um Delírio! Sinal de obscurantismo...

      Maranata ora venha Lady Ryoko!!!

      Excluir
    3. a bíblia também fala que o salário do trabalhador é justo. Mais nem é preciso de bíblia para isto. Eles estão trabalhando e deve receber o que todo mundo recebe.. E não se deve abusar deles só porque eles eram dependentes químicos..Quer aumentar a moral e a auto-estima deles comece pagando o que é justo.

      Ratatatatata.tá ora vem senhor Zeus

      Excluir
    4. Com 15 reais?? ta de sacanagem?? o trabalho tem que ser justo.

      Excluir
    5. a ingenuidade religiosa não tem limites.


      a probabilidade dessas pessoas estarem sendo exploradas é altíssima.


      vocês, religiosos, precisam acordar de uma vez por todas. Não há sacerdotes legítimos e intermediários do divino, isso não existe. Pastores são pessoas como qualquer outra. E podem ser canalhas também.

      Excluir
    6. Abestado Lobo, os fins nao justificam os meios.
      O problema das drogas diminuiria com muita EDUCAÇÃO.

      Excluir
    7. Acho que muita gente confunde viciado com traficante. E o lance de "se meteu nas drogas pq é vagabundo" é uma postura tão fácil... mais fácil do que considerar que nem todo viciado (não apenas em drogas ilícitas)tem motivos tão rasos pra ter se viciado.

      Excluir
  3. Oras, são os "servos trabalhando para seu o senhor feudal cristão", ou melhor, para ser menos anacrônico são "servos trabalhando para o seu senhor cristão".

    ResponderExcluir
  4. Isso, senhoras e senhores, é ser evangélico.

    Sem mais.

    Att.,

    Espancador de Pastores

    ResponderExcluir
  5. Agora entendi o que os pastores querem dizer com a expressão OBRA de deus...

    ResponderExcluir
  6. O melhor de tudo é o governo fazer convênio com "essas clínicas que fazem um trabalho tão bonito" e depois passar lei pra internação compulsória. Bom saber que o dinheiro dos nossos impostos é usado pra fornecer mão de obra escrava pra pastor picareta. Mas como costuma dizer gente que não passa um final de semana sem encher a cara ou vive se entupindo de remédio pra dormir, esses drogados merecem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a hipocrisia da nossa sociedade é sórdida. E as vistas grossas que nós cidadãos fazemos diante desses ESQUEMAS entre o estado e as igrejas, é enojante!

      O estado favorece situações de exclusão social e consumo de drogas, o que favorece as igrejas de maneira convencional, e agora ainda tem o esquema das clínicas filantrópicas de recuperação de viciados, com dinheiro público direto na mão das igrejas!

      E depois ainda somos estado "laico".
      Nunca vi uma teocracia tão mau fantasiada de democracia igual a nossa.

      Excluir
    2. NOSSAS AUTORIDADES DEVERIAM DE OLHAR, JA QUE ELE TA ESTURQUINDO PAGANDO OS DEPENDENTES QUIMICOS DEVERIAM OLHAR SEUS CARTÓES DE CREDITOS,TBM Q SAO ADQUIRIDOS ATRAVES DE SEUS JUROS ABUSIVOS? SERA Q ISSO É CERTO PARA O NOBRE PASTOR? QUE SE ACHA DISSO?

      Excluir
  7. Tudo interesse de outras pessoas em difamar o pastor Domiciano e a igreja Assembleia de Deus. Com certeza o ex-Pastor da Assembleia de Deus Paulo Roberto esta po tras dessas calunias. Esse pastor vem fazendo de tudo para atraair novos fieis e não vem medindo esforços e as conseguencias de suas atitudes. Infelizmente a muitos irmãos que estão sendo iludidos por este novo ministerio do Pastor Paulo Roberto e pelas vatagens oferecidas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site