Pular para o conteúdo principal

Igreja pega dinheiro da Copa para construir hotel de romeiros

Santuário será beneficiado
por baixas taxas de juros
O Santuário Nacional Nossa Senhora da Aparecida, administrado pela Igreja Católica, vai usar R$ 32,5 milhões da linha de financiamento "BNDES ProCopa Turismo" – com baixas taxas de juros – para construir na cidade o hotel “Cidade dos Romeiros”. A primeira parcela será liberada até o final do mês.

O santuário fica a 168 km de São Paulo. Recebe cerca de 10 milhões de visitantes por ano e tem faturamento anual de R$ 100 milhões. É uma empresa, possui CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Tem departamento de novos negócios, marketing, jurídico, segurança etc. Um representante da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos Brasileiros) faz parte do seu conselho de administração.

Antes de o ProCopa ser criado, o santuário já tinha entrado no BNDES com pedido de empréstimo para o hotel, cujo custo total está orçado em R$ 56,6 milhões. Os incentivos pleiteados eram do 'Programa de Incentivo ao Turismo'.

Agora, mesmo não tendo nada a ver com a realização dos jogos da Copa, o pedido da igreja foi incluído no "ProCopa" por causa de suas condições especiais, com menores custos.

O BNDES é abastecido, entre outras fontes, pelo FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e por dotações orçamentárias da União. Trata-se, portanto, de dinheiro de contribuintes de todas as crenças e dos sem qualquer uma delas.

Questionada pelo Uol, a direção do banco tentou justificar a transferência de linha de financiamento com a alegação de que, do total de R$ 1 bilhão do "ProCopa", apenas R$ 438 milhões tinham sido liberados até agora. O banco não informou qual é o valor dos pedidos de financiamento que estão na fila, à espera de aprovação.

Ainda assim, no entendimento do BNDES, o empréstimo concedido à Igreja Católica não estaria disputando o dinheiro do financiamento com empreendimentos que farão parte da infraestrutura da realização da Copa.

Por esse critério, outras denominações religiosas poderão reivindicar o mesmo benefício, e o BNDES, em tese, não poderá negar.

Santuário Nossa Senhora Aparecida fatura R$ 100 milhões por ano
junho de 2010

Peregrinos estrangeiros obtêm benefícios da Lei Geral da Copa
janeiro de 2013

Turismo religioso.    Exploração em nome de Jesus.

Comentários

  1. Acho válido. O valor que ele fatura não é em doações, é em venda de bens e serviços, assim como qualquer empresa. Se qualquer igreja montar um parque temático nos mesmos moldes e fizer tudo dentro da lei, recolhendo impostos, emitindo NF, não vejo mal nenhum. Não vejo nenhuma diferença de Aparecida do Norte para Beto Carreiro World ou Disneylandia (mas só gastaria o meu dinheiro nas duas ultimas).

    ResponderExcluir
  2. Essa dinheirama toda poderia matar a fome de tanta gente...

    ResponderExcluir
  3. igreja católica é patética. só esse buraco do brasil q nao é um país secularizado ainda entre as maiores economias do mundo, vc acha q alguem quer vim pra cá pra ver uma santa velha de barro escurecida q foi achada num rio? fala sério

    ResponderExcluir
  4. A igreja católica é uma entidade privada. Logo, igual ao curintia - que também pegou dinheiro do BNDES

    ResponderExcluir
  5. Templo é dinheiro.

    Charles

    ResponderExcluir
  6. esta organização é a pior coisa q existe, vive de tirar os ouros das nações e seus cofres estão lotados de euro,dolar,ouro das indulgencias,vendas de escravos,vendas de santinhos e etc.. e ficam ai roubando nosso dinheiro p romeiros q não chegam a lugar algum.

    PUNK

    ResponderExcluir
  7. Para quem diz que a Igreja é uma instituição privada como uma empresa qualquer, então que a Igreja pague imposto como outra qualquer.

    ResponderExcluir
  8. A Puliça Federal prendeu um pastor que é graduado em TURISMO, tem uma empresa de Turismo só pq ele recebeu dinheiro da Min. do Turismo, R$2,5 milhoes.
    Que tal agora a mesma puliça prender o Bispo de Aparecida do Norte por estarem usando dinheiro do Pro-Copa de forma irregular, R$32 milhões? Quando bem lhes convém, a ICAR é "instituição sem fins lucrativos"; quando é para fazer fachada para encobrir questões irregulares, é "empresa com CNPJ".
    De uma coisa eu sei: se esse pastor for cobrado, ele paga os 2,5 milhões; já a ICAR, vende terreninho no céu e indulgência a quem lhe forneceu o empréstimo.

    ResponderExcluir
  9. Igreja não pode receber fundo nenhum do Estado. Igrejas são igrejas ou são pessoas privadas?


    O cristianismo no Brasil é escusa para roubo, corrupção, esquemas de lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, orações do mensalão, fanfarrice e caos generalizado.

    A realidade já expõe que essa religião é uma farsa. Tolo é quem é complacente com ela.

    ResponderExcluir
  10. Nem a ICAR,nem a IURD,nem a IMPD,nem a Assembleia e nem o escambau devem ser financiadas com dinheiro público!Nem pastor,padre,pai- de- santo ou quer for deve ser alimentado com o suado imposto do povo.Isso é inaceitável e VERGONHOSO!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo disse...
    Nem a ICAR,nem a IURD,nem a IMPD,nem a Assembleia e nem o escambau devem ser financiadas com dinheiro público!Nem pastor,padre,pai- de- santo ou quer for deve ser alimentado com o suado imposto do povo.Isso é inaceitável e VERGONHOSO!
    16/08/11 13:45

    > É, MAS PODE ALIMENTAR OS MILHARES DE NEO-
    MILIONÁRIOS PETISTAS, NÉ?

    > Será que esse site recebe subvenções?
    Não o vejo noticiar a BANDALHEIRA que ocorre no governo do PT!

    ResponderExcluir
  12. Como se no governo do PSDB não tivesse tido corrupção...Onde entrou o dinheiro da privatização da Vale?Não apoio corrupção nem do PT nem do PSDB e nem das seitas religiosas mas queria saber por qual motivo os crentes odeiam tanto o PT?Se odeiam, por qual motivo se vendem para o governo deles?Isso me faz concluir que crentes são capazes de qualquer coisa para atingir seus objetivos.

    ResponderExcluir
  13. Leonardo Albuquerque11 de dezembro de 2012 09:39

    Estive em Aparecida recentemente, e realmente é um hotel de luxo. Mas se for por em conta, que de qualquer forma o dinheiro seria mal gasto... ÊÊÊ Brasil....

    ResponderExcluir
  14. Não há mal nenhum, afinal é um emprestimo que será pago, duvido que se fosse pedir um emprestimo para matar a fome de muita gente eles dariam o dinheiro, claro que nao fariam isso, afinal de onde viria o dinheiro pra pagar? dos infelizes que se alimentaram e nao tem como repor ? ahhh a igreja tem muitas outras formas de ajudar alias ela e a maior entidade caritativa do mundo, acordemmmm tudo e complõ pra manhcar a igreja

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

Pesquisa confirma que o cristianismo está se desintegrando nos Estados Unidos

Maioria dos católicos dos Estados Unidos apoia a pena de morte; ateus rejeitam

Presidente de Angola rejeita pressão de Mourão em defesa de interesses da Universal