Pular para o conteúdo principal

Em RO, deputado quer feriado no dia da passagem da Cruz Peregrina

Cruz Peregrina
Cruz percorre Brasil anunciando
encontro de jovens católicos
O deputado Jesualdo Pires (PSB), da Assembleia Legislativa de Rondônia, enviou pedido ao governo do Estado para que declare feriado facultativo nos municípios por onde passar a Cruz Peregrina.

A cruz está percorrendo o Brasil para divulgar a programação da JMJ (Jornada Mundial da Juventude), um evento católico que se realizará em julho de 2013 no Rio de Janeiro, coincidindo com a visita do papa Bento 16 ao país.

Acompanhado de um ícone de Nossa Senhora Aparecida, a cruz percorrerá Rondônia de 1º a 20 de agosto de 2012.

O pedido do deputado é inconstitucional porque, pela laicidade do Estado prevista na Constituição, nenhuma instância de governo pode tomar decisão para atender interesses de religiosos, e não só porque, nesse caso, a intenção é beneficiar devotos de um único credo, o da Igreja Católica.

De acordo com o Novo Mapa das Religiões divulgado em 2011 pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), Rondônia apresenta a terceira maior taxa do país de pessoas sem religião, 13,54%.

Deputados do Rio liberam R$ 5 milhões para evento católico.
dezembro de 2011

 Religião no Estado laico.

Comentários

_Tantas coisas importantes para decidir...
_Ao que parece, há um enorme interesse em se protelar a resolução das questões, realmente, significativas da sociedade e, ater-se àquelas que em nada irão ajudar ninguém a nada. A falta de consciência de certos segmentos, detentores de força política, chega a ser gritante e absurda.
Izaque Bastos disse…
Paulopes nao pude deixar de notar que vc é devoto da Senhora Aparecida, pois a chama de "!nossa"!minha nao é.ate porque nao sou devoto de santos de barros.
Anônimo disse…
Izaque, você é burro assim mesmo ou se faz de burro?
Anônimo disse…
Só do santos de imaginação ok meninão vem aqui no colinho do papai agora. Que ele vai te contar uma estórinha bonitinha sobre deuses ,mais não vale gamar pelo papai ok
Izaque Bastos disse…
nao, nao posso fugir dos comentarios dos que aqui postam,enfim um burro, varios burros juntos.
Anônimo disse…
Os crentes aqui não tem vez .Para nooosa alegria kakakaka
Anônimo disse…
Cara, é hilário ver o Izaque e o Paulo de Tarso querendo apelar com o administrador do blog, achando que vão conseguir alguma coisa, alguma resposta. Rsss, não dá pra não rir! Ass: Winston Smith
Anônimo disse…
Izaque, não pude deixar de notar vc é um troll apelativo e sem graça.
Anônimo disse…
Opa! Feriado? Apoiado! [Desde que seja no meio da semana.]
Anônimo disse…
Concordo Salamandra. Há coisas mais importantes a serem decididas, isso chama-se manipulação política. O deputado ganhará carisma dos católicos e, portanto, ganhará votos, ou seja, usa-se a religião como moeda de troca para obter votos. Por essas e outras que defendemos o estado laico, acho que agora você entende um pouco do porque o estado laico é importante.
Anônimo disse…
Protestante detected
Izual disse…
Aqui já é o estado da roubalheira publica e de uma população extremamente ignorante e crédula oriunda de todos os cantos desse Bostil , onde se elege pastores e varios outros "homens de deus" para esculhambar os poderes publicos, um monte de deputado sangue-suga, além de outros suspeitos que foram eleito graça a valdemiros santiagos da vida , então isso não é surpresa . malditos vagabundos.
Avelino Bego disse…
Daqui à pouco vai faltar dia pra tanto feriado!
Anônimo disse…
FORMAÇÃO REGILIOSA: alunos da Escola Padre Geraldo Pinto em Pilõezinhos aprofundam reflexão sobre os valores da família.Veja esse site Paulo o desrespeito ao Estado Laico: PILOEZINHOSNOTICIA.NET> Gostaria que vc publicasse.
Estrategista de Deus disse…
O avanço dos Evangélicos está mais do que garantido no Brasil. Os Católicos se calam e os ateus se debatem em vão.

