Pular para o conteúdo principal

Chefe do tráfico da Rocinha afirma que havia cultos em sua casa

Nem disse que lê a
 Bíblia com frequência
Antônio Francisco Bonfim Lopes (foto), 35, o Nem, chefe do tráfico da favela da Rocinha, no Rio, não tem ligação formal com nenhum igreja, mas é muito religioso, a ponto de ler a Bíblia com frequência e de convidar pastores para celebrar cultos em sua casa.

“Aprendi a rezar [quando era] criancinha com meu pai”, disse ele em uma conversa com a repórter Ruth de Aquino, de Época, seis dias antes de ser preso na madrugada de quinta-feira (10). “De uns sete anos para cá comecei a entender melhor os crentes.”

Quando a repórter subiu o morro para entrevistar Nem, após contatos com intermediários, ela o encontrou em um lugar público, em um campo de futebol de grama sintética onde jogavam crianças e adultos.

Nem estava conversando com um pastor sobre o problema de um rapaz de 22 anos viciado em drogas. “Pegou ele, pastor? A igreja não pode desistir nunca de recuperar alguém [das drogas]”, dizia o bandido ao pastor.  Continuou: “Caraca, ele [o rapaz] estava limpo, sem droga, tinha encontrado em emprego... me fala depois.”

Tido como o “inimigo número 1” do Rio, Nem não tinha passagem pela polícia. Mas tinha contato com policiais. Ao ser preso, falou que, do faturamento mensal de R$ 1 milhão com as drogas, gastava metade com o pagamento de propinas a policiais.

Na conversa com a jornalista, Nem posou de bom moço que foi levado ao crime por causa de problemas sociais. Disse não ser viciado em drogas (só toma bebida alcoólica com amigos) e elogiou o trabalho do secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame. “É um dos caras mais inteligentes que já vi. Se tivesse mais assim, tudo seria melhor.”

O traficante é acusado de mandar matar sumariamente vários de seus inimigos ou que por algum motivo interferiu em seu negócio. Apesar disso, Nem acredita que Deus tem algum plano para ele.

“Ele vai abrir alguma porta”, disse. “Não vou para o inferno.”

Com informação da Época.

Evangélico estuprador se justifica com a palavra de Deus: ‘A carne é fraca'.
julho de 2011

Comentários

Abbadon disse…
Esses evangelicos... fazem merda e ainda acham que vao ser salvos !!
Avelino Bego disse…
Viram?

Só trafica, é contra a Lei quem não tem Deus no coração.

Aqueles que tem Deus no coração só faz o bem!
Anônimo disse…
Esta é a cara do crente brasileiro.
Anônimo disse…
É incrivel como quando se fala que um delinquente que foi preso "é crente", a população cai de pau em cima... Amigo aprende uma coisa, na nossa nação existe liberdade de credo, e ninguem pode discriminar seu semelhante por isso... isso é crime, vai de encontro a nossa carta magna, então pensa duas vezes antes de falar do que você não sabe! As igrejas fazem muitas açoes sociais, reabilitação de drogados, dão uma palavra de fé e esperança então se você não tem nada de bom pra dizer, fica calado e não posta um comentário tão pobre de argumentos como esse. tenho dito!
Anônimo disse…
Quer dizer que discriminar homossexual é direito de expressão, mas falar que traficante é crente é crime?

Moral torta.
Anônimo disse…
Cessa crentelho! Fazes parte duma instituição suja e que só faz média com bandidos. É a que mais revela o que de mais podre há entre meliantes, que quando se tornam crentes, escondem-se por trás da roupagem de pilantras chamada religião. Sejam bandidos batinados, engravatados ou bandidos natos. Como traficantes, pedófilos, homofóbicos, estupradores e racistas.


Crentes não são melhores que ninguém. Muito pelo contrário; por serem de uma maioria que distorce tudo o que se entende por realidade, estão sujeito a serem os piores. Portanto, não fique chorando ao ver um de seus "irmãos" sendo administrado pela lei que realmente funciona. A dos homens. E nunca a da bíblia.

Vosso direito de crença aqui não é violado. Mas exposto à realidade. Ao ridículo. Falar a verdade não é crime.
Duda Silva disse…
Tah, este tipo de associação:
traficante malvado = crente... é muito tola.

A crença de uma pessoa não faz dela uma pessoa melhor ou pior. É isso que fala o ateísmo.

Grandes merda se o traficante "malvadão" precisa acreditar em algum ser superior... não quer dizer que todos os crentes são malvadões...

Chega a ser infantil este tipo de associação.
Caruê disse…
Nada de novo, Hitler também era bastante religioso.
Yuri disse…
Poxa pessoal vamos deixar o fanatismo de lado, não é pq o cara é crente que todos os crentes são pessoas ruins, existe muitas instituições religiosas que ajudam e que não usam o dízimo para enriquecer seus pastores, meu pai vai numa igreja aqui em Fortaleza, a Igreja Batista, eles tem projetos sociais, e todo o dinheiro vai pro crescimento da mesma, não há ganância.

