PUC não deveria ter professor favorável ao aborto e gay, diz bispo

Para Bergonzini, professores
têm de seguir a fé cristã 
Dom Luiz Gonzaga Bergonzini (foto), 75, bispo emérito de Guarulhos, na Grande São Paulo, escreveu em seu blog que a PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo só deveria ter professores que comungam com a fé cristã.

Disse que os docentes que defendem a descriminalização do aborto, “ideologia homossexual”, eutanásia, maconha e comunismo deveriam sair da universidade.

"Se a PUC é da Igreja Católica, [o professor] deve seguir o Evangelho e a moral cristã”, escreveu. “[A universidade] não pode ter em seu corpo docente professores que contrariem os ensinamentos da Igreja."

Bergonzini citou o jornalista Leonardo Sakamoto, que defende a liberação do aborto, como exemplo de professor que não poderia ter sido contratado pela universidade católica.

Sakamato afirmou ao jornal O Estado de S.Paulo que quem defende os direitos humanos, como ele, acaba sempre criticado pelos setores mais conservadores da sociedade. “Eu defendo que o bispo continue com o direito de defender sua opinião, mas essa posição mostra que ele quer evitar que o outro continue falando."

Maria Beatriz Costa Abramides, representante dos docentes da universidade, disse que a PUC se dedica ao conhecimento do interesse da população, e não do da religião. “Sempre lutamos por uma universidade laica e plural.”

Essa é também a opinião de Guilherme Bertoldi, vice-presidente do Centro Acadêmico de Economia.

Dom Bergonzini se notabilizou nas últimas campanhas presidenciais ao distribuir cerca de dois milhões de folhetos contra a candidatura da petista Dilma Rousseff por ela ser defensora da legalização do aborto.

O bispo e lideranças evangélicas foram os responsáveis pela então candidata se comprometer em não propor durante o seu governo nenhuma alteração na legislação sobre o tema.

Mais recentemente, o bispo afirmou em uma entrevista que há casos de estupro em que a culpa é da mulher. Depois, ele disse que as suas declarações tinham sido deturpadas pela imprensa.

Com informação do Estado de S.Paulo.

Blog católico anônimo promove caça a professor ateu da PUC-PR.
outubro de 2012

Ditadura gay  ameaça as crianças do Brasil, diz bispo.
junho de 2011

Comentários

Anônimo disse…
Professores da PUC são tendenciosos sim e nao podem discordar da ICAR , uma prova disso é o :

PONDÉ que mesmo sabendo que deus não existe insiste em dizer que sim pra nao perder seu emprego na PUC...
Anônimo disse…
"Disse que os docentes que defendem a descriminalização do aborto, “ideologia homossexual”, eutanásia, maconha e comunismo deveriam sair da universidade."

Onde que tem tudo isso proibido na bíblia? kkkkk

Na época da ditadura, os únicos católicos a favor do povo foram os mais comunistas.
Anônimo disse…
O Bispo está mais do que certo. Se a instituição é Católica, todos aqueles que vão contra a sua doutrina, não podem trabalhar para ela pois são inimigos. Nunca ví inimigos trabalaharem juntos. Eles se destroem.
Jonas alves potialves@ig.com.br
Anônimo disse…
'DOUTRINA' TAI O MEU MEDO...O BRASIL É UM PAIS LAICO SÓ NO PAPEL, O BISPO VAI CUIDAR DA SUA PAROQUIA, VAI...
Anônimo disse…
Lembrei, por exemplo, que a colocação de crucifixos em escolas e tribunais tem origens fascistas. Foi determinada na década de 1920 durante o regime de Benito Mussolini. De inhapa, lembrei ainda fato pouco conhecido mesmo por católicos praticantes, o de que a Itália reconheceu a soberania da Santa Sé sobre o território do Vaticano através do Tratado de Latrão, de 1929, celebrado entre o Vaticano e o Duce. Sempre é bom reavivar a memória das gentes. Poucas pessoas sabem hoje que o Vaticano é uma concessão do ditador fascista.

do site de Janer Cristaldo que desmascara Reinaldo Azevedo , Olavo de Carvalho, Percival Puggina, Instituto Milenium que de livres pensadores não têm nada, sem contar que defendem a tirania fascista: o catolicismo.

