Direita religiosa ataca de novo o defensor do Estado laico

Ives Gandra Martins
Gandra repetiu o refrão de que o
procurador não tem o que fazer
O jurista Ives Gandra (foto), 77, publicou hoje (26) artigo da Folha de S.Paulo criticando a ação do procurador Jefferson Aparecido Dias, do Ministério Público Federal em São Paulo, pela supressão da frase “Deus seja louvado” das cédulas do real, em obediência à laicidade do Estado brasileiro expressa na Constituição.

Ele não se limitou a contestar a proposta em si, empenhando-se também em atacar Dias ao afirmar que o procurador “deveria ter mais o que fazer”.

Gandra é um ilustre integrante da direita religiosa. Ele é filiado à Opus Dei, que representa a ala mais retrógrada da Igreja Católica brasileira. Colaborador frequente da página de opinião da Folha, ele já comentou ali, por exemplo, o que entende ser “o fundamentalismo ateu”.

Ao atacar a pessoa de Dias, ele repetiu o que já tinha dito outros próceres da direita religiosa e política, como o pastor Silas Malafaia e o senador José Sarney, o introdutor de Deus no real, na época em que foi presidente do Brasil.

No dia 19, em uma entrevista ao portal Terral, Dias rebateu a crítica de que deveria procurar algo mais útil para fazer. Ele informou que o MPF tem feito muita coisa, como um acordo com o INSS (Instituto Nacional da Seguridade Social) que beneficiou 3 milhões de pessoas.

O procurador informou que recorreu à Justiça em defesa do Estado laico em resposta a uma representação de um cidadão ateu que se sente incomodado com a alusão a Deus no dinheiro. “Se chegar uma representação pra mim, independentemente de qual for a temática, sou obrigado a investigá-la”, afirmou. “É minha obrigação legal.”

Em seu artigo, Gandra afirmou que se tem “confundido Estado laico com Estado ateu”.

“Estado laico é aquele em que as instituições religiosas e políticas estão separadas, mas não é um Estado em que só quem não tem religião tem o direito de se manifestar”, disse. “Não é um Estado em que qualquer manifestação religiosa deva ser combatida, para não ferir suscetibilidades de quem não acredita em Deus.”



Para ele, tirar a referência a Deus nas cédulas seria uma “ditadura da minoria [ateus e agnósticos] contra a vontade da esmagadora maioria da população [os cristãos]”.

Gandra exagerou porque, afinal, ninguém está confundindo Estado laico com Estado ateu, muito menos o procurador Dias, que é católico praticante.

E, ao que consta, não há nenhum movimento organizado para acabar com o direito à manifestação dos religiosos. Apenas se argumenta que o real não deve ser usado como mídia desse tipo de manifestação, em respeito à Constituição. O que, convenhamos, não é pedir muito.

Integrante da Opus Dei critica o ‘fundamentalismo ateu’ brasileiro
novembro de 2011

Procurador sofre ameaça de morte por pedir retirada de Deus do real
novembro de 2012

Religião no Estado laico

Comentários

  1. Íntegra do artigo de Ives Gandra Martins

    Estado laico não é Estado ateu

    No "Consultor Jurídico", leio artigo de Lenio Streck, eminente constitucionalista gaúcho. Ele, até com certa ironia e um misto de humor britânico e local, destrói todos os argumentos da pretensão de membro do Ministério Público que impôs ao Banco Central 20 dias para retirar das cédulas do real a expressão "Deus seja louvado".

    Concordo com todos seus argumentos. Lembro que o referido procurador deveria também sugerir aos constituintes derivados, que são todos os parlamentares brasileiros (513 deputados e 81 senadores), que retirassem do preâmbulo da Constituição a expressão "nós, os representantes do povo brasileiro, sob a proteção de Deus, promulgamos esta Constituição".

    Creio, todavia, que por ser preâmbulo da lei suprema, é imodificável. Terá o probo representante do parquet de suportar a referência ao Senhor.

    Aliás, é bom lembrar que, sob a proteção de Deus, a Constituição promulgada permitiu que, pelos artigos 127 a 132, tivesse o Ministério Público as relevantes funções que recebeu e que ensejaram ao digno procurador ingressar com a ação anticlerical.

    Tem-se confundido Estado laico com Estado ateu. Estado laico é aquele em que as instituições religiosas e políticas estão separadas, mas não é um Estado em que só quem não tem religião tem o direito de se manifestar. Não é um Estado em que qualquer manifestação religiosa deva ser combatida, para não ferir suscetibilidades de quem não acredita em Deus.

    Há algum tempo, a Folha publicou pesquisa mostrando que a esmagadora maioria da população brasileira, mesmo daquela que não tem religião, diz acreditar em Deus, sendo muito pequeno o número dos que negam sua existência.

    Na concepção dos que entendem que num Estado laico, sinônimo para eles de Estado ateu, só os que não acreditam no criador é que podem definir as regras de convivência, proibindo qualquer manifestação contrária ao seu ateísmo ou agnosticismo. Isso seria uma autêntica ditadura da minoria contra a vontade da esmagadora maioria da população.

    Deveria, inclusive, por coerência, o procurador mencionado pedir a supressão de todos os feriados religiosos, a partir do maior deles, o Natal. Deveria pedir a mudança de todos os nomes de cidades que têm santos como patronos e destruir todos os símbolos que lembrassem qualquer invocação religiosa, como uma das sete maravilhas do mundo moderno, o Cristo Redentor, para não criar constrangimentos à minoria que não acredita em Deus.

    O que me preocupa nesta onda do "politicamente correto" é a revisão que se pretende fazer de todo o passado de nossa civilização, desde livros de Monteiro Lobato às epístolas de São Paulo -não ficando imunes filósofos como Aristóteles, Platão ou Sócrates, que elogiavam uma democracia elitista servida por escravos.

    Talvez o presidente Sarney tenha resumido com propriedade a ação do eminente membro do parquet ao dizer que, com tantos problemas que deve a instituição enfrentar, deveria ter mais o que fazer.

    A moeda padrão do mundo, que é o dólar, tem como inscrição "In God We Trust". A diferença é que os americanos confiam em Deus e na sua moeda -nós "louvamos a Deus" na esperança de que também possamos confiar na nossa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haja estômago pra ler esse reaça nazi-fascista da Opus Dei (máfia católica).

      Excluir
    2. Gandra ficou senil, só pode! É besteira que não acaba mais na manifestação desse velhinho. ONDE é que diz que exigir o cumprimento do Estado laico, tirando a frase proselitista do dinheiro, é pedir ou impor um Estado ateu?! Que burrice, meus caros! Seria Estado ateu se se colocasse "Deus não existe" nas cédulas, o que NUNCA foi o caso! Deixe-se "Deus seja louvado" na nota e aí, sim, teremos (temos!) uma imposição ditatorial teocrática! O que a ação quer é simplesmente que o dinheiro seja limpo, sem manifestação pró ou contra religião! O Sr. Dr. Ives Granda sim, com seu prolixo e desnecessário (além de disparates que não caberiam a um doutor da lei) texto, está com tempo de sobra para a falta do que fazer. Aliás, a Opus Dei é um verdadeiro antro de desocupados. E avante, procurador! Os cães ladram e a caravana deve prosseguir.

      Ruggero

      Excluir
    3. Excelente artigo do jurista Ives Gandra Martins.

      É uma breve aula de Direito sobre o conceito de Estado laico, frequentemente distorcido por procuradores inúteis, semi-analfabetos e/ou semi-bandidos a serviço de uma militância autoritária.

      Excluir
    4. "Excelente artigo do jurista Ives Gandra Martins."

      Como tem gente que adora a ignorância...

      "É uma breve aula de Direito sobre o conceito de Estado laico"

      E são os que acreditam que esse despautério prosélitista é aula que são sistematicamente reprovados na prova da OAB...