Lembrem-se que crentes só seguem trechos da bíblia que eles gostam, isso serve tanto pras pessoas boas quanto pras pessoas ruins, vc não vai ver um crente de boa índole praticando crimes, a menos que ele seja um fanático, pois é o fanatismo que destrói a racionalidade e o bom senso. Isso serve tanto pra ateus quanto pra crentes.
Eu disse…
Se havia culto religioso na casa dele,ele não deu ouvidos e continuava no tráfico...esse é duro héin?
Anônimo disse…
Eles querem discriminar,mas não querem ser discriminados.Eles querem falar,mas não querem ouvir.É BEM TÍPICO DE FUNDAMENTALISTA.Não é,anônimo de 01:17?
Cristian Z. R. disse…
Bom, parece que agora a única saída para o Nem é virar pastor.
Unknown disse…
Duda Silva, estou contigo nessa ;)
Pedro Lobo disse…
Acho bom divulgar que o traficante Nem promovia cultos em sua casa porque isso confirma a hipocrisia de uma significativa parte dos religiosos. Principalmente os evangélicos que se julgam melhores do que os outros religiosos, embora, muitas vezes, sejam piores. Aí está o Nem.

Portanto,Duda Silva, você está equivocado. A associação entre uma coisa e outra não é infantil, não! É profunda.
Anônimo disse…
Mas nesse caso não é associação.É FATO OU NÃO?
LEGIÃO disse…
Se tem uma coisa que vagabundo compreende é:
- como dissimular;
- como enganar melhor;
- como vestir a pele do cordeiro.
Anônimo disse…
Repito:é FATO!.
LEGIÃO disse…
Esse tipo aprende muitas coisas. Inclusive levantar o focinho e olhar de cima, parecendo superior. Na verdade são simples pedaços de carne que servirão, algum dia, de tiro ao alvo para o Capitão Nascimento.
LEGIÃO disse…
O cara chegou ao 35 anos. O Bope tá ficando frouxo!
Anônimo disse…
Semelhante ao Nem existem muitos outros bandidos de todas as modalidades que oferecem dinheiro para as tais igrejas com seus atodenominados pastores,bispos e o que mais aprouver.A contaé simples igrejas vazias de onde vêm toda essa dinheirama sem fim? é do crime organizado ou é da corrupção política?
Anônimo disse…
No caso dele (Nem da Rocinha), era notável que fosse um fundamentalista. Quando estava no poder, a palavra dele era sagrada, se alguém discordasse, ele mandava matar. Resumindo: crença em torno da imagem dele, culto à imagem.
Rita Candeu disse…
Anônimo disse...
É incrivel como quando se fala que um delinquente que foi preso "é crente", a população cai de pau em cima...


Claro!!!
quer o que?
Cansamos de ouvir a cantilena de que só quem tem Deus no coração é bom e correto e sei lá mais o que

Cansamos de ouvir dos crentes que ateu é criminoso etc...
Anônimo disse…
A questão não é associação crente= bandido. Mas o fato de que mesmo sendo crente e até promovendo cultos em casa ele: continuou bandido, assassino e traficante. Ou seja, a religião não mudou em nada, ele tinha deus no coração (cadê o Datena agora?) e isso não o impediu de ser o mais perigoso de todos.
E outra, os pastores que estavam lá. Não deveriam ser considerados coniventes. "Homens de deus" tendo conversas amigáveis com bandidos declarados e procurados, "homens de deus" amigos de assassinos, "homens de deus" frequentando a casa de um sociopata, ou vão dizer agora que não sabiam que ele era tudo isso!
Anônimo disse…
"A crença de uma pessoa não faz dela uma pessoa melhor ou pior. É isso que fala o ateísmo."


Ateísmo é mera ausência de crenças. Não fala nada de comportamento, morais ou parvoices afins. Isso é coisa das religiões.


De facto a crença de uma pessoa não faz dela uma pessoa melhor ou pior. É apenas um "acidente" da maioria o fato de estar inclusos bandidos, políticos corruptos e vigaristas de qualquer espécie, não? Todos regidos por uma dicotômica moral que os aproxima da "perfeição".


Bela tentativa de defender os crentes com argumento tão consequente e inconciso com a realidade. Só resta aos crentes chorar suas outras falácias "o ateísmo matou com os comunistas" e irrealidades afins.


Afinal, é do arrependimento dos atos é que a salvação virá. Certo? E como o ser humano é um animal amoral, ele nunca saberá o dia de amanhã, se pecará ou não. É por isso que a religião é a melhor roupagem para esconder gente suja. Principalmente traficantes e bandidos da pior classe. Além de seus controversos representantes.