Evóe Janer Cristaldo.
Felipe... disse…
E como sempre a religião querendo ser imposta, daqui a pouco os trolls vão dizer que a religião traz o bem e não traz o preconceito, mas o que se vê na REALIDADE é bem ao contrario, religião separa e isola.
Anônimo disse…
Depois eles ficam de mimimi que governos comunistas arrebentaram com eles. Eles são iguais , só não faz pior porque hoje eles não tem poder , alguém dúvida que eles estariam prendendo e matando homossexuais e perseguindo toda a minoria não cristã. E obrigando tudo mundo a se dobrar e adorar a imagem da cruz e obrigando todo mundo orar no congresso e nas escolas e nas empresas e quem não fizesse a adoração ao deus judaico eles iriam prender e castigar e hostilizar de qualquer maneira.

E não ache isto exagero não, porque já vemos isto na história.
Igor disse…
Esse bispo deveria consultar o corpo docente de direito da própria PUC – que, em sua maioria, são muito bons – antes de propor algo que resultaria em crime:

Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

(...)

Art. 4º Negar ou obstar emprego em empresa privada.

(...)

Pena: reclusão de dois a cinco anos.


Deixar de contratar alguém por não ter determinada religião, ou possuir religião diversa a da empresa, é crime. Aliás, as próprias declarações dadas pelo Bispo deveriam ser analisadas pelo Ministério Público para analisar se não está pregando discriminação aos não-cristãos, que, novamente, poderia incidir em outro tipo penal.

E assim vai se consolidando o assédio religioso no Brasil!
Robson disse…
Jonas você tem o que na merda da cabeça?????????????

Este tipo de gente hipócrita do c@#$lho vem falar merda por aqui...O safado, e a outros do seu tipo, quando ficam doentes correm desesperados para um hospital para serem atendidos por que ?????????Um médico!!!!!!!!

Como um safado deste quer que os professores ensinem o que ??????? Que o mundo é a porra do centro do universo, que um cara viveu ,sei lá quantos dias, na bosta da barriga de um PEIXE !!!!!!!!!!!Puta que pariu!!!!!!!!

O que estes doentes mentais querem ??????????

Robson Kvalo
Anônimo disse…
-O que ele disse:

."Disse que os docentes que defendem a descriminalização do aborto, “ideologia homossexual”, eutanásia, maconha e comunismo deveriam sair da universidade."

-O que ele queria dizer:

.Disse que os docentes que defendem o ateísmo deveriam sair da universidade.

If you understand what I mean.
Belzeboss disse…
Biblia, um livro onde jumentos falam ... affe .

Essa fábula da barriga de um peixe é simplesmente absurda e sem senso.
AlyneS2 disse…
Por que não me sinto surpresa com isso hein.

"o bispo afirmou em uma entrevista que há casos de estupro em que a culpa é da mulher. Depois, ele disse que as suas declarações tinham sido deturpadas pela imprensa."

