Tailandês se casa com cadáver de namorada para unir almas

A morta estava 
vestida de noiva
O tailandês Chadil Deffy (foto), 28, se casou com o cadáver de sua namorada para que as almas dos dois se juntassem “na eternidade”. A namorada Ann morreu no dia 1º em um acidente de trânsito.

A cerimônia do casamento foi budista e ocorreu no dia 4 na província de Surin, no noroeste do país, com a presença de parentes e amigos dos noivos. Deffy mandou os convites do casamento pelo Facebook.

A Tailândia é uma monarquia da Ásia com cerca de 65 milhões de habitantes. Quase a totalidade da população é budista.

A TV mostrou parte da cerimônia, como o momento em que Deffy colocou o anel no cadáver vestido de noiva de Ann.

O noivo disse durante a cerimônia que seu amor por Ann é muito grande e lamentou não poder voltar ao passado para mudá-lo. “A vida é curta, e hoje realizo meu desejo e agradeço a todos os que estão presentes."

Com informação das agências.

Família espera Neide ressuscitar; e corpo é sepultado cheirando mal.
outubro de 2009

Bizarro.

Comentários

  1. Tem que consumar a lua de mel rapidinho, antes que a noiva apodreça.

    É cada uma, viu? ¬¬

    ResponderExcluir
  2. Anônimo1/10/2012

    Talvez dê pra esquentar no micro ondas...

    ResponderExcluir
  3. Anônimo1/10/2012

    Micro ondas ou Microondas?

    ResponderExcluir
  4. Anônimo1/10/2012

    Em The Walking Dead, isso teria consequências trágicas.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo1/10/2012

    O correto é micro-ondas, anônimo das 18:23.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo1/11/2012

    Amor budista > Amor cristão.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo1/11/2012

    Que Hades(!)abençoe seu casmento.

    ResponderExcluir
  8. credo...
    nhaaa, de volta ao blog com uma noticias dessas rsrsrsrs^^

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nobel 2019 de Física afirma que 'não há lugar para Deus no universo'

Robinho: de jogador promissor a evangélico fanático e a estuprador

Com fechamento de 400 templos em uma década, Igreja da Inglaterra ruma para o fim