No Egito, jovem cristão pega três anos de prisão por ofender Maomé

Massoud divulgou uma
animação de Maomé
Enquanto no Brasil cristãos conseguem convencer o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) a vetar um anúncio do Red Bull protagonizado por Jesus, no Egito é um cristão de 17 anos que sofre punição sob a acusação de blasfêmia contra Maomé.

Gamal Abdo Massoud (foto) foi condenado a três anos de prisão por ter colocado no Facebook desenho animado do profeta.

Não foi a primeira condenação desse tipo. No ano passado, Ayman Yousef Mansour pegou três anos de prisão e de trabalho forçado por ter "insultado" Maomé na rede social.

No caso de Massoud, antes mesmo do julgamento ele e a sua família tiveram de sair às pressas de sua casa, que foi depredada pela população.

A maioria (90%) dos 81 milhões dos habitantes do Egito é formada por muçulmanos sunitas.

Com informação das agências.

Padre não deixa que evangélico seja enterrado em cemitério católico.
novembro de 2011

Religião contra religião.

Comentários

  1. É lamentável.

    O Islã quer fazer-se respeitar através do temor. Podemos ter medo do Islã, mas, isso não significa que o respeitemos.

    Homens sábios não enfrentam loucos. Eles os isolam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Islã e medo são sinônimos.

      Excluir
    2. Cristão sábio foi de doer kkkkkk. Se por na balança, o que eles contam tem mais sentido que um boneco que anda sobre água e promete um monte e sai mal na 'fita' rsrsrsrs. Esse lixo tem sorte de serem sunitas. Se fossem xiitas era morte. Pena.

      Excluir
  2. Maomé pode ser acusado de fracote, pois não usou as próprias mãos para prender o jovem cristão.

    ResponderExcluir
  3. Complicado. Assim como sou contra a posição do Conar aqui, sou contra a posição dos muçulmanos lá. Não é por ser maioria que eles tem o direito de enfiar sua religiosidade na garganta da minoria.

    []´s

    LHDias

    ResponderExcluir
  4. A pessoa nasce e vive num país muçulmano, sabe como säo as regras e ainda assim faz questäo de provocar, isso é querer comprar briga, né näo!?
    Näo gostar e näo aceitar uma determinada crença näo nos dá o direito de insultar e fazer provocaçöes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AnônimoApr 9, 2012 12:14 PM

      O Islã não aceita críticas. Nenhuma crítica. Não importa se foram provocações ou não. Se fosse uma crítica feita da maneira mais educada e polida possíveis, ainda sim, geraria reações desagradáveis.

      O importante é que casos como esse servem para que esses países islâmicos continuem recebendo de nós o que merecem: o nosso asco, a nossa repulsa, o nosso nojo, o nosso pesar, a nossa pena, a nossa indignação.

      Excluir
    2. Não vejo dessa forma.

      Afinal ele nasceu lá e tem todo o direito de ter opinião própria. Mesmo que seja destoante da maioria.

      A matéria não nos dá o real "crime" do rapaz. Não diz se ele insultou ou fez provocações.

      Sei que a simples colocação da figura de Maomé em qualquer representação gráfica já é considerada pecado por parte dos muçulmanos, mas acho isso irreal no mundo moderno.

      []´s

      LHDias

      Excluir
    3. Por conhecer que deve criticar mesmo, tem que lutar pela liberdade de expressao, de opiniao, se todo mundo baixar a cabeça por saber que vai ter puniçao isso nunca vai mudar, se as pessoas por exemplo tivessem continuado a aceitar tudo que a igreja catolica manda ela ainda teria poder de torturar e nos matar por falta de repeito como era na idade média, mas eles perderam esse direito, e por isso eles gostando ou nao podemos discordar e expressar opiniões contrarias.
      As pessoas devem lutar pelo direito de mandar na propria vida, de expressar suas opiniões, de ter livre arbitrio!

      Excluir
  5. Por isso, paises islamicos sempre vao ser nacoes subdesenvolvidas, atrasadas, pobres, e permanentemente no Terceiro Mundo.

    Eles tem a sua propria Idade das Trevas.

    ResponderExcluir
  6. O mundo arabe antigo era o berço da civilização , eles foram um povo infinitamente mais feliz , prosperos e poderosos até que no seculo 6 um maconheiro haxixento que ouvia vozes criou uma religião copiada da Gibiblia com quibes e esfirras a mais....

    assim surgiu o ISLAMISMO

    Eles sao piores que os crentes...e ainda se matam e se explode em nome de ALAH ....Povim burro...!!!

    ResponderExcluir
  7. Realmente o povo arabe já teve, no passado sua época de ouro.

    Eles estão passando agora, o que a europa passou na idade das trevas, aonde o cristianismo impunha o que o povo deia ler e queimavam os livros ditos proibidos. E faziam o mesmo com qualquer pensador, cientista ou matemático que, por ventura, mostra-se algo que fosse incondizente com a gibiblia.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de colocar uma visão que destoa dos comentários acima. Nosso Deus nos diz em sua palavra que a vingança pertence ao Senhor. Portanto nenhum de vós verá um verdadeiro cristão respondendo com violencia aos ataques dos inimigos.

