Pular para o conteúdo principal

Fêmeas não suportam homens fracassados e deprimidos

Título original: Do batom vermelho no trabalho

por Luiz Felipe Pondé
para Folha

"As mais inteligentes legam às filhas
a repulsa ao macho fracassado
"
Muitas leitoras me perguntam se sou contra a emancipação feminina. Como alguém pode ser contra uma mulher fazer o que quiser da vida e se desenvolver livremente? Ser contra a emancipação feminina é como ser contra aviões ou computadores.

O que leva muitas leitoras a pensarem que sou contra a emancipação feminina é porque não poupo o feminismo de seus excessos teóricos e de sua desmedida negação ideológica dos sofrimentos que a emancipação causou.

Não acredito na afirmação de que a sexualidade seja mero fenômeno social (teoria de gênero na sua versão hard), sou darwinista até a última gota de sangue: acho que nossas fêmeas (não apenas elas) carregam sobre suas almas o peso de milhares de anos de adaptação a condições específicas de cada sexo.

Por exemplo, para que serviria um macho chorão e covarde, em meio à savana africana, se escondendo atrás de "sua" fêmea grávida, no momento em que um predador fosse comê-los como janta? Para nada.

Provavelmente as mais inteligentes se recusaram a reproduzir com tais frouxos. E elas legaram às suas filhas essa percepção aguda contra o macho fracassado.

Resultado, as fêmeas da espécie não suportam homens pobres, fracassados e deprimidos, mesmo que mintam por aí dizendo o contrário, porque ficou bonitinho mentir para deixar todo mundo feliz.

O pensamento público hoje em dia flerta com o jardim da infância. A mentalidade de classe média (covarde e mesquinha) devora a inteligência viril.

Lembro quando estava na sétima série do então "ensino fundamental", por volta de 1974. Estudava num colégio da elite branca de Salvador. Colégio jesuíta, que só tinha meninos. Naquele ano, os padres colocaram quatro meninas em cada classe. No ano seguinte, mais quatro. No seguinte, a sala estava cheia de meninas, todas lindas, pelo que me lembro. Com seus cabelos longos e cacheados.

Foi uma mudança cósmica. Novas hierarquias foram criadas. Os hábitos mudaram, passamos a brigar menos no recreio, não só o futebol contava, mas também com quem as meninas falavam. Quem comia o lanche com uma delas estava no paraíso.

Quem ganhava um sorriso de uma delas virava celebridade. Grande parte dos meninos morria de medo de falar com elas. Chegar perto era um ato heroico porque a indiferença era como a morte.

Os grupos de trabalho em classe disputavam cada uma delas. Grupos só de meninos eram a assinatura do fracasso.

É assim que vejo a emancipação feminina: um presente para nosso cotidiano, na escola, no trabalho, nos aeroportos, nos congressos, nas ruas. Com suas saias, calças justas, saltos altos, batons vermelhos, elas pintam nosso cotidiano com o desejo. E, com o desejo, o clássico inferno da insegurança de cada um de nós.

Imagino o horror que era trabalhar numa universidade onde todo o corpo docente fosse apenas de homens e as classes fossem cheias de rapazes. Que tédio.

As mais chatinhas dirão
que sou egoísta. Será 
culpa da minha mãe?
Ou uma empresa onde apenas homens trabalhassem. Como seria uma reunião sem uma colega de pernas lindas resolvendo problemas sérios com um toque de charme inigualável?  Claro, as mais chatinhas me acusarão de machista quando pareço "defender" a emancipação feminina porque gosto de ver o mundo do trabalho cheio de saias curtas e batons vermelhos. Podem achar, não ligo para o que elas pensam. Dirão que sou um egoísta. Será culpa da minha mãe?

O erro das mais chatinhas está em supor que a percepção da beleza feminina implica em exclusão da percepção da capacidade feminina. Não, a beleza feminina torna a parceria com as mulheres no trabalho um oásis em meio ao deserto da violência profissional cotidiana.

Outro erro é não perceber o escopo da beleza feminina no cotidiano do trabalho. A beleza feminina inclui uma série de fatores que vai do corpo à voz doce ao dizer "bom dia", das ancas à forma sutil com que elas enxergam coisas para as quais os homens são cegos, surdos e mudos, da "intuição feminina" ao erótico de ter "um chefe" mulher.

A vida sem Eros é uma vida menor. Um mundo só de homens é em branco e preto. Prefiro o batom vermelho na boca à burca no corpo.

