Conselho adverte médico britânico que ameaçou paciente com diabo

Richard Scott
Scott acusou o órgão de classe
de perseguição aos cristãos
O britânico GMC (General Medical Council), que corresponde no Brasil ao Conselho Federal de Medicina, advertiu o médico Richard Scott (foto), 51, que não misture medicina com proselitismo religioso. A advertência ficará por cinco anos na ficha dele.

Em agosto de 2010, em uma consulta de 25 minutos, Scott disse a um paciente de 24 anos com impulsos suicidas que “o diabo perturba as pessoas que se recusam a receber Jesus”. O atendimento ocorreu na cidade de Margate, na Faculdade de Medicina Bethesda Center, que é uma instituição cristã.

Scott é um religioso praticamente. Trabalhou como médico missionário na Índia e Tanzânia.

Ele disse que o órgão de classe persegue os profissionais cristãos porque, argumentou, se o caso envolvesse um médico muçulmano, por exemplo, não seria expedida a advertência.

Foi a mãe do paciente que registrou queixa no GMC contra Scott, com o argumento de que o médico tentou “empurrar” a sua crença ao rapaz. Não há informação sobre a religião da mulher.

Em um relatório de 11 de páginas, o GMC afirmou ter apurado que Scott disse ao paciente que, se ele não se voltasse para Jesus, “iria sofrer pelo resto da vida” e que não teria qualquer ajuda médica. Scott nega que tenha dito algo nesses termos e que apenas tocou no assunto sobre Jesus.

Christopher Hanning, presidente da GMC, disse que Scott causou sofrimento ao paciente ao impor a sua crença religiosa. “Foi um comportamento claramente inadequado.”

Com informação do Christian Post.

'Psicóloga cristã' avisa CRP que manterá em blogs a sua fé.
fevereiro de 2012

Fanatismo religioso.   Ciência versus religião.

Comentários

Vânia Gomes disse…
Que absurdo. Grande médico esse,misturar ciência com religião. Deveria é ter seu diploma cassado.
Vânia Gomes disse…
caçado
Robsonkvalo disse…
Crentelhos estúpidos(Ex: O cara de bolacha),falando besteiras em : 5...4...3...2...

Robson Kvalo
o diabo adverte: disse…
"Os Conselhos Federais de Qualquer Coisa (medicina, psicologia, etc.) perturbam as pessoas que se recusam a me receber e me servir"
Anônimo disse…
É sempre o Diabo! Pelas barbas de Odin! O Diabo sustenta a igreja mais do que Deus! Pois as pessoas parecem ir para a igreja, justamente, para afastarem-se do Diabo ou não ir para seu lar, o inferno. É tanta burrice e estupidez alimentar um medo fantasiado por tal instituição. Eu fico me perguntando: O que seria das igrejas cristãs sem o seu melhor amigo Satanás?
Não, Vânia, é cassado mesmo, do verbo cassar, que significa anular.
Ainda me pergunto como um sujeito desses consegue seu diploma e ainda por cima de médico.

Eis o mistério.
Roberto disse…
Tem muito mais pregação travestida de profissionalismo por aí. Aqui no Brasil, então, é uma festa. O que não dá para entender é porque essas pessoas não optaram pela carreira religiosa, em vez de ficarem fingindo serem médicos, advogados, professores, jornalistas, engenheiros etc.
Wickedman disse…
Acho que se um médico me ameaçasse com o diabo, eu iria rir dele.

Agora, tem uma coisa que o médico falou que a gente deve parar pra pensar. A Inglaterra parece que tem medo dos muçulmanos, que são tratados de forma diferenciada. Se for pra fiscalizar cristãos, vão ter que fiscalizar muçulmanos, hindús e qualquer outro tipo de religioso. Todos eles merecem igual fiscalização.
Anônimo disse…
Mas de muçulmanos os devotos do laicismo têm medinho.

Bom é encher o saco de cristãos mansinhos, que não explodem ninguém.
universitário disse…
Acho que o certo é casçado.
Cognite Tute disse…
Mas de muçulmanos os devotos do laicismo têm medinho.
Bom é encher o saco de cristãos mansinhos, que não explodem ninguém."


Sério, as vezes é difícil de entender a forma de "raciocínio" de crentes desse tipo (existem outros tipos, menos irracionais, claro.:- ), que apresentam argumentos do tipo "tiro no pé", sem perceber.:-).

Está mesmo usando isso como "argumento"?!.:-) Sério?.:-)

Está dizendo que é um "defeito" de céticos e do estado laico ter "medo", ser cuidadoso com quem usa terroristas para explodir inimigos em nome de um ser imaginário? Sério?.:-)

Ter medo, receio, cuidado, com malucos é algo correto, razoável, racional, lógico. Não submissão, claro, mas cuidado. Tanto que você, e sua fé cega em um amigo imaginário diferente, também tem medo e receio, e não desafiaria um fundamentalista islâmico, dizendo que o deus dele é falso, e só o seu verdadeiro.:-)

Sabemos que não, não parece ter vocação para mártir de sua fé.:-)

E ninguém está "enchendo o saco" de cristãos mansinhos, que aliás, só são mansinhos recentemente, porque perderam o poder de acender fogueiras com hereges sobre elas e de fazer churrasco de desafetos, estão cuidando que a crença de uns não seja imposta a outros.

E se for um médico muçulmano a agir dessa forma, seria advertido da mesma forma. Pode ser, é claro, que o paciente tivesse menos coragem de reclamar, devido a possibilidade de ser alvo de um maluco terrorista, mas isso é natural, não covardia.

Pense (é para isso que serve esse negócio entre suas orelhas afinal), se VOCÊ fosse ao médico, e ele dissesse que se não abandonar sua fé falsa no deus cristão, e passar a aceitar Alah e Maomé, ficaria sempre doente, como você reagiria?