      Excluir
    5. Olavete, va pesquisar o que é estado laico. E parabens pelo seu primeiro comentario sem a palavra "gay".

      Excluir
    6. Reclama que o cara nao tem mais o que fazer, e escreve uma coluna inteira dedicada a contra argumentar.. nao tem mais nada o q fazer?

      Excluir
    7. Olha o circo no TJSC! Estado laico?

      http://app.tjsc.jus.br/noticias/listanoticia!viewNoticia.action?cdnoticia=27062

      TJ SEDIA CELEBRAÇÃO EM HOMENAGEM AO DIA DE SANTA CATARINA DE ALEXANDRIA

      26/11/2012 15:53

      Uma cerimônia cívicorreligiosa marcou a comemoração do Dia de Santa Catarina, a padroeira do Estado, nas dependências da Capela Ecumênica do Tribunal de Justiça. A celebração do Ofício da Artoclacia, da Igreja Ortodoxa Grega São Nicolau, foi presidida pelo arcebispo metropolitano da Igreja Ortodoxa de Buenos Aires e América Latina, Dom Tarásios, e teve a presença do presidente do TJ, desembargador Cláudio Barreto Dutra, e de autoridades do Estado.

      O ato marcou o retorno de relíquias – um fragmento de costela de Santa Catarina e uma pedra do monte Sinai, onde Moisés recebeu os Dez Mandamentos -, cujo translado à Igreja Ortodoxa marcou o início das comemorações, no último sábado (24/11). Tais relíquias são guardadas na capela, junto com ícone de autoria de monges do Sinai, e ficam expostas ao público. O presidente do TJ destacou a importância da comemoração da data para o Estado, diante da história da padroeira, que se destacou por sua cultura e luta em favor de sua religião.

      Participaram da solenidade o desembargador Paulo Roberto Camargo Costa, o presidente da Câmara de Vereadores da Capital, vereador Jaime Tonello, o procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto, e o deputado federal Esperidião Amin. A Capela Ecumênica de Santa Catarina de Alexandria, construída junto ao Tribunal, proporciona momentos de paz interior, reflexão e diálogo fraterno. Tem três altares e é aberta ao público de segunda a sexta-feira, no horário das 10 às 16 horas. A arquitetura da capela remete a duas leituras: várias mãos unidas em uma mesma oração, ou cinco continentes dirigindo-se a um só Deus.

      Em tempo: estamos com greve na Saúde há um mês, a alegação é a de sempre: não tem verbas. Mas tem verbas para dar para as reformas e restaurações de igrejas católicas através do Funcultural, 4 milhões aqui, mais 2m800 ali...tudo com desculpa de 'patrimônio histórico'...
      Fiz um comentário no blog do aprendiz de Yves Granda aqui do DC da RBS, mas cada vez que me atrevo a questionar, apanho mais do que boi em horta de japonês e não apenas dos 'de direita' mas principalmente dos seguidores da Teologia da Libertação e a raça toda do tal padre Ciro, petistas de carteirinha. No pasto religioso tem ovelhinhas de todas as cores partidárias...

      Excluir
    8. cont.

      RESERVAS E REGULAMENTO DA CAPELA ECUMÊNICA
      A Diretoria de Documentação e Informações, a fim de melhor coordenar a utilização da Capela Ecumênica, solicita que as reservas sejam feitas com a maior antecedência possível, através do e-mail: capelatj@tjsc.jus.br ou pelo telefone (048) 221-1470, com o Diáciono Pedro Paulo, de segunda à sexta-feira, das 10 às 16 horas.

      Veja também: Regulamento da Capela < link

      http://www.tjsc.jus.br/institucional/diretorias/ddi/regulamentocapela.htm

      Será que alguém consegue agendar uma atividade Espírita com uma de raiz africana como sendo atividade 'ecumênica'?

      http://www.tjsc.jus.br/institucional/normas/normas.htm

      (...)
      Protocolo de Intenções
      Ordens de Serviço
      Assento Interpretativo
      Regulamento da Capela Ecumênica
      Estatuto da Magistratura do Estado de Santa Catarina (PDF ou RTF)

      Excluir
    9. Lucas Coral
      Olha o Ad Hominem, mais uma malcriação sua e vai ficar sem sobremesa!

      Excluir
    10. O católico direitista apelou, referindo-se ao protestantismo norte-americano como modelo. Além de fundamentalista, o jurista é colonizado? A velha mania de imitar os Estados Unidos, que nos fez servir de piada ao mundo, nomeados como "macacos yankees", numa "república de bananas"; estaria sendo reeditada? Seria o revival do esdrúxulo mimetismo, que outrora copiava bandeira(listras horizontais verdes e amarelas), nome oficial(República dos Estados Unidos do Brasil)e outras balelas? Francamente, o que tem a ver religião com símbolos oficiais? Já não chega esse slogan ridículo, maçônico e positivista, ORDEM E PROGRESSO? A Estrela Flamejante da Franco-Maçonaria nas Armas Nacionais? Se Deus fizesse mesmo a moeda norte-americana tão forte, porque no Deus da guerra, no Senhor dos Exércitos eles "confiam"...Não teriam destruído o mercado mundial tantas vezes para salvar sua economia!Como poderíamos competir, nós devotos do Deus da pobreza da América Católica, esmoleres de quintal das Coroas Ibéricas; que saudamos os "colonizadores", com DEUS SEJA LOUVADO? Com estes invasores das fronteiras alheias,autorizados pelas Nações Unidas a saquear os tesouros dos outros? A defender o seu mercado interno e obrigar os demais países a baixar as calças para seus produtos? Livre mercado, livre iniciativa, toda a liberdade econômica para que eles possam explorar, invadir, "competir"...Mas o mercadozinho deles, protegido, sob o monopólio que eles condenam...No território alheio! Brilhante, esse direitista católico. Devia propor também um lema religioso para o Euro..."Deus salve a Europa"?

      Excluir
    11. Gandra é a prova cabal de que ser "sumidade" em determinada área não é garantia de opinião sensata e equilibrada em outros assuntos.

      Aliás Ives Gandra é sumidade, mas não é unanimidade nem no Direito: outros respeitados professores têm interpretações diferentes para pautas que envolvem essa área.

      Gandra é uma bandeira jurisprudencial da Direita e do atraso histórico que ela representa, intrinsecamente ligada a preconceitos arcaicos, dogmas religiosos e astigmatismo crítico.

      É uma pena. Porque mais do que o Direito se assentar sobre os conceitos de Ives Gandra, Ives Gandra tem arrastado o Direito para a religião - como se essa fosse a função do Estado Democrático.

      Se um homem da capacidade intelectual dele não consegue compreender que exigir laicismo não é exigir ateísmo, você vai esperar o quê desses barnabés da web?

      Menos mal que essa geração de Gandras, Brossards e outros juristas retrógrados está no crepúsculo da vida. Meus netos não vão precisar conviver com esses malas.

      Excluir
    12. O Deus, perdoe quem deu esta ordem besta! Eles não sabem o que falam.

      Excluir
    13. Carlos Maçaranduba28 de novembro de 2012 20:59

      Qual deus? Unicórnio Rosa Invisível?? Satan Goss?? Cap. Nascimento.

      Excluir
  2. O colega Ives representa o que de pior há na direita, reacionária e obscura. A depender desse advogado, nenhum dos avanços jurisprudenciais recentes em favor do povo brasieiro teria acontecido. Apenas como exemplos, cito o seu posicionamento no sentido de que os bancos não se submetessem ao Código de Defesa do Consumidor, o que deixaria os correntistas totalmente desprotegidos perante os inúmeros abusos que essas instiuições praticam diariamente. O Dr. Ives Gandra também se posicionou contra as pesquisas com células tronco, que traz tantas esperanças para tantos. Também advogou, de modo intransigente, contra o aborto, em qualquer hipótese. Nem preciso dizer sobre o ativismo judicial que ele moveu contra as uniões homossexuais. Ele é um dos agentes mais obstinados da "Opus Gay". Ops! Opus Dei. ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu lembro bem do auxílio que ele deu à campanha difamatória promovida pela Rede Record (IURD) contra o Programa Escola Sem Homofobia.

