Religião é importante apenas para 4% dos britânicos

Pesquisa feita pela BBC's Religion & Ethics Department com 585 indivíduos de 16 a 24 anos revelou que apenas 4% deles consideram a religião importante para a sua vida. Para maioria (59%), a prioridade é “cuidar de sua família”.

Trata-se de mais um levantamento que mostra que a sociedade britânica está se distanciando em ritmo acelerado das crenças religiosas. Nos próximos dias, serão divulgados dados do British Social Attitudes Survey que apontam para a mesma direção.

Terry Sanderson, presidente da National Secular Society, comentou que, apesar da rápida secularização da Grã-Bretanha, a credibilidade dos sacerdotes das religiões organizadas junto às esferas do governo se mantém elevada.

O que é um contrassenso, disse, porque esses sacerdotes não mais representam as pessoas que dizem representar.





Fonte: National Secular Society.

Com queda de 22%, desaba o número de religiosos na Irlanda
agosto de 2012

Estatística das religiões no mundo.

Comentários

  1. Essa não é uma realidade isolada apenas ao britânicos, infelizmente em nosso lindo Brasil, também podemos observar essa realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe Izael Nascimento, ainda estamos longe dos britânicos.
      Aqui, a burrice e a ignorância ainda devem imperar por um bom tempo...

      Excluir
    2. A Inglaterra é sempre o país pionero,
      essa mudança que acontece lá, um dia, chega ao Brasil.

      Excluir
    3. INFELIZMENTE? por favor né!

      Demorou pro pessoal parar de acreditar em contos de "fadas"!

      Excluir
  2. Felizmente no Brasil isso também é uma realidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a religião é uma forma de conforto , quanto mais as pessoas estudam mais elas chegam a verdadeira conclusão e passam a pensar por sí próprias

      Excluir
    2. Lamento discordar, mas no Brasil, isso ainda não ocorre. Aqui, infelizmente, o governo e a mídia ajudam a alienar cada vez mais a massa ignorante.

      Excluir
    3. INFELIZMENTE o Brasil com a famigerada mistura de política com religião, caminha para uma DESGRAÇADA TEOCRACIA.Uma voz que se levante por favor.

      Excluir
  3. Aline, ja pensei como voce, espero que quando conhecer a realidade nao sofra como eu sofri, desejo boa sorte a voce

    ResponderExcluir
  4. Dawkins win :).
    Deuses lose.

    ResponderExcluir
  5. Religiao queira ou não queira é um clube ,e quem se associa que viva conforme as regras desse clube. A preocupacao governantal nunca deve ser com a religiao dos povos e sim com o ser humano, por isto que eu acho perigoso qualquer envolvimento de política com religiao ,e alianças de políticos com lideres religiosos mais perigoso ainda.

    ResponderExcluir
  6. Consequência dessa notícia, para os religiosos: na primeira tragédia ou desgraça que assolar aquela região, se preparem para uma série de artigos e memes de facebook apontando a verdadeira causa: "eles estão abandonando deus, que agora está dando um recado!". É este o nível de raciocínio que se faz. Falo por experiência própria: em seu íntimo, pessoas cegas por crença em divindades sentem uma espécie de prazer quando observam o que concluem ser uma punição divina contra quem desrespeitou ou desprezou sua versão de deus.

    ResponderExcluir

Postar um comentário