Deputado evangélico quer lei para confirmar Deus no real

Pastor Eurico
Pastor Eurico nega que a
Constituição seja laica
O deputado Francisco Eurico da Silva (PSB-PE), conhecido como Pastor Eurico (foto), apresentou à Câmara Federal um projeto de lei que, se aprovado, tornará a expressão “Deus seja louvado” obrigatória nas cédulas do real. 

Trata-se de uma reação do deputado contra a decisão do MPF (Ministério Público Federal) em São Paulo de pedir à Justiça para que a expressão seja suprimida das cédulas em obediência à laicidade do Estado brasileiro.

A inclusão da frase no dinheiro não tem respaldo legal, porque decorreu de uma decisão de José Sarney, quando foi presidente da República, e, por isso, como quer o MPF, poderá ser anulada pela Justiça. Para descartar essa possibilidade, o Pastor Eurico elaborou o projeto de lei para confirmar e garantir a permanência da frase no dinheiro.

No entendimento do evangélico, “é mentira” que a Constituição seja laica, porque foi promulgada “sob a proteção de Deus”, conforme destaca o seu preâmbulo.

Para ele, o preâmbulo do texto constitucional tem valor jurídico porque serve como embasamento para a compreensão de tudo que ali está expresso. “Desta forma, todo o texto está vinculado e amarrado aos conjuntos formuladores que se encontra no preâmbulo da Constituição Federal”, disse.

O deputado afirmou que o artigo 19 da Constituição proíbe que governos mantenham aliança ou dependência em relação às religiões, mas, segundo a interpretação dele, isso não ocorre com a referência a Deus nas cédulas do dinheiro. ”É apenas uma forma de expressar o sentimento que o povo brasileiro tem em relação a Deus, sem tornar o Estado submisso a isso.”

Em recente entrevista, o procurador Jefferson Aparecido Dias, que é católico praticante e autor da ação do MPF, afirmou que em nenhum trecho da Bíblia Jesus deu a entender que o seu nome ou de Deus devesse constar no dinheiro. O que Jesus disse, acrescentou o procurador, foi “A César o que é de César”.

O jornalista Hélio Schwartsman, da Folha de S.Paulo, escreveu que os religiosos deveriam ser os primeiros a pedir a exclusão de “Deus” de “algo tão profano e mal-afamado como o dinheiro”.





Com informação do Diário do Pernambuco.

Procurador sofre ameaça de morte por pedir retirada de Deus do real
novembro de 2012

Religião no Estado laico

Comentários

  1. Leis teocraticas já vi isto no passado e no oriente médio, nada de novo.

    Manda a próxima.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto estes tipos forem eleitos jamais este será um país laico !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É amigos, a religião só atrasa a humanidade, manda esse deputado pitar a casa dele e os carros com a frase.

      Excluir
    2. o dinheiro vai continuar sujo mesmo assim

      Excluir
  3. Deputado parasita que não tem nada o que fazer, achando que todos os brasileiros expressam o mesmo sentimento dele à Deus. Esses tipos de pessoas que é reflexo desse Brasil miserável e corrupto. Além disso o cara interpreta a Bíblia de forma errada. Jesus Cristo não tem nada haver com dinheiro. Viva os evanjegues do Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Ele está se prestando para a finalidade para a qual existe essa tal bancada de parasitas evangélicos: Defender os seus interesses(do lobby evangélico) no congresso.

      Excluir
    2. É verdade, evangélicos burros colocam no poder políticos burros para assim então fazer uma burrice geral.

      Excluir
  5. https://www.facebook.com/pages/Deputado-Federal-Pastor-Eurico/343693235683928?fref=ts

    ResponderExcluir
  6. Se este é o melhor lugar que os cristãos encontraram para homenagear sua divindade da pra ver a falência e pobreza que anda o movimento cristão, nem quando eu era religioso eu gostava dessa expressão no dinheiro, hoje entendo que conforme a lei ela não deveria de estar ali, mais se criar uma lei de permanência e esta lei for promulgada mesmo sendo uma lei de caráter duvidoso e um tanto estranha a frase vai continuar , apesar de não concordar de ver o governo federal fazendo referências a deuses ou a sentimentos religiosos porque no meu entender o governo deve ser neutro, se os religiosos pudessem fazer seu dinheiro eles poderiam por o que quiser , da mesma maneira os ateus..parece que democracia vai virar ditadura da maioria, faz uma lei para escrever "Deus não existe" e ninguém aprova , faz uma lei para escrever "Deus existe seja louvado" e todos aprovam..Mais o estado é laico o que impede o brasil desta barbaridade, logo farão leis que da mais autoridade a pastores do que qualquer outra autoridade, isto seria o brasil caminhando para uma teocracia,

    ResponderExcluir
  7. Agora isso não é "falta do que fazer"???