Fracassados não pegam ninguém ou só as feias
por Luiz Felipe Pondé em dezembro de 2009

Artigos de Luiz Felipe Pondé.

Comentários

  1. Pondé é a reencarnação de Schopenhauer, nota -se perfeitamente a semelhança!

    ResponderExcluir
  2. Legal este artigo. As mulheres estão fazendo à diferença, dominam várias áreas botando os homens no chinelo. Um exemplo excelente é o Clube de Regatas Flamengo ter uma presidenta. O que acontece para nós homens termos uma idéia é o seguinte. Quando há um um término de relacionamento, o homem diz: Vou matar, me vingar, colocar fotos dela nua na internet e ir para cadeia. Ou então vou para o bar beber e vira um bebum mendigo. E as mulheres dão a volta por cima, correm atraz, estudam, trabalham, ficam mais bonitas e logo se casam outra vez. homens há!!!! Fernando

    ResponderExcluir
  3. Quanta generalização, Fernando. Quer dizer que homem sempre age assim e mulher sempre age assado? Você dever estar assistindo muito "Sex And The City"...
    O mundo não é preto e branco, como você faz parecer. Tem muita mulher que se transforma num poço de ressentimento quando termina um relacionamento e transforma a vida do ex num inferno.

    ResponderExcluir
  4. a eterna inocencia de alguns homens em achar que:

    1 - todas as mulheres precisam de homens para se proteger

    2 - que não ligamos para beleza fisica. "desde que o cara não seja covarde e frouxo tá tudo bem"... aham, vai pensando.

    ResponderExcluir
  5. Falou, aí em cima, uma chatinha. Rs, rs.

    ResponderExcluir
  6. Rayssa,

    Há mulheres e mulheres. Eu sempre percebi uma clara distinção entre: a)aquelas que vêm o homem como um todo, incluindo a beleza física, mas não fazendo disso algo indispensável (a menos que o cara seja o Corcunda de Notre Dame, aí não dá mesmo!); b)aquelas que se desmancham por qualquer bonitinho sujo e descabelado que veem pela frente, sem se importar com o resto.
    Pode ser mera questão de gosto, mas a mulher "a" me parece ser bem mais inteligente do que a mulher "b".

    ResponderExcluir
  7. Mulher só vive atrás de homem, vejam esses sites de relacionamento, a maioria separada tudo louca pra arrumar homem! Não vivem sem um imbecil em casa, pq homem que se casa não passa de imbecil, né!

    ResponderExcluir
  8. Eu não traio meu marido mas qdo ele está no trabalho gosto de um sexo na Cam, minhas amigas todas fazem o mesmo, o gozo com um estranho na net é delicioso, é tudo de bom!E nem precisa ser rico, basta me excitar gostoso!

    ResponderExcluir
  9. Ricardo. Os noticiarios na tv estão cheios de casos assim. De homens desiquilibrados. Muitos fazem a ex de refem. Eu desejo com meu comentário que os homens sejam homens de verdade e saibam que elas não estão com essa bola toda. entendeu? Fernando.

    ResponderExcluir
  10. Rayssa, a impressão que eu tenho é que, hoje em dia, as mulheres se importam menos com beleza(dos homens) a medida que envelhecem.

    Fabiana, homem também só vive atrás de mulher, o que muda entre os sexos é só o estilo eu acho.. :)

    Ricardo, muita mulher transforma a vida do ex num inferno mas sem se auto-destruirem, já alguns homens por aí fazem merdas inacreditáveis com a própria vida.

    ResponderExcluir
  11. É demasiado claro que uma mulher sem os dez por cento de vulgarismo é a mulher da idade media, a mulher do império Romano que era execrada de seu meio se cometesse adultério ou simplesmente se constatasse certo cheiro de vinho em seu hálito. O vulgarismo em pequena quantidade é necessário, pois faz a mulher desabrochar, se libertar de suas intimidades e de seus velhos medos, torna-a imprescindível, deixa-a sempre com um toque de mistério. Foi assim que elas conquistaram direitos que eram exonerados.

    ResponderExcluir
  12. Muitas pessoas cofundem feminilidade com vulgaridade.Inclusive mulheres.

    A Emancipação feminina foi uma coisa necessária mas muitas mulheres perverteram o sentido da evolução.Acharam que deviam ser como os homens,parecer com eles,não precisar deles para nada!Impossível, pois sempre precisaremos dos homens assim como els precisam de nós.É uma coisa natural, não imposta.Mas como toda mudança geralmente parte de uma revolução beeem dramática...