      Mas o que poderíamos esperar vindo desse representante da "Opus Ateu", digo, Opus Dei? ;D

      Excluir
    2. O jurista Hélio Bicudo,de esquerda e um dos fundadores do PT, também tomou a mesma postura com relação ao aborto, afirmando, inclusive, que todos juízes que autorizavam e médicos que executavam estão fora da lei cometendo crime, contrariando a CF no que diz respeito ao 'direito à vida', sem se referir a exceções, as previstas em lei comum que estavam, após a CF88, em desacordo com a lei maior... Disse ainda, que 'era muito difícil uma mulher provar que foi estuprada'. Bicudo é católico praticante.

      A entrevista dele está no arquivo da TV Cultura de SP, a mesa era composta por ele, um médico do Hospital do Jabaquara {um dos autorizados a fazer aborto com ordem judicial) e a mediação era da jornalista. Mônica Teixeira.

      Sugiro tomar Plasil antes de ver a entrevista.

      Excluir
    3. Parabens ao grande jurista Ives gandra, que colocou de forma clara a diferença entre laicidade e laicismo, diferença essa que o procurador Dias não sabe, infelizmente...
      "não há nenhum movimento organizado para acabar com o direito à manifestação dos religiosos. Apenas se argumenta que o real não deve ser usado como mídia desse tipo de manifestação, em respeito à Constituição. O que, convenhamos, não é pedir muito" Isso aqui é uma falacia total, não só ha um movimento de cunho ateista tentando limitar as manifestacoes religiosas, como tbem querem limita-la a vida particular...


      Excluir
    4. Limitar as manifestações religiosas à vida particular já é uma verdadeira extravagância (no sentido libertino). Alguém precisa cortar as asinhas da religiosidade e colocá-la em seu devido lugar, que é a cabeça de cada um, lugar de onde jamais deveria ter saído!

      Se as manifestações religiosas podem ser feitas em público, então por que as manifestações sexuais (atos sexuais) também não podem ser feitas em público? Ah sim, por que a religião proibiu e mandava pra fogueira quem descumprisse essa proibição (hoje, ela usa o estado pra mandar pra cadeia).

      Excluir
    5. esses caras que bajulama esse velho gagá são tão imbecis e cínicos quanto ele.

      Excluir
  3. Penso que reverência a qualquer ideia de deus que seja deva ser em seu local apropriado. e concordo que o dinheiro não deva ser usado como propaganda de qualquer deus que seja ou mesmo do ateísmo. O passado não podemos realmente mudar, e se as coisas neste país são hoje da forma como são contaram com a ação ou omissão de muitos homens que hoje estão de cabelos brancos como este ilustre jurista. que apenas agiram em prol de seus interesses, usando a mentalidade lassie-faire. tá bom pra mim, tá bom pra todo mundo. a retirada dos símbolos católicos das repartições públicas, a retirada do louvor a deus nas notas de real, e outras atitudes afins, são apenas tijolinhos que formarão a parede do futuro, onde nenhuma religião terá privilégios em detrimento de outras opiniões diferentes, ainda que tente invocar fantasmas do passado. O Procurador tá de parabéns pela atitude que teve, parece que quando branquear seus cabelos olhará pra trás e, diferente das religiões, não sentirá vergonha de seu passado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço minhas as suas palavras! Parabéns!

      Excluir
    2. E o pior é que isto não se resume só a jurisdição, mas tb a memória e história brasileira. Vide o que ocorreu, em uma entrevista ao programa Ver Tv da TV Câmara onde um antigo membro da falida TV Tupi exclamou que pediu para a TV Cultura de SP para que copiasse o acervo da emissora e preservasse em um local com mais fundos e melhor aparelhado. No entanto a alternativa que poderia ter salvo todo o acervo da emissora e boa parte da história da TV no Brasil foi barrada por excressências jurídicas sem importância vidas dos advogados da TV Cultura que proibiram, termitantemente, que os arquivos da TV Tupi fossem copiados exigindo a assinatura, até mesmo, de pessoas que morreram para autorizarem o processo de cópia dos arquivos. E logo algum tempo a emissora foi fechada por ordem judicial ficando todos os quilômetros de fitas Quadruplex e fitas de acetato expostos as intempéries do tempo, se salvando nada mais que algumas poucas mídias que foram parar nas mãos de benfeitores e entregues a Cinemateca Nacional. Pra verem, quando um advogado quer fazer merda ele faz e com toda a sua arogância que lhe é peculiar!

      Excluir
  4. Quando eu vejo algum posicionamento contando com o aval do Ives Gandra, logo de cara eu já sei que se trata de uma ideia oposta à minha!

    ResponderExcluir
  5. Ora, quem é religioso não é ou não deveria ser a favor do Estado Laico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveria ser, principalmente se for de uma religião minoritária como é quase 1/3 da população, ate mesmo os adeptos da religião dominante sofreriam pois em sua maioria são moderados e modernos demais em relação a instituição religiosa, que insiste em viver com a mentalidade o mais retrograda possível.

      Excluir
    2. Cada religioso deve defender a própria religião. E em cada religião existem regras comportamentais que o religioso deve seguir em qualquer lugar que ele for. Agora como o Estado Laico não quer a religião dentro do próprio território, então Estado Laico não deve deixar que os religiosos entrem no território do Estado Laico.

      Excluir
  6. Quem disse que Ives Gandra é da “direita religiosa”? Por ser religioso é obrigado ser da direita religiosa? Quem disse que o promotor é um “defensor do estado laico”? Se fosse mesmo deveria propor não só a retirada de “Deus seja louvado”, mas nada também a imagem de Marianne, que além de ser um símbolo da Revolução Francesa, tem uma posição anti-religiosa e atrelada aos humanistas em detrimento aos religiosos, o que representa também uma violação do estado laico.
    Agora a falácia ad hominem é demais. O argumento de que Gandra seria errado por que ele é “filiado à Opus Dei”, e portanto representa a “direita religiosa”. Quer dizer que o comentário dele sobre “fundamentalismo ateu” está errado, porque ele está ligado à uma ordem católica, ah por favor! Agora, sempre que ele se posicionar contra algum ideal humanista é porque ele é da Opus Dei! Ah por favor! Vcs aqui são uns brincalhões! Essa estratégia usada por aqui na guerra política é muito fraca, como vejo na maioria dos comentários de vcs. Vcs tem muito que aprender de estratégias políticas para disseminarem seus pensamentos. Vão estudar mais o guru de vcs, Gramsci, pra descobrirem um embasamento mais inteligente para os objetivos de vcs.
    Outra coisa, essa de coisa de "não há nenhum movimento organizado para acabar com o direito à manifestação dos religiosos", realmente pode não ter agora, pq vcs são minoria das minorias, mas quem acompanha esse site e outros desse naipe, já pode se perceber toda uma articulação para o desenvolvimento desse movimento, composto de histéricos com ódio mortal à qualquer tipo de religião. Então não adianta omitir os fatos. Realmente estamos no meio de uma guerra cultural, e uma das metas de vcs é realmente atacar a religião cristã e como vcs, neos-ateus, sabem muito bem dissimular, fazer esse papel de simulação de ignorância dos fatos é mais do que esperado da conduta de vcs.
    Ah! Uma coisa, não adianta me atacarem de religioso, porque vão estar batendo em gato morto. Não faço parte desse time, mas tb não compactuo com os ideais fraudulentos de vcs. Conheço bem a artimanha por trás de cada texto produzido e cada comentário escrito por vcs neo ateus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assinado, WP, o dissimulado.

