Pular para o conteúdo principal

Conselho vai processar escola religiosa acusada de homofobia

Weslei Zukowski, diretor da escola acusada de homofobia
 Pastor Zukowski pôs normas da
escola acima da Constituição
O CEE (Conselho Estadual de Educação) de Goiás vai abrir um processo administrativo contra o Instituto Adventista Brasil Central, que está sendo acusado de homofobia por uma ex-aluna — ela diz que foi expulsa em 2010 porque estava namorando uma colega.

A direção da escola negou que sua decisão foi preconceituosa e disse que a expulsão de Arianne Pacheco Rodrigues, 19, e de sua namorada ocorreu porque as duas tiveram “intimidade sexual” (contato físico). A estudante disse que é mentira de Weslei Zukowski (foto), o diretor da escola e pastor.

Independentemente do que de fato tenha ocorrido, a situação da escola é complicada porque a legislação proíbe a expulsão de estudante, seja de estabelecimento público ou privado, exceto no caso em que houver uma condenação que exige prisão. O conselho vai processá-la por isso.

A conselheira Maria do Rosário Cassimiro disse que a escola foi prepotente e arbitrária porque não deu o direito de defesa às estudantes. “A expulsão não é permitida”, disse. “Se no regimento da escola está escrito que é possível haver expulsão, então esse regimento está contra a Constituição”.

advogado Henrique Tibúrcio
Henrique Tibúrcio:
todos são iguais
Henrique Tibúrcio (foto), presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Goiás, também disse que as regras da escola adventista não estão acima da Constituição. Além disso, afirmou, é preciso “entender também que, independente da orientação sexual das pessoas, elas merecem um tratamento idêntico ao que as outras recebem”.

Hoje pela manhã — antes, portanto, de o Conselho de Educação afirmar que o estabelecimento tem de se submeter à Constituição —, a direção do instituto emitiu uma nota transcrevendo a norma na qual há um quesito que desrespeitado pelas alunas.

“De acordo com o item 8 das Normas Internas da Instituição Adventista, são vedadas ao aluno, entre outras condutas: “Furto; uso ou porte de cigarro, bebida alcoólica, droga ou armas; ato sexual; certos tipos de agressões físicas, verbais e outras, conforme considere a Comissão para Desenvolvimento Estudantil”, diz a nota (o grifo é deste site).

E acrescentou: A letra “h” do subitem 1.1, do item 1 dos Itens Gerais, determina que: “h. Lembre-se de que em seu namoro (que só ocorrerá com a permissão dos pais) não é permitido contato físico, seja nas dependências da escola ou em atividades externas em que você a esteja representando.”

Já corre na Justiça uma ação movida por Marilda Pacheco, mãe de Arianne, que exige da escola uma indenização de R$ 50 mil por danos morais.

Com informação do G1.

Comentários no Facebook.   Homofobia.    Intolerância.
Estudante expulsa acusa escola adventista de homofobia.
4 de junho de 2012


Comentários

Anônimo disse…
Aleluia!
Anônimo disse…
Até que fim estão fazendo justiça.
Anônimo disse…
Só 50 mil deveria pagar um milhão.E enfiar um tronco de uma sequoia gigante no anús de todos que arquitetaram a bíblia e principalmente no anus de deus de jesus se ele ainda tiver um. Porque este povo só fez e faz merd* a vida toda.
Anônimo disse…
“Se no regimento da escola está escrito que é possível haver expulsão, então esse regimento está contra a Constituição”.

E o pessoal do "é norma da escola" quebrou a cara!
Anônimo disse…
Viu crentalhada? Não vivemos na Jesuslândia para a bíblia ser maior que a constituição!
Anônimo disse…
Conheço o pastor Weslei Zukowski. Ele é, na verdade, um músico frustrado. Vejam: O Tocador de Serrote.
Anônimo disse…
Quando me dei conta que religiões cristãs são conservadoras e etnocêntricas e incompativeis com a homossexualidade deixei-as de lado e me tornei intolerante com elas. Minha atitude: não as procuro mais e sempre que posso mostro aos amigos como elas são perigosas quando mal ensinadas, e geralmente elas o são, vejam o caso das crianças dizendo que gays vão para o inferno, ou o Malanojento se orgulhando em dizer-se inimigo nº 1 dos homossexuais!!! Como alguém pode orgulhar-se de ser inimigo de algum grupo social????Apesar dos evanjas, nós homossexuais continuaremos em busca de nosso respeito e felicidade e construiremos um país livre. Se vc não é bem vindo em algum lugar, pq voltar lá?? A não ser em espaços públicos onde tds tem direitos, aí sim, temos que brigar mesmo. Como o fez e fazem os negros e umbandistas.
Agora igrejas e escolas confessionais, melhor não ir. Estas insituições não tem nada a nos ensinar, a não ser suas intolerancias e conservadorismo. Isso a gente não p´recisa ir lá, não é?
Anônimo disse…
Um bando de infelizes que quer a infelicidade dos outros. Enfiem a Constituição Federal na cara desses palhaços!!!
Jairo disse…
http://www.paulopes.com.br/2012/06/conselho-vai-processar-escola-religiosa.html

