Pular para o conteúdo principal

Cristão é cruel com bichos por não serem de Deus, diz anglicano




Uma das causas da crueldade contra os animais é o fato de os cristãos acharem que só os homens são filhos de Deus porque foram feitos à semelhança Dele, disse o vegetariano e padre anglicano Andrew Linzey, da Oxford University.

Linzey acusa a 
hierarquia religiosa de
compactuar com maus-tratos

Ele acusou a hierarquia da religião de nada fazer para acabar com essa distorção. “Quase todos os líderes [da Igreja Anglicana] são loquazes na defesa de políticas sociais, mas esquecem da violência da qual os animais são vítimas.”

Lizey é diretor do departamento da universidade que cuida da ética animal e de um jornal com o mesmo tema. Ele tem se destacado na imprensa britânica como defensor dos direitos dos animais.

Em abril, ele iniciou uma campanha para chamar os animais de “cuidadores de humanos”, e não mais de pets (animais de estimação). “Pets é um insulto para os animais”, disse Lizey na época.

Agora, ele afirmou que os cristãos tratam os animais como objetos, máquinas, ferramenta e mercadorias, “em vez de considerá-los também como criaturas de Deus”.

“Estamos espiritualmente cegos em nosso relacionamento com outras criaturas do planeta”, disse. “Tão cegos como já fomos em relação às mulheres, negros e gays.”

Com informação do The Telegraph, entre outros sites.




Sacrifício de animais esconde o fundamento das religiões

Comentários

Anônimo disse…
Nossa, nada a ver...
Ser cruel com um animal não tem nada a ver com religião, e sim com mau caráter.

Nunca vi uma campanha cristã de tortura a animais e tbm nunca houvi falar q cristão tem tendência a isso.

Se se falasse dos macumbeiros, vá lá... poderia haver alguma discussão com essas religiões que sacrificam animais, mas esse não é o caso do cristianismo. Esse só leva as pessoas a sacrificarem o próprio cérebro.
Israel Chaves disse…
Isso é verdade. A mais pura verdade. Já vi muita crueldade com animais por parte de cristãos que se diziam "tementes a deus", "seguidores de Jesus" e todo o blá blá blá de sempre que usam para se fazerem de santos.
Bem perto da minha casa antiga havia uma igreja da Assembléia de Deus. E eu sempre tive gatos, mas eles nunca duravam muito, acabavam morrendo envenenados. Até que descobri que era porque o pastor da igreja dizia que gatos eram do demônio, e os crentes de lá matavam. PORRA! Isso não faz o MENOR sentido. Se dizem santos mas não têm remorso nenhum ao envenenar um animal indefeso.
Outro bom exemplo é meu avô, presbiteriano. Ele é uma boa pessoa até (em termos), mas é beeeem fanático. Ele se recusa a mentir por ser pecado, por exemplo, o que na verdade é uma coisa boa; mentir é, sim, errado. Ele já perdeu emprego por se recusar a mentir ao telefone que o chefe não estava, por exemplo (para vocês verem o nível com qual ele segue os "ensinamentos da Bíblia"). Mas ele também não vê nada de errado em afogar ninhadas inteiras de gatinhos e cachorrinhos, assim como se diverte matando passarinhos com o estilingue. Onde é que está a porra do amor cristão nessas horas?
E nesse caso, não é nem a questão de ser só para os humanos, nos caso deles, é só para quem é da igreja deles. Quando houveram as enchentes aqui na minha cidade, quem me ajudou foram emus amigos, não minha família paterna (toda composta de crentes, que sabiam que eu morava numa das partes mais atingidas). Eles nem ligaram para saber se eu estava vivo, já que não sou da igreja deles. E quem não é da igreja deles, merece morrer.
Se eles não se importam nem com as pessoas, quem dirá com os animais... Cristãos são sujos.
Paulo Lopes, estou fazendo um upgrade no meu blog. Eu queria usar esse gadget que você usa, o Widgets Wowzio. Como eu faço para colocá-lo no meu blog?
Anônimo disse…
Claro só cristãos fazem maldade com animais, então também vamos dizer que só ateus matam porque eles não acham errado matar, depois quando alguém fala que ateus só escrevem bobeiras nesse blog ainda vem um monte meter a boca, pior são os ateus que são a favor de matar humanos inocentes ainda na barriga da mãe com o aborto.
Anônimo disse…
Se cristãos fossem a favor de matar animais não existiria na igreja até um santo protetor dos animais, mas agora existem os cristãos que maltratam animais como também existem os ateus que maltratam os animais.
Izaque (eu sei que é você só pelo seu jeito de falar)...