      Excluir
    2. Quanto será que o ateu com alma de cristão anda recebendo para fazer suas sabotagens ideológicas em sites de militância ateísta?

      Lembrando que este blog é considerado o mais importante desse segmento aqui no Brasil.

      E então, senhor ateu com alma de cristão, já descansou sua imagem e está pronto para voltar com suas falácias pró religiosidade? Ou será que vai aguardar mais um tempinho e, enquanto isso, permanecer postando esporadicamente através de codinomes diversos?

      Estamos de olho.

      Excluir

    3. Muito bem observado, Observador. Excelente comentário.

      Quanto ao "movimento organizado para acabar com o direito à manifestação dos religiosos", ele JÁ existe como se nota facilmente nos sites que expressam o posicionamento de militantes ateístas, gays e similares, como este e outros por aí.

      O tal procurador-militante Jefferson Aparecido Dias do MPF é apenas mais um tentáculo desse movimento anti-religioso, que, por ser minúsculo, autoritário e anti-democrático, vai "comendo pelas beiradas", se utilizando de mecanismos igualmente anti-democráticos e autoritários (especialidade do MPF) para se impor à sociedade, e contra a vontade desta.

      Excluir
    4. Esse "observador" é cego... vive de devaneios...

      Excluir
    5. Já o "bem observado", que é o mesmo mentiroso, desonesto, burro e que sofre de alucinações do outro tópico!

      Agora parece estar com rancor, porque o promotor do MPF é bem sucedido e inteligente, o oposto dele...

      Sinto pena deste rapaz... ele é trolla a própria vida...

      Excluir
    6. dedicação à bandidagem27 de novembro de 2012 06:04


      Falou o Anônimo gay "efebófilo".

      Aproveite o embalo e a admiração que você nutre pelos promotores inteligentes do MPF e abra seu coração mais um pouquinho:

      Informe aos promotores do MPF que você é "efebófilo", que você acha bacana fazer sexo com garotinhos menores de idade.

      Conte também ao MPF que você prega "morte aos homofóbicos", isto é, que você se acha no "direito" de matar pessoas que dizem coisas que te desagradam e te contrariam.

      Boa sorte.

      Excluir
    7. Hahaha... que patético!

      Excluir
    8. Olavete esta apelando ja. Patetico.

      Excluir
    9. Mais uma vez soltando a verborragia aqui,e crente que ninguém sacou que é ele="WP o dissimulado" 2

      "Fica a dica"

      Excluir
    10. O negócio desse olavete direitofrênico é defender cristão conservador a qualquer custo.

      Excluir
    11. Fiscal do fiofó alheio27 de novembro de 2012 13:32

      A olavete reclama dos rótulos dados ao reaça, porém no mesmo texto, rotula todos os ateus de gramscistas...

      E depois ainda vem sua colega de tarô, com seu clássico chororô egodistônico.

      Excluir
    12. “Falou o Anônimo gay "efebófilo".”

      Além de mentiroso-desonesto-burro-alucinado e trollador da própria vida, está desorientado no tempo e no espaço.

      Está me confundindo com outros anônimos, pois nunca disse nada o que você está me acusando. Quem disse sobre matar homofóbicos foi outro anônimo, assim como eu nunca vi alguém defender sexo com menores neste fórum – nem sei quem é tal pessoa.

      O IP prova isso! Assim como pode provar quem é você a justiça... cuidado que seu rabo está muito preso!

      Eu sou o que te refutou no outro tópico, sobre sua mentira preconceituosa de “ditadura gayzista”, de que o nazismo era gay e afins, lembra? Você saiu com o rabo entre as pernas...

      Excluir
    13. Referindo me a "dedicação à bandidagem27 de novembro de 2012 06:04" e "bem observado27 de novembro de 2012 03:43"


      Mais caras achando que ser homossexual (ou ser protetor dos direitos deles, tais como viver em paz, sem ser discriminado, etc) é ser pedófilo ou efebófilo.


      Desculpem, rapazes, vocês não conseguem esconder sua ignorância. Portanto, parem de chamar os outros assim. Ou além de ignorantes, vocês querem ser também tomados por hipócritas?

      Excluir
    14. "O negócio desse olavete direitofrênico é defender cristão conservador a qualquer custo."

      Exatamente, isso é de costume dele. (talvez por obrigação mesmo)
      Repare que ele também deu o ar da (des)graça na outra matéria onde os fascistas ortodoxos protestam e censuram um grupo artístico sob acusação de "blasfêmia" (por trás do protesto, está meramente a homofobia dos religiosos).

      Tomara que esse ateu com alma de cristão não esteja utilizando a máquina pública quando vem aqui fazer sua sabotagem pró direitismo religioso.

      Excluir
    15. O mal desse falacioso é achar que todo mundo é otário.

      Excluir
    16. Resumo de um catolico:

      Não sabe interpretar texto.
      Ao inventar algo ou catolico que também é pouco desenvolvido prefere acreditar na verdade inventada do que na realidade.
      Assim se repete.
      OS catolicos deveriam enrrolar merda nas filhas da biblia e comer.


      Att

      Cristão Comedor De Marias Virgens

      Excluir
  7. Bobagens...
    Que tal apenas mudar a frase nas notas para "Nem todo mundo acha que Deus deve ser louvado", ou "Deus seja louvado" e logo abaixo incluir "Nem todo brasileiro concorda".
    Se o Douto Ives Gandra acha que o Procurador deveria ter mais o que fazer, o que me impede de dirigir a mesma pergunta a ele que é religioso?
    Laico, ateu, o Estado poderia ser os dois sim.
    Laico porque não pode e nem deve escolher "time" ou "torcida organizada" de qualquer suposto ser superior.
    Ateu porque não precisa de Deus algum.
    Por acaso o Judiciário, o Executivo e/ou o Legislativo só funcionam porque existe um Deus?
    Faz alguma diferença para esses três poderes existir ou não um Deus, um ser superior?
    A única coisa que precisa de um Deus para funcionar é a religião.
    Sem a propaganda, sem o "figurão a ser idolatrado", o que seria das religiões?
    E como responder as seguintes perguntas: "Qual religião? Qual Deus?".
    Quem ousaria responder?
    O que faríamos com os descontentes das outras religiões?
    O dia que Árabes e Judeus concordarem que Deus é Aláh ou Yaveh, me avisem.
    Até lá é uma frase tola, vazia, indigna de estar em nosso dinheiro, pois é frase para agradar a gregos e troianos.
    Para mim é apenas uma frase politiqueira e propagandista.
    E o Estado, e nem seu dinheiro, deve ser usado para propaganda de um ou de outro partido ou ideologia.
    Ou será que poderíamos abrir uma excessão cobrando aluguel do espaço ocupado pela frase?
    Afinal, que Deus é este a que a frase se refere?
    Quem pagaria o aluguel?
    O Jesus promovido a Deus, semi-Deus ou filho de Deus pelos cristãos, o Yaveh, seja lá como se escreve, ou o Aláh.
    Podemos perguntar ao edir Macedo, a algum líder islâmico, a algum líder de religiões afros, a algum rabíno, mas deixaríamos de fora os ateus... WHY?
    Enfim, a frase deve sair de lá porque se refere a algo improvável, não demonstrável, que varia de acordo com a cultura e não serve para nada.
    NADA!
    Se ao tirarmos a nota, o Deus estiver descontente, Ele que demonstre claramente isso, que se revele para todos.
    Não deixando dúvidas de seu descontentamento, a frase voltaria a ocupar o espaço imediatamente, e aposto que não haveria mais ateu algum no mundo.
    Imagine quantas guerras, quantos conflitos teriam fim com Ele se revelando.
    Ou alguém seria ateu sabendo que existe um ser superior?
    Por acaso o diabo é ateu?
    Desculpem as bobagens nesse meu texto.
    Mas se os religiosos podem escrever bobagens, por que eu não posso?
    Se eles acreditam em seres por fé e vivem demonstrando isso, o que me impede de não crer e demonstrar minha descrença?
    Sem ser homofóbico, o que não sou, mas aproveitando a piada... se homem pode beijar homem na boca, por que não posso ser feliz rindo de deuses?
    O preconceito está acabando, que esperneie quem quiser.
    Estará exercendo seu divino direito de espernear.
    Os religiosos podem fazer como alguns dos envolvidos no mensalão, e dizer que irão recorrer ao tribunal de Haia.
    Podem alegar serem perseguidos, coitadinhos.
    Podem ir até mesmo no mesmo avião, o Edir, o RR Soares, o Malafaia, o Papa, o Dirceu, o Genuíno, o Delúbio, e quem mais quiser.
    Mas que paguem a viagem com o seu próprio dinheiro, não com o nosso.
    Junior







    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que comentam os "pro-frase", trata-se de um deus genérico, de qualquer laboratório, seita ou religião.