Conselho vai processar escola religiosa acusada de homofobia.
Qual o motivo do CEE não processar os alunos ou seus responsáveis quando esses “educados” agridem professor, um administrativo ou qualquer funcionário ou outro aluno? Será o papel do CEE defender mães que se sentem injustiçadas? E os trabalhadores, o CEE não defende, qual o motivo?
Não sou contra a pessoa escolher suas opções sexuais. Porém se uma mãe escolhe matricular sua filha em uma escola Adventista, que tem como base a religião e suas diretrizes estão baseadas na Bíblia. Teria que saber das normas da escola e, principalmente, que uma escola particular, religiosa, e que tem a Bíblia como regra de conduta, não aceitaria uma união homossexual dentro do estabelecimento, ou mesmo atos como beijos ou outras atitudes consideradas eróticas ou sensuais, ou que vá de encontro aos bons costumes baseados na Bíblia. Será que posso entrar no Fórum ou no Tribunal de Justiça e ficar namorando, com beijos e abraços, no átrio da sala do Juiz, ninguém me repreenderá? Pergunto, ainda: Qual o motivo de não poder entrar no Fórum de boné ou bermuda? Se um segurança ou policial me proibir de entrar nesse recinto com esses trajes a quem posso processar por constrangimento ilegal? Sim, isso me causará constrangido, pois não estão me permitindo andar como desejo ou vestir-me como gosto. Será que o Estado vai me fornecer um psicólogo devido ao “trauma” que isso me causará?
Vejamos o que está escrito na Bíblia: em Romanos 1 vs 27 e 28; I Coríntios 6 v 9.
Vejamos, também, o que diz o artigo 5º da Constituição Federal. ter Homofobia (homo, pseudoprefixo de homossexual, fobia do grego φόβος "medo", "aversão irreprimível"[ praticar é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a lésbicas, gays, bissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais.
Tenho vários amigos homoxexuais, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem, mas nem por isso tenho atitudes contra eles. Porém todos sabem que gosto de mulher e não de homem, e se algum me “cantar”, ele ne dá o diteito de falar que não gosto do que fazem. Muitos me perguntarão: como posso gostar de uma pessoa e não gostar de seus atos? Respondo um mãe que tem um filho bandido ou drogado não vai amá-lo apesar de não gostar de seus atos?
Acredito que o O CEE (Conselho Estadual de Educação) só vai processar a Escola para dizer que está fazendo algo. Eles deveriam ver os problemas de Violência nas Escolas. Como não conseguem resolver ou não sabem como resolver, querem, a meu ver, dizer que estão fazendo algo isso, também a meu ver, para justificar o salário alto dos funcionários do CEE.Qual o motivo do CEE, não processar os alunos ou seus responsáveis quando eles agridem um professor, administrativo ou outro funcionário ou aluno?
Jonas disse…
Se não provarem quem será indenizada é a instituição. Difamação também é crime.
Bia Alencar disse…
Você não leu o texto?: ''Se no regimento da escola está escrito que é possível haver expulsão, então esse regimento está contra a Constituição''. A Bíblia não está acima da Constituição, não importa se o colégio é religioso. Sua atitude foi anti-constitucional; É a mesma coisa de expulsar alguém por ser negro, mulher ou judeu; Está errado! Quando vocês crentes vão entender que homossexualidade é uma condição humana, e como TODAS AS OUTRAS condições humanas ela é protegida pelos direitos humanos; Logo, você não pode se basear na sexualidade, etnia e etc da pessoa para expulsa-la alguém de um ambiente; Por que você acha que o neo-nazismo é crime? Por que ele fere os direitos humanos. Enquanto sua religião segregar os homossexuais, ela continuara caindo nas mãos da justiça.
Segue abaixo uma parte da Declaração Universal dos Direitos Humanos:

Artigo I

Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.

Artigo II

Toda pessoa tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.

Artigo III

Toda pessoa tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.

Artigo IV

Ninguém será mantido em escravidão ou servidão, a escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as suas formas.

Artigo V

Ninguém será submetido à tortura, nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante.

Artigo VI

Toda pessoa tem o direito de ser, em todos os lugares, reconhecida como pessoa perante a lei.

Artigo VII

Todos são iguais perante a lei e têm direito, sem qualquer distinção, a igual proteção da lei. Todos têm direito a igual proteção contra qualquer discriminação que viole a presente Declaração e contra qualquer incitamento a tal discriminação.

Artigo VIII

Toda pessoa tem direito a receber dos tributos nacionais competentes remédio efetivo para os atos que violem os direitos fundamentais que lhe sejam reconhecidos pela constituição ou pela lei.

Artigo IX
Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.

Artigo X
Toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.

Ainda acha que atitude do colégio foi certa?
Anônimo disse…
Provarem o que? Elas foram expulsas por terem uma postura homossexual. É isso o que diz a ata.
Anônimo disse…
"Vejamos o que está escrito na Bíblia"

Constituição!, caramba! é tão dificil assim entender?!?
Anônimo disse…
Como nada a ensinar? e o dilivuo? e a arca de noé?
Anônimo disse…
Ainda bem que já fui liberto desse mal do homossexualismo, depois que aceitei a verdade passei a ser mais feliz e me aceitar da forma que DEUS me fez, hoje tenho esposa e filhos, que graças a DEUS são héteros e felizes, essa promiscuidade e desejo carnal do homossexualismo só pode ser liberto pelo sangue de Jesus e pela sua palavra. Que DEUS tenha compaixão dessas almas que vivem presa pelo mal do homossexualismo e que possam ser libertas desse mal que destrói famílias e que alastram as DSTs entre as pessoas.