Lá vai você tocar no assunto do aborto de novo, para tentar desmoralizar os ateus/agnósticos.

Primeiro, o aborto não mata um "ser vivo inocente", ele intorrompe uma gravidez eliminando a mórula, um aglomerado de células amórficas, o que é muito diferente de matar um bebê, com sistemas e músculos bem desenvolvidos.

Segundo, o ser humano não é o único animal da Terra que aborta. Qualquer animal que tenha a opção de abortar ele pode, isso é muito comum em marsupiais, por exemplo.
Israel Chaves disse…
Existe iclusive um processo do qual esqueci o nome, no qual a fêmea, se estiver desnutrida, reabsorve o feto. Assim ela ganha mais energias para sobreviver e engravidar de novo quando tiver condições, uma vez que num ambiente ruim o filhote morreria, de qualquer forma.

E sim, é o Trollzaque tentando mudar de assunto de novo. Acho que, pelo nível dele, ele deve ser um pirralho de 12 anos que usa o computador do pai quando este não está vendo.
Anônimo disse…
La vem o Izaque começar a escrever merda
sempre revoltado com as matérias fazendo-se de vitima e aquele blá,blá,blá
como sempre tentando se livrar do assunto
Luan, lembre da campanha
Não alimente os Trolls
Vamos cara é nós aqui
Vou tentar. -.-
Anônimo disse…
O problema é que vocês ateus se acham demais, agora dizem que só cristãos matam animais, ateus não.
AlyneS2 disse…
Israel T.T
Lembrou um pouco de minha trágica infância em relação aos meus bichinhos, eu tive vários gatos também mas foram mortos envenenados T.T
Os vizinhos eram religiosos mas não mataram de propósito, colocavam mesmo para os ratos que tinham no quintal deles.
Mas eu não sabia que crueldade com bichos é algo que está incluído na listas dos maus cristãos.
Para não mencionar o hábito de vários animais de devorarem os filhotes em excesso - ou, como fazem tubarões e aranhas, terem uma penca de filhotes para sobrarem uns dois ou três, o restante servindo de alimento para os que sobrevivem.

Mas saindo da biologia... Eis o problema dos trolls cristãos - eles entendem "isso é um problema que existe no cristianismo" como "todo cristão faz isso, e somente cristãos fazem isso". Compare dizer que o cristianismo - uma ideologia - tem muito a resolver no tratamento dos animais, com dizer que ateus - uma categoria de pessoas que abrange várias posições ideológicas - são criminosos por natureza, ou que homossexuais são pedófilos por natureza, e notem como a primeira é vista como ofensiva, enquanto se você criticar a segunda, é "ditadura atéia-gayzista".

Já disse isso antes, mas acho que tem que parar essa história de postar anônimo. Quer falar algo, assuma o que diz e dê a cara a tapa, por favor.
Izaque, ou seja lá quem for, onde no texto, e onde em algum dos comentários, é dito somente cristãos matam animais, e que ateus não? Deixa de ser ridículo e aprenda a ler direito - o que o artigo diz é que o cristianismo TEM um grave problema no quesito de direitos dos animais, mas não fala absolutamente nada sobre outras visões de mundo.
Anônimo disse…
Engraçado que a coisa mais rara desse blog é critica ao islamismo, sera medo deles?
Talvez tenha a ver com o fato de que não tem nem um milhão de muçulmanos no país, e que portanto eles não tem tanta massa de manobra política pra tentar forçar as leis deles ¬¬