O próximo passo é a Presidência da República. E, alerto aos irmãos que o Senador Magno Malta é o melhor candidato para competir e vencer Dilma.
O povo brasileiro não gosta mesmo de travalhar. Vixi...
yami karasu disse…
O q é mais irõnico? Essa proposta de feriado ou a tal JMJ "criar uma brecha" p/ perdoar quem fez aborto???
Anônimo disse…
Como as emprezas vão funcionar com tanto feriado assim?
Joe Louco disse…
E os políticos aqui do estado, fazendo palhaçadas.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nova espécie de ave descoberta na Caatinga tem origem em variações do São Francisco

BC muda cédulas do real, mas mantém 'Deus seja Louvado'

Louvação fere o Estado laico determinado pela Constituição  O Banco Central alterou as cédulas de R$ 10 e R$ 20, “limpou” o visual e acrescentou elementos de segurança, mas manteve a expressão inconstitucional “Deus seja Louvado”.  As novas cédulas, que fazem parte da segunda família do real, começaram a entrar em circulação no dia 23. Desde 2011, o Ministério Público Federal em São Paulo está pedindo ao Banco Central a retirada da frase das cédulas, porque ela é inconstitucional. A laicidade determinada pela Constituição de 1988 impede que o Estado abone qualquer tipo de mensagem religiosa. No governo, quanto à responsabilidade pela manutenção da frase, há um empurra-empurra. O Banco Central afirma que a questão é da alçada do CMN (Conselho Monetário Nacional), e este, composto por um colegiado, não se manifesta. Em junho deste ano, o ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que a referência a Deus no dinheiro é inconcebível em um Estado moderno, cuja

AdSense desmonetiza página do texto 'Ateísmo significa libertação do medo do sobrenatural'

Pastores do Malafaia têm salário de até R$ 20 mil, casa e carro

Pastores mais habilidosos  estão sendo disputados  pelas igrejas Silas Malafaia, 53, informou que o salário dos pastores de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, vai de R$ 3.000, para iniciantes, a R$ 20.000, com benefícios que incluem casa mobiliada, escola para filhos e plano de saúde. Pastores com experiência têm direito a carro do ano. É a primeira vez que um líder religioso neopentecostal revelou o salário dos pastores. Na falta de maiores informações, os valores citados por Malafaia podem ser tomados como referência do mercado de salários dos pregadores da Bíblia. As perspectivas desses profissionais são as melhores possíveis, considerando que não precisam ter formação universitária. Um professor de ensino médio não ganha tanto, nem sequer um médico em início de carreira, por exemplo. “Mas é preciso saber ler a Bíblia, pregar, explicar”, disse Malafaia à jornalista Daniela Pinheiro, que escreveu para a revista Piauí de setembro reportagem sobre o pastor.

Em vídeo, Malafaia pede voto para Serra e critica Universal e Lula

Malafaia disse que Lula está fazendo papel de "cabo eleitoral ridículo" A seis dias das eleições, o pastor Silas Malafaia (foto), da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, gravou um vídeo de 8 minutos [ver abaixo] pedindo votos para o candidato à prefeitura de São Paulo José Serra (PSDB) e criticou a Igreja Universal e o ex-presidente José Inácio Lula da Silva. Malafaia começou criticando o preconceito que, segundo ele, existe contra pastor que emite opinião sobre política, o mesmo não ocorrendo com outros cidadãos, como operários, sindicalistas, médicos e filósofos. O que não pode, afirmou, é a Igreja, como instituição, se posicionar politicamente. “A Igreja é de Jesus.” Ele falou que tinha de se manifestar agora porque quem for para o segundo turno, se José Serra ou se Fernando Haddad, é quase certeza que será eleito, porque Celso Russomanno está caindo nas pesquisas por causa do apoio que tem recebido da Igreja Universal. Afirmou que apoia Serra na expectativa de

Livro conta em 300 páginas histórias de papas das quais poucos sabem

Padre explica seu vídeo sobre mulher apanha porque quer

O padre cantor Fábio de Melo tem tentado nos últimos dias, nas redes sociais, rebater as acusações de que é machista.

Eleição de Haddad significará vitória contra religião, diz Chaui

Marilena Chaui criticou o apoio de Malafaia a Serra A seis dias das eleições do segundo turno, a filósofa e professora Marilena Chaui (foto), da USP, disse ontem (23) que a eleição em São Paulo do petista Fernando Haddad representará a vitória da “política contra a religião”. Na pesquisa mais recente do Datafolha sobre intenção de votos, divulgada no dia 19, Haddad estava com 49% contra 32% do tucano José Serra. Ao participar de um encontro de professores pró-Haddad, Chaui afirmou que o poder vem da política, e não da “escolha divina” de governantes. Ela criticou o apoio do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus do Rio, a Serra. Malafaia tem feito campanha para o tucano pelo fato de o Haddad, quando esteve no Ministério da Educação, foi o mentor do frustrado programa escolar de combate à homofobia, o chamado kit gay. Na campanha do primeiro turno, Haddad criticou a intromissão de pastores na política-partidária, mas agora ele tem procurado obter o apoio dos religi

A física moderna sugere que o tempo não avança, é apenas uma ilusão