Luan Lopes
Anônimo disse…
Deixa eu adivinhar, você é ex-travesti com aids, casou com mulher sem utero e tem 3 filhos?
Anônimo disse…
Oh Glória, aleluia irmão, Tá amarrado em nome de Jesus, Aleluia, Glória ao Príncipe da Paz, em nome de Jesus sai Satanás, Aleluia irmãos.

*Trollface*
Wickedman disse…
Tenho vários amigos homoxexuais, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem(...)

O seu problema é exatamente esse: a visão errada e arcaica da fé cristã (e de qualquer outra fé monoteísta que eu me lembre) sobre homossexuais. Não tem do que discordar, a pessoa nasce assim; da mesma forma, não há do que discordar se alguém nasce de pele escura ou olhos azuis. É genético. Portanto, é natural, e o fato de autores da idade do bronze acharem que não é não tem a mínima importância, afinal eles não sabiam nada sobre biologia humana.

Você pode não gostar, mas se quiser discordar vai ter que brigar com a natureza. E você vai sair perdendo, camarada.
Wickedman disse…
Hahahaha! Me lembrei de Haroldo, O Hétero.
Anônimo disse…
/\
Epic Win.
Cognite Tute disse…
Hahahahah, perfeita a lembrança, Wickedman.:)

Cognite Tute
Tenho vários amigos homoxexuais, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem(...)

- O famoso preconceito com álibe. Essa desculpa não pega mais.
Que patético. Aposto que é um troll que usou meu nome e o sobrenome do Paulopes para se identificar e criar essa história pra boi dormir.

Esses trolls já foram mais criativos.
Anônimo disse…
Jairo, você fala pros seus "amigos" homossexuais na cara deles que você não concorda com o que eles fazem entre 4 paredes? Eles continuam sendo seus amigos?
Anônimo disse…
A instituição está numa enrascada por conta própria, afinal: "Independentemente do que de fato tenha ocorrido, a situação da escola é complicada porque a legislação proíbe a expulsão de estudante, seja de estabelecimento público ou privado, exceto no caso em que houver uma condenação que exige prisão. O conselho vai processá-la por isso."
Anônimo disse…
ela não foi expulsa. não aceitaram refazer sua matricula.
Anônimo disse…
Ah, ah, ah.
Dante disse…
"Não sou contra a pessoa escolher suas opções sexuais."

Só um aviso seu desinformado, homossexualidade assim como heterossexualidade é uma característica inerente ao ser humano, não existe OPÇÃO sexual e sim ORIENTAÇÃO sexual melhor dizendo, já que ninguém escolhe ser gay ou hetero.
Anônimo disse…
Tomem, espertos XD

Querem pregar homofobia dentro dos templos de suas seitas, o problema é de vocês.

Mas se querem lucrar e faturar da sociedade abrindo ESCOLAS, então tem que seguir a norma do ESTADO LAICO e respeitar a diversidade religiosa, ideológica e SEXUAL também.

Se ferraram, e é bem feito -.-
Anônimo disse…
Já pensou?

Eu abro um restaurante, e "não concordo" que negros frequentem meu restaurante, que é voltado para uma clientela que tem seus princípios próprios...

"Ora, não tenho preconceito contra negros, jamais incitaria nem cometeria nenhum ato de violência contra negros, tenho até alguns amigos negros, mas o restaurante é meu, então tenho direito de barrar a entrada de negros no meu restaurante se eu quiser. Aliás, se o negro sabe que eu e minha clientela "não concordamos" que ele frequente lá, por que ele vai insistir? É só pra causar mesmo..."

Ora, vão à merda XD

Se eu abro uma escola, mesmo que privada, no intuito de explorar a prestação de um serviço ao público mediante remuneração (assim como um restaurante), dá na mesma.

A lei do país não tolera nem uma escola nem um restaurante "racista", mesmo que seja de âmbito privado. E, pelo que parece, e ainda bem, também não vai mais tolerar escola e restaurante "homofóbico".

A burrice e o bla bla bla desse povo é tremendamente PATÉTICA.
Anônimo disse…
Lindo. É num momento de sinceridade como este, que um verdadeiro ateu/gay revela seus valores de tolerância e respeito e sua inquestionável superioridade moral e intelectual frente aos cristãos, criaturas ignorantes e desprezíveis que só sabem pregar o ódio.
Anônimo disse…
Parece que quem quebrou a cara são os coitadistas gays e seus parceiros ateístas, com toda sua habitual choradeira sobre "homofobia", "preconceito religioso", etc.

Se o CEE está certo quanto à tal "proibição da expulsão", o único erro da escola teria sido expulsar a aluna, e não a alegada "homofobia" ou qualquer outra motivação.

