Deputado rebaixa Estado laico para justificar totem evangélico

O deputado-pastor disse que a 
laicidade não é cláusula pétrea
O deputado estadual Carlos Cézar (PSC-SP), na foto, é de opinião de que, na Constituição, o direito à liberdade de religião é mais consistente do que a laicidade do Estado.

Isto porque — argumentou — a liberdade de culto e de consciência de crença é regida por cláusulas pétreas (não podem ser modificadas), o que não ocorre com o artigo da Constituição, o 19, que veta o envolvimento de qualquer instância de governo com atividades de igrejas ou seitas.

Cézar, que também é pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, menosprezou a importância constitucional da laicidade em uma nota onde defende a permanência do totem “Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo”.

Prefeitura vai remover o totem ‘Sorocaba é do Senhor Jesus’
outubro de 2012

O totem evangélico foi instalado pela Prefeitura Municipal em um local de grande fluxo de veículos em 2006 a pedido de Cézar, que então era vereador de Sorocaba (SP). A cidade tem cerca de 600 mil habitantes e fica a 95 km de capital.

Os estudantes de direito Henrique Pinheiro e Ricardo dos Santos Elias acionaram o MPE (Ministério Público Estadual) para verificar a constitucionalidade do totem. Para eles, trata-se de proselitismo religioso incompatível com o artigo 19.

O promotor Jorge Alberto de Oliveira considerou legitima a iniciativa dos estudantes e pediu esclarecimento à Prefeitura. Segundo ele, se o totem estiver em terreno público, cabe o argumento de que se trata de um desrespeito ao Estado laico.

Cézar, em sua nota, argumentou que o seu totem não “inibe qualquer liberdade de pensamentos diferentes, cada qual vivendo sob a própria crença”.

Ele deixou subentendido que os evangélicos têm de conviver com datas católicas e pagãs ao ressaltar que “respeitamos os mais diversos feriados [....], que por vezes cultuam santos, Carnaval e outras festas.

“Ainda cito as diversas imagens religiosas, como o próprio crucifixo, que temos nas mais diversas repartições públicas”, disse. “Teríamos, portanto, que retirar tudo? E nomes de ruas, bairros, cidades, Estados, entre outros denominados com nomes de santos?”

Totem do pastor Carlos Cézar
discrimina os não cristãos
Para ele, “é lamentável que indivíduos se preocupem em discutir o marco na entrada cidade” em uma “sociedade que sofre com a violência e carência de bens primários como saúde”.

Esse argumento de Cézar pode ser usado contra ele próprio. Porque, se na época em que foi vereador ele estivesse preocupado com os problemas aos quais agora se refere, não teria perdido tempo em erigir um totem ao sectarismo religioso.

Com informação do blog do Toni Silva.

Cronologia do caso   Religião no Estado laico.

Estudantes questionam o totem 'Sorocaba é do Senhor Jesus Cristo'.
agosto de 2012

Comentários

  1. Derrubar...Simples assim!!!

    Robson Kvalo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, mas depois de Tiririca, nada mais surprende, pq ele não coloca o totem dentro da casa dele, e para de perturbar a população.

      Excluir
    2. por que ele não enfia o totem no rabo ?

      Excluir
    3. e devolver o dinheiro.

      Excluir
  2. Isto é falta de educação e excesso de doutrinação religiosa . Engraçado ele dizendo para se preocuparem com violência etc mais exatamente ele como político foi se preocupar em ferir o estado laico e não fazer nada pela educação segurança pública etc.

    ResponderExcluir
  3. Deus afogou os dinossauros aquáticos28 de agosto de 2012 19:07

    Esta ilegal tem que tirar e ponto final.

    ResponderExcluir
  4. Esta semana o SBT, mostrou a carnificina praticada no Hospital psiquiátrico Vera Cruz, em Sorocaba.
    Doentes mentais, nus, amontoados feito animais, comendo suas próprias fezes e praticando homossexualismo, morrendo engasgados (segundo testemunhas) e no laudo constando ataque cardíaco.
    Isso tudo acontece nessa grande cidade e esse deputado de merda vem com esse blábláblá, sendo custeado a peso de ouro com nosso dinheiro, defendendo esses crentes de merda, essa bosta de religião.
    Eu não vi na reportagem, nenhum pastor evangélico, ou padre dando assistência a esses condenados.
    Por que será?
    Eu vos digo: Louco não paga dízimo.
    Crentes malditos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "praticando homossexualismo". Qual o problema disso?