Ser crente é assinar um atestado literal de burrice. Ser crente e bandido é assinar um atestado literal de filho da putice.
Avelino Bego disse…
Não há associação nenhuma em ser crente automaticamente ser mau.

Fazer isso é ridículo.

Agora, minha observação lá no começo são pra aqueles que dizem que basta ter um deus no coração pra ser automaticamente bom.
Anônimo disse…
Religiao sempre foi a causa principal das desgraças da humanidade.
Odeio religiao, odeio seu deus inventado e nao do a minima ..Nao tenho medinho de inferno nem de ceu
vivo a vida linda que ela é, coisa que crente não faz achando que tem outra alem dessa.
Tchau.
Paulo de belo horizonte
ateu convicto
Anônimo disse…
Qual melhor manual para se fazer tudo de errado do que a bíblia?
Rodrigo disse…
Gente olha esse testemunho que li num site de Igreja:

Caros Pastores,

Meus pais viajaram em uma excursão(paga em 36X) para conhecer a sede da Igreja do Primeiro Impacto( em Rio Branco, Acre) e me deixaram sozinho por todo um fim de semana. Pra passar o tempo, fui a locadora do português Manuel para alugar algum vídeo bacana. Peguei um tal de 'Rocco vai a Montreal' que Manel falou ser 'pura ação'. Quando coloquei a fita no VHS, cenas de sacanagem apreceram na televisão. Fiquei chocado.

Mais ou menos um hora depois, batem em minha porta. Pausei o vídeo e fui ver quem era. Ali estava o Pastor Santiago, que segurava uma fita VHS e um bloquinho de comprovantes vizimais. Ele entrou e foi direto ao vídeo cassete, trocando o tape pela fita que estava em sua mão. Santiago mostrou imagens do circuito interno de segurança da locadora, que apresentavam eu entrando na salinha dos pornôs. Português traíra! Me entregou ao Pastor.

Falei pro pastor que fui enrolado pelo portugês, que eu queria pegar um filme de ação e ele me indicou essa porcaria. Eu só estava assistindo para relatar depois aos irmãos quão grotesco é um filme desses. Não escapei do sermão de duas horas, onde aprendi sobre o pecado de Onã (onanismo), que foi fulminado por Deus por se masturbar. Ainda por cima o pastor me deu uma multa, para eu expiar a minha falta, e levou a fita da discórdia.


Semana passada, Manel veio aqui em casa me cobrar o aluguel do vídeo, que ficou em 123 reais( 40 dias de atraso). Esses dias todos a fita ficou com o pastor Santiago " em caráter educacional" (como ele mesmo disse). Eu tô achando que o Português fica cada vez mais rico por causa desses esquemas: enrola os outros, entrega pro pastor e depois cobra multa. Não acredito nos católicos aqui da rua que dizem que o Pastor é sócio do Português e que eles tem um esquema. Só falo que o português é safado e usa a boa fé do Pastor pra fazer dinheiro.


Assim, já que o filme ficou esse tempo todo com o pastor e eu não pude vê-lo direito, será que posso descontar esse valor da minha contribuição do vízimo?


Assinado, Jonatas Costa e Souza, de Vitória( ES).


RACHEI DE RIR olha a fonte pra não dizerem q eu inventei

http://www.igrejadoprimeiroimpacto.blogspot.com/
Rodrigo disse…
ahhh teve a resposta da Igreja tb esqueci de postar

Irmãozinho,

Claro que não. O vízimo é a sua obrigação com Deus. Dai ao Manuel o que é do Manuel e a Deus o que é de Deus. Dê-se por satisfeito em ter que pagar réles quantia. Você poderia ter tido pior punição por parte do SENHOR, poderia estar entrevado ou até morto. Dê Graças e fique em paz.
Anônimo disse…
Voçês não tem noção de como tem pastor envolvido com traficantes!
J.M. disse…
Pedro Lobo,
Perfeito o seu comentário, concordo plenamente.
Walmir disse…
Abbadon disse assim:

Esses evangelicos... fazem merda e ainda acham que vao ser salvos !!

Abbadon, meu querido, colocar assim em um pacote só todos os evangélicos é demonstrativo de pouca inteligência, o que penso não ser o seu caso, já que você se deu o nome de Abbadon, sabendo de quem se trata e provavelmente conhecendo o significado do mesmo. Então, se não o é de fato, não haja como se fosse.

Pergunto: O QUE VOCÊ É?

É católico? Conheço muitos católicos que, usando suas sábias palavras, "fazem merda", mas "muitos" não significa "todos".

É espírita? Conheço muitos espíritas que, usando novamente suas sábias palavras, "fazem merda", mas "muitos" não significa "todos".