Teria coragem de reclamar, aceitaria o conselho e mudaria de crença, ou apenas procuraria outro médico? Eu, claro, duvido muito de sua coragem, nem seu nome você coloca em uma lista de discussão, duvido que enfrentasse um muçulmano para defender sua fé cristã.:-)

Quem é que tem "medinho" de verdade, tanto de outras religiões, quanto do avanço do pensamento humanista secular, anonimo?.:-)

Cognite Tute
Anônimo disse…
Blablablá pra justificar o medo e a submissão covarde dos laicínicos aos muçulmanos, e justificar o ataque sem dó, neste e em outros inúmeros casos, aos cristãos que não revidam.
Anônimo disse…
Blablablá pra justificar o medo e a submissão covarde dos laicínicos aos muçulmanos, e justificar o ataque sem dó, neste e em outros inúmeros casos, aos cristãos que não revidam.
Porque existem muçulmanos malucões não podemos generalizar e dizer que TODOS são loucos. Exceto se você considerar a religiosidade como um tipo de loucura. Seria algo equivalente a dizer que todos os favelados são ladrões.
Vamos devagar e ponderar um pouco antes de responder aos argumentos crentóides com o mesmo tipo de argumentação.
Anônimo disse…
Eu acho que eh ksssado! Quem dá mais?
universitário disse…
Pedi ajuda ao meu professor com pós-doutorado na área de Humanas e ele ficou na dúvida se o certo é casçado ou caççado.
Cognite Tute disse…
Anonimo sem argumentos.:-) "Blablablá pra justificar o medo e a submissão covarde dos laicínicos aos muçulmanos, e justificar o ataque sem dó, neste e em outros inúmeros casos, aos cristãos que não revidam."

Risos..:-) Ficou nervosinho, anonimo?.:-) Calma, não é para tanto.:-)

Tente entender, cristãos "não reagem", em termos, porque perderam o poder, foram civilizados "a tapa" pela separação igreja/estado, e hoje restou o "mimimi" que você apresenta aqui nos comentários do blog (embora eu pense que sabe disso, apenas tem saudades dos bons e velhos tempos da inquisição.:-).

Os muçulmanos ainda precisam passar por isso, mas vão acabar sendo civilizados, mas por enquanto, é preciso sim cuidado com os malucos, e, como disse o ateu-sim, nem todos são tão malucos quanto os fanáticos (ou quanto você).

Cristãos como você adorariam reacender as fogueiras queimar hereges, gays, feministas, negros, desafetos em geral. Se é tão ressentido, que precisa ficar esbravejando e arrotando ofensas em um blog como este, é porque a frustração precisa "escapar" de alguma forma.:-)

Não se avexe, entendemos seu problema, e até nos divertimos com suas bravatas e frases irritadas.:-) É engraçado, como crianças que esperneiam no Shopping: divertido para quem olha, mas embaraçoso para as famílias.:-)

Outros religiosos, menos malucos e mais razoáveis, acabam com vergonha de ler o que escreve, e de serem confundidos com você, mas nós, ateus, nos divertimos muito com os tiros no pé que costuma dar.:-)

Continue assim, e seu amigo imaginário terá um lugar "especial" para você no céu (a não ser que o ser imaginário seja mesmo Alah, nesse caso está ferrado.:-).

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Ateu sim: "Porque existem muçulmanos malucões não podemos generalizar e dizer que TODOS são loucos."

Claro, com certeza, inclusive a maioria costuma ser mais branda e amigável (embora sempre em termos). Eu respondi dessa forma porque o anonimo parece pensar que ter medo, ainda que apenas de alguns, seja algo irracional, covardia, e na verdade, em muitas circunstâncias, é uma reação lógica, esperada.

Existem terroristas baseados na fé islâmica mais radical, e mesmo os não terroristas tendem a uma visão tão restrita das regras de sua divindade, que torna difícil lidar com isso.

Por exemplo, mesmo muçulmanos não radicais devem evitar de cumprimentar mulheres, sob a alegação de que podem estar menstruadas e tocar nelas, impuras, seria pecado grave.

Para mim, isso é extremamente ofensivo, como seria se a alegação fosse "não tocar em negros" por serem impuros.

É realmente uma religião complicada, que não passou pela fase civilizatória do iluminismo.

Um abraço.

Cognite Tute
Anônimo disse…
Cognite Tute, você está certo, me desculpe.

Faça um favor à humanidade e vá lá civilizar os muçulmanos a tapa.
Cognite Tute disse…
Anonimo: "Faça um favor à humanidade e vá lá civilizar os muçulmanos a tapa."

He, he, he, não é preciso, isso já está ocorrendo em diversas partes do mundo.:-)

Não "a tapa", no sentido de violência física, ou de qualquer tipo, mas dentro do rigor da lei.

Como a proibição de "ensacar mulheres" em território francês. E isso mesmo sob ameaças de fundamentalistas. Ou com as manifestações a favor do cartunista que desenhou Maomé, ou o dia de Desenhar Maomé, um evento mundial de sucesso.:- )

Como no seu caso, anonimo sem argumentos, a gozação e o humor são mais eficientes como armas de combate.;-)

Cognite Tute

PS: Sinto uma certa "inveja" sua em relação aos muçulmanos, você bem que gostaria de ter uns homens-bomba do seu lado, não? Dispostos a se matar para explodir "esses ateu" que tiram sarro da sua cara, não é? Que pena que a inquisição acabou para você e sua religião fraquinha e covardezinha.:-)
até quando? disse…
Eu também sou ateu e gay, e sempre me sinto ofendido por esse mundo cruel onde ainda há pessoas ignorantes que se recusam a aceitar o fato de que eu estou sempre certo.
Cognite Tute disse…
"até quando?"Eu também sou ateu e gay, e sempre me sinto ofendido por esse mundo cruel onde ainda há pessoas ignorantes que se recusam a aceitar o fato de que eu estou sempre certo."