    Nao acho que seja preciso vulgaridade para se conquistar espaço,não foi assim que conquistamos nossos direitos,mas com sabedoria e amor.Pois a mulher tem a grandeza de muitas vezes ficar em silêncio nas horas certas e dar um conselho para os homens,filhos,maridos etc e deixar que eles sigam e pensem que sozinhos conquistaram tudo.Isso pode parecer burrice nossa , mas é sabedoria e nobreza.
    O mundo evoluiu , e sentiu falta dessa sabedoria e nobreza mais viva, mais presente em vários setores,não apenas no seio familiar.Assim os homens mesmo abriram espaço para nós, sem saber.E graças á Deus , hoje na maior parte do planeta temos terreno e escolha.

    Ainda temos que lutar muito, mas antes precisamos nos educar, para que não lutemos com armas erradas e acabemos ferindo a nós mesmas.Afinal,para os homens, uma bela noitada, uma pose com os amigos ao lado de uma gostosa,um beijo quente valem tanto que eles não se importam de ceder o lugar,trocar uma lâmpada, etc.Mas a sensualidade,a sexualidade para nós está muito relacionada ao amor.Então temos que nos preservar.

    O lado bom é que o homem também evoluiu.Pois está buscando mais os valores da família.Prova disso é que têm se assustado com o comportamento das mulheres, que andam mais frias, pensando mais na carreira, nas amigas em seu bem estar e deixando os homens de lado.

    Quem sabe um dia entraremos numa era de equilíbrio, onde os homens respeitem as mulheres de fato e todos convivam tranquilamente com suas diferenças?Ah, e que o amor na sua essência finalmente reine verdadeiro e fiel...

    ResponderExcluir
  13. Mulher só se entrega a Deus quando o Diabo nao quer mais! Depois que passam dos quarenta ou viram beatas ou vadias de internet, a grande maioria!

    ResponderExcluir
  14. Penso que mulheres são seres sexuais, tal qual nós homens. E ponto.

    ResponderExcluir
  15. Interessante. Existe uma profecia Bíblica aqui está: ("E sete mulheres naquele dia lançarão mão de um homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos do que é nosso; tão- somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opóbrio." Isaías 4:1). Hoje nos sabemos e não e segredo de que nascem mais mulheres do que homens, morrem mais homens do que mulheres, e tem os que "viram mulher"(as Ariadnas). Em breve haverá mulheres dizendo: Socorro! Quero um homem. Basta ser homem. Mais uma profecia Bíblica sendo cumprida. Mulheres a vossa emancipação foi permissão de Deus para que se cumprisse a sua palavra. Amo vocês. Fernando

    ResponderExcluir
  16. Eu aprendi a respeitar e a amar as mulheres e nunca maltrata-las( porque o maltrato precede o chifre) não importam o que façam. Simplesmente ignoro. Mais também nunca me tornarei efeminado ( não confunda ajuda e gentileza com o ser efeminado). Para agradar mulher nenhuma. Fernando

    ResponderExcluir
  17. Fernando,que pensamento retorcido!!Afinal o que é ser efeminado para você?Você nunca ouviu falar que existem efeminados ativos e passivos machões?E quem disse que tem de ser efeminado para agradar uma mulher?

    ResponderExcluir
  18. Ah, tadinho do Fernando, ele não tem pensamento próprio, só sabe citar a bibra.Tira a bibra dele e ele fica sem rumo...

    ResponderExcluir
  19. Efeminado? é "Fazer perder ou perder as características masculinas, assumindo outras mais associadas ao sexo feminino. Torna-se fraco ou delicado. Fernando

    ResponderExcluir
  20. Anônimo 23:13.Me desculpe aos outros comentáristas Mais quem é o tolo aqui? O tema não sou eu. Deixa de ser idiota. Vou ignora-lo daqui para frente. Fernando

    ResponderExcluir
  21. Fernando, o homem-bibra...

    ResponderExcluir
  22. Fernando, você é impagável. Está conseguindo ser mais engraçado do que o cara que sempre escreve que Pondé é a reencarnação Schopenhauer.

    ResponderExcluir
  23. Ricardo abençoado. Aceito isso como um elogio. rs,rs,rs. Fernando

    ResponderExcluir
  24. Entendo o problema de homens efeminados que foi colocado. É que as feminista "impoem" isso, porque se o homem for homem, é tachado de machista pela mínimas coisas. feministas Éca.