    Somos martirizados? Oramos e pedimos justiça. Temos a certeza de que na hora certa o Senhor dará a cada um segundo as suas obras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu deus não diz nada, porque ele não existe. Se você ouve vozes, você é esquizofrênico e precisa de ajuda psiquiátrica.

      Excluir
    2. Quem nos comentários acima falou em vingança? O.o

      []´s

      LHDias

      Excluir
    3. Filho de Babão

      Ora, se o teu deus é onitudo, deveria saber das necessidades de cada um, sem precisar de oração. Pior ainda é a oração dos evangélicos, que acham que deus tem "pobremas" auditivos.

      Seu deus é realmente uma piada.

      Excluir
    4. Filho de AbraãoApr 9, 2012 07:18 PM

      Nosso Deus nos diz em sua palavra que a vingança pertence ao Senhor
      ***************************************************
      Vingança é para os rancorosos, para os que guardam ódio em seus corações. Como pode um Deus vingativo ser justo e misericordioso?

      Excluir
    5. Filho de Abraão:

      >>"Nosso Deus nos diz em sua palavra que a vingança pertence ao Senhor."

      -Seria bom se os religiosos fossem assim, porém não, religiosos são demasiadamente humanos assim como os descrentes, sendo aqueles passíveis de sentimentos bons ou ruins, como qualquer outro humano.

      >>"Portanto nenhum de vós verá um verdadeiro cristão respondendo com violencia aos ataques dos inimigos."

      -Falácia do escocês. Se seguirmos sua linha de raciocínio, quase ninguém será um verdadeiro cristão, pois ninguém, ou quase ninguém, segue, de fato, a bíblia.

      >>"Somos martirizados? Oramos e pedimos justiça. Temos a certeza de que na hora certa o Senhor dará a cada um segundo as suas obras."

      -Não é isso o que vejo, quando os cristãos, os protestantes mais especificamente, são martirizados, estes são os que reagem com mais violência, seja oral ou física. Sobre os fatores que os lavem a ser assim creio que são vários: medo, ignorância, preconceito, apelo à maioria, etc.

      Excluir
  9. Mas é isso que a militância ateísta vai conseguir,um ocidente islamizado.Bom,pra entender isso é preciso leitura e cultura,coisa que nunca vi um ateu de internet demonstrar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André:

      >>"Mas é isso que a militância ateísta vai conseguir,um ocidente islamizado."

      -Sobre esse tal processo de "islamização ocidental", está acontecendo sim, porém está acontecendo na Europa, aqui na América isso não está acontecendo, pois a religião predominante na América [América no contexto geral] é a cristã. No Brasil, mais especificamente, está acontecendo é um processo de "prostetantinização" [que neologismo feio], assim como em outros países aqui na América. Por isso seu comentário é sensacionalista e exagerado.

      O avanço islâmico na Europa possui vários fatores, então por que associá-lo [o avanço], somente, aos ateus militantes? Creio que seja por puro preconceito, pois com variáveis relevantes para esse avanço, você aponta uma irrelevante.

      >>"Bom,pra entender isso é preciso leitura e cultura,coisa que nunca vi um ateu de internet demonstrar."

      -Acho que quem precisa de leitura, cultura, e, principalmente, conhecimento é você. Você deve abandonar esse preconceito irracional que você tem dos ateus.

      Excluir
    2. André

      Um ateu, quer seja de Internet quer não, não precisa demonstrar que tem cultura ou outra coisa. Ateus precisam apenas não crer, descrer.

      Imaginar que todos os ateus precisam ser cultos e inteligentes é uma visão romântica e equivocada da realidade.

      Excluir
  10. toda açao recebe de volta uma reaçao, vendo os comentarios aí em cima, fico a me perguntar o que seria de nosso país se tivesse caído nas maos de ateus na epoca da URSS.
    A Coreia do Norte é um país ateu, e liberdade de expressao nem pensar, quem pensa pelo povo é o "grande" lider, na fronteira com a china, quem é pego portando um celular é morto na hora, o cristianismo trouxe o homem do obscurantismo barbaro pra era moderna, pois o Cristo sempre lutou pela liberdade, e por ela ele morreu, só quem quer distorcer o que foi escrito dele, que nao concorda.quanto ao caso do conar , tá certo, os ateus naos gostam que ridicularizam eles por nao crer em Deus, vivem chorando aos quantro ventos que sao discriminados, mas gostam de discriminar quem é crente? e defende seu credo? dois pesos e duas medidas infelizmente nao dá.nao vejo ateus protestando contra a corrupçao que engole nosso país de Norte a Sul, seria mais proveitoso que saissem as ruas pra protestarem contra toda forma de injustiças socias, mas o que vejo sao ateus abraçando causas que vao contra a religiao, simples implicancia infantil.tudo que falamos ou escrevemos , somos ridicularizados, todas nossas açoes sao importunadas, como se ateu nao pecasse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Must.... not.... feed... the troll..... ><

      Excluir
  11. o cristianismo trouxe o homem do obscurantismo barbaro pra era moderna


    E' verdade - Tirou o mundo da civilizacao greco romana para a Inquisicao da Idade Media, para a epoca de Ouro conhecida como Idade das Trevas...


    pfff.

    ResponderExcluir

Postar um comentário