Será mesmo?!
A.Porto disse…
Sakamoto defende os direitos humanos e é a favor do aborto?
Interessante saber que humanos são esses.
Felipe... disse…
E você é a favor do aborto espontâneo porque deus fez ele né
Joshka disse…
É isso aí. A "Igreja" Católica Apostólica Romana, é e sempre foi um Estado totalitário fascista, por excelência. Incompatível com o mais tênue arremedo de "democracia" ou decência política - se é que essa coisa alguma vez existiu em algum lugar. E pior, que intervém livre, melíflua e descaradamente nos assuntos internos dos países subservientes, eufemicamente ditos de "maioria" católica - que os reconhecem como "instituição religiosa" - apesar de, cinicamente intercambiarem embaixadores a nível de Estados "soberanos", a fim de dar uma aparência legal e pomposa à essa espécie de "terceirização" anestésica da tirania desfaçatada e da brutal espoliação exercida pelas elites dominantes... Que entre outras tantas concessões "legais", como exemplo gritante, aí está o da própria PUC, que recebe vultosos subsídios do erário (público). Que o digam os Alckmin's, e outros membros encastelados sob a égide direta da "Igreja" ou da obscura e traiçoeira Opus Dei. Portanto, as declarações cínicas, arrogantes e asquerosas desse tal dom Bergonzini - agente fascista subversivo a serviço de um Estado estrangeiro totalitário - seria intolerável em qualquer país soberano administrado por autoridades menos indignas e covardes como as "nossas". É de doer!
Joshka disse…
É isso aí. A "Igreja" Católica Apostólica Romana, é e sempre foi um Estado totalitário fascista, por excelência. Incompatível com o mais tênue arremedo de "democracia" ou decência política - se é que essa coisa alguma vez existiu em algum lugar. E pior, que intervém livre, melíflua e descaradamente nos assuntos internos dos países subservientes, eufemicamente ditos de "maioria" católica - que os reconhecem como "instituição religiosa" - apesar de, cinicamente intercambiarem embaixadores a nível de Estados "soberanos", a fim de dar uma aparência legal e pomposa à essa espécie de "terceirização" anestésica da tirania desfaçatada e da brutal espoliação exercida pelas elites dominantes... Que entre outras tantas concessões "legais", como exemplo gritante, aí está o da própria PUC, que recebe vultosos subsídios do erário (público). Que o digam os Alckmin's, e outros membros encastelados sob a égide direta da "Igreja" ou da obscura e traiçoeira Opus Dei. Portanto, as declarações cínicas, arrogantes e asquerosas desse tal dom Bergonzini - agente fascista subversivo a serviço de um Estado estrangeiro totalitário - seria intolerável em qualquer país soberano administrado por autoridades menos indignas e covardes como as "nossas". É de doer!
Anônimo disse…
O surpreendente, na admiração incompreensível do vulgo ante o fascismo aparentemente contraditório da Igreja Católica; é considerável, em se levando em conta a imagem que a instituição constrói há séculos, como concretizaçã do Reino do Amor e da Bondade sobre a face da terra; todos conhecemos a face "professora-enfermeira" da bondosa Igreja, doce mãe nada misericordiosa porém; quando se trata de defender interesses territoriais , políticos e sobretudo econômicos. Porém é incompreensível, é até admirável, que se surpreendam intelectuais, mesmo os ligados às Instituições mantidas pela Igreja; ante a postura fascistóide de exigir servidão, obediência e aniquilação da heteronomia, daqueles que ela julga poder se-lhes impor a escravidão da consciência. A Igreja, na análise de filósofos que remexeram e escascavilharam a fundo a arqueologia do Poder, como Michel Foucault; é a instituição mais autocrática, mais totalitária, mais atrabiliária e prepotente que já existiu sobre a face da Terra. Chega mesmo a rivalizar com o judaísmo, de quem herdou o preconceito de eleição por usurpação histórica, devido à mentira da "substituição da teologia"; mediante a qual se declara a sucessora do Povo de Israel e legal depositária das promessas divinas feitas a Abraão e ao Povo Eleito; acumulando o chamado Poder Pastoral, que domina sobre a matéria e o espírito, o cuidado e a absoluta dominação das terrestres ovelhas. O departamento de Estado do Vaticano, num golpe de diplomacia que alimenta o fogo e joga água para que suba a "cortina de fumaça"; apoia o Estado de Israel, manda que o Papa compareça às sinagogas com seus belos discursos de paz, ao mesmo tempo que declara não haver sentido mais se falar em "povo escolhido"; tudo para que possa apoiar também os palestinos, ficar do lado dos Estados Unidos e União Européia, garantir seu quinhãozinho junto ao mundo islâmico, e se estribar em cima do seu um bilhão de sequazes...As Universidades e Institutos de Pesquisa mantidos pela Igreja, são apenas uma forma dela perpetuar seu poder ideológico; tal como outrora fez aprisionando o conhecimento impedindo o avanço da ciência; hoje ela o fomenta ao mesmo tempo que o cerceia...Assim, intromete-se em questões de Estados e Governos, ao mesmo tempo em que no clássico jogo da repressão social-sexual, mete sempre seu enlameado, sujo e imoral badalo. É mais surpreendente ainda que, entre os que não compreendem o quanto ela nada se preocupa com questões de fé nem moral, mas política e território; haja estudiosos e pensadores, que por definição deviam conhecer-lhe bem os maus intentos. Afinal a Igreja é um entre os podres poderes que administram a corrupção do já corrupto mundo, entendido como o sistema político e econômico estribado no religioso e ideológico. Nem melhor nem pior que qualquer um deles, e não pode ser diferente de nenhum deles, caso contrário não sobreviverá.
Pedro Bó disse…
Jonas alves

è graças a pessoas como vc e esse bispinho de m**** que o mundo esta como esta. Cheio de conflitos e gerras. Matam por seres imaginários...
São pessoas doentes e sem cerébro.
E vcs cristãos ainda julgam os muçulmanos, sendo que não são melhores que eles.

