Cardeal determinou a destruição de lista de padres pedófilos

da Efe
O cardeal americano morreu em
janeiro de 2011 após longa doença

O recentemente falecido cardeal Anthony Joseph Bevilacqua (foto) ordenou, em 1994, a destruição de uma lista de supostos sacerdotes pedófilos, segundo denunciaram no sábado os advogados de um clérigo que trabalhou para ele e que enfrenta um possível juízo por abusos contra crianças na Filadélfia (Estados Unidos).

Os advogados de monsenhor William Lynn, 71, manifestaram a um tribunal da Filadélfia para que se retire um processo contra seu cliente, acusado de permitir que sacerdotes “perigosos” tivessem contato com crianças, segundo a CNN.

Lynn trabalhou na arquidiocese católica da Filadélfia como delegado do clero quando Bevilacqua era o arcebispo, entre o final dos anos 1980 e final de 1990.

Por iniciativa própria, Lynn decidiu revisar os arquivos secretos da arquidiocese e criou uma lista de 35 sacerdotes acusados de condutas supostamente abusivas ou que sofriam de algum transtorno sexual, de acordo com seus advogados.

Depois entregou a lista a Bevilacqua, que, em 1994, ordenou a mons. James Molloy que a destruísse, segundo um memorando escrito a mão por este último.

Molloy, falecido em 2006, era então supervisor de Lynn e decidiu guardar sob chave uma cópia da lista dos supostos sacerdotes pedófilos.

Essa cópia saiu à luz este mês, depois da morte de Bevilacqua, que faleceu em 31 de janeiro de 2011 aos 88 anos após uma longa doença.

Nos Estados Unidos, 100 mil pessoas foram violentadas por padres.
fevereiro de 2012

Padres pedófilos.




Comentários

  1. Nada de novo, mais um cardeal negligente e desonesto entre tantos que existiam e existem. Aposto que mesmo acreditando em deus e em seus castigos ele morreu sem nenhum pingo de arrependimento. Que bom, pelo menos, que entre eles tem gente honesta, que conseguiu pelo menos manter a chance desses criminosos serem punidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza morreu sem arrependimentos. Para se arrepender de algo, é preciso ter escrúpulos.

      Ao menos teve um padre que tentou fazer algo, provando que nem todos são ruins, mas como de costume, os superiores cortaram suas asinhas e abafaram o caso.

      Excluir
  2. Corporativismo católico: a gente vê por aqui.

    ResponderExcluir
  3. Publicidade ruim afeta os negócios da ICAR Incorporated.

    ResponderExcluir
  4. Ai..ai..quanto tempo longe daqui. Pelo visto ainda tem muita noticia triste e revoltante.
    Será que os leitores continuam os mesmos?

    Sobre a noticia...será que pelo menos um pedófilo sofrerá?

    ResponderExcluir
  5. ICAR, tentando esconder suas cagadas desde 390 D.C.

    ResponderExcluir
  6. Já vai tarde, menos um velho tarado defensor de estupradores de menor no mundo para nos preocuparmos.

    E bem-vinda de volta, Alyne! ;)

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Paulo^^ Obrigada Luan^^
    Nhaaa, nossa, que honra terem notado minha falta rsrsrsrs
    Não sou muito boa de construir bons comentários^^
    Espero que o número de trolls tenha diminuído^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sendo boa em construir os comentários ou não, a parte importante é ter bom-senso, coisa que já demonstrou ter na maioria das ocasiões. Me juntando ao coro, bem-vinda de volta.
      E não, os trolls não diminuíram... Recentemente até tem piorado. Mas a gente vai levando.

      Excluir
    2. Israel S2
      fofinho, obrigada pelas boas vindas^^
      Agora vou escrever mais nos meus comentários, pelo menos vou me esforçar^^ Bem o importante é deixar minha opinião bem clara^^
      Os trolls continuam é...que coisa hein, bem fazer o quê né?

      Excluir
  8. Apenas, recentemente, me dei conta do real sentido da frase que os cristãos e principalmente os religiosos, gostam tanto;

    "Deixai vir a mim as criancinhas...."

    Será que essa perversidade já vem desde o tal de jesus ?


    E, bem vinda, dinovo, Aline !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ham...sinto...muito...eu não me lembro de você

      Excluir
    2. BBBBUUUUUUAAAAAAAAAAAA...... snifff, sssnniiiffff
      bbbuuuaaaaaaaaaaaa

      To chateado..... eu sempre te via, digo, seus comentarios, mas acho q vc não tinha olhos pra mim, digo, para os meus comentarios....

      magoei...... sniff, snifff

      Excluir
    3. Não fique assim, realmente eu não me lembro de você
      Mas aprecio que tenha sentindo minha falta. Beijinhos tá?

      Excluir
    4. Eu sempre respondia como Amônio, Amônimio Amô... alguma coisa.

      Agora lembrou de mim ??? :)

      Excluir
  9. Sou Agnóstica!

    Quando encontrei seu blog, Paulo Lopes, pensei: "é isso!" "Esse cara fez aquilo que eu pensava há anos!" "O Mundo vai mudar a partir daqui!"

    Criei a personagem "Senhora Crente" como uma forma de verificar se há, hoje, um grupo de ateus e agnósticos capazes de fazer frente à onda igrejista que enfrentamos. Também, era meu interesse saber se poderíamos virar o jogo, deixarmos de ser menoria!

    Infelizmente, o que vi no seu blog, Paulo Lopes, foram pessoas com pouca habilidade para lidar com os instrumentos que poderiam servir como motores para um mundo verdadeiramente laico, secular: Lógica, Ciência, Ética, Direito... Alguns até se valem do banditismo, elaborando comentários agressivos e criminosos, atribuindo-os a outras personagens.

    Os auto proclamados ateus desse blog parecem ser, na sua maioria, adolescentes com instrução incompleta. O restante talvez seja composto por adultos aferrados a uma rebeldia improdutiva. Isso me causa grande preocupação!

    A contar pelas habilidades não demonstradas pela atual geração de ateus e agnósticos, e seu site tem uma boa amostra, neste Século ainda não veremos um Brasil com menos influência da Religião. Continuaremos a consumir livros e idéias estrangeiras.

    Em parte eu concordo com Botton! Deveríamos estabelecer um corpo doutrinário que permitisse ao maior número possível de pessoas ver a beleza e a coerência de um mundo secular! E blogs como o seu, Paulo Lopes, são a escola que podem nos levar a isso, mesmo que leve dois mil anos.

    Senhora Crente se despede e volto a "postar" como Anônima.

    ResponderExcluir

Postar um comentário