    Qual será a próxima? Dízimo descontado em folha??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.hospitaldalma.com/2011/04/dizimo-e-descontado-em-folha-em-loja-de.html

      Excluir
    2. boa tarde,
      Isso já aconteçe em varias empresas, é só pesquisar.

      Excluir
  8. MPF devia aproveitar e entrar com ação para tirar a menção a deus do preâmbulo da CF tb, maior palhaçada aquilo e ainda tiraria esses argumentos de meia tigela de pastores imbecis. Aposto que foi acréscimo de última fora feita sob pressão de bancada religiosa no Congresso.

    ResponderExcluir
  9. _O dinheiro é profano e mal-afamado?
    _Ora, que erro grotesco! _Ainda mais vindo da parte de um jornalista..., demonstra grande inabilidade em sua fala!
    _Senhores(as)!!! _O dinheiro é papel usado pelas pessoas com os mais variados fins! _Apesar de ter seu valor monetário, não age por si só: é preciso que alguém o faça circular e lhe dê o destino que a mente humana tenciona!
    _Aliás..., quem é profano e mal-afamado, mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em verdade vos digo que é difícil entrar um rico no reino dos céus.

      E, outra vez vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus.
      Mateus 19:23-24

      _Acho que foi nesta sentido que ele quis dizer que o dinheiro é mal afamado e profano.

      Excluir
    2. Falou subjetivamente e não literalmente , literalmente é papel , mais subjetivamente pode ser muitas coisas e ter vàrias interpretações, como o de ligar o dinheiro a coisas mal-afamadas e profanas..Muitas vezes salvo a necessidade, o dinheiro é um aguçador da cobiça, poucos o que querem dinheiro para ajudar o próximo , mais si satisfazer suas cobiças e desejos ..300 milhões gastam para erguer um templo , mais não gastam 300 milhões pra matar a fome de necessitados , póis julgam a própria providência se eximindo de qualquer obrigação cristã.

      Excluir
    3. **corrigindo**
      ..Muitas vezes salvo a necessidade, o dinheiro é um aguçador da cobiça, poucos o que querem para ajudar o próximo, mais a maioria querem para satisfazer suas cobiças e desejos..


      Excluir
    4. E disse Jesus ao ateu..
      é mais fácil o seu pirulito passar pelo furico do pastor do que ele dividir seus lucros com os mais necessitados. rsrs

      Excluir
    5. Como a Salamandra é discípula do Macedão, é obvio que ela vai defender o dinheiro.

      Dinheiro pode ser usado de qualquer modo, pra comprar qualquer coisa, desde comida a armas, é uma ferramente como qualquer outra, porém ele é profano e
      Mal-afamado por ser capaz de corromper as pessoas.

      Excluir
    6. E o Edir? Não seria um exímio PROFANADOR do dinheiro, dona Salamandra?

      Excluir
    7. Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;

      Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;

      E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
      Mateus 10:34-36

      http://www.youtube.com/watch?v=D72n7pVm7hI&feature=related

      Vídeo da Irmã, de uma das seitas mais doentias e sem moral que existe, arrumando uma grana para o Macedão e dando cumprimento à palavra dos senhor dos exércitos.

      Excluir
    8. _Lamento profundamente, a burrice que se faz presente nas mal-alinhavadas palavras dos analfabetos de fato que tiveram a infeliz ideia de sentar-se em frente a um computador, revestindo-o com suas imbecilidades e, a falta de entendimento, claramente demonstrado!
      _ É digno de pena, aquele ser irracional que é capaz de não entender uma só palavra daquilo que não coaduna com sua sórdida forma de encarar a vida!
      _Cumprimento outrossim, pelo idioma escrito, digno do Período Jurássico!

      Excluir
    9. É incrivel como tudo que a lagartixa diz serve direitinho pra ela mesma... Acho que esses acessos de diarreia verbal no blog sao tentativas de exorcizar os proprios demonios.

      Excluir
    10. _Nota "zero" pela baixa retórica e criatividade!
      _Lamento mas..., devo dizer que estou a cada dia mais confiante da veracidade das minhas palavras ao escrever neste espaço!
      _Afirmo também que, a cada nova tentativa de ofensas por parte de alguns, reitero ainda mais cada sílaba das quais não retiro nenhuma.
      _Passar bem!

      Excluir
    11. Salamandra,

      Sei que é dificil pra você ler um livro racional, mas você já leu o livro a Historia da Riqueza do Homem?

      Acredito que não, portanto recomendo que leia esse livro e tire suas conclusões e vai saber de fato as origens do dinheiro.