Acho que tentou fazer ironia ou usar sarcasmo com ateus (e gays), não?.:-) Se foi isso, bem, é mais um tiro no pé.:-)

Quem defende uma verdade absoluta, 100% verdeira, sempre certa, são as religiões, especialmente as cristãs e islâmicas (embora essa verdade varie de religião para religião).

Ateus, e gays, não necessariamente nessa ordem, não acham que estão sempre certos, apenas consideram que para estar certo, pelo menos para concluir com algum grau de confiança sobre algo, é preciso evidências, argumentos e razão. Não apenas fé cega.

Se há uma entidade que sempre se achou "sempre certa" a ponto de acender fogueiras com hereges, e decretar o dogma da infabilidade papal, é a ICAR. E isso é copiado nas diversas seitas que dela surgiram, verdades absolutas.

De toda forma, é engraçado ver a tentativa de humor canhestra, é melhor que o esperneio sem sentido de sempre.:-)

Cognite Tute
Anônimo disse…
Entendo que alguns ateus, que posam de racionais, tenham uma certa dificudade para assumidamente aprovar, ainda que invejem, os métodos islâmicos de eliminação dos que não comungam seu credo, especialmente os cristãos malditos.

Relaxe, no fundo você sabe que os terroristas islâmicos são parceiros dos ateístas na luta contra a cultura cristã ocidental que tanto sofrimento traz aos pobres ateus que têm acessos de chiliques a cada vez que se deparam com um crucifixo.
até quando? disse…
Fico feliz de você, ainda que meio tortuosamente, concordar comigo.

Como sou ateu e gay, e basta isto para as evidências, argumentos e a razão estarem automaticamente do meu (nosso) lado, estamos sempre certos!

Como você bem demonstra aqui, com seus sábios e iluminadores comentários.
Cognite Tute disse…
Anonimo posando de razoável.:-) "Entendo que alguns ateus, que posam de racionais, tenham uma certa dificudade para assumidamente aprovar, ainda que invejem, os métodos islâmicos de eliminação dos que não comungam seu credo, especialmente os cristãos malditos."

Sei que é apenas "provocação", mas vou aproveitar que estou sem serviço no momento.:-)

Sim, existem ateus que desejariam "matar" todo mundo, até porque ser "ateu" não é uma classificação abrangente, não produz desdobramentos, nem direções.

Ateu é apenas alguém que não vê evidências de seres sobrenaturais criadores de universos.:-) Podem ser bons, maus, decentes, honestos, desonestos, etc, etc.

Já humanistas, que é algo diferente (existem inclusive humanistas religiosos) tem uma ética própria, e dificilmente apoiariam, aprovariam, ou teriam inveja de métodos violentos, baseados na fé cega e na ignorância orgulhosa. Sua luta contra as religiões se baseia justamente no uso que fazem da violência e do terror, mesmo o psicológico.

Qualquer um que estude um pouco o assunto, sobre o humanismo, entenderia isso. Claro, não é seu caso.:-)

Não há, portanto, "credos", no ateísmo, e nem mesmo no humanismo, mas posições e visões de mundo, que tem como base o ser humano (não entidades imaginárias como Papai Noel).

Anonimo sem noção.:-) "Relaxe, no fundo você sabe que os terroristas islâmicos são parceiros dos ateístas na luta contra a cultura cristã ocidental que tanto sofrimento traz aos pobres ateus que têm acessos de chiliques a cada vez que se deparam com um crucifixo."

Dificilmente, e sabe disso.:-) Se há algo pior que ser cristão, em um país islâmico, é ser ateu.:-)

Terroristas islâmicos tem maior medo do estado laico, da democracia, do que do cristianismo (uma religião que se acovardou e não representa mais muita coisa na verdade), e sua luta é para impedir que a separação igreja/estado atinja os países em que a teocracia ainda impera (poucos, hoje em dia).

Não há mais medo de cruzados cristãos, mas da atração que os resultados, em termos de qualidade de vida e justiça, da democracia e do estado de direito, tem sobre os seus cidadãos, presos na idade média.

Relaxe, anonimo, no fundo você sabe que está muito melhor, mais seguro, mais protegido, vivendo neste nosso estado laico (ainda que nem sempre), do que em uma teocracia, em que a religião oficial NÃO fosse a sua religião.:-)

Melhor viver aqui, e ter de aguentar "esses ateu" gozando de sua cara, que correr risco de vida em um estado islâmico. Sei que sabe disso, claro.:-)

Cognite Tute
Anônimo disse…
Métodos islâmicos não, pegam mal pra um "ateu humanista".

Bom mesmo é enforcar padres, prender e fuzilar religiosos, como alguns ateus "iluministas" (e mais recentemente, os ateus comunistas) sempre gostaram de fazer.

Os ateus "modernos" e "humanistas" sentem uma certa inveja de seus predecessores, e ficam louquinhos para reativar as velhas práticas.

Só falta sair mais um pouquinho do armário e assumir.
Anônimo disse…
Métodos islâmicos não, pegam mal pra um "ateu humanista secularista".

Bom mesmo é enforcar padres, prender e fuzilar religiosos, como alguns ateus "iluministas" (e mais recentemente, os ateus comunistas) sempre gostaram de fazer.

Os ateístas "modernos" e "humanistas" sentem uma certa inveja de seus predecessores, e ficam louquinhos para reativar as velhas práticas.

Só falta sair mais um pouquinho do armário e assumir.
Cognite Tute disse…
até quando?18 de junho de 2012 16:07
Fico feliz de você, ainda que meio tortuosamente, concordar comigo."


Não.:-) Sei que tem certa dificuldade em compreender textos, mas não.:-) Não concordei, na verdade expliquei que quem "sabe a verdade verdadeira e absoluta" são as religiões, não nós.