      Excluir
    2. Problema é que em muitos casos esse homosexualismo deve vir de estupros.

      Excluir
    3. O sufixo "ismo" indica distúrbio, doença. Acho que seria mais adequado homossexualidade e/ou prática homossexual.

      Excluir
  5. E se fosse uma placa "Sorocaba é do Exu Caveirinha", talvez o excelentíssimo não a defendesse com tanta liberdade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKK, perfeito! Deputadinho depois dessa deveria sumir de sorocaba, que vergonha pra ele.

      Excluir
    2. Quem gostar que trate de defender.

      Excluir
    3. já tem um totem na entrada, coloca esse na saída, e bem que podia ter uma imagem do Exu Caveirinha para ilustrar!!!

      Excluir
  6. Meu, na boa, essa placa não me ofende. Não to nem aí pra isso.

    Rick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É de gente de não estar nem aí que daqui a pouco você vai preso só por usar uma camisa escrito 100% ateu.. Não vamos dar descanso estamos fazendo os crente acuar e ensinando a eles que o brasil é laico.

      Excluir
    2. Deixa de exagero e de alarmismo barato, Anônimo 28 de agosto de 2012 19:54

      A LIBERDADE RELIGIOSA (que os cristãos em geral defendem, mas que grande parte dos ateístas odeiam e tentam destruir) garante o direito do ateu ser ateu e de desfilar com sua camiseta "100% ateu".

      Excluir
    3. Me engana que eu gosto. Se cristãos tivesse o mesmo poder que já tiveram tempos atrás as coisas seriam hoje muito pior do que antes.

      Excluir
    4. inimigo imaginário28 de agosto de 2012 23:09

      Suposições fantásticas são sempre um bom "espantalho" ateísta.

      Excluir
    5. Me engana que eu gosto28 de agosto de 2012 23:24

      Que o diga aqueles que foram assassinados e queimados em nome de jesus..

      Excluir
  7. Se não tirar, vamos colocar uma outra placa do lado: "Sorocaba é do Satanás"

    ResponderExcluir
  8. Não vou dizer o que eu penso pra não dizerem que tô incitando a violência,se é que me entendem.

    ResponderExcluir
  9. 70% dos políticos são cristãos 20% são ocultistas 9% religiões afros 1%deistas

    ResponderExcluir
  10. Ele também não tem a menor noção do que liberdade religiosa signifique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente, o deputado Carlos Cezar mostra que sabe muito bem o que é liberdade religiosa, e até dá uma pequena aula grátis para quem precisa aprender, como a maior parte dos comentaristas ateus que vociferam nesta página.

      Trechos:

      Evangélicos convivem com datas católicas e pagãs, “respeitamos os mais diversos feriados [...], que por vezes cultuam santos, Carnaval e outras festas.

      O monumento não “inibe qualquer liberdade de pensamentos diferentes, cada qual vivendo sob a própria crença”.

      Excluir
    2. Liberdade religiosa é uma coisa, agora gastar dinheiro público numa obra que além de ferir a constituição não acrescenta em nada a solução do quadro que ele mesmo citou da violência e da saúde.

      Excluir
    3. Aula grátis do que? De tosquice? Pra querer dar razão a um político pastor desocupado, parece que sim. Com certeza, o pastor usufrui do feriado católico do qual ele reclama.

      Excluir
  11. Mas é a própria liberdade de religião que impede tal ato. Por que de Jesus e não de Maomé?

    ResponderExcluir
  12. Concordo , ilegal... tem que tirar simplesmente porque é ilegal.

    ResponderExcluir
  13. Na Constituição, o direito à liberdade de religião é mais consistente do que a laicidade do Estado.