      Excluir
    12. _Você é deveras, insolente mas..., tudo bem, não poderia esperar outra coisa, é típico de alguém que se acha e nada é, porque é vazio!
      _Acerca da sua recomendação, é "muito gentil de sua parte" mas..., devo dizer que não a quero, fique para você!
      _Sabe, quando a limitação é gritante, algo que se recomende para alguém, pode acabar fazendo falta para aquele que compartilhou! _Esse é o seu caso, não tenho dúvidas!
      _Boa tarde!

      Excluir
    13. É só cutucar a Irmã Salamandra Gouvêa que ela mostra o seu interior, mostra o bichinho que tem lá dentro!! Alguns diriam que é coisa do capeta,
      eu acredito que se trata apenas de uma mulher egocêntrica que se alimentou da bosta do Macedão durante anos e que não tem consciência do grupo que pertence. É um bom exemplo evidenciando que se alimentar de bosta não se restringe apenas aos tempos bíblicos.

      Realmente ela é bem crente e mto bem adestrada pelo Macedão (as pessoas são vazias e burras pq não concordam com ela). É o tipo de crente que amaldiçoa as pessoas em nome do senhor, que presta um grande serviço para militância ateísta.

      E ela considera, ainda, que algumas pessoas possuem um idioma escrito fraco, digno do período jurássico. Do ponto de vista de uma pessoa alienada não há nenhuma relevância nisto. Tenho certeza que existem analfabetos de bom coração na Universal que tem um caráter mto mais benevolente do que o dela, embora o contato excessivo cumulado com a falta de discernimento espiritual tendam a tornar estas pessoas em terroristas como ela.

      E tem mais.. aquele que não entende é digno de pena! Não entende o quê? Será que é a bíblia? Ou será que é o Macedão? Ou será a própria Universal? Ou será que todo esse encapetamento é simplesmente por causa da matéria? É claro... as pessoas não entendem pq o modo sórdido como
      encaram suas vidas não se coaduna com toda a sabedoria da anfíbia!

      Como todo bom crente, não encara o próprio livro que diz acreditar! Qual é a vontade do deus bíblico? Ele quer que ninguém se perca e todos tenham conhecimento da verdade ou ele diz que todos que não entendam são dignos de pena?
      Será que a terrorista faz a vontade do deus dela ou apenas do seu ego? E cadê o espírito de mansidão? Desconfio que o Macedão tenha mudado a bíblia dela.. agora os frutos do espírito são a arrogância, a hipocrisia e a hostilidade.

      Na arte de vomitar hipocrisia, é uma grande mestra!

      Excluir
    14. Concordo, crentolas como a lagartixa prestam um grande serviço ao ateísmo, pq ilustram muito bem o tipo pessoa egocêntrica, preconceituosa e hipocrita que o fanatismo religioso é capaz de alimentar.

      Excluir
    15. Senhor dos Exércitos22 de novembro de 2012 17:49

      Amada filha Salamandra Gouvêa,

      Em verdade te digo, tens sido uma benção nestes últimos dias!

      Porquanto és varoa valorosa, incumbo-lhe de lutar pela anulação da Lei Áurea, que vai em desencontro com o desiderato divino contido em minha abençoada Palavra:

      Levítico 25:44-45
      "Escravos e escravas para vos servires, podereis adquiri-los entre os povos circunvizinhos. Poderes também comprá-los dentre os filhos dos estrangeiros, que habitarem entre vós e dentre suas famílias, nascidos e crescidos na vossa terra, e serão vossa propriedade".

      I Pedro 2:18
      "Servos, sedes submissos, com todo o temor aos senhores, não só aos bons e humanitários, mas também aos que são duros".

      Colossenses 3:22
      "Escravos, obedecei em tudo aos vossos senhores terrenos, não só sob o seu olhar, como se os servísseis para agradar aos homens, mas com simplicidade de coração, por temor de Deus".

      I Timóteo 6:1 -2
      Todos os escravos devem considerar os seus senhores dignos de toda a honra, para que não se fale mal do nome de Deus. E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta.

      Efésios 6:5
      Escravos, obedeçam aos vossos senhores.

      Tito 2:9-10
      Os escravos devem estar submissos em tudo aos senhores. Que lhes sejam agradáveis, não os contradigam, não roubem.

      Oséias 3:1
      O Senhor manda amar uma mulher infiel como Deus ama os filhos de israel, que se voltam para outros deuses e gostam das tortas de uvas passas.