E se pensa, mesmo, que ligar ateu a gay nos ofende de alguma forma, então é bem mais ingenuo (para não dizer tolo) do que pensei.

Argumentos e evidências não tem "lado". Elas se sustentam, ou não, por si mesmas.

Como você bem demonstra aqui, ao não conseguir compreender o que lê, não pode vencer um debate apenas com bobagens e tentativas de ofensas.

Mas continue tentando, é divertido ver seu desespero.:-)

Cognite Tute
Yuri disse…
Pq não entra numa mesquita e prega Jesus por lá, então? Tem medinho tb? Só fica em sites com conteúdo ateu tentando pregar com sarcasmo pq ateus só atacam com argumentos (que nem sempre funcionam com religiosas irracionais, mas foda-se nó tentamos).
Yuri disse…
Esse anônimo é tão retardado que não entendeu o significado de "tapa" no comentário co Cognite Tute.
Cognite Tute disse…
Anonimo: "Bom mesmo é enforcar padres, prender e fuzilar religiosos, como alguns ateus "iluministas" (e mais recentemente, os ateus comunistas) sempre gostaram de fazer. "

Ah, sempre os tiros no pé.:-) Como faz falta a capacidade de pensar racionalmente, até para fazer ironias ou usar sarcasmo.:-)

Note, anonimo sem noção, que precisou "classificar" "os ateu", com o termo comunistas, porque ser simplesmente ateu não resulta em nenhuma ação obrigatória, nem mesmo a "queima de padres".:-)

Regimes ditatoriais, por outro lado, sejam teocracias, sejam ditaduras com uma "religião de estado", costumam ser violentas com desafetos e dissidentes, e com qualquer outra organização que ameace seu poder, como igrejas e seitas.

Por isso, e não por serem ateus, governos ditatoriais de todo tipo de ideologia perseguiram, não apenas organizações religiosas, mas qualquer organização, inclusive amigos de bairro, sindicatos independentes e clubes do livro.

Seriam, por isso, os "ateus comunistas" contra livros ou leitores de livros?.:-) Sério?.:-)

Essa bobagem recorrente é o último recurso de quem tenta "atacar" o ateísmo pelo viés ideológico, mas fica sem argumentos. Tirar da cartola atos de ditaduras, de direita ou esquerda, como se derivassem da simples constatação, não há evidências de seres imaginários criadores de universos, é bastante tola.

Mas entendo sua necessidade, não tem mais nenhum argumento real, válido, então tem de apelar para tolices mesmo.:-)

Cognite Tute

PS: Um pouco de estudo de história poderia evitar esse tipo de vexame.:-)
até quando? disse…
Óbvio que ligar homossexualidade e ateísmo não é ofensa, amigo Cognite Tute.

Reforço que homossexualidade e ateísmo são dois comportamentos saudáveis, duas posturas completamente racionais que se apóiam mutuamente, duas razões legítimas e inquestionáveis para militância política em busca de direitos para nós e contra os direitos dos que não concordam conosco.

E é pelo fato de termos sempre razão, argumentos e evidências auto-sustentáveis que a verdade está do nosso lado!
Yuri disse…
Really? Acabou a base de pseudo-argumentos retardados vai passar pra falácia de que ateus são comunistas assassinos? O comunismo sequer foi implantado com sucesso no mundo, apenas versões deturbadas como Castrismo, Leninismo, Stalinismo,etc. E nenhum deles matou em "nome do ateísmo" (absurdo) mas pra sustentar seus regimes autoritários.
Anônimo disse…
Hora de tirar o ateísmo da reta.
Cognite Tute disse…
Anônimo: Hora de tirar o ateísmo da reta."

De novo, não.:-) Até você deve entender, ateu, sem deus. Não "sem deus, que deve por isso matar padres e perseguir pobres religiosos indefesos", etc, etc.

Sociedades laicas, não ateias, são as melhores, em termos de proteção, para ser religioso. Você sabe disso, por isso prefere viver aqui, e ter de aguentar a gozação de alguns ateus, que viver em um país teocrático.

Há ateus de todos os tipos, inclusive péssimas pessoas. Mas são péssimas, não porque um amigo imaginário ordenou que se comportem assim ou assado, que persigam gays (ou padres.:-), mas por serem péssimas pessoas.

E há ateus bons, muitos, como a maioria das pessoas, e alguns se juntam em movimentos humanistas para proteger e ajudar as pessoas.

Algumas pessoas, ateias e religiosas, são más pessoas, como você, que parece ser tão ruim quando o amigo imaginário que adora, mesquinho, vingativo e cruel.

A diferença é que ateus ruins não usam um ser imaginário como desculpa para sua ruindade. É bem simples, até você entende.:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
até quando (vai escrever abobrinhas?.:-): "Reforço que homossexualidade e ateísmo são dois comportamentos saudáveis, duas posturas completamente racionais que se apóiam mutuamente, duas razões legítimas e inquestionáveis para militância política em busca de direitos para nós e contra os direitos dos que não concordam conosco. "

He he he..:-) Isso é tudo que pode fazer, repetir "ad nauseum" distorções do discurso humanista e racional? Sério?.:-)

Não sei, acho um tanto limitado, qualquer um percebe a falácia de falsa dicotomia (ou é a favor ou é contra.).

Sim, estamos em busca de direitos inquestionáveis para todos, mas não, isso não implica em tomar o direito de outros. Sei que sabe disso.

Dar o direito, que todos tem, de formar uma família e ter proteção legal, do estado, NÃO tira o direito de ninguém de também ter uma família, e proteção do estado.

Talvez o que o assuste é que, se o direito de formar família for dado também a homossexuais, você não tenha mais desculpa para assumir seu homossexualismo latente, seria isso?

Não se preocupe! Não será obrigado a casar com seu amigo de infância, que ama secretamente, tem todo direito de não fazer isso.:-)

E homossexualidade e ateísmo não tem ligação, embora humanismo, e a proteção de direitos de todos, inclusive minorias, tenha.