    A liberdade de culto e de consciência de crença é regida por cláusulas pétreas (não podem ser modificadas), o que não ocorre com o artigo 19 da Constituição [que trata da não oficialização de religião no país]

    Pode agradar ou não, mas o argumento do deputado Carlos Cézar faz sentido e tem respaldo nos princípios do Direito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual sentido?que um direito vale mais que outro por não poder ser suprimido?É constituição cara,não há hierarquia de princípios e de Direitos.O argumento desse pseudo intelectual Deputado se firma somente na possibilidade de modificação(isso porque o STF não se manifestou,pois há inúmeras outras cláusulas pétreas não explícitas).Esses direitos hoje se entrelaçam,por mais que possam viver separados.

      Excluir
  14. esses crentes tão cada dia mais obcecados por poder

    ResponderExcluir
  15. Moro em Sorocaba a 26 anos, conheço 90% das Cidades do Estado de São Paulo e falo com propriedade! É uma das melhores e bonitas, muito bem cuidada!
    Não sou crente porém passo e observo o totem diariamente, não vejo problema algum, afinal JESUS CRISTO, não quer dizer crente, ao críticos de plantão ao menos deveriam pesquisar teologia!
    O Totem é muito bonito e deveria serafunda maior! m

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também moro em Sorocaba e o problema não é a placa, mas sim o fato dela ter sido construída com dinheiro público para agradar uma parte da população, e não os direitos de todos, se o deputado quer tanto acabar com a discussão devolva o dinheiro que foi gasto com a obra aos cofres públicos e garanto que ninguém mais vai se incomodar com a placa.

      Sou Ateu e a placa não me incomoda, o que me incomoda é o fato que ela foi construída com dinheiro do povo enquanto ferindo a constituição enquanto temos outros problemas como o próprio deputado citou tais como a violência e a saúde.

      Excluir
  16. em Boituva também tem uma placa destas... é uma afronta aos que não são cristãos

    ResponderExcluir
  17. Virou uma especide de "ah, mas foi ele que começou" e que va tudo pra espaço.

    ResponderExcluir
  18. Nada que umas boas marretadas no toten não resolva.

    Att.,

    Espancador de Pastores

    ResponderExcluir
  19. Alguém precisa avisar este deputado apalermado que nenhum direito é ABSOLUTO, PAIRANDO ACIMA DO BEM E DO MAL. Todos os direitos, como o de expressão e de ir e vir, serão exercidos NA FORMA DA LEI.

    ResponderExcluir
  20. Para ele, “é lamentável que indivíduos se preocupem em discutir o marco na entrada cidade” em uma “sociedade que sofre com a violência e carência de bens primários como saúde”.

    Não diga! Então porque esse canalha não faz um projeto que vise a melhoria dessas questões?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto que da ter políticos religiosos ele deve estar esperando a vontade de deus..

      Excluir
  21. Alguém tem o e-mail desse palerma? Queria amndar uma menagem pra ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. carloscezar@al.sp.gov.br

      Excluir
    2. Valeu, anônimo.

      Excluir
  22. Maior babaquice esse monte de chiliques ateístas por causa de um monumento que eles não gostam.

    As pessoas que, por alguma idiossincrasia, não suportam ver uma referência religiosa, podem muito bem evitar olhar o monumento que os apavora e seguir seu caminho tranquilo, rumo ao escritório da ONG ateísta ou boate gay de sua preferência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mimimi!! Foi-se o tempo que religiosos podiam fazer o que desse na telha e ficar por isso mesmo. Redferência religiosa, tudo bem, mas obra de cunho religioso com dinheiro público, é pra criticar. Se não gostou, fuck you! We will not rest!

      Um abraço por trás, na paz.

      Excluir
    2. Parada gay com dinheiro público você aprova, certo?

      Excluir
    3. Deixa de conversa fiada, na paz. Se a placa exaltasse a umbanda você estaria levantando a saia e subindo nas tamancas, seu merda.

      Excluir
    4. Errou. Se houvesse uma placa exaltando a umbanda, eu não me incomodaria.

      Ficar levantando a saia e subindo nas tamancas é mais o estilo de vocês, como vocês fazem questão de demonstrar.

      Excluir
    5. Da paz você esta aqui o tempo todo levantando a saia e subindo nas tamanca, como diz que não .. Volte a ler seus sites conspiracionistas pra descobrir o plano dos ateus malvados de destruir o mundo.