Se é que a aluna lésbica foi expulsa mesmo, e não teve apenas sua rematrícula negada, o que é direito da escola.
choradeira sem fim disse…
Pra não perder o costume, eis que a raivosa choradeira gayzista novamente se entorna pelo simples fato de alguém falar:

"Tenho vários amigos homossexuais, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem, mas nem por isso tenho atitudes contra eles."

Segundo alguns gays e simpatizantes úteis, isso é um horror, um absurdo, o fim do mundo.

Mas a pessoa poderia também falar:

"Tenho vários amigos usuários de drogas, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem"

E aí, como fica? Tá errado também? É "preconceito"? É crime? É "ignorância cristã"? É "drogofobia"?
Anônimo disse…
Esse papo de que qualquer escola é "proibida de expulsar alunos, exceto em casos de crime" é muito suspeito...

Quer dizer que a escola não pode nunca expulsar nenhum aluno, mesmo que o tal aluno apronte mil confusões, seja advertido, suspenso, e continue sendo reincidente em sua conduta reprovável?

Se de fato existe alguma regra desse tipo, proibindo as escolas de terem uma melhor autonomia disciplinar, isso é mais uma confirmação de que as "autoridades" brasileiras realmente estão dedicadas a sabotar o sistema educacional deste país.
Anônimo disse…
Aliás, a suposta "proibição da expulsão", segundo o que é dito na matéria, é ainda mais ridícula e absurda:

"a legislação proíbe a expulsão de estudante, seja de estabelecimento público ou privado, exceto no caso em que houver uma condenação que exige prisão"

Quer dizer: Para poder, algum dia expulsar um aluno, o estudante-delinqüente tem ser maior de 18 anos (pois, segundo a legislação bandidófila brasileira, menores não são podem ser condenados e presos), e já ter sido julgado (pela agilíssima justiça brasileira) e condenado à prisão!

Enquanto isso não acontece (frequentemente, nunca acontece), a escola, os professores, os outros alunos e suas famílias que tratem de agüentar o meliante por perto... Pois a escola não pode expulsá-lo!
Anônimo disse…
Sistema educacional? O Brasil vem piorando desde que usa o Sistema de certo revolucionariozinho e sua “Pedagogia do Oprimido ".
Anônimo disse…
Se a alegação da aluna lésbica-ou-não e de sua mamãe querendo 50.000 reais for falsa e caluniosa, a escola pode lhes meter um processo e exigir reparação.
Anônimo disse…
Exato. A turminha da "educação como ferramenta de transformação social [para pior]" não pára de fazer merda.
Jeff disse…
"Choradeira sem fim", você não sabe ler ? Se soubesse ler (e entender o que está escrito, isso é importante) já teria percebido que o comentário anterior que faz uma metáfora com um restaurante simplesmente acaba com a sua argumentação.
Wickedman disse…
choradeira sem fim você está querendo comparar duas coisas totalmente diferentes. É muita Ignorância cristã numa cristão só!
Anônimo disse…
É num momento de generalizaçao ridicula desses que o verdadeiro crente neurotico revela seu profundo preconceito e a necessidade intensa de demonizar os ateus ou gays como um todo, criaturas despreziveis ,sem limites, que só querem a morte dos crentes.

Se enxerga, maluco.
Anônimo disse…
A olavete chorona ataca novamente.
Anônimo disse…
Ou seja: a escola só pode expulsar alunos heterossexuais. Os alunos homossexuais devem ter assegurado o seu direito de fazerem tudo o que quiserem e não serem expulsos, pois expulsá-los seria preconceito!

Ou será que é algo distinto: a escola não pode expulsar nenhum aluno por uma conduta sexual que desagrade os pais dos demais alunos? Se for assim, então os pais dos demais alunos deverão engolir a conduta sexual dos filhos alheios, mesmo que discordem dela?

O melhor seria que criassem escolas específicas para todos os tipos de pessoas e se acabasse com a briga: escolas para homossexuais, para heteros, para cristãos, para umbandistas, para ateus, para as pessoas que gostam de uma vida sexual livre, para celibatários etc.
Anônimo disse…
Uma sociedade igualitária é pluralista e garante o espaço para todos.
Caruê disse…
Escolas geralmente vetam demonstrações de afetos em seu estabelecimento, isso é normal. Agora a escola não tem o direito de se meter na vida particular de uma aluna. A escola não pode recriminar alguém por ser homossexual isso caracteriza discriminação de uma condição humana tal como cor e sexo. A escola poderia recriminar a aluna caso ela tivesse pego a menina em um romance dentro da instituição, ai então a escola estaria certa, agora cabe a escola provar isso a justiça e alegar que faria o mesmo caso fosse um casal heterossexual. Não sou jurista, é apenas o meu bom senso agindo.
Anônimo disse…
Gostaria muito de saber que lei maluca é essa (se é que ela existe) que proibe a escola de expulsar alunos, não importando o que eles façam.
Anônimo disse…
Porque sera que crente tem tanta inveja de nos ateus ? Vai de retro satanás kakaka
Anônimo disse…
Desde quando uma escola particular deve ser FORÇADA pela lei a aceitar e matricular alunos que não aceitam suas normas?

ISSO sim que deveria dar um processo contra a Secretaria de Educação. A Igreja Adventista tem CREDIBILIDADE suficiente para se defender de processos frívolos como esse.