De novo, parece não entender a diferença entre ateísmo e humanismo secular (ou fingir não entender, para criar espantalhos.:-).

Ser homossexual não é uma "postura racional", pois não depende de escolha alguma. Ser ateu é apenas reconhecer a falta de evidências de existência de seres imaginários criadores de universos.

Não sei, as vezes me sinto conversando com uma criança birrenta.:-) Sabe, aquela incapacidade cognitiva de entender o que se fala, mas uma teimosia tola sobre saber "a verdade": sim, Papai Noel existe, eu sei, e você é bobo e feio.:-)

Cognite Tute
até quando? disse…
O humanismo é realmente uma religião, quero dizer doutrina, muito bonita.

Trará paz e harmonia ao mundo.

Aumentará os direitos a todos nós, ateus e gays, e calará os fanáticos ignorantes que não concordam com a gente.
Cognite Tute disse…
Até quando?: "Trará paz e harmonia ao mundo.
Aumentará os direitos a todos nós, ateus e gays, e calará os fanáticos ignorantes que não concordam com a gente."


Você mereceria um tratado completo de falácias, distorções e erros de compreensão.:-)

Por sorte estou com tempo agora, e está divertido isso.:-)

Vejamos, antibióticos não curam todas as doenças, nem acabaram com as mesmas. Mas sem antibióticos seria bem pior. O mesmo para o humanismo, não trará "paz e harmonia" perfeitas, mas vai ajudar, tem ajudado, muito ao ser humano, e as sociedades.

As evidências são claras, países mais tolerantes, mais humanistas, são melhores para se viver, e vice-versa. Talvez não seja causa e efeito, mas alguma relação deve haver. Ou tem outra explicação?.:-)

Sim, o humanismo é mais abrangente e eficiente na distribuição de direitos, e em sua defesa. Isso é algo que pode ser verificado concretamente, basta analisar os muitos países e suas sociedades.

Mas calar ignorantes, apenas a educação pode, e mesmo assim, não totalmente. Você por exemplo, parece orgulhoso da própria ignorância, e disposto a mante-la a qualquer custo.:-)

Nesses casos, o máximo que o humanismo, que sociedades civilizadas podem fazer, é proteger as pessoas de gente como você.

Acho que é isso que o irrita tanto, não? Não poder mais exercer sua péssima conduta e agredir os gays e ateus e hereges deste mundo. Uma pena, mas acho que vai ter de se conformar com isso.

Cognite Tute
Avelino Bego disse…
Marisa Lobo mode on.
Anônimo disse…
Acho que ateus pregando "direitos gays", "Estado laico", etc. numa mesquita ou num país muçulmano seria mais produtivo.

Boa viagem.
até quando? disse…
Concordo.

Calar ignorantes é necessário, seja por meio de um sistema de educação sob nosso controle, ou por meio de leis rígidas para punir quem diga coisas que nós, humanistas, determinanos que são impróprias ou ofensivas a gays e ateus.
Anônimo disse…
Esse papo, repetido ad infinitum por devotos ateístas, de que ateísmo militante não é um sistema de crenças já deu o que tinha que dar.

E o papo de que quando ateus e "humanistas" matam e fazem merda o fazem sempre por outros motivos e nunca movidos pelo seu ateísmo salvador, também já não cola mais.

Mas como vemos, tem gente com vocação para conversa fiada e que gosta de repetir essa ladainha ateísta defensiva, agregada à do humanismo iluminado e salvador, e não vai parar tão cedo.
Anônimo disse…
O Tute e demais salvadores da humanidade precisam ir civilizar os muçulmanos, urgente, não só a tapa, mas também com toda esse falatório brilhante.

A humanidade agradece, e que Alá seja louvado.
Israel Chaves disse…
Acho que ele tinha que ser caçado mesmo. Com tochas e garfos de feno.
Será que eles achariam legal provar do próprio remédio?
J. Tadeu disse…
Parafraseando Raul Seixas: O Diabo é o pai do Cristianismo. Tem a (his/es)tória de que Cristo desceu aos quintos dos Inferno depois de morto: acho que era pra pedir conselhos ao Lulu (apelido carinhoso dado por Jeová) de como lidar com o Pai - ainda mais depois de Jesus ter dito: "Pai, Pai, por que me sacaneaste?". Fico imaginando a cena: Jesus deitado no divã e o Diabo dando uma de Freud...
J. Tadeu disse…
Ô vontade de ir morar na Zoropa (que os deuses nórdicos me ouçam!) com uma T-shirt escrito na frente bem grandão: "MUHAMMAD IS A NAME OF MY DOG". E na parte das costas uma figura com Jesus, Maomé e o Diabo com as mãos dadas dançando cirandinha...
Anônimo disse…
Os ateus comunistas não conseguiram implantar completamente sua utopia paradisíaca totalitária, movida a ateísmo e materialismo. Fracassaram, coitados.

Mas enquanto tentavam e faziam uma cagada após outra, conseguiram matar mais de 100 milhões de pessoas. No quesito perseguição e violência, mostraram bem sua competência.

E, pelo que se vê, os utopistas materialistas e ateístas continuam, sob algum disfarce moderninho mais engana-trouxa, tipo "humanista" por exemplo, dispostos a ir galopando rumo ao mundo perfeito para eles, e destruindo o que estiver no caminho de sua quimera totalitária.
Fabiano disse…
Porque de acordo com o anônimo, humanistas e comunistas são a mesma coisa, porque eles podem ser ateus. Claro, metodistas são iguais a islâmicos porque acreditam em um Deus, óbvio.
J. Tadeu disse…
Não existem mais cristãos verdadeiros no mundo: essa é a verdade que poucos admitem. Os mártires de hoje são no máximo uns gatos pingados que são até taxados como "loucos" por seus próprios "irmãos da fé".

