Pular para o conteúdo principal

Nome de novo gênero de peixes homenageia militante ateu



Peixe do gênero Dawkinsia
Novo gênero de peixe só
 existe no sul da Ásia

Richard Dawkins, cientista e militante ateu
Dawkins é o autor de
'Deus, um delírio'
Pesquisadores liderados pelo ictiólogo Rohan Pethiyagoda prestaram uma homenagem ao cientista e militante ateu Richard Dawkins (foto), 71, dando o nome dele a um novo gênero de peixes descoberto no Sri Lanka. O britânico Dawkins é o autor do best-seller “Deus, um delírio” e biólogo evolucionista cuja importância é reconhecida pela comunidade científica.

As nove espécies de peixe do gênero Dawkinsia só existem no sul da Ásia. Da barbatana dorsal dos machos saem filamentos que atraem as fêmeas, mas também os predadores.

Antes, os peixes estavam classificados no gênero Puntius, mas Pethiyagoda informou que eles contêm particularidades suficientes para ser considerados como um novo gênero.

Sobre a homenagem, Pethiyagoda declarou que o britânico ajudou as pessoas entenderem “que o universo é muito mais admirável que qualquer religião imaginou”.

Acrescentou que os peixes do novo gênero são exemplos da elegância e simplicidade da evolução das espécies, “a única explicação racional para a inimaginável diversidade da vida na Terra”.



Com informação das agências.

Lançado em português o livro de Dawkins 'A Magia da Realidade'

Comentários

Leme disse…
Só espero que os "cientistas" cristãos não me venham com um peixe Jesus.
felipeps3 disse…
que massa !
felipeps3 disse…
não tem como ter peixe jesus cara, porque peixes nadam e jesus anda sobre a àgua kkkkkkkkkkkk
Humor negro wins! kkkkkkkkk
Anônimo disse…
Demorou. Ele merece.
Anônimo disse…
Deveria se chamar peixe aids.
Lia de Souza disse…
Logo peixe, que ironia...Peixe é símbolo de 'cristão'. Os primeiros cristãos tinham como símbolo o peixe, muito depois que veio a cruz, imposição de Paulo se não me engano...

Ponto! Joinha (Y)
Existe um enorme critério para nomenclaturas e classificação de novos organismos descobertos... há uma norma internacional para isso..
Anônimo disse…
É o mascote e apelido do Santos Futebol Clube. Sim, é emblema cristão. Irônico, não?
Anônimo disse…
Só falta aparecer um deputado cristão junto com uma biológa cristã querendo nomear um peixe "Malafaius".
Anônimo disse…
Vai ter protesto da bancada crentelhuda. FEM FORELSKENDE ER EN FLODHEST MED FOTVORTER. Piscatus Malafaius iam! Fisk Malafaia bedriften! Fish Malafaia right now! Fisch Malafaia jetzt in Moment!
Anônimo disse…
ninguem te perguntou nada, gordão.
Vânia Gomes disse…
Depois ainda dizem numa página anti ateísta que Dawkins não é um nome reconhecido pela ciência. Vou publicar lá, vai dar maior bafafá... kkkkkk
Anônimo disse…
Começou a choradeira: http://www.criacionismo.com.br/

¨Nota: Chega a ser repugnante esse puxa-saquismo! Para defender uma ideologia/filosofia, cientistas darwinistas e muito provavelmente ateus militantes como Dawkins (porque, se fossem “moderados” como alguns que eu conheço jamais se prestariam a um papelão desses) escolhem para ser homenageado um escritor que há muito tempo não pisa num laboratório, nunca fez pesquisa relevante e sequer passou perto de um Nobel. O que ele faz – e muito bem, admitamos – é usar a ciência para promover sua doutrinação ateia e encher os bolsos com a venda de livros populares de divulgação científica (como o A Magia da Realidade, que estou lendo e logo postarei uma crítica aqui). Por que ainda não homenagearam um cientista do calibre de um Francis Collins, diretor do projeto Genoma? Ah, já sei... Collins abandonou o ateísmo e se tornou cristão, logo, persona non grata. Em minha opinião, Dawkins seria mais bem (e apropriadamente) homenageado dando nome a um daqueles peixes abissais cegos.[MB] ¨
Yuri disse…
É mimimi d+ pra um site só xD
Criacionistas estão a baixo da linha da estupides.
Ryoko disse…
literalmente, são bando papagaios da gibiblia

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nova espécie de ave descoberta na Caatinga tem origem em variações do São Francisco

BC muda cédulas do real, mas mantém 'Deus seja Louvado'