A secretaria não tem a mínima chance de ganhar.
Anônimo disse…
Se as normas da escola particular são de Deus, então o que Deus vai fazer?
Anônimo disse…
Você engrossou a voz ou continua falando fino?
Michelle disse…
Anônimo (4 de junho de 2012 21:53)

>> "Como nada a ensinar? e o dilivuo? e a arca de noé?"

O dilúvio retratado na bíblia e arca de noé não passam de mitos (plageados de outra religião ainda por cima)
Michelle disse…
>> "Tenho vários amigos homoxexuais, mas não concordo ou não acho natural o que eles fazem, mas nem por isso tenho atitudes contra eles."

Quê isso? Tá falando em emoxês? lol
Michelle disse…
Jairo Oliveira

Num país laico a constituição está acima e é mais importante que qualquer livro religioso. Portanto, a sua bíblia não tem valor normativo num país laico como o Brasil.

Se ser homossexual é uma opção sexual, ser hétero tb é. O que me leva à pergunta: qdo foi que vc escolheu ser hétero?
Nika Pinika disse…
Caramba, tem momentos que eu me pergunto se a possibilidade de comentar como anônimo é realmente positiva... putzgrila, chuva de coments agressivos.
Anônimo disse…
Mas realengo,mas meninas gravidas,mas maconha nas escola,mas brigas,mais bulling,e mais mais mais tudo de ruim nas escolas que os valores são rebaixados.é assim que os govenos gostam..
Anônimo disse…
Se todos defendessem a Constituição como vc o Brasil seria um país bem melhor pra se viver, vc não acha, seu idiota? Desde quando a Constituição passou a ter essa importância toda a que vc se refere a não ser quando se trata de favorecer os que detém o poder neste país? Por que vc não se manifesta de forma mais aguerrida para fazer valer o que diz a Constituição sobre o direito à saúde, à moradia, à educação,à salários mais dignos, por exemplo?
Deixe seu preconceito de lado e leia a Bíblia. Vc ficará maravilhado e saberá pq ela resistiu ao longo dos séculos e pq, sem precisar de emendas, continua atual e, mais importante, transformando vidas para melhor!
Jairo disse…
Agradeço a todas as pessoas que lerem e responderam o texto por mim escrito. Principalmente os que entenderam o seu conteúdo. Alguns, Infelizmente, não entenderam ou não souberam interpretar.
Nunca disse, no texto, que sou cristão, mas alguns deduziram isso, acredito que por ser contra a fé cristã ou ter preconceito contra essa ou aquela religião, logo também estão cometendo crime.
Gosto muito de ler. Leio a Bíblia, o Alcorão, o Livro dos Mórmons, vários livros de Casto Alves, Bocage, Khalil Gibran, Augusto Cury, Ligia Costa Leite, José de Alencar e muitos outros. Estou sempre buscando aprender.
Antes de se falar na proibição de expulsão de alunos deveriam ler o que diz o Decreto Lei n.º 30/2002, de 20 de Dezembro.
Sobre o descumprimento da Constituição federal, ou sobre a Declaração Internacional dos Direitos Humanos, gostaria que me mostrassem onde diz que não aceitar alguém que não obedece às regras de uma empresa, particular ou estatal, pode permanecer dentro dessa empresa ou ser funcionário dela. A princípio, se assinamos um contrato devemos segui-lo, se lemos e assinamos sem discordar e não cumprimos, agimos de má fé.
Nascemos livres e iguais em dignidade e direitos.
Assim como um homossexual (que não nasceu homossexual, sim escolheu livremente, por algum problema de hormônio ou outro motivo qualquer escolheu essa opção sexual) não pode ser discriminado. Assim também um religioso, cristão (católico, batista, adventista, metodista ou qualquer religião que segue o cristianismo), macumbeiro, budista, mulçumano, e outras, que não nasceu nessa religião, mas escolheu, sofreram influência dos pais ou por outro motivo qualquer se “converteu” a uma dessas religiões, também não podem ser discriminados, pois a Declaração dos Direitos Humanos também garante a liberdade de Religião e opinião e a Constituição Federal também garante esse direito.
Logo tanto os homossexuais como os cristãos estão sendo preconceituosos e intransigentes.
Não concordo quando alguém diz: nasceu branco, judeu, negro, homossexual. Para mim o nascer é condição, já o homossexual, ao meu entender, só será condição de houver alguma disfunção hormonal, caso contrário é uma opção.
Alguém comentou sobre o “que duas pessoas fazem entre quatro paredes”, desde que ambos se sintam bem, sintam prazer, sem constrangimento e principalmente, ambos concordem, ninguém tem nada a ver com isso, porém se uma delas não concordar com algo e a outra forçar, onde está a liberdade e o direito?
Pode até ter havido excesso da Escola, mas todos nós estamos julgando sem saber a realidade, ou melhor, sem ouvir os dois lados, mostrando como somos preconceituosos, tendenciosos, buscando nossos interesses e não a verdade.
O Grande problema do meu texto é o CEE processar uma escola, buscar o direito de uma pessoa e não defender os direitos da maioria. As brigas, os roubos, a falta de alimentação e livros, as salas de aula super lotadas em algumas escolas, e outros problemas que, a meu ver, são tão ou mais graves que esse e que afetam a comunidade e não uma pessoa.
Michelle disse…
Anônimo (6 de junho de 2012 00:08)

>> "Desde quando a Constituição passou a ter essa importância toda a que vc se refere a não ser quando se trata de favorecer os que detém o poder neste país?"