      Êxodo 21:20-21
      "Se alguém ferir seu escravo ou sua escrava com um bastão e morrer sob suas mãos, seja punido severamente, mas se sobreviver um ou dois dias, não seja punido, porque é seu dinheiro"

      Êxodo 21:2-6
      "Quando comprares um escravo hebreu, servir-te-á seis anos, mas ao sétimo sairá livre e gratuitamente. Se entrou sozinho, sozinho sairá; se estava casado, sua esposa sairá com ele. Se seu amo lhe tiver por esposa, e esta lhe tiver dado à luz filhos ou filhas, a mulher e os filhos serão de seu amo e ele sairá sozinho. Se o escravo, porém, disser: "Amo meu senhor, minha esposa e meus filhos; não quero sair livre", então seu senhor o levará diante de Deus, fá-lo-á aproximar-se da porta ou do umbrau da mesma e lhe furará a orelha com uma sovela, e ficará seu escravo para sempre.

      Excluir
    16. Não é por nada, mas como é arrogante essa senhora Salamandra Gouvea. Nossa... Basta ler seus comentários carregados de pernosticidade, de rancor, sempre demeritando aos demais...

      Excluir
  10. "o povo brasileiro" - o povo é o 100% não a maioria, caro fascista.

    ResponderExcluir
  11. Esses evangélicos são uma vergonha querendo legislar em causa própria..será que vamos saber quem é este deus agora?? Eu imagino os absurdo que vão escrever sobre a legislação desta lei.. Um discurso totalmente religioso e sem nada a ver com o nosso estado de direito..

    ResponderExcluir
  12. http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=375324

    Neste processo, ficou clara a posição dos Ministros sobre a validade do termo "Deus" no preâmbulo da constituição: NENHUMA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por que o artigo 208 do código penal tá valendo?

      Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa;
      impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou
      objeto de culto religioso:
      Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa.
      Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem
      prejuízo da correspondente à violência.

      Excluir
  13. Infelizmente essa lei é mais fácil de "passar" do que alguma medida pra tirar a tal frase...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMAR MOTTA, infelizmente você tem razão. Essa negócio, que foi medida do Sarney, mas pode virar lei. Isso foi por meio de quê? Foi decreto ou MP? Porque se foi MP, o Congresso votou favoravelmente no passado a essa bizarrice do coronel do Maranhão. Nunca tive a curiosidade de pesquisar sobre isso, mas agora...

      Excluir
    2. Foi um decreto do governo Sarney. Não foi nem uma MP.

      Excluir
    3. Não foi por decreto não, foi por ordem direta do Sarney. Mais arbitrário que decreto...

      Excluir
  14. Sinceramente é tudo ridículo,não vejo o motivo para tirar essa porra de deus da cédula,até porque infelizmente vivemos em um país de maioria cristão,em grande parte católico.Só concordaria em tirar isso,se somente,também fosse retirado todos os feriados religiosos,inclusive o natal.Galera, veja isso apenas somente como uma tradição em nosso país.Não vivemos em um país laico,nós (ateus)temos que entender isso,ou podemos ir para rua protestar fazer uma luta para que o país se torne,entretanto só poderemos fazer isso se formos a maioria,que na atual situação não somos,portanto o jeito é conviver com isso,ou fazer uma educação a sociedade para que os religiosos entendam que cada um tem direito a sua crença,mas os mesmos não podem jamais tentar impulsionar essas, aos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O negócio então é baixar a cabeça e calar a boca só pq a maioria é cristã?
      Pq vc não arreia as calças e empina o bumbum logo então?
      Que idiotice

      Excluir
    2. Errado. Esse tipo de fala é o mais perigoso.
      Vivemos em uma democracia! O estado democrático de não deve favorecer determinados seguimentos por serem simplesmente maioria. O Estado democrático deve buscar soluções que abarquem o máximo de pessoas possíveis e agir de forma justa para com todos.
      Não interessa se a maioria é cristã ou católica ou até mesmo atéia. A constituição prega que o estado é laico! Logo o estado deve assumir uma postura neutra com relação a religião.
      Sei que o exercício democrático ainda é falho mas vamos simplesmente abraçar a ideia de que vivemos em uma Tirania da maioria?
      A maioria é de heterosexuais logo vamos exigir que os homosexuais se calem e assim será pois é o desejo da maioria?
      Com uma maioria negra poderemos exigir que os brancos se curvem?
      O estado laico é mais uma das tentativas de tratamento justo para todos, para lidar com a pluralidade de uma nação e esse tipo de pensamento ( que é a maioria então a minoria que se cale ) é um coloca isso em risco

      Excluir
    3. Cada detalhe é uma pequena vitória para que, um dia, de fato tenhamos um estado laico. A retirada dessa frase das cédulas é uma pequena vitória. E pessoalmente eu concordaria com a retirada de todos os feriados religiosos, inclusive o natal.

