Pular para o conteúdo principal

Polícia da Itália prende padre acusado de pedofilia e uso de droga

A polícia de Gênova (Itália) prendeu hoje o padre Ricardo Seppia (foto), 51, sob a acusação de abuso de um menor, a quem teria dado drogas. Ele era o pastor da Igreja do Espírito Santo. Há suspeita de que tenha cometido outros abusos.

O cardeal Angelo Bagnasco, presidente da Conferência Episcopal Italiana, a CNBB de lá, manifestou “preocupação e tristeza” e “total confiança na Justiça italiana”.

Em uma carta aos fiéis, ele lamentou o “comportamento imoral” de Seppia e disse que ia orar pela vítima.

Há pouco mais de dois meses, o Tribunal Penal de Roma condenou um padre a 15 anos e quatro meses de prisão por ter violentado 7 meninos entre 1998 a 2008.

Com informação das agências.

> Padre italiano pedófilo confessa ser portador do vírus da Aids.
maio de 2011

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

Padre associa a tragédia das enchentes ao ateísmo de gaúchos. Vingança de Deus?

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Tribunal do Ceará derruba lei que reduzia pena de condenados que lessem a Bíblia

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Só metade dos americanos que dizem 'não acredito em Deus' seleciona 'ateu' em pesquisa

Santuário de Aparecida inaugura mosaicos de padre suspeito de abuso sexual