Eu, como antiteísta e jão-grandista (Jão Grandão é amor!), até moraria num país ultra-islâmico - não fosse o fato de terem pouca infraestrutura e baixo IDH, além de serem países muito quentes, e detesto calor (e por isso já estou estocando ares-condicionados para meu futuro inferno cristão ou islâmico: não tenho certeza qual dos dois é menos quente...)
Anônimo disse…
Ateus comunistas e ateus humanistas podem não ser exatamente iguais (ou achar que não são), mas são movidos pela mesma busca por uma utopia totalitária, ateísta e materialista.
Ateu bom é ateu quietinho e calado disse…
O que já deu o que tinha que dar é o seu papinho mole e falaciosamente sem vergonha de que comunistas = ateus militantes = adoram gays = assassinos = caçadores de cristãos.
E a sua frase "Só falta sair mais um pouquinho do armário e assumir" serve direitinho à sua fixação homodesafetiva.
Deve ter um poster colado na parede do seu quarto do Olavo de Carvalho usando uma tanga, um crucifixo, e esfregando os mamilos sensualmente.
Cognite Tute disse…
até quando (Quosque tandem abutere patientia nostra, Catilina?.:-) "para punir quem diga coisas que nós, humanistas, determinanos que são impróprias ou ofensivas a gays e ateus."


He he he, esta aqui é tão desesperada e tola que eu nem precisaria responder.:-)

Mas estamos nos divertindo, não?.:-)

O que é ofensivo para gays, é o mesmo, exatamente o mesmo, que é ofensivo para negros, mulheres, homens, eu e você. Sei que entende isso, e quer apenas trollar, mas deveria se esforçar mais nisso.

Se eu chamar você de "safado, pervertido, fdp, ladrão sem vergonha", poderá me processar por calúnia e difamação. Se o fizer na frente de mais pessoas, também por injúria.

Como existem pessoas (ruins como você) que parecem não entender que isso também é ofensivo se for dito contra gays, é preciso uma lei específica que deixe isso claro.

Como foi preciso uma Lei Afonso Arinos, para que pessoas ruins como você entendessem que se aplicava a negros, e como foi preciso uma Lei Maria da Penha, para que pessoas ruins como você entendessem que se aplica a mulheres também. Todas elas, essas pessoas ruins, alegando que estavam protegidas pela "liberdade de expressão" e pela "liberdade religiosa".

Infelizmente o mundo precisa de leis como essas e de esforço para se manter o mais justo possível, porque existem pessoas como você, que usam seres imaginários como desculpas para perseguir outras pessoas.

O mundo tem melhorado, mas ainda não é perfeito, e não acho que um dia seja. Mas se pudermos conter pessoas como você, já é uma boa coisa..:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Anônimo: "Ateus comunistas e ateus humanistas podem não ser exatamente iguais (ou achar que não são), mas são movidos pela mesma busca por uma utopia totalitária, ateísta e materialista."

Acho que sabe disso, mas não custa lembrar: repetir uma mentira muitas vezes não a torna verdade.:-)

Se pensa mesmo assim, porque não diz exatamente o que está sendo impedido de fazer/dizer, com relação a gays, por exemplo? Por que é sempre essa conversa mole sobre "direito de expressão", mas nunca o que exatamente quer expressar?

Será porque se expressar exatamente o que quer dizer, todo ódio e horror de seu coração mesquinho, ficaria claro que é ofensivo e cruel, e seria indefensável sua alegação falsa e fingida?

Sociedades civilizadas tem regras e leis, inclusive leis contra discriminação e ódio. Sei que seu ideal seria nao ter de se controlar, em sua mesquinhez, mas isso só seria possível em um estado teocrático, e só se a religião oficial fosse a sua (que saudade da inquisição, não?).

Então, conforme-se em viver em um estado laico, que dá liberdade para você professar sua fé, embora impeça que use essa fé para perseguir ou discriminar os outros.

Cognite Tute
até quando? disse…
Tens toda razão, Cognite Tute, como sempre!

Atualmente, as leis, todas heterossexistas e feitas por cristãos ignorantes (gente ruim!) PROIBEM um gay de se defender de crimes contra os quais apenas os heteros podem se defender!

O Código Penal, por exemplo, diz claramente que:

"os crimes de calúnia e injúria só se aplicam aos heterossexuais e cristãos",

e acrescenta que:

"os homossexuais estão terminantemente proibidos de procurar tribunais e delegacias".

É por isto que nunca, mas NUNCA mesmo, vemos gays processando ninguém! Somos proibidos por essas pessoas ruins!

Nós, gays, somos também assaltados, assassinados e as leis contra roubo e homicídios não nos protegem, são feitas apenas para proteger heterossexuais e cristãos ignorantes!

Por isso, precisamos criar leis especiais para nos proteger e garantir que possamos calar e punir nossos inimigos da forma que sabemos que é a correta!
até quando? disse…
Tens toda razão, Cognite Tute, como sempre!

Atualmente, as leis, todas heterossexistas e feitas por cristãos ignorantes (gente ruim!) PROIBEM um gay de se defender de crimes contra os quais apenas os heteros podem se defender!

O Código Penal, por exemplo, diz claramente que:

"os crimes de calúnia e injúria só se aplicam aos heterossexuais e cristãos",

e acrescenta que:

"os homossexuais estão terminantemente proibidos de procurar tribunais e delegacias".

É por isto que nunca, mas NUNCA mesmo, vemos gays processando ninguém! Somos proibidos por essas pessoas ruins!

Nós, gays, somos também assaltados, assassinados e as leis contra roubo e homicídios não nos protegem, são feitas apenas para proteger heterossexuais e cristãos ignorantes!

Até quando?