      Excluir
    4. logo vão exigir que se escreva "Corinthians Campeão" afinal corinthianos são cerca de 30 milhões de torcedores. Se as leis fosse promulgadas só por desejo e vontade de uma maioria este brasil iria virar uma gaiola de loucos.

      Excluir
    5. Por que vocês acham que cristão adoram falar em oferecer a outra face? Eles querem que isso valha para os outros enquanto eles se impõem. Oferecer a outra face o c#@*%#! Bateu, tomou!

      Excluir
    6. O dever de uma democracia não é somente acatar os direitos da maioria, é sim defender os direitos da minoria.

      Excluir
  15. Deputado evangélico quer lei para confirmar Deus nas cédulas do real

    Hum fiquei curioso pra saber como sera esta lei,

    ResponderExcluir
  16. Tinha que ser politico evangélico...
    ô raça desgraçada, vão legislar algo que preste!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não fique nervoso , uma lei exigindo isto é absurda demais , e só por isso já vemos que a frase nem deveria de estar ali .. isto como se diz foi ídeia de jerico..rsrs

      Excluir
  17. Alguém poderia me fornecer o número do projeto de lei? Não achei no perfil dele na câmara:

    http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_lista.asp?Autor=530108&Limite=N

    ResponderExcluir
  18. Trata-se de um IRRESPONSÁVEL, TARTUFO, esse dep. pastor. Esse SIM, MERECE aquela frase dita pelo não menos demagogo Sarney, e repetida por muitos injustamente contra o procurador federal, de que existe muita coisa a se preocupar, se não devia ter mais o que fazer. Dep. pastor Eurico, vá procurar se preocupar com a justa divisão dos royalties (ou, se medida compensatórias, como a correta divisão do Fundo de Participação dos Estados).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vá ver a Saúde, a Educação, a fiscalização dos atos do governo etc.

      Excluir
  19. essa "raça" de evangélicos só agrega gente ignorante e cega. um palhaço desses não merecia nenhum cargo ligado ao governo, ou qualquer poder q seja. mas infelizmente ele é só mais um dos q representam um país com tantos problemas e mesmo assim "não tem nada pra fazer".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Realmente é um IGNORANTE COMPLETO eleito por um bando de IGNORANTES COMPLETOS.

      Excluir
  20. A primeira vez que eu ouvi alguém comentado sobre esse assunto eu pensei, se os políticos quiserem colocar a bandeira do Flamengo por (supostamente) ser a maior torcida do Brasil tá valendo, depois li aqui no blog o procurador deu um exemplo muito parecido, mas ele disse "vai curintia". A democracia não deve ser ditadura da maioria, deve ser um sistema que faça o bem para a maioria, mas sem necessáriamente e evitando sempre que possível trazer o detrimento as minorias.

    ResponderExcluir
  21. Esses picaretas, ordinários, safados se elegem com o voto dos crédulos que vão na conversas fiada desses salafrários e agora temos que aturar a falta do que fazer desses pastores inúteis, legisladores de causa própria. O procurador está fazendo o trabalho dele - manter a laicidade (vulgo: neutralidade) do Estado. Agora esse pastoreco, ao invés de trabalhar por uma causa nobre e necessária (saúde, educação, segurança, infraestrutura, etc.), vai gastar tempo e dinheiro público em nome do proselitismo e interesses próprios! Vergonha! Vergonha! Enquanto não rechaçarmos essa laia desgraçada de políticos parasitas, o país não vai deslanchar, mesmo sendo dono de um imenso potencial.

    Olhem o e-mail desse pastor descoupado:

    dep.pastoreurico@camara.leg.br


    Ruggero

    ResponderExcluir
  22. Um amigo meu certa vez disse, "O Brasil ruma para uma teocracia nos próximos 10 anos, em 5 anos, as minorias, perderão os direitos. Eu como um bom ateu, estarei ao lado de outros deístas de minorias, lutando pela liberdade, e teremos que lutar literalmente, pegar armas, fazer guerrilha, pois esse povinho não entende outra lei que não seja a do poder e da violência. Aconselho que tu Diego, sendo um pacifista, quando ver essa hora chegar, mude-se para a Argentina, ou Uruguai, pois eles não vão parar enquanto não transformarem o país em um Irã cristão...".

    Sinceramente, achei na época, que ele estava exagerando, mas vendo hoje, dois anos depois, acredito que ele enganou-se nas datas, e que isto vai acontecer bem antes que imaginamos. Bom, tenho um acordo com minha namorada, mesmo ela sendo cristã e eu ateu, que se isso chegar a vias de ocorrer mesmo, sairemos do país, e não criaremos uma criança em uma teocracia.