Desde qdo ela foi escrita para garantir igualdade de direitos e deveres para todos os cidadãos brasileiros, incluindo vc, cara-pálida.


>> "Deixe seu preconceito de lado e leia a Bíblia. Vc ficará maravilhado e saberá pq ela resistiu ao longo dos séculos e pq, sem precisar de emendas, continua atual e, mais importante, transformando vidas para melhor!"

A bíblia não tem valor normativo num estado laico, minha criança. Portanto - do ponto de vista da lei - ela é irrelevante.

Apelar para "a resistência da bíblia ao longo dos séculos" não cola. Além de ela ter sido copiada e editada várias vezes ( o q refuta o seu argumento de que ela não precisou de emendas) ao longo dos séculos, ela continua sendo um livrinho bem imoral e que não garante igualdade para todos (vide que ela é um livro de conteúdo bem machista, só pra citar um aspecto dela) e que tem mta intolerância em suas páginas. E nem sempre ela transforma a vida das pessoas pra melhor. Eu posso te citar alguns casos de vidas que foram prejudicadas e até mesmo interrompidas de formas bem drásticas por causa do que a bíblia diz.
Anônimo disse…
Trollzinho sem argumento detected.E a famosa desculpinha esfarrapada:"Eu tenho vários amigos homossexuais,mas não concordo com o que eles fazem".Vocês não Têm capacidade de criar outras desculpinhas tolas para descartar essa,não?Essa daí já saturou.
Igor disse…
O problema não são os comentários anônimos, mas sim a falta de moderação em cima dos trolls.
Anônimo disse…
incomodada? Só leia os coments de registrsdos.
Anônimo disse…
ha ha, adorei!
Anônimo disse…
Desde quando uma escola particular deve ser FORÇADA pela lei a aceitar e matricular alunos que não aceitam suas normas?

ISSO sim que deveria dar um processo contra a Secretaria de Educação.

[2]
Arqueleu Cunha disse…
Estamos falando de empresas. Elas são criadas em submissão as normas do país. Uma vez que estas são desrespeitadas, se justas ou não, o Estado pode-deve puni-las. Alguém pode interpretar como perseguição religiosa, mas é por fazer confusão com uma coisa que é dos homens como se fosse de DEUS. Não há escola cristã, pois escola é uma empresa e DEUS não tem empresas na Terra. A palavra cristã é uma referência a ser ungido com óleo para uma designação mística, espiritual. O cristianismo entende como sendo uma unção do ESPÍRITO SANTO.
Esteja claro que o ESPÍRITO SANTO não unge empresas, mas pessoas. Portanto, não existe escola cristã. No máximo poderiam existir pessoas cristãs, não empresas. Uma vez que até mesmo igrejas cristãs pegam seu CNPJ por algumas centenas de reais, se declaram virtualmente uma empresa do 3º Setor. É, portanto, de fato uma instituição mundana como qualquer outra. Coerentemente não existe nem escola cristã nem Igreja com Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica que seja cristã, pois o ESPÍRITO SANTO não unge empresas, Pessoas Jurídicas.
O governo de DEUS não é deste mundo. “Respondeu JESUS: O Meu Reino não é deste mundo. Se o Meu Reino fosse deste mundo, os Meus ministros se empenhariam por Mim, para que não fosse eu entregue aos judeus; mas agora o Meu Reino não é daqui.” João 18:36. E quando “interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de DEUS, JESUS lhes respondeu: Não vem o Reino de DEUS com visível aparência.” Lucas 17:20.
Explicar os dois textos citados seria considerar os leitores incapacitados e muito limitados. Desculpe-me os lúcidos, mas aqueles também passam por aqui. DEUS não tem empresas no mundo: sejam escolas, igrejas ou qualquer outro tipo de empresa. Não há nem país nem governo cristão. O ESPÍRITO SANTO ungiu JESUS e fez dele o CRISTO (explico assim para os que assim creem, os demais, por favor, ignorem) e ser cristão seria ter a mesma unção. Essa só é possível no caso de JESUS ou em outros que nEle creem. Pode-se repetir em pessoas, mas não em Pessoas Jurídicas.
Mas quando um administrador de uma Igreja, escola ou qualquer outra Pessoa Jurídica defende sua empresa como sendo de DEUS, então virtualmente ele está se sentando no trono de DEUS e ostentando como se fosse o próprio DEUS. Temos aí o que pode ser chamado anti-CRISTO, ou seja, no lugar de CRISTO. São os modernos vigários. São a materialização de tudo aquilo que condenam no catolicismo das inquisições: O Reino de DEUS chegou e temos o direito de Legislar, Judiciar, Executar; temos o poder de governar em nome de DEUS. A Pastorocracia é a mais moderna forma de usurpar o governo de DEUS.
Portanto uma Razão Social que inclua o conceito de “escola cristã” ou “Igreja” é uma absurda Falsidade Ideológica. Isso é criem. Se na Nova Aliança DEUS tem uma escola, é a da vida, onde JESUS é o único mestre, professor e diretor: “Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos.” Mateus 23:8. Assim nem haveria cobrança de mensalidades, pois os pais que têm escolas não cobram dinheiro dos seus filhos.
Se na Nova Aliança DEUS tem uma Igreja, esta é sem placa, parede, endereço, CNPJ, conta corrente, funcionários, assalariados e líderes, onde JESUS é o único líder, chefe e pastor: “Ainda tenho outras ovelhas, não deste aprisco; a Mim Me convém conduzi-las; elas ouvirão a Minha voz; então, haverá um rebanho e um pastor.” João 10:16.
Se na Nova Aliança DEUS tem uma casa do tesouro onde as pessoas podem dar dinheiro para DEUS, então é a conta do pobre e necessitado: “JESUS disse: Se você quer fazer a vontade de DEUS, vá, venda todos os seus bens, dê aos pobres você terá um tesouro no Céu. Depois, venha e Me siga.” Mateus 19:21. ARQ. Os pobres são o único gazofilácio da casa do tesouro de DEUS.
Meu comentário completo em: http://www.arqueleucunha.blogspot.com.br/2012/06/escola-crista.html
Michelle disse…
Tem alguns comentarios aqui que dizem que a garota não deveria ter sido matriculada nessa escola sabendo das diretrizes baseadas na bíblia que essa escola segue à risca.