Por isso, precisamos criar leis especiais para nos proteger e garantir que possamos calar e punir nossos inimigos da forma, implacável e exemplar, que eu e você sabemos que é a correta!
Anônimo disse…
Em uma sociedade livre, ninguém precisa explicar antecipadamente o que é que pretende dizer pra saber se tem permissão.

Só uma besta autoritária fantasiada de "humanista", como a besta acima, pra vir com esse tipo de inquérito.

Típico mesmo de um agente da KGB. Ou da Gaystapo.
Cognite Tute disse…
Pode fugir, mas não pode se esconder, até quando.:-) Suas tentativas de "ironias" acabam sendo um tiro no pé (porque não me espanta isso.:-).

As leis que chama de "especiais", mas que na verdade só reforçam pontos já definidos da legislação, sempre foram necessárias, por isso "esqueceu" de ironizar as que protegem negros e mulheres.:-)

São acréscimos temporários, que reforçam e definem com clareza o alcance das regras e leis. Ajudaram na questão racial, na questão feminina, e agora na questão dos direitos homossexuais.

Gys não são "proibidos" de procurar delegacias, nem muheres. Mas existem delegacias da mulher justamente porque, embora não seja proibido, sempre foi dificil encontrar nas delegacias comuns, sempre com homens responsáveis, quem defendesse ou se preocupasse com as mulheres que as procuravam.

Idem para delegacias que, no passado, não atendiam negros com atenção, mesmo que não fosse "proibido" que estes as procurassem.

Se estudasse um pouco de história, claro, saberia disso.:-)

Hoje o mesmo se aplica a gays. Sim, não há proibição a que procurem uma delegacia, nem que tentem procurar seus direitos em caso de ofensa, mas o habitual é que pessoas como você, ruins, nessas delegacias, prefiram fazer piada e gozação, em vez de tomar atitude ou proteger quem as procura.

Você pode tentar distorcer essa questão, mas é um vexame atras do outro.:-) Especialmente porque a necessidade destas leis "especiais" se deve principalmente a ação de pessoas como você, ruins e mesquinhas.

Irônico, claro, mas um vexame.:-)

Cognite Tute
Cognite Tute disse…
Anonimo vociferante: "Em uma sociedade livre, ninguém precisa explicar antecipadamente o que é que pretende dizer pra saber se tem permissão. "

Em uma sociedade civilizada as pessoas sabem, com boa dose de precisão, que chamar os outros de "pervertidos safados e sem vergonha" é ofensivo, antes ou depois de dizer.:-)

E em sociedades civilizadas as pessoas entendem que devem se responsabilizar pelo que dizem. E em sociedades civilizadas pessoas não criam espantalhos sem sentido para distorcer a questaão em debate.:-)

E chamar os que discordam de sua mesquinhez violenta, e ódio pouco disfarçado, de "agente da KGB" e "gaystapo", deixa clara a natureza de seu caráter, nem preciso tentar refutar.:)

Cognite Tute

PS: Argumentos que é bom, nada, não é?.:-)
Grande lorota, anônimo. O Paulo já postou várias notícias aqui sobre os absurdos do islamismo. Eu mesmo tenho origem muçulmana e repudio todas as religiões.
É óbvio que a maior parte dos leitores ateus e agnósticos brasileiros vem de lares cristãos, então é natural que eles se foquem mais na religião dos pais e avós deles.

Abraços.
Sou louco para fazer uma camisa com esta charge...
J. Tadeu disse…
Pô, sacanagem com o Buda (acho que é ele), hein! Aliás, é a única figura religiosa que sempre está sorrindo, apesar de tudo. Deve ter sido o Nirvana ou algum chá alucinógeno :-)
Anônimo disse…
Concordo, mestre Cognite Tute.

Além de leis e delegacias especiais para atender gays, precisamos de leis e delegacias especiais para atender ateus e humanistas e assegurar nossos direitos.

Numa Delegacia Especial de Crimes contra Gays, Ateus e Humanistas poderemos ficar mais à vontade e conhecer gente bonita e interessante. Também poderemos ali, em boa companhia e num ambiente mais aconchegante, atuar mais eficazmente contra nossos inimigos, sem correremos o risco de sermos contrariados e perurbados por cristãos ruins, mesquinhos e malvados.
até quando? disse…
Concordo, mestre Cognite Tute. Sempre sábio!

Além de leis e delegacias especiais para atender gays, precisamos de leis e delegacias especiais para atender ateus e humanistas e assegurar nossos direitos.

Numa Delegacia Especial de Crimes contra Gays, Ateus e Humanistas poderemos ficar mais à vontade e conhecer gente bonita e interessante. Também poderemos ali, em boa companhia e num ambiente mais aconchegante, atuar mais eficazmente contra nossos inimigos, sem correremos o risco de sermos contrariados e perurbados por cristãos ruins, mesquinhos e malvados.
Cognite Tute disse…
até quando: "perurbados por cristãos ruins, mesquinhos e malvados."


He he he, boa tentativa, mas não são "cristãos" ruins, pelo menos não exatamente, são pessoas ruins, que usam a desculpa de alegações ancestrais, de um deus ancestral, para justificar sua mesquinhez.

Como você..:-)

Como diz o ditado, pessoas bos farão coisas boas com ou sem religião, pessoas más farão coisas más com ou sem religião, mas para que pessoas boas façam coisas más, é preciso religião.

Você deve achar que seu amigo imaginário tem "orgulho" de você e de sua mesquinhez, não? Que coisa triste...

Cognite Tute
Anônimo disse…
agora ninguem pode mais falar o que quiser nesta p... de mundo, Jesus incomoda vcs???

JESUS JESUS JESUS ...

manda esta GMC pra merda este lixo do cão.