      Excluir
  8. "Direita religiosa malvada, cheia de más intenções" versus "Defensor do Estado Laico bonzinho, cheio de boas intenções".

    Tá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Basta ter inteligência e estudo para saber que o MPF está certo e o Ives Granda está errado!

      O resto é discurso de gente incomodada...

      Excluir
    2. "Esquerda laica malvada, cheia de más intenções" versus "Defensor do Estado Teocrático bonzinho, cheio de boas intenções".

      Excluir
  9. Belo artigo da FSP:

    http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/1191168-tendenciasdebates-analisando-as-principais-criticas-a-proposta.shtml

    ResponderExcluir
  10. "O que me preocupa nesta onda do "politicamente correto" é a revisão que se pretende fazer de todo o passado de nossa civilização, desde livros de Monteiro Lobato às epístolas de São Paulo -não ficando imunes filósofos como Aristóteles, Platão ou Sócrates, que elogiavam uma democracia elitista servida por escravos." Ives Gandra

    Hum... por que será que todo conservador reacionário vive criticando o politicamente correto?

    Vejamos:

    O politicamente correto se refere a uma suposta política que consiste em tornar a linguagem neutra em termos de discriminação e evitar que possa ser ofensiva para certas pessoas ou grupos sociais, como a linguagem e o imaginário racista ou sexista.

    O politicamente incorreto, por outro lado, é uma forma de expressão que procura externalizar os preconceitos sociais sem receios de nenhuma ordem, funcionando muitas vezes como um eufemismo para discurso de ódio. No Brasil, é normalmente associado a um tipo de humor que envolve anti-semitismo, homofobia, estupro, racismo, machismo e outras formas de degradação da dignidade humana.

    A expressão "politicamente correto" aparece em contextos editoriais e satíricos, e é usada de forma pejorativa por grupos políticos conservadores, muitos dos quais se auto-denominam "politicamente incorretos" (o que não ocorre inversamente), em especial para atacar os críticos de discriminação e discursos de ódio. Por este motivo, o termo é entendido pelos acadêmicos como um instrumento retórico de grupos conservadores que procuram deslegitimar críticas a algumas posturas discriminatórias, além de uma forma de justificar a apresentação de narrativas políticas polêmicas e não consensuais do ponto de vista científico.


    Hum... agora faz muito sentido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que foi postado acima é apenas a "definição" politicamente correta do que seia o politicamente correto, tirada de um site ridículo e cheio de mentiras publicadas por militantes gays, chamado Wikipedia.

      Valeu a tentativa de enganar trouxas, Anônimo gay.

      Excluir
    2. olavete egodistônica27 de novembro de 2012 13:39

      Para você encontrar definições corretas deveria visitar o portal do patinho mascarado, onde não há nenhuma mentira e nenhum fiscal do fiofó alheio.

      Tudo aprovado pelo astrólogo que se acha filósofo!

      Excluir
  11. Nossa República precisa de uma renovação!

    Chega de homens velhos sugerindo seriedade com seus ternos de cor escura, suas caras barbadas ou adornadas de grandes papos; chega de doutores sem doutorado, coronéis sem patente, ilustríssimos sem brio e excelências incompetentes; chega de títulos, medalhas, cerimoniais pagos com o dinheiro público...chega!

    Por trás da máscara do Austero opera o Oportunista, o Preconceituoso, o Safado que acende uma vela pra Deus e outra para o Diabo! São eles os mentores dos esquemas que corrompem a máquina pública; são eles que embarreiram a entrada de negros e mulheres para as cadeiras das Altas Côrtes de Justiça; são eles que apoiam empreedimentos que levam ao desterro e à morte de ìndios e Quilombolas; são eles que se aproveitam de suas posições eventuais de mando e comando para criar armadilhas legais, procedimentos confusos, manuais suspeitos, ideários de fachada.

    Lanço aqui uma campanha pela REPÚBLICA RENOVADA, em que:

    1) Todo Político está limitado a dois mandatos consecutivos, sejam eles em nível municipal, estadual ou federal;
    2) Não haverá carreira política ou direitos permanentes como abonos ou aposentadorias;
    3) Políticos suspeitos de corrupção podem ser removidos dos cargos públicos através de consulta popular, sugerida por ação da Procuradoria Geral da República/Estados/Municípios e estabelecidas pelos Tribunais Superiores.

    VIVA A REPÚBLICA RENOVADA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinhas vindo tão bem, mas ao citar PGEs arrombaste toda a minha tarrafinha (como se diz aqui pras bandas do 'suli', ilha da Magia).

      A PG,daqui pelo menos, foi criada há 30 anos do governo do nada elogiável Henrique Córdova. Tem a finalidade de defender os interesses do governo como gerente que é do Estado, embora se anuncie no site como defensores do 'patrimônio dos catarinenses' o que tem feito, durante 30 anos, é ferrar o povo, como anda fazendo agora a serviço do Colombo e contra a Saúde, a Segurança e a Educação(certamente, estes não devem ser catarinenses merecedores de proteção). Não ferram quem é do Judiciário e Legislativo, nem da Fazenda, outra casta de hábeis criadores de gratificações vitaminadas que depois incorporam aos salários e criam novas gratificações...

      Para serem cães de guarda do sistema não se envergonham de lesar o patrimônio do povo catarinense que lhes paga salários de 20 mil por mês, início de carreira!, apenas por terem curso de Direito e feito concurso público, com benefícios que só eles têm e feitos em conluio com o Legislativo e Judiciário ao longo de 30 anos.
      Com PGE como amigos, ninguém precisa de inimigos...Em SC, pelo menos, não!

      Menas, menas...

      Excluir
  12. O fato de Ives Grande Cínico ser membro supernumerário do Opus Dei e presidente da associação dos juristas católicos já o torna suspeito por si só.

    A ICAR foi e é contra o Estado Laico porque sabe muito bem o que ele significa: o homem manda e não deuses. isto é muito ruim para o poder da ICAR.

    O único problema de Ives é o CINISMO. De gagá ele não tem nada. A participação dele em qualquer lugar será sempre pra defender os dogmas da ICAR e travesti-los de valor legal.

    O politicamente correto me impediria de dizer-lhe um "foda-se", mas eu digo: FODA-SE!

    Outra coisa que o politicamente incorreto me permite dizer: ICAR, vai pra puta que pariu! O Brasil não é católico praticante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O melhor comentário! Parabéns pela lucidez do conteúdo e pelo estilo da síntese! Merecia assinatura!

      Excluir
    2. Estamos falando da mesma ICAR que escravizou a Europa por séculos?

      Eles sentem muita falta do poder, de serem os reis do mundo

      Excluir
  13. A referencia ao tal de deus, sempre provoca desgraça, nunca seu debate leva ao concenso, so seve mesmo para gerar contendas sem fim.
    Mas evidente, adultos com amigos imaginarios , não deveriam de modo algum impor suas condições aos demais cidadãos.