E nesse caso aqui:

Doctors With Gay Bias Denied Meds, Man Says (onde um paciente homossexual e HIV+ que foi internado num hospital católico, foi negado a receber medicamentos e teve o direito à visitação de parentes tirado dele, com a desculpa idiota dita pela médica "This is what he gets for going against God's will."/Isso que ele ganha por ir contra a vontade de deus"): http://www.courthousenews.com/2012/06/01/47019.htm

De acordo com as "vossas senhorias" que disseram tamanha sandice, esse homem - sabendo que o hospital era católico - nem sequer deveria ter sido internado nele? E - que sabendo disso - ele não tem o direito de processar o hospital por negar tratamento e visitação por causa de sua orientação sexual?
Anônimo disse…
Desde quando Deus não se manifesta, é possível uma lei humana forçar uma escola particular a modificar as próprias normas.

Por que Deus não processa a Secretaria de Educação?
Anônimo disse…
E quando é que você vai se responder?
Anônimo disse…
Se a conversão ao catolicismo faz parte do medicamento, sim.
Anônimo disse…
baboseira..............
Daniel disse…
pastor, que parte você não entedeu? "as regras da escola adventista não estão acima da CONSTITUIÇÃO". você ainda sabe o quê é isso?
Anônimo disse…
ui, queimou..
Daniel disse…
ei, e não esqueça o afogamento dos dinossauros no diluvio... eu não esqueci. rsrsrs
Anônimo disse…
Acredito que esta notícia representa uma luz no fim do túnel.
Michelle disse…
Anônimo (6 de junho de 2012 20:45)

>> "Se a conversão ao catolicismo faz parte do medicamento, sim."

Hã??? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Da última vez que eu chequei, conversão ao catolicismo não faz parte de nenhum medicamento. Em que lugar vc vive? Lalalândia?

Eu não sou médica, mas te garanto que conversão ao catolicismo não faz parte do coquetel de remédios para controle do HIV. Isso nem sequer é medicamento e não faz parte de nenhum tratamento reconhecido pela comunidade médica.

Por Odin, é cada uma que me aparece... #facepalm
Anônimo disse…
Eu falei se faz parte, eu não falei que faz parte.
Anônimo disse…
Agora, já que não faz parte, então o mesmo medicamento pode ser encontrado num hospital não católico.
Michelle disse…
Anônimo (6 de junho de 2012 22:46)

Sim, pode. Mas já que o paciente estava internado naquele hospital, os médicos tinham obrigação de tratar dele, de dar os medicamentos que ele precisa e não tirar o direito de receber visitas dos parentes.

Em casos de HIV, se o soropositivo não toma o medicamento, o virus cria resistência ao coquetel que ele toma e com isso prejudica o tratamento e tem que receitar remédios mais fortes pra controlar o avanço do HIV. O que esse hospital foi de uma cachorrada enorme e merece o processo.

Dê uma olhada na missão do hospital: (http://www.trinitashospital.org/mission_statement.htm)

MISSÃO

Trinitas Regional Medical Center é um hospital de ensino, comunidade católica patrocinado pelas Irmãs da Caridade de Santa Isabel, em parceria com Elizabethtown Healthcare Foundation. No Trinitas Regional Medical Center nos dedicamos a missão da cura divina. Nós nos esforçamos para fornecer excelentes e compassivos cuidados de saúde para com as pessoas e comunidades que servimos, incluindo aqueles entre nós que são pobres e vulneráveis.