Louvação fere o Estado laico determinado pela Constituição  O Banco Central alterou as cédulas de R$ 10 e R$ 20, “limpou” o visual e acrescentou elementos de segurança, mas manteve a expressão inconstitucional “Deus seja Louvado”.  As novas cédulas, que fazem parte da segunda família do real, começaram a entrar em circulação no dia 23. Desde 2011, o Ministério Público Federal em São Paulo está pedindo ao Banco Central a retirada da frase das cédulas, porque ela é inconstitucional. A laicidade determinada pela Constituição de 1988 impede que o Estado abone qualquer tipo de mensagem religiosa. No governo, quanto à responsabilidade pela manutenção da frase, há um empurra-empurra. O Banco Central afirma que a questão é da alçada do CMN (Conselho Monetário Nacional), e este, composto por um colegiado, não se manifesta. Em junho deste ano, o ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que a referência a Deus no dinheiro é inconcebível em um Estado moderno, cuja

AdSense desmonetiza página do texto 'Ateísmo significa libertação do medo do sobrenatural'

Pastores do Malafaia têm salário de até R$ 20 mil, casa e carro

Pastores mais habilidosos  estão sendo disputados  pelas igrejas Silas Malafaia, 53, informou que o salário dos pastores de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, vai de R$ 3.000, para iniciantes, a R$ 20.000, com benefícios que incluem casa mobiliada, escola para filhos e plano de saúde. Pastores com experiência têm direito a carro do ano. É a primeira vez que um líder religioso neopentecostal revelou o salário dos pastores. Na falta de maiores informações, os valores citados por Malafaia podem ser tomados como referência do mercado de salários dos pregadores da Bíblia. As perspectivas desses profissionais são as melhores possíveis, considerando que não precisam ter formação universitária. Um professor de ensino médio não ganha tanto, nem sequer um médico em início de carreira, por exemplo. “Mas é preciso saber ler a Bíblia, pregar, explicar”, disse Malafaia à jornalista Daniela Pinheiro, que escreveu para a revista Piauí de setembro reportagem sobre o pastor.

Em vídeo, Malafaia pede voto para Serra e critica Universal e Lula

Malafaia disse que Lula está fazendo papel de "cabo eleitoral ridículo" A seis dias das eleições, o pastor Silas Malafaia (foto), da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, gravou um vídeo de 8 minutos [ver abaixo] pedindo votos para o candidato à prefeitura de São Paulo José Serra (PSDB) e criticou a Igreja Universal e o ex-presidente José Inácio Lula da Silva. Malafaia começou criticando o preconceito que, segundo ele, existe contra pastor que emite opinião sobre política, o mesmo não ocorrendo com outros cidadãos, como operários, sindicalistas, médicos e filósofos. O que não pode, afirmou, é a Igreja, como instituição, se posicionar politicamente. “A Igreja é de Jesus.” Ele falou que tinha de se manifestar agora porque quem for para o segundo turno, se José Serra ou se Fernando Haddad, é quase certeza que será eleito, porque Celso Russomanno está caindo nas pesquisas por causa do apoio que tem recebido da Igreja Universal. Afirmou que apoia Serra na expectativa de

Livro conta em 300 páginas histórias de papas das quais poucos sabem

Padre explica seu vídeo sobre mulher apanha porque quer

O padre cantor Fábio de Melo tem tentado nos últimos dias, nas redes sociais, rebater as acusações de que é machista.

Eleição de Haddad significará vitória contra religião, diz Chaui

Marilena Chaui criticou o apoio de Malafaia a Serra A seis dias das eleições do segundo turno, a filósofa e professora Marilena Chaui (foto), da USP, disse ontem (23) que a eleição em São Paulo do petista Fernando Haddad representará a vitória da “política contra a religião”. Na pesquisa mais recente do Datafolha sobre intenção de votos, divulgada no dia 19, Haddad estava com 49% contra 32% do tucano José Serra. Ao participar de um encontro de professores pró-Haddad, Chaui afirmou que o poder vem da política, e não da “escolha divina” de governantes. Ela criticou o apoio do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus do Rio, a Serra. Malafaia tem feito campanha para o tucano pelo fato de o Haddad, quando esteve no Ministério da Educação, foi o mentor do frustrado programa escolar de combate à homofobia, o chamado kit gay. Na campanha do primeiro turno, Haddad criticou a intromissão de pastores na política-partidária, mas agora ele tem procurado obter o apoio dos religi

A física moderna sugere que o tempo não avança, é apenas uma ilusão