Obs: não sou crente.
_Que pena: o paciente sentiu-se incomodado ou até mesmo, em grande sofrimento, por conta de o médico ter-lhe dito a verdade! Seria inteligente então, que continuasse a sofrer da sua doença! Se compara àquela pessoa que procura a ajuda de um vidente, esperando que lhe diga, exatamente, o que quer ouvir!
_São situações totalmente diferentes, alguém diria: _Não, não são!(me refiro ao paciente e não ao médico); tenho que explicar pois, há muitos que não conseguem entender e falam bobagens.
_Essa é a pura verdade e tem mais: se a pessoa se sente ameaçada ou amedrontada ao ouvir frase como a que o médico falou, é porque sabe que não é salva e se morrer, irá perder sua alma para sempre!
_Embora não queiram aceitar, não existe outra verdade! Me chamem de intolerante, não importa!
J. Tadeu disse…
"Me chamem de intolerante, não importa!"

Cê não é intolerante, mas duvido que esteja falando realmente sério. Sugestão: procure vários médicos psiquiatras (pelo menos uns três) e diga a cada um que o diabo existe e que causa doenças. Preste atenção ao que eles disserem.
Anônimo disse…
Uuuuuuuuuh... temam o inferno... uuuuuuuuuuuuuh... vocês perderão suas almas... uuuuuuuuuuh...

O que seria das igrejas cristãs sem o inferno e o Diabo, hein, Anfíbio?
Anônimo disse…
"tenho que explicar pois, há muitos que não conseguem entender e falam bobagens."

"_Essa é a pura verdade"

"_Embora não queiram aceitar, não existe outra verdade!"


Você é provavelmente a pessoa mais arrogante, orgulhosa e terrorista que já tive o desprazer de ler por aqui.
Só a título de curiosidade, se o médico fosse muçulmano e tivesse dito pra ela que "devia aceitar Alá no seu coração", acharia certo?
_Não posso dizer que agradeço os conselhos que recebi acima mas..., raciocinem: vocês são inteligentes! Se para vocês, não adiantou, é falta de inteligência aconselhar acerca de algo que não funciona, certo?
_Não vou discutir, não vou argumentar acerca de temas que se estudam nas Universidades: falo acerca de assuntos que dizem respeito à vida espiritual, é só.
J. Tadeu disse…
Eu, pessoalmente, se quiser resolver algum problema (todos nós temos) "espiritual", adotaria um método não só mais efetivo mas também mais verdadeiro: o raciocínio autorreflexivo. Só a autorreflexão é capaz de fornecer a verdade, mesmo que euzinho mesmo não goste dela.

"Conhece a ti mesmo"
Nika Pinika disse…
Sempre que alguém diz que algo espiritual/paranormal/wtf é verdade, eu sonho com o botão "PROVE" na vida real. Tinha que ser um botão que, quando acionado, impedisse qualquer outra atividade da pessoa que afirma, somente buscar e provar sua hipótese, para que ela não pudesse fugir do compromisso de provar o que alega.
Michelle disse…
Anônimo (18 den junho de 2012 22:20)

A pessoa pode falar o que quiser à respeito de sua fé, só que há hora e lugar pra isso. O lugar pra isso se chama igreja e não hospital. E com certeza a hora pra isso não é qdo o médico está atendendo um paciente.

O médico pode até acreditar no Yeti - não interessa - mas que saiba separar sua profissão de sua crença pessoal e não faça proselitismo religioso ao atender um paciente.

Eu já passei por isso onde o médico ficava pedindo pra eu procurar deus, ir numa igreja mesmo depois de eu ter dito - várias vezes - que eu era atéia. Tanto que eu chamei a atenção desse médico, falei que se eu quisesse ouvir pregação religiosa eu frequentaria a igreja.

É uma encheção de saco total qdo um médico tem uma atitude anti-profissional como essa, ficar empurrando a fé dele pela sua goela abaixo.
Izaque Bastos disse…
censura religiosa, perseguiçao religiosa, enfim o certo sao os outros, os cristaos estao errados.vai ser assim até Cristo voltar.
J. Tadeu disse…
Jesus já voltou, meu caro infiel, e se chama INRI Cristo, "Meu Puuááái!". Se converta ou estará condenado.
J. Tadeu disse…
Talvez eu seja criticado pelos humanistas, mas lendo certos comentários, além de observações casuais do comportamento humano, penso que o humanismo seja para poucos (além - talvez esteja falando abobrinha agora - do fato de o humanismo tratar as pessoas como seres especiais e ignorando solenemente as outras espécies animais). Um exemplo prático:

Jainismo: religião que prega o ascetismo, o não-proselitismo, a meditação e a não-violência (inclusive aplicada a todos os seres vivos do planeta).
Número de fiéis: cerca de dez milhões, menos que a população da Grande S. Paulo

Cristianismo e Islamismo: religiões com violento proselitismo, Jihad, guerras santas, mortes e autoritarismo.
Número de fiéis: quase quatro bilhões, mais da metade da população mundial

Humanismo é uma utopia, a humanidade não presta, somos macacos semi-civilizados. Está em nossos genes, que não mudaram muito desde as cavernas.
Anônimo disse…
O maniqueísmo bocó de alguns "humanistas", com sua utopia autoritária boazinha que colocará as "pessoas ruins" no seu devido lugar, é uma grande piada de humor negro.
J. Tadeu disse…
Anônimo 19 de junho de 2012 18:23

Seu comentário reforça meu argumento.
Anônimo disse…
Autocritica e reflexao sao coisas que passam longe dessa dona arrogante.
Anônimo disse…
Também já fui importunado por um médico ateu, que, no conslutório, ficou pregando a sua visão ateísta e materialista das coisas.

Mas como não sou patrulhador e espírito-de porco, como militantes gays e ateístas gostam de ser, nem tenho interesse em prejudicar ninguém, não denunciei o médico ateu proselitista pra Conselho nenhum, nem processei o cara.
Michelle disse…
Anônimo (20 de junho de 2012 18:22)

O que vc diria por "visão ateísta e materialista das coisas"?