E, dizer que um ateu é inimigo de um crente e a coisa mais doentia que ja vi. Vcs cristãos é que são extremamente preconceituosos e buscam na violencia e na força, um modo de impor seus dogmas absurdos.
Anônimo disse…
Stupidity LvL: Uppermost
André disse…
Está certíssimo,seja um professor na USP que pregue contra o aborto por exemplo e verá se consegue fazer carreira.Por que uma instituição católica deveria dar ao "inimigo" um espaço que o "inimigo" não dá a Igreja em seu terreno?
Anônimo disse…
Lugar desse bispo e muitos outros religiosos que tem por aí é na cadeia.

A educação é laica e não pode exitir nenhuma forma de preconceito na contratação de qualquer funcionário.

Mas o pior que as ideias desse fdp vão determinando que esse professores sejam mandados embora. Não vão saindo todos de uma vez, mandarão embora aos poucos.

Se fosse um cidadão comum que falasse uma coisa dessa iria parar na cadeia. Mas esse bandido está protegido com uma batina porca.
Anônimo disse…
nossaaa!! André, se voce cair de 4 vem um prega uma ferradura em voce. Quanta ignorancia, 'inimigo'? véio voce ainda acredita nessa bobagens? voce nao acha que ta bastante grande pra acreditar em cobras falantes? em arvore que fala?
yami karasu disse…
"Sakamato afirmou ao jornal O Estado de S.Paulo que quem defende os direitos humanos, como ele, acaba sempre criticado pelos setores mais conservadores da sociedade. “Eu defendo que o bispo continue com o direito de defender sua opinião, mas essa posição mostra que ele quer evitar que o outro continue falando."

Maria Beatriz Costa Abramides, representante dos docentes da universidade, disse que a PUC se dedica ao conhecimento do interesse da população, e não do da religião. “Sempre lutamos por uma universidade laica e plural.”

Parabéns a Maria Beatriz Abramides, pela fantástica atitude.
Anônimo disse…
Gente,a PUC é uma instituição CATÓLICA.
Nosce te ipsum disse…
O pT expulsou 2 deputados por serem contra o aborto
Nosce te ipsum disse…
Mackenzie foi enquadrado pela justiça ao se opor contra a Pl122.

Instituto Presbiteriano é a entidade mantenedora na universidade.
Nosce te ipsum disse…
Heloísa helena foi expulsa do PT por criticar o desvio ideológico do partido.
Nosce te ipsum disse…
Vaticano recorrerá a psicólogos para evitar seminaristas homossexuais
http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u462265.shtml
Anônimo disse…
E você acha que um homem hetero vai querer ser padre. Só os assexuado e com tendências homossexuais é que vão querer ser padre. Porque se o cara for homem hetero mesmo ele jamais vai se abdicar da sua posição os hormônios não permite.
Anônimo disse…
Dom Bergonzini deveria começar pela Maria Beatriz Costa Abramides, " representante dos docentes da universidade, disse que a PUC se dedica ao conhecimento do interesse da população, e não do da religião. “Sempre lutamos por uma universidade laica e plural.”

1. se dedica ao conhecimento do interesse da população e não da religião?

2. lutamos por uma Universadidade laica e plural ?



o que significa então uma universidade ser católica?
Anônimo disse…
Creio que devemos crer na fé cristã, porem não devemos julgar as atitudes de ninguem seja a dos professores ou do bispo, somente DEUS deve nos julgar. Em relação as historias e fabulas da biblia creio que muitas não são reais mas nos ensina o amor ao proximo.
Anônimo disse…
não existe o inimigo, mas a ignorancia, creio com fé que DEUS não apoia o aborto porem devido a realidade social a melhor coisa a ser feita é dar a luz a criança inocente e depois deixe para doação, em um mundo onde muitos não podem ter filhos por problemas o Brasil deveria facilitar a doação de criança, assim todos ganham principalmene a criança uma chance de viver!
Moura disse…
Já dizia Bertoldo Brecha, a Inguinorança Atravanca o Pogresso.

Vergonha de ler uma notícia dessas e um comentário como o seu Jonas.
Anônimo disse…
Contradições da Igreja e das pessoas

Eu não entendo a posição da igreja contra os homossexuais se dentro dela existem tantos.
Também não entendo ser contra a camisinha.
Sexo apenas para procriar.
Um Deus Único,ou seja,nenhuma outra Religião existe para ela. Ela julga as pessoas.
Eu também não entendo as pessoas que fazem o que ela proíbe e se dizem Católicas Apostólicas Romana.