Fora que ESSA SEMANA teve posts sobre islã, um bocado deles, mas vocês só enxergam o que querem, não é?
Israel Chaves disse…
A campanha dos trolls...
A campanha dos trolls...
Anônimo disse…
Pedro Henrique Leal sabia que ia vim um ateu vomitar, olha eu disse que é raro, não disse que nunca foi publicado,eu vi sim os posts sobre eles, o Paulo Lopes acabou de publicar um hoje.
Seguinte, antes de xingar e insinuar covardia, porque tu não dá a cara a tapa? Depois vai reclamar que é perseguido, e que nós estamos insultando, não é? por favor, cria vergonha na cara, ao menos isso ¬¬.
Aí Paulo mais um caso de fanatismo aqui na paraiba, homem foi rezar na estátua de Frei Damião á 90 Km da capital caiu e foi socorrido mas faleceu nesta madrugada no Hospital de trauma. Esse rapaz só vivia com a biblia na mão em alguns ponto da cidade sempre procurando lugares altos para suas orações.
Anônimo disse…
Não alimentem os Trolls
CAMPANHA LIMPEZA VIRTUAL = ELIMINE 1 TROLL DE SUA VIDA disse…
Os cristãos deveriam escolher para suas listas de animais de matança, os trolls deste blog.
Izaque Bastos disse…
poxa porque todo mundo ta achando que eu que estou como anonimo! eu nunca entrei como anonimo aqui uai.ces tao é doido, esse anonimo deve ser catolico, eu sou é protestante
, falo.
Izaque Bastos disse…
e quanta falta de gentileza, que diaxo é troll menino, alguem deve que estava se passando por mim aqui é.
Izaque Bastos disse…
eu tinha deixado de entrar aqui, porque o nivel tava ficando baixo demais, a ultima vez que entrei fiquei ate quase 5 da matina debatendo com o handburguer e um anonimo doido ateu que tem aqui e chinga todos crentes.
Izaque Bastos disse…
quanto ao texto, acho absurdo pessoas abaterem animais por esporte, mas se for pra se alimentar todos sabem que a legislaçao nao preve puniçao, se ficar comprovado

agora Israel, eu odeio gatos como o seu avô, nunca matei, mas tem uns gatos atentados demais rapa, ta doido, a vontade que dá é de matar mesmo.

salvo em casos de perigo de transmissao de doenças, deve-se chamar a carrocinha e depois sacrificar, querendo ou nao, deixando a hipocrisia de lado, o ser humano sempre sera priorizado em relaçao aos animais.agora sou totalmente contra alguem maltratar animais.

quanto a isso, nao tem grego, judeu, cristao mulçumano ou ateu, todos sem distinçao tem em seu meio quem faz o mal.
Izaque Bastos disse…
e deixem de acreditar em que se passa pelos outros, eu dou minha cara a tapa, tenho um blog, que nem eu visito ele, mas uso ele pra colocar minha fotinha, nao gosto do anonimato em materia de discussao, a pessoa tem que aparecer, e deixar de usar esse negocio de anonimo pra ficar chingando os outros.
Anônimo disse…
Não sei não mas a resposta do Izaque não me convenceu. Continuo achando que é ele!!!
Paulo Lopes disse…
Luan, sobre o widget acesse esta página.
Avelino Bego disse…
Eu não tenho certeza se há uma correlação entre religião Cristã e maldades com animais.
Avelino Bego disse…
E por falar em animais: não alimentem os trolls.
Anônimo disse…
Izaque e seu 'inocente' complexo de vira lata, que na verdade é um complexo de pit bull com hidrofobia, homofobia e ateufobia.


Vade retro, troll! Você não precisa se esconder para mostrar que é troll. Sempre desviando os tópicos das notícias para seu medonho preconceito vitimista antiateus e antigays.
Paulo Lopes, de novo sobre o widget.

Quando clico lá para criar, eles dizem que tem que mandar um e-mail.

Como eu faço agora?
Nota: quero os slides com minhas postagens do blog.
Paulo Lopes disse…
Luan, mande o e-mail e espere algumas semanas.
Este comentário foi removido pelo autor.
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu já mandei o url do meu blog para eles. Valeu, Paulopes. ;)
Sinto em dizer, mas os cristãos não são os únicos especistas e cruéis com animais. Tive a infelicidade de ver (e mesmo conhecer) muitos ateus e agnósticos que são reaças contra os Direitos Animais e o veganismo. Diversos deles postaram artigos antiveganos (conhecidos no meio veg[etari]ano como alfacistas) altamente agressivos, defendendo, com base em ódio e falácias, o "direito" de se sustentar na exploração animal sem remorso ou autoquestionamento ético (leia-se manter-se viciado no paladar da carne, da pizza, do sorvete, dos doces etc.).