    ResponderExcluir
  14. Esse velhinho chatinho acha que está nos seus tempos de mocidade no Opus Dei em que a ICAR mandava e desmandava. Perdeu playboy!

    ResponderExcluir
  15. "Tem-se confundido Estado laico com Estado ateu. Estado laico é aquele em que as instituições religiosas e políticas estão separadas, mas não é um Estado em que só quem não tem religião tem o direito de se manifestar. Não é um Estado em que qualquer manifestação religiosa deva ser combatida, para não ferir suscetibilidades de quem não acredita em Deus."

    Mandou muito bem o Ives Gandra Martins.

    Falta a minoria raivosa (que se faz de coitadinha para melhor atacar, dizendo-se "ofendida" por crucifixos, referências religiosas e opiniões contrárias) aprender a viver em democracia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chora mais crentalhão

      Excluir
    2. Falta a minoria raivosa (que se faz de coitadinha para melhor atacar, dizendo-se "ofendida" por orixás, referências de Iemanjá em aberturas olímpicas e opiniões contrárias) aprender a viver em democracia.

      Excluir
    3. Alguém aqui não sabe o que significa democracia.
      O estado democrático existe para todos e não para maiorias.
      Como já citado se a maioria desejar então devemos aceitar "é o meu mengão" nas notas por ser maioria.
      Assumidamente negros são minoria e temos maioria branca logo devemos assumir que o racismo é algo correto.. ou se somarmos os que se chamam de pardos logo os brancos é que devem se calar perante a vontade desse outro grupo.
      Se o número de evangélicos for maior deveremos incentivar a construção de templos da IURD e cia e abandonar o patrimomio histórico que existe por serem maioria?
      É falácioso.
      Esse senhor inverte o conceito de tirania da minoria com tirania da maioria de forma absurda!
      A minoria exigir seus direitos, que são garantidos pela constituição, na busca de um estado igualitário passa longe de uma tirania da minoria.
      Tirania é usar como argumento que a maioria é cristã e o estado é obrigado a remover os direitos dos indivíduos por serem minoria. É só a solicitação de algo simples de se resolver e que está errado: do estado fazer panfletagem e divulgação para crenças alheias indo contra sua legislação.

      'Em 11 de Abril de 2012, o Ministro do STF Marco Aurélio Mello reiterou em sessão do STF: "Os dogmas de fé não podem determinar o conteúdo dos atos estatais”, em uma referência à campanha de religiosos pela manutenção da criminalização do aborto de fetos anencéfalos. Afirmou ainda que as concepções morais religiosas — unânimes, majoritárias ou minoritárias — não podem guiar as decisões de Estado, devendo, portanto, se limitar às esferas privadas'

      Isso prova que as pessoas ainda não entenderam o que significa uma democracia representativa em um sistema que possui legislação.
      As leis estão para serem cumpridas e ponto.
      O TSF já considerou que no preambulo a parte que consta a deus é apenas uma saudação e não possui valor de lei.

      Isso só prova que as pessoas se afastam do conhecimento básico do sistema democrático e da própria crença deixando os preceitos religiosos de lado e passando para idolatria pois toda essa falta de tolerância passa longe do que foi ensinado por aquele que se dizia fazer milagres.

      Excluir
    4. estamos tratando com doentes a ala podre e fundamentalista do cristianismo, eu espero que o governo federal caia de pau em cima desses lideres evangélicos salafrarios e comece a criar leis sobre o dizimo , por exemplo o dizimo sera patrimônio da igreja e não do pastor e fiscalizar severamente aqueles que lançam mãos neste dinheiro pra enriquecer nas custas do povo , e criar uma lei para que todas as pessoas tenham acesso facíl a toda a contabilidade da igreja. Eles não devem são honestos tenho certeza que incentivariam a criação dessas leis.. a igreja evangélica ate parece um comercio próprio do pastor onde ele faz o que quer , torne a igreja então um "bem" da humanidade e crie infinitas leis de fiscalização , e ai vamos ver se vai continuar chovendo pastor igual é hoje.....ACORDAAAAAAAAAAAA BRASILLLLLLLLLL

      Excluir
    5. QUIS DIZER , Eles devem ser honestos e não vão se importar com isto,

      Excluir
    6. Só quero que religião (seitas, templos, monumentos, clérigos, seguidores) deixe de ter PRIVILÉGIOS sobre os demais cidadãos. Do resto, que se fodam sozinhos e não interfiram na minha vida, nem de forma direta (pessoalmente), nem de forma indireta (através do estado)!

      Excluir
  16. se milagre fosse verdade , eu queria que algum milagroso matase todos os dirigentes dos cristão !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se Deus existisse a primeira coisa que ele faria seria matar cada religioso do universo.

      Fonte:
      Anus Da vigem da mary

      Excluir
  17. “ditadura da minoria [ateus e agnósticos] contra a vontade da esmagadora maioria da população [os cristãos]”

    Ou seja, o nazismo é justificável pelo fato de que a maioria esmagadora dos alemães da época o apoiavam?

    A escravidão é justificável pelo fato de que a maioria esmagadora dos brancos a apoiavam?

    Então a Terra era chata por que a maioria dos ignorantes da Idade Média achavam isso????

    Apresento à vocês a Falácia do Apelo à Maioria, ou Argumentum Ad Populum, que é tentar apoiar um ponto de vista não pelo mérito dele, mas pela quantidade de pessoas que acredita nisso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem certeza que somente brancos escravizam? Já estudou o que índios escravizavam uns aos outros quando inimigos e até os comiam? Já estudou que ainda hoje na África negros escravizam negros e estupram negras?

      A escravidão é bem mais antiga, muito antes dos 'brancos' europeus(?) se descobrirem nesse mundo.

      Menas, menas...

      Excluir
    2. Você entende que acabou de colocar no mesmo patamar os brancos que escravisavão grande parte do mundo no passado com minorias cuja informação mesmo hoje é dificil de ser encontrada.

      E como boa pessoa que cre em deus ignorou o fato do nazismo citado acima. Sempre ignorando o que convém e transformando o que consegue.

      Seu deus é grande, um grande pedaço de esterco de porco.

      Excluir
    3. "Então a Terra era chata por que a maioria dos ignorantes da Idade Média achavam isso????"
      Nossa Tales vc tem que ganhar o trofeu topeira desse blog, que merda é essa que vc postou aqui,
      PQP VSF

      seu asno boçal!! os medievos nunca criam nisso
      vá estudar historia

      Excluir
  18. Só "mais do mesmo", agora com a "otoridade" no direito...

    ResponderExcluir
  19. Mas deve ficar sim! O nome de YHWH1 tem de ficar diminuído abaixo da efígie de Semíramis, que Representa a República, provando assim que a Lei dos Homens impera sobre a Lei do Ciumento YHWH1, que odeia quando seus pares são idolatrados.

    ResponderExcluir
  20. Essa lenga-lenga, argumentos fajudos e falacias lógicas me fazem reavivar a história do Austríaco pastafariano Niko Alm. Acho que vou entrar com uma solicitação junto a justiça, para que o nome do Grande Monstro do Espaguete Voador seja louvado nas notas de 2 reais. Em todas as outras pode-se deixar "Deus seja louvado", pois todos nós pastafarianos sabemos da existência de um único deus, o MEV, e todos os outros são só formas dele. Algo como "Tocai-nos com seu apêndice Macarrônico! Rámen" já tá de bom tamanho.

    ResponderExcluir
  21. Paulo Lopes,

    No artigo abaixo dessa reportagem da Folha de São Paulo que esse tosco Jurista escreveu, tem um outro artigo muito interessante que rebate toda a argumentação desse ser vivo de 77 anos.