    ResponderExcluir
  25. Ai, pois é, e os homens só escolhem mulheres que sejam lindas, gostosas e pareçam atrizes pornôs.

    Duvido que o Pondé fosse defender o eroticismo da chefe mulher se ela fosse acima do peso, por exemplo. Do jeito que ele fala, parece que vive em um comercial de lingerie.

    A beleza feminina vem de dentro e do esforço e de coisas que fazem mulheres o que elas são (assim como a beleza masculina vem de dentro e de coisas que os homens são) e não um batom vermelho e um sapato alto.

    A percepção da beleza feminina não exclui a percepção da capacidade feminina, mas a beleza feminina quando é apenas considerada física deve ser sim excluída da capacidade. Uma chefe bonita, porém inútil não deve ser chefe apenas para servir ao eroticismo de homens como o Pondé.

    A emancipação feminina não aconteceu para deixar homens com uma ereção.

    -
    Júlia

    ResponderExcluir
  26. Feminismo é uma muleta, assim como o machismo ou o islamismo. Ideologias com fins de distinção meramente afirmativas, não.

    ResponderExcluir
  27. hahaha... parabéns Paulo, o artigo é engraçado...

    Mas sinceramente, cara... tenho a impressão de que vc viveu sua vida dentro de uma bolha, ou melhor, na internet...

    Vc fala de "macho alpha", homens frouxos, etc... haha... olhe pra vc... vc é um velhote digno de pena com uma aparência de ridícula que não inspiraria nem a femêa de um preá se sentir "darwinianamente" atraída a cópula.. rs

    Mas continue mandando os texta, pf... são bem divertidos... me divirto muito.

    Abs

    ResponderExcluir
  28. parabens, seu "darwinismo" comportamental é até comparavel (nao em gravidade, mas em imbecilidade) ao neodarwinismo social, aquele que diz que a raça ariana é mais evoluida que as outras, sabe? Entao.. é pegar o trabalho todo de um cara e inventar oq quiser com ele.. pois se tu tivesse o minimo de base em biologia, saberia que darwin nao discutia comportamento, mas a parte fisiologica apenas. Fale bobagem, mas pare de usar cientistas como muletas pra suas ideias fracas. (y)

    ResponderExcluir
  29. O feminismo venceu uma batalha para em seguida as feministas perderem a guerra para o relógio biológico. Triste são as pobres vítimas deste engodo pseudo-libertador, mulheres de classe menos favorecida que agora trabalham duplamente, em casa e fora. Triste também são aquelas mulheres, na maioria de classe média, que em nome de uma liberdade (ou seria libertinagem?) sexual aos 20, 30, vão vendo o tempo passar e acordam um belo dia e percebem que os olhares desejosos e libertinos não são mais destinados a elas. Sim, porque a mulher mudou, mas o homem continua o mesmo.

    ResponderExcluir
  30. Pondé, não sou filósofo nem de esquerda nem ateu, deu para perceber que não sou nada, mas estava ontem assistindo vc debatendo sobre seu pensamento, com Gabi o Paulinho e gostei muito de seu pensamento, me lembrou uma série o Dr House, vc e ele são pessoas parecidas falam o que pensam e pensam o que precisa para chegar onde querem, e vc falou sobre a hipocrisia, eu acho que estamos muito contaminados com ela e como estivéssemos andando em uma gelatina de hipocrisia. Não tem como separar o eu dela...Mas gostaria de ovacionar seu trabalho, me fez refletir um pouco.

    ResponderExcluir
  31. Discordo da introdução do título "Fêmeas não suportam homens pobres, fracassados e deprimidos" pois 80% a 90% da população mundial são pobres e logo como diz a própria filosofia 80% a 90% das mulheres são casadas, com pobres, também não me venha dizer o homem machão e rico será um bom parceiro, afinal de contas no dna não fala disso pois um homem fracassado, não enfrentaria um leão faminto da mesma forma que o machista e durão não enfrentaria um traficante com um AK 47, conheço fatos reais do dia - a dia em que mulheres quebraram a cara com garanhões e foram procurar apoio nos homens mais simples!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Posts mais acessados na semana

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Projeto de lei de deputado-pastor permite uso dos recursos do FGTS para construir templos

São Carlos recorre ao Estado laico para restringir atividades religiosas no combate ao coronavírus