      Excluir
    6. Falou mais um especialista em levantar a saia e subir nas tamancas.

      Excluir
  23. 100% ateu religiosos não me mate.28 de agosto de 2012 23:02

    Eu duvido que ele defenderia com tanto entusiasmo uma placa referente a outras religiões . Se tivesse uma comunidade islâmica em Sorocaba será que convidaria os mesmos para fazer um totem a alá?

    ResponderExcluir
  24. esse imbecil não respeita o estado laico imagine os outros direitos, se se acham acima da lei por serem religiosos, mas tantos os direitos quanto os deveres são pra todos!!

    ResponderExcluir
  25. Galerinha acha que "Estado laico" é o "mandamento número 1" da Constituição, o "direito" mais importante do cidadão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A galera crente conspiracionista é claro.

      Excluir
    2. Ateu com problemas de leitura, sem sentido e sem noção, detectado >> Anônimo 29 de agosto de 2012 00:22

      Excluir
    3. Crentes cheiram a bíblia29 de agosto de 2012 01:07

      Sei me engana que Eu gosto doutor conspiracionista.

      Excluir
    4. pq todo crente fala em conspiração e gay , esses caras não tem outro assunto, parecem papagaios do retardaovlavo de carvalho

      Excluir
    5. Nesse caso,ele é o mais importante devido ao uso de dinheiro público,cada pseudo argumento

      Excluir

  26. Felizmente, o deputado Carlos Cezar mostra que sabe muito bem o que é liberdade religiosa, e até dá uma pequena aula grátis para quem precisa aprender, como é o caso da maior parte dos comentaristas ateus que vociferam nesta página.

    Trechos:

    Evangélicos convivem com datas católicas e pagãs, "respeitamos os mais diversos feriados [...], que por vezes cultuam santos, Carnaval e outras festas."

    O monumento não "inibe qualquer liberdade de pensamentos diferentes, cada qual vivendo sob a própria crença".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como crente ele é um bom jurista(sic) . Agora tua aula só deve servir pra crentes da sua laia.

      Excluir
  27. Eh Paulo Lopes, vc arrumou um Olog-hai de estimação. Que saudade do "nosce ipsum", senhora crente, isaque, irmão fernando e "cristão".

    ResponderExcluir
  28. foda-se de quem sorocaba é ou deixa de ser, pode haver qqer placa, com dizeres teista ou ateista, resta saber se a placa foi comprada com dinheiro público, ai sim da ruim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dinheiro público desperdiçado numa coisa inútil é de lascar, mas se fosse investido em algo ítil e necessário aí sim, tava certo

      Excluir
    2. quios dizer útil

      Excluir
    3. quis dizer útil

      Excluir
    4. Lipe&#39
      Pode haver qualquer placa com dizeres teistas ou ateistas,resta saber se a placa foi comprada com dinheiro público e " SE ESTÁ INSTALADA NUM TERRENO PÚBLICO".

      Excluir
  29. Ele podia pegar a placa e enfiar... na casa dele.

    ResponderExcluir
  30. As cláusulas pétreas não podem ser alteradas porque não podem mesmo ou porque os congressistas não querem alterar?

    ResponderExcluir
  31. Depois de pensar bastante , cheguei à seguinte conclusão:
    " A religião não foi criada para explicar, a religião foi criada para dominar e depois manipular " (AHA)
    é como eles dizem, fazei-me de mim instrumento ... poderia ser da paz, mas não é.

    ResponderExcluir
  32. Ficou muito jóia a placa! Agora seria legal pegar um Panzer e passar por cima, com o custeio descontado desse sujeito que infelizmente foi eleito. Tenho certeza que ele pagaria com prazer, em nome do seu Sr. jesus cristo.

    ResponderExcluir
  33. "Ele deixou subentendido que os evangélicos têm de conviver com datas católicas e pagãs ao ressaltar que “respeitamos os mais diversos feriados [....], que por vezes cultuam santos, Carnaval e outras festas"

    ótimo, vão começar a justificar crimes usando crimes como exemplos: "ah já está tudo errado mesmo, que mal faz mais um errinho?"

    ResponderExcluir

Postar um comentário