    ResponderExcluir
  23. Link direto para se manifestar contra a atitude do "desocupado":

    http://www2.camara.leg.br/participe/fale-conosco/fale-com-o-deputado?DepValores=530108-PE-M-PSB&partidoDeputado=PSB&sexoDeputado=M&ufDeputado=PE

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Deputados dessa laia (religiosa) criam (e aprovam) lei inúteis e descabidas, deixando temas importantes engavetados (aborto de anencéfalos, união civil de pessoas do mesmo sexo, pesquisas com células-tronco e etc.) até o momento em que alguém, uma mãe ou pai, precisem tomar uma decisão prevista em lei, ou um parceiro pleiteie uma pensão ou outro benefício oriundo de união estável, ou como bem, lembrou alguém: a divisão do royalties ou medidas compensatórias aos estados; como via de regra ASSUNTOS considerados "POLÊMICOS" por congressistas intelectualmente despreparados ou por comprometimentos religiosos, são empurrados com a barriga, acabam por aportar no STF, para que então os ministros os definam e decidam, aí é aquela choradeira dos deputados e senadores : Que o STF abusa das prerrogativas deles, (deputados e senadores) que é a de "legislar", mas parece que para decidir sobre temas pertinentes eles não tem tempo...

    ResponderExcluir
  26. Precisamos é requerer uma CPI das Igrejas. Claro que com essa bancada evangélica podre, interesseira e corrupta, fica difícil. Mas, quem sabe, começando com um abaixo-assinado, com assinaturas inclusive dos religiosos moderados...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou totalmente a favor de uma CPI para investigar essas seitas pentecostais!

      Excluir
  27. "Nunca subestime o poder de pessoas estúpidas em grandes grupos."

    http://i182.photobucket.com/albums/x291/belemlivre/LeisEstupidez2.jpg

    ResponderExcluir
  28. Que desocupado! Ele não tem coisa melhor para fazer? Coisa sem importância....

    ResponderExcluir
  29. Pô gente calma o deputado pode fazer o que está fazendo, e é até bom que façam, porque assim eles aprende que o que estão querendo é inconstitucional e eles vão ver que não é tão fácil sair de laico para teocratico e sair promulgando a torto e a direita leis de caráter religioso.

    Nós atrapalhamos a vida dos cristãos e vamos continuar atrapalhando porque teocracia nunca mais, isto acabou lá na idade média

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O deputado já sabe o que é inconstitucional, e que o Projeto dele é um. Só que ele ignora propositalmente a Constituição para querer usar o Estado para valer seus interesses privados, que é beneficiar a fé dele!

      Excluir
  30. 1..2..3 olavetes falando dos gays

    ResponderExcluir
  31. Na idade média esta frase ficaria perfeita no dinheiro

    ResponderExcluir
  32. "É apenas uma forma de expressar o sentimento que o povo brasileiro tem em relação a Deus, sem tornar o Estado submisso a isso.” ???!!!! POVO BRASILEIRO??!!! VTNC!!! Se esse ignorante n sabe, nem todo mundo q mora no brasil é critão seu FDP!! Existem ateus, muçulmanos, judeus, budistas, etc...
    Entao q botem uma frase cientifica, uma referencia a Alá, a... n sei quem é o Mecias/profeta dos judeus, uma frase do Buda e assim vai...

    ResponderExcluir
  33. Põe Axé, Sarava meu rei

    ResponderExcluir
  34. Na verdade o nome de deus nas cédulas de dinheiros espelha a realidade das religiões, a arrecadação do mesmo. Sobre este ponto de vista faz sentido querer seu nome (o de deus) no dinheiro, uma forma de agradecimento. Ao meu ver o mais correto seria: A ignorância seja louvada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pastor Eurico por que você não aproveita e faz um projeto de lei para tornar CRIME HEDIONDO todo aquele praticado por políticos?

      Excluir
  35. Gostaria muito de concordar com a laicidade da federação, mas não é o que vemos... Do veto ao kit gay, verbas destinadas a eventos ligados a igrejas enquanto o intituto de paleontologia do Rio é despejado por falta de verbas para pagar o aluguel, e isenção de deveres cada vez maiores das instituições religiosas, a impunidade da bancada evangélica nas CPI's, e casos de homofobia ou mesmo a hipocrisia de "aprovar somente o que convém à uma parte do povo, e não a totalidade, por parte dos mesmos.