Isso sem falar nas outras religiões: os hindus sacralizaram os animais por muitas espécies terem "utilidade" pra eles, como as próprias vacas; os espíritas consideram os animais involuídos em relação aos humanos (nas palavras de muitos deles, são irmãos "inferiores" dos humanos); o islamismo tem o Eid Al-Adha, um festival de derramamento de sangue animal; o judaísmo e o islamismo consideram alguns animais "impuros" e regulamentam a matança de outros (kosher e halal); inúmeras tradições religiosas passadas e presentes sacrifica(va)m animais...
Este comentário foi removido pelo autor.
"chinga todos crentes."

"ficar chingando os outros."

Izaque, você é um mentiroso fanfarrão! Neste blog só há um troll burro suficiente para escrever XINGAR com CH, e é você!

E não me venha com a hipocrisia de que é presa, porque o troll que você diz que não é mas é diz a mesma coisa!

E onde já se viu, com presa e trocar uma letra certa por duas erradas?!

Pensa que me engana?! Se liga, mané!
Falou e disse Luan...

Izaque, você não está enganando ninguém aqui. O anonitroll escreve como você, e usa os mesmos "argumentos" que você, e tu espera que alguém acredite quando você diz que não é ele?

E antes de dizer que eu estou "vomitando", olhe para a porcaria que você fica escrevendo constantemente ¬¬
Izaque Bastos disse…
Luan pressa é com dois s ou só com um!
AlyneS2 disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
"Claro só cristãos fazem maldade com animais, então também vamos dizer que só ateus matam porque eles não acham errado matar, depois quando alguém fala que ateus só escrevem bobeiras nesse blog ainda vem um monte meter a boca, pior são os ateus que são a favor de matar humanos inocentes ainda na barriga da mãe com o aborto."

Faço do Anônimo as minhas palavras!

Esqueceram de São Francisco de Assis? Ele não era cristão então?
Esqueceram de Santo Antônio de Pádua? Também ele não era cristão?

E tantos outros santos e santas que consideraram a beleza da criação e os animais como nossos irmãos a serem cuidados... Estes ateus são burros mesmo.
Só quem é recalcado, feio e ruim de cama, ou ignorante não gosta de gatos, já que eles além de lindos têm uma vida sexual sadia sem problemas de impotencia ou ejaculação precoce.
Os padres todo mundo sabe q são recalcados.
Os evangélicos são ignorantes de carteirinha.
Nem td mundo assume q é brocha, então o jeito é descontar em criaturas indefesas...
É o Homo sapiens, ou não seria melhor dizer Homo babaquens?
Anônimo disse…
A verdade é que maltratar ou matar um animal é errado. Deveria ser um crime, pela legislação. Para o Criador maltratar ou matar é uma ofensa, sim!.
Anônimo disse…
dizem qeu deus voltara na terra disfarçado de mendigo pra ver quem da atençao a ele nao e?
e se desus voltar de cachorro(sem ofensas a ninguem) e ser mal tratado por todos ?
ele nunca pensou nisso mas tudo sao possibilidades.
e pra que odeia cachorro desculpas por ser verdadeira.
Lins Mayer disse…
Acredito que não Anônimo, é apenas porque o Islamismo é mais distante a nós ocidentais, não é algo de nosso cotidiano. Aqui temos o Cristianismo com o qual convivemos diariamente e por isso mesmo o conhecemos muito bem. Sendo assim é melhor falarmos de nós mesmos, daquilo que está presente em nossa vidas, mesmo que muitos de nós já acordaram para esse fato: O Cristianismo prende os seus adeptos aos umbrais das cavernas quando se trata do tratamento aos outros animais...
Anônimo disse…
Antes de mais nade, eu digo que ser ateu é uma burrice. Por quê? Porque nós estamos num mundo de mistérios.

Mas tratando-se de maus tratos a animais, uma verdade temos que ter em mente: que quem maltrata ou mata um animal só por perversidade sofrerá pior do que matar ou maltratar um ser humano. O animal é indefeso, o ser humano não -, em alguns casos. E podemos dizer que tudo que existe na terra foi Deus que criou. Daí Deus por algum mau feito aos animais, punirá quem quer que seja.