VISÃO

Trinitas Regional Medical Center continuará a avançar a sua posição como um provedor de cuidados de saúde como primeiro em Central New Jersey

Suporta os valores e missão do núcleo de Trinitas Saúde

Exemplifica a excelência do serviço pela contínua melhoria da qualidade e superando a expectativa do cliente

É reconhecido por cuidados médicos e de enfermagem excelente e recursos avançados em determinadas especialidades clínicas

É aclamado para a educação de enfermeiros, médicos e outros profissionais de saúde

É o hospital de escolha para médicos e pacientes

VALORES

Fiel aos valores das Irmãs da Caridade de Santa Isabel e Healthcare Foundation Elizabethtown, Trinitas Regional Medical Center, está empenhada em:

compaixão
Fornecer serviços de forma personalizada carinho a todos e servir como um defensor para os mais necessitados

comunidade
Defender uma sociedade em que cada pessoa na nossa organização e na comunidade pode realizar seu pleno potencial e alcançar o bem comum

Reverência pela Vida
Reconhecer e respeitar a dignidade e o valor da vida em cada fase e condição

Manejo responsável
Gerenciar todos os recursos de forma responsável em apoio da nossa missão

caridade
Testemunhas do amor de Deus, servindo todas as pessoas

coragem
Tem coragem em assumir os riscos que a nossa missão exige de nós


Não tem em nenhum lugar dessa missão que diz: "Não tratamos de homossexuais HIV+ porque eles não vivem de acordo com o que deus exige de nós"

E - baseado na atitude dessa médica hipócrita e idiota - Reverência pela Vida, Compaixão, Caridade uma ova...esses valores só valem para quem não tem HIV e que de preferência seja heterossexual como manda o querido deus deles.
Michelle disse…
Anônimo (6 de junho de 2012 22:46)

E tem mais um detalhe: a função de um hospital e das pessoas que nele trabalham - independentemente de qual religião esse hospital use como diretriz - é cuidar dos pacientes e não fazer proselitismo ou conversão. Pra isso existem as igrejas.
Anônimo disse…
O problema é que o Estado considera crime atrapalhar cultos religiosos, aí quem vai para esses cultos, depois quer espalhar o que aprendeu, pois Jesus Cristo disse que é para ir e pregar o evangelho.
Anônimo disse…
Amigo,o Pr.wesley Zukowski já foi musico profissional.Tocou por vários anos VIOLINO na Orquestra Sinfonica Estadual de São Paulo!!O serrote é um dos vários instrumentos que ele toca.
Anônimo disse…
Os adventista tem que pagar pelo seus erros educacional, e fazer saber que eles nao estao acima das leis da constituiçao
Jairo disse…
Um “cristão”, ao entrar em um centro de umbanda, deve aceitar as orientações desses fiéis; se disser algo e for retirado, depois tentar processar esse templo, para mim é um hipócrita, pois ele sabia onde estava e falou o que não devia. Faltou com o respeito. Um Ateu, ao se matricular em uma escola religiosa e começar a fazer coisas que contrariam as diretrizes dessa escola e, devido a isso, for expulso, se tentar processar essa escola, para mim é um hipócrita e agiu de má fé, pois ele sabia onde estava, matriculou-se de livre vontade, ninguém o obrigou.
O Brasil é um país laico, e dá a todos os seus direitos e exige seus deveres. Porém alguns querem aparecer ou dizer que são discriminados, e buscam isso de qualquer maneira.
Se o crente disser a um ateu sobre Jesus a e este disser que não quer aceitar, o crente deve calar-se, por respeito; se um ateu disser a um crente que Deus não existe, e o crente respeitar a opinião do ateu não haverá problemas; porém um ateu entrar em uma instituição religiosa e, lá dentro disser “Deus não existe” ele está faltando com respeito, e buscando encrenca, quem deve ser processado é o ateu, não a instituição. Já se um cristão entrar um templo Islâmico e criticar, dentro do templo, o Deus deles, e for expulso, quem deve ser processado é o cristão, pois não respeitou a liberdade religiosa de um país laico.
Se um homossexual sabe que vários heterossexuais estão reunidos e esses não gostam da atitude dos homossexuais e se reunir a eles, insinuando-se, está provocando e deve ser processado. Um heterossexual não é obrigado a aceitar como correta o homossexualismo, ele deve respeitar, não pode agredir ou discriminar, porém pode dizer que não acha correta essa atitude.
Se um heterossexual vai a uma parada gay e se diz contra os gays, ele está desrespeitando os gays, deve ser processado.
Todos nós temos nossos direitos, mas também temos deveres. Devemos respeitar e ser respeitados.
Um ateu ao falar mal do cristão, pode até não ser preconceito, é conceito, pois já tem sua opinião formada, mas é falta de respeito. Da mesma forma, um cristão, ao falar mal de um ateu pode não ser preconceito, pois ele já tem sua opinião formada, mas é falta de respeito. Poderemos processar ambos, por calúnia ou difamação.
Anônimo disse…
É isso aí, homem de Deus, continue testemunhando as maravilhas de Deus.
Anônimo disse…
Que hipocrisia estudar numa escola re-li-gi-o-sa. Deveria estudar num outro colégio qualquer e evitar transtornos. Procurou transtorno. Dificilmente a escola será penalizada, porque ela proíbe contatos de intimidade na escola, e essa foi a transgressão da moça.

Posts + acessados hoje

Desmascarador de curandeiros e paranormais, James Randi morre aos 92 anos

Pastor de Manaus é acusado de ejacular ‘esperma de Deus’ em obreiras

Fortalecida pelo bolsonarismo, associação de juristas evangélicos ameaça o Estado laico