    A idiocracia brasileira (que de democracia não tem mais nada, desde as novas leis do "passa-fácil" onde nem é preciso saber ler e escrever para formar-se no ensino médio, ou podendo utilizar uma média no Enem, uma prova objetiva, como certificado de conclusão do ensino básico) torna o povo cada vez mais devoto e inculto (existem sim religiosos cultos, mas a grande massa não pertence a este grupo).

    Este movimento não é usado como forma de louvor, ou de expressar a palavra de (insira qualquer deus aqui), mas sim de justificar aberrações jurídicas em nome de uma divindade. Maneira mesquinha de lucro ilícito, em benefício próprio. Afinal, o povo nem sabe ler, quanto mais entender a verborragia utilizada nos processos, usa-se a palavra Yaveth, e pronto, todas as portas abrem-se, as justificativas tornam-se válidas, roubar, enganar, matar, repreender, tudo é justificável, no melhor estilo "dinheiro na mão calcinha no chão", mas em uma versão mais conservadora.

    O medo do desconhecido não pode mais ser apontado como a causa desta "nova cruzada", a humanidade chegou a seu ápice, e como todo sistema, tende a degenerar-se, e essa degeneração, toma forma a partir da teocracia mal-disfarçada que o Brasil encontra-se. Não é uma ilusão, qualquer observador mediano, nota que a história repete-se, Assírios, Babilônios, Egípcios, Gregos, Romanos, Mongóis, todos tiveram seu ápice, conquistaram o mundo, e caíram. E como em todos esses ciclos, a cruzada contra o inteléctuo do indivíduo é o primeiro índice desta queda.

    Mas o que esperar nos próximos anos? O Brasil ruma ao contrário do resto do mundo, aonde a secularização está consolidando-se, o que não me admira, levando em consideração a campanha de 20 anos de "emburrecimento sistemático" patrocinado pelo governo. O que vejo que vai acontecer em alguns anos, os direitos de seres folclóricos e mitológicos sobreporão aos do indivíduo. O sarcástico é que no livro sagrado, prega-se que os judeus são o povo escolhido, e que os demais são inimigos que devem ser eliminados, e mesmo assim (aqui entrando em campo a chamada estupidez seletiva), vivem, choram, pregam, fingem que foram curados, tem acessos de histeria coletiva, vomitam cabelo, dão à luz a caveiras do R$1,99, berram, tem ataques epiléticos, e por aí vai um sem-fim número de "engambelações" em nome de um ser mitológico que acredita que o prepúcio é algo demoníaco.

    Brasil, ame-o ou deixei-o. Gostaria de não entender o que estas palavras da época da ditadura significam, e não conhecer o gosto que elas trazem à boca, mas infelizmente, não só ateus, mas os livre-pensadores deste país estão com os dias de liberdade contados. Sabe o que o povo vai fazer para evitar tudo isso? O mesmo que fizeram no passado, nada. Nestas horas tristes, louvemos Hórus, pois pelo menos ele é o original.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei do dinheiro na mão calcinha no chão hehe #trollface

      Excluir
  36. Esperar o que de um país aonde alunos do ensino médio saem da escola falando gírias , enquanto na verdade era pra sair falando inglês e espanhol fluentemente..Este é o nível do brasil , educação zero, cultura zero e religião demais.. aiai minha cabecinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No colégio, os alunos recebem aulas de inglês e espanhol, mas em casa, os pais não falam em inglês e espanhol, daí o ensinamento do colégio é esquecido.

      Excluir
    2. Entendi porque agora no brasil ninguém fala inglês e espanhol, valeu mais falas "acanbalacaxurias turima bibas" hahaha putz este espírito santo é um filho da put* já ouviram como ele fala engraçado..hahaha

      Excluir
  37. As religiões dominantes no Brasil são contra o ensino, têm um comportamento que quer fazer crer que elas tudo provêm, o que é uma tremenda mentira. Não satisfeitas com a já claudicaste situação do ensino público, querem incutir criacionismo nas escolas. A religião é um câncer que impede o desenvolvimento do Brasil, um tumor que enche os bolsos da pequena parcela representada pelos picaretas de púlpito, enquanto faz de seus seguidores zumbis com funções únicas de repetir bordões sem saber o que realmente estão dizendo e, principalmente, gerar riqueza para esse clero parasitário.

    Ruggero

    ResponderExcluir
  38. Ser cristão no brasil pode ser excessão mais não é regra.

    ResponderExcluir
  39. Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim;
    Marcos 7:6

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abri minha calça vem me honrar com a tua boca.

      Excluir
    2. Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
      Mateus 12:31

      Excluir
    3. Vem teu espírito santo no teu lugar então.

      Excluir
    4. E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim.
      Lucas 19:27

      Excluir
    5. Olha como ele é violento, depois dizem que ele é amor.