Vamos Amar os animais e também os seres humanos. Pois Deus é Amor.
Jaqueline disse…
O ser humano em si é o pior inimigo dos animais... com credo ou sem...
Arthur disse…
a verdadeira paz no mundo so passara a existir quando a raça humana for extinta
Anônimo disse…
Cara. Você externou exatamente quem são os cristãos, ou melhor, a maior parte deles. Cristão que é bom para com os animais não segue a bíblia corretamente, pois caso a siga o mesmo deverá ser ateufóbico, homofóbico, machista, racista, escravocrata, etc.
Anônimo disse…
Só queria saber quanto tempo do dia um ateu passa preocupado com o que cristãos fazem ou deixam de fazer....kkkkk buscam mais notícias do mundo cristão do que os próprios, fofoqueirooooos, fofoqueirooooos..... se vcs acreditam que Deus não existe, porque se apegar tanto a ele? Não ter religião ou ser contra religião cristã? Eis a questão e filosofia de vida de vcs, que ao invés de viver a vida como se Deus não existisse, passa a maior parte da vida falando sobre Ele e sobre quem acredita nele... que antagonia, que dubiedade, chama os cristãos de fóbicos mas vcs tb são.... precisam disseminar o ódio a religião, a maioria dos ateus não são simplesmente ateus, são odiadores da religião, metidos a intelectuais e militante da fobia contra Deus.... eu sei, é difícil viver apenas como se Ele não existisse, né? Eu concordo com a Jaqueline, o ser humano em sí é inimigo dos animais, temos uma natureza egoísta, que não se preocupa com o próximo e tb não quer que ele seja problema para nós de forma alguma, esses pseudos cristãos são ignorantes, egoístas e faltos de amor
Anônimo disse…
Essa discussao so mostra que ser Cristao ou Ateu, nao elimina a questao da ignorancia. Qual a diferenca de cachorros e ratos? Matar rato pode porque traz doencas, mas cachorros nao? Raiva eh o que? Mas nao eh isso que quero falar... Eu sou cristao e so encostaria em algum ser vivo por necessidade. Deixaria para os Cristaos ou Ateos do centro de zoonosis cuidar de excessos. Milhos de cachorrinhos lindos morrem por ano la. E nao tem nenhum padre por tras disso, tem o estado.

Quem deu ouvidos para o padre esta errado. Assim como generalizar. Cara eu sou cristao e meu melhor amigo eh Ateu.

Pensem nisyo

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Escola Estadual Igreja Evangélica muda de nome e deixa de afrontar o Estado laico

Marceneiro exigia obediência bíblica de filhas para estuprá-las

Moças afirmam que o pai usava a Bíblia para persuadi-las Duas jovens — uma de 16 anos e outra de 18 — de Cariacica (ES) acusam o seu pai, um marceneiro, de abusar sexualmente delas com o argumento de que a Bíblia exige dos filhos obediência aos pais, que é uma lei de Deus. Vários trechos bíblicos se referem a essa obediência, como em Colossenses 3:20: “Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor". Cariacica tem mais de 340 mil habitantes e fica a 15 km de Vitória. A mulher do marceneiro o denunciou à polícia, e ele negou a violência. Mas as jovens relataram em detalhes os abusos que vinham ocorrendo havia seis meses. Inicialmente, uma não sabia que a outra era vítima de igual violência. Os relatos das jovens são parecidos entre si. O estupro se dava na casa deles, no segundo andar, geralmente após o marceneiro lembrar que a Bíblia diz que os filhos têm de fazer tudo que os pais mandam. A mãe ficou sabendo da violência no sábado, dia 1

Evangélico, chefão do tráfico no Rio manda fechar igrejas católicas

Ministro do STF critica a frase ‘Deus seja louvado’ do real

Marco Aurélio lembrou  que somente no  império  a religião era obrigatória  O ministro Marco Aurélio (foto), 65, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que não consegue conceber “que nas notas de moedas do real nós tenhamos ‘Deus seja louvado’”, porque isso fere a laicidade do Estado. Em uma entrevista ao UOL, lembrou que na argumentação de seu voto favorável à descriminalização do aborto de fetos anencéfalos, em abril, ressaltou que o Brasil não está mais no império, “quando a religião católica era obrigatória e o imperador era obrigado a observá-la”. “ Como outro exemplo de incompatibilidade com o Estado laico ele citou o crucifixo do plenário do STF. “Devíamos ter só o brasão da República.” Aurélio elogiou a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho pela retirada do crucifixo de todas as suas dependências, o que demonstra, segundo ele, que o Rio Grande do Sul é um Estado que “está sempre à frente em questões políticas”. Celso de Mello, outro ministro do Supremo, já