E o mesmo poderia ser dito dos islâmicos, dos budistas, dos políticos, etc.

Mas... se você se considera mesmo ABADOM, então seu lema deve ser "ódio aos evangélicos", e haver entre eles muitos que "fazem merda", deve se constituir pra você um "prato cheio".
jc moraes disse…
então é assim que os católicos se sentem quando aparece crentes metendo o pau em alguns padres envolvidos com a sujeira desse mundo quando voces discriminan a maioria agora sente na pele um pouco do veneno de voces
Anônimo disse…
O comentarista acima gosta da falácia do ad consequentiam... quer livrar a seita dele com esse argumento babaca: "pessoa x faz isso, mas pessoa y não faz aquilo, então, não odeie pessoa x".

Crentes são mesmo burros! Não sei onde vai parar tanta burrice que atrasa tudo!
Walmir disse…
Ô anônimo, nós é que somos burros e você é quem dá coices? Não estou tentando livrar minha "seita" não. Em minha "seita" também tem muita gente que faz o que é errado. Você, que não é burro, deveria ter percebido que o que eu quis dizer é que em todo grupo social tem gente benéfica e gente maléfica à sociedade e que, se por causa dos maléficos eu condenar todo aquele grupo, então não sobra nenhum grupo social e, consequentemente não sobra ninguém... todo mundo é maléfico.

Então, só nos resta odiarmo-nos uns aos outros e, quiçá, explodir o planeta.
O gosto do programa do Ratinho é discutível, mas quem pode culpá-lo diante da concorrência do horário? Mas ao menos ele não engana nem rouba ninguém, apenas diverte, ao contrário destes pastores televisivos...
Davi disse…
Crente ou descrente, todos não podem fugir à uma verdade absoluta, qual seja, tudo mente, menos a matemática, os números, as estatísticas! Faça uma lista de dez religiosos evangélicos que você conheça, depois faça uma lista de dez não-religiosos e compare detalhadamente o comportamento PRÁTICO de cada um deles. Tire você mesmo a sua conclusão. Eu tirei a minha... Crente e merda é a mesma coisa!
Anônimo disse…
Anônimo 16/11/11 12:10

É mesmo? Que legal! E você só repetiu como papagaio o que todo mundo já sabe:

"Você, que não é burro, deveria ter percebido que o que eu quis dizer é que em todo grupo social tem gente benéfica e gente maléfica à sociedade e que, se por causa dos maléficos eu condenar todo aquele grupo, então não sobra nenhum grupo social e, consequentemente não sobra ninguém... todo mundo é maléfico."

E ainda, sabes perfeitamente da verdade:

"Em minha 'seita' também tem muita gente que faz o que é errado."


Mas não estamos falando em condenar seu grupo social. Sabemos que ele é PODRE independentemente de ter grupos "bonzinhos" ou "mauzinhos". Não por ter pessoas boas lá dentro. E sim, por tão-somente, por causa das más.

Não queremos saber quem é bom ou quem é ruim. Mas sabemos que, muita gente de sua "seita", gosta de achar que vai ser salvo em um mundo de maravilhas e guirlandas e por isso, acha que pode fazer tudo o que há de errado numa sociedade. Sua "seita" é gelo fino. Por conta dessa "perfeição e arrpendimento" existem traficantes e bandidos que acham que é só ter Deus no coração para ser alguém "do bem". Quando na verdade, no caso de grande maioria dos meliantes, esse argumento ser usado apenas como fachada para poder fazer o errado e o podre nas leis.


E é por causa dessa gente, que todo o gelo fino se quebra. Automaticamente. Não importando quem é bonzinho. O "bonzinho" que fica nesse gelo fino é trouxa. E os "mauzinhos", revelam os trouxas. : )


Um barco só é forte se sua estrutura é forte. Igrejinhas, igrejolas, grupinhos de religião não servem nem de jangada.


Eu também queria achar que em sua seita não existe gente do mal. Mas toda a gente do mal que há nela é poderosíssima socialmente (graças aos trouxas) e ainda se acha tão poderosa e superior aos trouxas quanto seu Deus que ninguém nem sente o cheiro... Estão até nas câmaras e senados afins querendo governar o povo. Quando não, estão "vendendo" um monte de "deus" em dízimos e depósitos afins. Hehe...
Anônimo disse…
Davi,concordo com você plenamente e nem recorri à matemática para chegar a tal conclusão!.
Anônimo disse…
O CARA NEM EVANGÉLICO É SEUS CABEÇÃO.
Há quem diga que uma igreja evangélica pode ser tão lucrativa quanto o tráfico de cocaína.

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Hackers invadem conta de Malafaia e doam R$ 10 mil à Cruz Vermelha

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos

Bispo Edir Macedo é internado com suspeita de estar com Covid-19

Padre Paulo Ricardo diz que masturbação danifica o cérebro