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloca o link aqui! Seria interessante...

      Excluir
  22. "uma representação de um cidadão ateu" Isso diz tudo.
    Ives Gandra disse tudo com muita sensates.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você nem sabe sobre o que ele está falando! Não sabe sobre laicidade nem nada...

      Excluir
    2. E daí que é um cidadão ateu, anônimo apedeuta das 15:51? Gozado que esse cidadão ateu não está querendo que coloquem "Deus não existe" na nota. Já os cidadãos teístas... essa laia toda puxando a sardinha para o próprio lado, batendo os pezinhos para que o proselitismo barato permaneça nas cédulas. Que diferença, não?

      Ruggero

      Excluir
    3. Ruggero,

      quem és tu? Também sou Ruggero!

      Abraço,

      Adriano Ruggero

      Excluir
  23. Tem que engolir ateus. Filho de Abraão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês é que vão engolir, teístas. O proselitismo em bem público está com os dias contados. E vão chorar na cama que é lugar quente.

      Ruggero

      Excluir
  24. Satanás o Único e Verdadeiro. Eu Sou27 de novembro de 2012 17:23

    tenho que rir vocês humanos estão todos estragados. vinde a mim e busqueis a minha sabedoria.

    ResponderExcluir
  25. Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

    Quer mais povo do que 90% da população?

    Vcs minorias que não gostam do cristianismo vão chorar na cama que é lugar quente.


    Agora . Na França milhares de pessoas saíram as ruas em defesa do casamento tradicional.

    Foi noticia na Globo, SBT, Record ou Band? é lógico que não, n é interessante informar o que acontece no mundo e estragar o planinho diabólico.

    PARABÉNS Dr. Ives

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bonito querer atrapalhar a felicidade alheia é um bando de vagabundos e desocupados(cristãos) só porque esta escrito num livro podre da idade das trevas quando os homem cagavam e limpavam a bunda com areia, olha aquela civilização antiga e seus conceitos caducos já eram.

      Excluir
    2. Pois é, esses RELIGIOSOS só querem levar DESGRAÇA para as vidas alheias, e depois não querem ser chamados de DESGRAÇADOS (que é o que eles são, de fato comprovado)!

      Religião tem mais é que ser perseguida, oprimida e destruída! (E não é essa a ideologia dos religiosos em relação a todos que não estão do lado deles?)

      Vamos inverter esse jogo, é ora de um mundo secular! Já experimentamos um mundo religioso e o que temos é esse inferno que eles criaram na terra para persuadir as pessoas a desejarem um paraíso pós morte. Agora é hora de mudança, chegou NOVA ERA, a velha já era!

      Fim às religiões, já!!!

      Excluir
    3. Pois é, esses RELIGIOSOS só querem levar DESGRAÇA para as vidas alheias, e depois não querem ser chamados de DESGRAÇADOS (que é o que eles são, de fato comprovado)!

      Religião tem mais é que ser perseguida, oprimida e destruída! (E não é essa a ideologia dos religiosos em relação a todos que não estão do lado deles?)

      Vamos inverter esse jogo, é hora de um mundo secular! Já experimentamos um mundo religioso e o que temos é esse inferno que eles criaram na terra para persuadir as pessoas a desejarem um paraíso pós morte. Agora é hora de mudança, chegou NOVA ERA, a velha já era!

      Fim às religiões, já!!!

      Excluir
    4. A noticia está incompleta...MILHARES TAMBÉM FORAM ÀS RUAS PARA DEFENDER "La Mariage pour Tous"...O que provocou imeditamente a reação da velharia católica(veja-se pelas fotos, só o museu, o coroal)insuflada pela bicharada eclesiástica, que TEME ter de pagar pensão aos michês...A começar pelas bispas e clero cor-de-rosa(a maioria). Intitulada NON AU PROJET DE LOI MARIAGE POUR TOUS, a marcha em tom de tréplica a dos gays, manifesta mais uma detestável e odiosa tentativa de reviver o estado teocrático...Se levarmos em conta, porém, que o matrimônio civil dantes NEM EXISTIA; compreenderemos que a evolução política das liberdades sexuais É INEXORÁVEL como a marcha do tempo...Essas velhinhas todas irão morrer dentro em breve, com as aposentadorias minguadas pela crise...E os netinhos delas...Todos estarão na MARCHA CONTRÁRIA...A DA EVOLUÇÃO NATURAL DOS TEMPOS.

      Excluir
    5. Reaça fiscal de fiofo nazifascista detected

      Excluir
    6. Anônimo27 de novembro de 2012 21:08

      Qual foi noticiada na mídia nacional?

      É Tão inexorável que preciso dar uma forcinha.
      Doutrinação através de material de cunho homossexual para crianças de 10 anos de idade,

      A ONU impor aos paises membros que punam até opinião contra homossexualismo e ao mesmo tempo se cala com mortes de homossexuais em paisem muçulmanos

      O presidente do Irã veio na Rio + 20 o grupo LGBT o deputado WILLYS foram lã? não apenas alguns homossexuais (n gaysista) que marcharam ao lado de cristãos protestaram contra ele

      Excluir
    7. "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, NOS TERMOS DESTA CONSTITUIÇÃO."

      Pronto. Está derrubado aí o conceito de que deveria ser feita a vontade da maioria. O que deve ser feito é o cumprimento dos termos da Constituição, ponto final.

      Excluir
    8. Poderia ser 100% do povo querendo algo, mas o que deve ser cumprido são os termos da Constituição Federal!

      O resto é mimimi de conservador incomodado.

      Excluir
    9. Quando é que vão parar com essa tirania fascista de doutrinar as nossas criancinhas com materiais que ensinam o heterossexualismo???

      Todo lugar que olho, só tem propaganda do heterossexualismo, principalmente para criancinhas pequenas! É uma verdadeira lavagem cerebral para transformar as criancinhas em heterossexuais e fazer com que elas acreditem que ser heterossexual é o comportamento "normal" do ser humano.

      Quando é que essa ditadura hétero vai ser derrubada?

      Excluir
    10. E quando é que vão parar de punir as pessoas só por que discordam do afro-descendentismo? Agora, é só a gente discordar do modo de vida e da raça dessas pessoas, que já querem nos chamar de racistas! Tudo agora é racismo!

      Excluir
  26. é claro que o procurador é gay.



    discursos como arrancar textos de dinheiro pertencem à essa modinha de ser do-contra ultimamente. Ser moderninho. E geralmente os moderninhos são homossexuais, ateus, agnosticos, feministas, revisionistas, etc. A conclusão não pode ser outra, a de que o procurador se encaixa em algum tipo de minoria desocupada e engajada. Tá na cara.

    dar uma enxada pra ele ir carpir...

    veja bem que não estou condenando ateus, homossexuais, feministas, etc; apenas estou vinculando o tipo de discurso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez curso com o palhaço Tiririca, é?

      Excluir
    2. mimimi... mimimi... whiskas sachê...
      Seria melhor esses olavetes mudarem o discurso, está pedante demais ter que ler a mesma ladainha o tempo todo. Pra tudo que discorde dos mesmos é: "você são homossexuais", "são petralhas com medo da verdade", "são moderninhos que querem ser do contra", "são ateus blasfêmos que querem a morte dos cristãos".
      Ah vá! Muda esse disco que já tá furado de tanto repetir a mesma ladainha!

      Excluir
    3. o que é olavete?

      Excluir
    4. só mostrei a real. É só dar uma vasculhada na vida pessoal do procurador e com certeza se achará alguma coisa do tipo.

      em minha opinião ele morde fronha.

      ainda mais o estereótipo do católico (já que provavelmente ele é ateu) que é tudo torto, fala uma coisa, faz outra, etc.