Intel deixa de ajudar escoteiros que discriminam gays e ateus

Arcebispo afirma que vida dos descrentes não tem sentido

Para Battisti, o sentido da vida está no sobrenatural  O arcebispo Anuar Battisti (foto), 59, de Maringá (PR), escreveu um artigo onde aborda um tema recorrente por parte de religiosos, o de que não há sentido na vida dos descrentes em Deus. “Este ambiente de descrença, misturado com ateísmo, leva a pessoa a viver no deserto da vida sem gosto, sem rumo, vagando em busca de um sentido”, escreveu dom Battisti no artigo publicado no Diário.com. “A ausência de Deus cria na alma humana um vazio de sentidos que leva ao desespero, à negação de tudo o que diz respeito ao sobrenatural”, acrescentou. A americana Paula Kirby, consultora de organizações seculares, escreveu recentemente no Washington Post que quem precisa de Deus para que a sua vida tenha um significado é porque a sua família e amigos, em tese, não têm nenhum valor. O que, obviamente, é um absurdo. Ninguém precisa de Deus, por exemplo, para amar seus filhos. Kirby argumentou que é o cristianismo que tenta tirar todo

Médico acusado de abuso passa seu primeiro aniversário na prisão

Roger Abdelmassih (reprodução acima), médico acusado de violentar pelo menos 56 pacientes, completou hoje (3) 66 anos de idade na cela 101 do pavilhão 2 da Penitenciária de Tremembé (SP). Foi o seu primeiro aniversário no cárcere. Filho de libaneses, ele nasceu em 1943 em São João da Boa Vista, cidade paulista hoje com 84 mil habitantes que fica a 223 km da capital. Até ser preso preventivamente no dia 17 de agosto, o especialista em reprodução humana assistida tinha prestígio entre os ricos e famosos, como Roberto Carlos, Hebe Camargo, Pelé e Gugu, que compareciam a eventos promovidos por ele. Neste sábado, a companhia de Abdelmassih não é tão rica nem famosa e, agora como o próprio médico, não passaria em um teste de popularidade. Ele convive em sua cela com um acusado de tráfico de drogas, um ex-delegado, um ex-agente da Polícia Federal e um ex-investigador da Polícia Civil. Em 15 metros quadrados, os quatros dispõem de três beliches, um vaso sanitário, uma pia, um ch

PSC radicaliza ao dar apoio a Feliciano, afirma Wyllys

por Ivan Richard da Agência Brasil Deputado disse que resposta também será a radicalização O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), na foto, criticou a decisão do PSC de manter o pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorais da Câmara. Para Wyllys, o acirramento dos ânimos por parte do PSC pode provocar ainda mais confusão nas sessões da comissão. Feliciano é acusado por de ter feito afirmações homofóbicas, como a de que a "Aids é câncer gay", e racistas. “Não falo em nome do movimento [LGBT], mas, se um lado radicaliza, o outro tende a radicalizar. Se o PSC radicaliza e não ouve a voz dos movimentos socais, das redes sociais, o pedido para que esse homem saia da presidência, se a tendência é radicalizar e não dar ouvidos, é lógico que o movimento radicalize do outro. Isso não é bom para a Câmara, para o Legislativo, para o PSC, nem para o país”, disse Wyllys. Wyllys afirmou que as lideranças do PSC estão “confundindo” as criticas ao

Nobel da Academia Pontifícia diz a bispos que a evolução é fato

por Telmo Pievani , do Corriere della Sera Arber acredita que fé e ciência são compatíveis O presidente da Academia Pontifícia das Ciências, Werner Arber  (foto), biólogo prêmio Nobel de Medicina em 1978, proferiu, no dia 12 de outubro passado, uma conferência sobre as relações entre ciência e fé, apresentada ao pontífice e aos membros do Sínodo dos Bispos, na qual ilustrou com clareza as bases da explicação evolucionista contemporânea. O texto na íntegra está disponível no site da Academia . No contexto de uma reflexão "sobre as mútuas relações e compatibilidades entre o conhecimento científico e os conteúdos fundamentais da fé", Arber escolheu como exemplo de aquisições científicas essenciais a evolução do universo e a evolução da vida sobre a Terra, como "fatos científicos estavelmente verificados". O microbiologista da Universidade de Basel, que sucedeu a Nicola Cabibbo no fim de 2010, explicou ainda que as variações genéticas espontâneas e a seleção