      Excluir
    6. http://jeovanaoeopai.blogspot.com.br/2012/05/o-jesus-do-apocalipse-e-falso-primeiro.html

      Excluir
    7. Foda-se Deus!
      E pau no cu de Jesus!

      Excluir
  40. Pior que o crente burro é o crente cínico. Depois dos argumentos dele, esse pastorinho asqueroso me parece ser do tipo cínico.

    ResponderExcluir
  41. mais um pastor usando a política pra angariar devotos para sua igreja, e a igreja para angariar votos!
    mais um boi gordo sagrado!

    ResponderExcluir
  42. E porq nao se exclui os feriados religiosos tambem?

    ResponderExcluir
  43. Se preparem para ver nas próximas eleições o slogan:

    "Fulano de tal o cara que votou contra a lei de tirar Deus do real!"

    Isso é cinismo puro. Ele só quer fazer a fama de crente para ganhar voto dos menos inteligentes, logo, as chances dele ser reeleito são altíssimas.

    Crente Comedor De Marias Virgens...

    ResponderExcluir
  44. Não ouvi nesta campanha nenhum movimento para simplificar a vida do cidadão, tipo reforma tributaria, etc. So as impossibilidades de sempre. E ai me aparece mais um idiota com esta proposta esdruxula.

    ResponderExcluir
  45. Prezado Deputado,
    Vai arranjar um serviço e deixar de engordar (o bolso).

    ResponderExcluir
  46. Eu sou cristão evangélico, pela misericórdia de meu Deus. Em que pese isso, em todo lugar onde se comenta isto e me dão a oportunidade de me expressar, eu defendo a separação COMPLETA E TOTAL entre a religião (seja ela qual for) e o Estado. Acredito, por exemplo, que a frase nem deveria estar lá, pra começo de conversa.
    Sendo assim, eu me recuso a apoiar esse projeto do deputado Pastor Eurico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você não é um verdadeiro cristão.O verdadeiro cristão comporta-se dócil e obediente como ovelha diante do pastor.(ironizei)

      Excluir
  47. O sº Deputado tem o direito de crer no mito que quizer, dai impor sua crença aos outros é diferente!
    Faz seguinte sº deputado: Manda encher as paredes de sua casa com a tal frase "deus seja louvado" ai o senhor se sentirar melhor.

    ResponderExcluir
  48. Pronto! Virou briga de religiosos agora, vamos sentar e assistir para dar umas boas risadas. Em tempo: o que será que o pastor Eurico ama mais? Seu deus ou o dinheiro?

    ResponderExcluir
  49. Acho errado manter a frase porque todos usam as notas de reais, inclusive cada grupo religioso se beneficia com o estado laico, principalmente os cristãos, já que poderia ser colocados imagens de maomé, buda... em lugares públicos. A idéia de estado laico desse governar a todos e não beneficiar um grupo só porque ele é maioria. Na opinião desses políticos se a frase é indiferente, porque não colocam, "Deus seja questionado, ou Deus é um incompetente"

    ResponderExcluir
  50. Lembro-me quando o ex-presidente José Sarney incluiu a expressão nas cédulas. Parecia haver uma crença geral que a nossa moeda seria forte e que a inflação iria fazer as malas e voar para outro país. Ironicamente, foi um dos piores momentos da economia do país. Se tal frase tivesse efeitos imediatos, os anos 80 seriam muito abençoados. Hoje vejo como tolice tudo isso. O Estado é e deve se manter laico. Esse pastor e político jamais teria o meu voto. Aliás, ele nem deveria estar no congresso e sim no púlpito, lá é o lugar dele. Vamos aproveitar e retirar todos os crucifixos das paredes dos tribunais e órgãos públicos de todas as esferas. Fé é pessoal, intangível, imaterial, que todos devem respeitar. Todavia, o papel-moeda, emitido pelo Estado, não é instrumento de propagação de ideologias religiosas. Um muçulmano, por exemplo, poderia pleitear outra frase. Brasileiros, sejamos mais sensatos!

    ResponderExcluir
  51. Não foram esses homens, os mesmos que se mantêm no poder há décadas, que fizeram o texto da Constituição? Talvez a parte que fala do Estado Laico esteja lá só porque acharam "legal" colocá-la lá, mas pode ser que eles não saibam o que significa pois fizeram tudo sob a proteção de Deus. Pra mim, nossa Constituição é um enfeite para decorar nossa democracia

    ResponderExcluir
  52. Afinal, o Brasil É um Estado laico.
    Seriamente, isso significa que, não pode haver menções a quaisquer crenças religiosas nas nossas leis. Não concordo com ess lei e sou cristã.

    ResponderExcluir

Postar um comentário