      Excluir
    5. Se dermos uma vasculhada na vida pessoal dos bispos católicos, não acharemos nada? E essas "inexplicáveis" ligações dessas bispas velhas, a começar pela chefe-mor, com monsenhores bonitões e gostosos, que as acompanham desde quando são vinte-aninhos , e elas quarentonas...E não as largam, por dinheiro nenhum(of cour$e!!!) quando são octogenárias e os bofes cinquentões?

      Excluir
    6. pois é, eis a condição humana: hipocrisia até os talo.

      em tudo quanto é canto.

      Excluir
    7. o que eu aprendi na vida é que tudo é imagem, aparência, pilantragem, manipulação, dissimulação, etc.

      tem nada autentico nessa joça não. A condição humana é irremediável.

      Excluir
    8. Sem contar que, além de homossexuais, são todos ateus esses líderes religiosos!

      Excluir
    9. É claro que o procurador é ateu.

      Excluir
    10. Pessoas racionalmente negando a existência de algum deus,não basta?Qual outra maneira?(Experimente Tânia Luchman)

      Excluir
  27. Anônimo27 de novembro de 2012 20:15

    Quem anda nas trevas são aqueles ateus que perseguiam a religião.

    200 mi de mortos por onde passaram, isto sim é trevas



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hora de explodir os antros que propagam preconceito e discriminação!

      Tem que colocar dinamite nos púlpitos que só servem para difundir discursos de ódio!

      Vamos descer o sarrafo e meter o porrete nesses religiosos difusores da desgraça!

      Excluir
    2. Anônimo de 27 de novembro de 2012 20:21
      Mostre a fonte de onde retirou isto. A contabilidade esses cristãos é como ainda reina no passado remoto onde tudo é multiplicado por 1000. Daqui a pouco vão dizer que não existiu inquisição e que as 8 Cruzadas a Jerusalém foram somente peregrinações pacíficas e que não houve nenhuma morte ou roubo.
      Essa crentelhada anda acreditando muito em tarólogos e astrólogos mequetrefes de toda espécie. Sem contar que qualquer teoriazinha da conspiração os fazem entrar em orgasmos, mesmoque seja mentira e superfaturado em seus números. MEsmo pq matar 200 milhões em tão pouco tempo seria como se despovoasse toda a Europa em pouco tempo, vide que até 1970 a população européia não passava de 190 milhões de pessoas, como é que podem ter matado 200 milhões sem despovoar toda a Rússia, o Leste Europeu e toda a Europa Central e França?

      Excluir
    3. Anônimo27 de novembro de 2012 20:43

      Bom, já que é assim, vc tem que saber que tamanho tem o seu exercito caso contrário vc vai acabar correndo com o rabo entre as pernas.

      Nunca vi nenhum cristão sair do culto, da missa e dizer vamu colocar dinamite no carro alegórico na parada gay.

      Excluir
    4. Carlos Andino27 de novembro de 2012 20:54

      em 5 anos Hitler matou 6 mi, 70 anos de comunismo dá para matar muita gente.


      Eu tenho de onde tirei estes numeros vc só tem esta labia mentirosa de sempre

      Excluir
    5. hitler era místico, megalomaniaco e tinha a doença do messianismo.

      deu no que deu.

      Excluir
    6. Hitler matou em nome do Cristianismo, isso é evidente e ele mesmo publicou isso em seu livro.

      Bota na conta do Cristianismo, pois o Nazismo foi uma ramificação cristã supostamente terceirizada, para se caso falhasse não manchar o núcleo do Cristianismo, nada mais.

      Excluir
    7. Até hoje nunca conheci um único ateu assassino.
      Os ditadores supostamente "ateus" matavam em nome da ideologia política deles, e não do ateísmo.

      Também nunca conheci um único gay assassino.
      Alexandre Magno matou em nome de seu imperialismo, e não em nome da homossexualidade.

      Mas o cristianismo matou e continua matando em seu nome, seja na Inquisição, nas Cruzadas, o Nazismo e também através de toda essa violência que ocorre nas sociedades de cultura cristã. O maior movimento genocida da história é o cristianismo, e todos os cristãos têm sangue em suas mãos, isso é fato inquestionável.

      Excluir
    8. Ser conciente,voce que já sabe as muitas coisas podres que foram feitas em nome de religiões,da inexistência desses deuses que não teêm sequer o sentimento de um humano.Que atravez de livros dessas mesmas religiôes relata-se as maldades.Voce que se empenha em expôr essas verdades à pessoas que estão sedo manipuladas.
      Do fundo da minha racionalidade lhe agradeço.Obrigado
      (Errmão)

      Excluir
    9. To esperando as suas fontes, Anônimo de 27 de novembro de 2012 21:04. Vc só tirou mais uma bobagem da cartola e não disse nada. 200 milhões de mortos em uma região como a Europa seria a eliminação e despovoamento de todos os países da Europa dentro de alguns anos. Se Hitler matou 6 milhões em 5 anos, fato que é confirmado em tese (não se sabe o percentual exato de ciganos, homossexuais e militantes anarquistas mortos), não significa que as chacinas do período Stalinista tenham despovoado a Europa. Mostre as suas fontes ou vai continuar como mais um repetidor de bobagens de sites de teoria da conspiração!

      Excluir
  28. Em "minha luta" Hitller cita deus 08 vezes.

    ResponderExcluir
  29. Esse senhor de 77 anos esta nessa opus dando a tanto tempo que ficou gaga!

    ResponderExcluir
  30. o pior de tudo é que os religiosos tem poder público. Estamos ferrados.

    olha pra cara desse véio, cara de manipulador religioso.

    ResponderExcluir
  31. Já que é para aparecer, não demora e o Ministério Público vai mandar mudar os nomes de todos os logradouros públicos (ruas) e cidades que tenham nome de santos e santas.

    ResponderExcluir
  32. Altair, você é burro ou é burro?
    Nomes de rua, cidades e etc são estabelecidos por leis, diferentemente dessa frase que foi parida por um canetaço do Sir Ney.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Nomes de rua, cidades e etc são estabelecidos por leis, diferentemente dessa frase que foi parida por um canetaço do Sir Ney."

      Analise sua frase.
      E ainda chama os outros de burro. Esquerdista e ateu tem merda na cabeça.
      Discutir com analfabeto funcional é perda de tempo.

      Excluir
    2. Analise sua frase.
      E ainda chama os outros de burro. Reaças Olavetes e EVanjegues teocratas tem merda na cabeça.
      Discutir com Juliete e Olavete é perda de tempo.

      Excluir
  33. Nos ateios empenhados na busca de um estado laico. Apoiamos a decisão do Dias. Os Cristões assim como os judeus pensam que mandam nesse paiz só por que são maioria,,,, estado digino é um estado sem religião e socialista.
    As olavetis e ivesgrandetis ficarão locas de raiva do promotor.
    Naum precizamos de religiaõ para guiarmos nossa vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. depois religiosos é que são semi-analfabetos...

      Excluir
    2. pode ter escrito errado,mas disse tudo.

      Excluir
    3. Anônimo28 de novembro de 2012 18:45
      É só um idiota crente fingindo ser ateu, e associando os ateus ao fanatismo socialista. Lembrando que foi a ideologia de extrema esquerda que fez um monte de merda, como genocídios e foram eles que baniram a religião pq ela supostamente era usada pela elite para amansar o povo.

      O mais impressionante é que tem uma HORDA de burros, entre eles “intelectuais” que repetem a falácia do "Estado ateu." Falácia essa criada por fanáticos de extrema esquerda para ocultar as merdas do comunismo, ou usada por fanáticos religiosos para denegrir os ateus.

      Nunca existiu e nunca vai existir Estado ateu ou deísta, pq nenhuma dessas visões tem fundamentos para formar um governo. Fanáticos desonestos adoram confundir Estado comunista com o suposto e delirante "estado ateu" que nunca existiu e nunca vai existir.
      Rodrigo*

      Excluir

Postar um comentário