Menino-bomba conta que talibãs lhe prometeram o céu

Fidai não se explodiu porque
houve falha no dispositivo
Quando Umar Fidai (foto), 14, acionou o seu cinturão de bombas, ficou decepcionado: o dispositivo falhou. Restava-lhe uma granada, mas, antes que pudesse detoná-la, foi atingido por um tiro de um policial. O seu colega de 15 anos, contudo, já tinha se explodido, matando 7 pessoas e ferindo outras centenas que tinham ido a um santuário da minoria sufi no Paquistão, na cidade Dera Ghazi Khan. O atentado ocorreu no começo deste mês.

Fidai – que perdeu um braço – diz agora estar arrependido e que acreditava que o atentado fosse levá-lo para o paraíso, conforme lhe prometeram talibãs.

Disse que no dia do atentado seguiu à risca a orientação que recebera: após a explosão causada pelo seu colega, ele ficou o mais próximo possível do maior número de pessoas, que certamente morreriam, caso o seu cinto não tivesse falhado.

"Foi um momento de felicidade para mim quando notei que tinha chegado o momento certo [para a denotação das bombas]. Eu pensei que haveria um pouco de dor, mas logo estaria no céu."

Fidai afirmou que se arrependeu ainda no local da explosão, quando, atingido por uma bala, foi socorrido por  policiais.



No hospital, ele pediu perdão às famílias dos mortos pelo seu “terrível engano”. Ela também se disse vítima, só que da lavagem cerebral dos talibãs. "Os talibãs rezam e leem o Alcorão o tempo todo, e eu pensei que eles fossem boas pessoas.”

 Mesmo na prisão, o rapaz teme ser morto por talibãs por ter falhado no atentado.

Comentários

  1. FERNANDO

    os crentes fazem igualzinho com o seus fieis , pedem dinheiro , manda o trouxa vender tudo que tem , fazer um oferta pra DEUS [ cai na conta do pastor 171...] e qdo ele morrer ele vai pro céu...ao lado de deus etc etc etc

    isso é a realidade que tem por tras das religiões...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada haver isto que você falou, para mim que sou ateu, você é tão preconceituoso quanto um talibam

      Excluir
    2. o termo crente equivale a quem crer independente de
      religião
      , quanto a enganos, sim tem em todos os seguimentos, quanto a cumprimentos de fé tem-se que conhecer antes de falar, caso contrario respeite... péssima analogia...

      Excluir
    3. Discordo do Beyonder e do Anônimo 13 de julho de 2012 13:36... A analogia usada é perfeita. A lavagem cerebral é feita, com promessas não comprovadas e tentadoras e as pessoas fazem QUALQUER COISA para chegar ao "paraíso"... Exatamente o que acontece com os Homens/Mulheres/Meninos(as)-bomba. A diferença é que nas religiões ocidentais cristãs não se envolve morte nas promessas.

      Excluir
    4. Você pode não sabe, mas mortes ocorrem, não do jeito que ocorre na Ásia ... Mas quantas vezes uma mãe não deixou de comprar um prato de comida pro filho, um brinquedo ou até deixou de passar um tempo com a criança só pra sustentar esse comércio de deus? Pode até não ser considerada uma morte física, mas pra criança é uma dor ... Ver mãe que se trancam em uma igreja e obrigam os filhos a seguirem os preceitos, sem ao menos saber o que ela quer seguir. Não digo isso pra conscientizar, até pq eu passei por isso toda a minha infância e sei como é ruim se sentir trocado por um deus que nem ao menos é provável sua existência! u.u sem mais...

      Excluir
    5. FERNANDO, Meu xará não dar pra generalizar tanto assim, pois sou crente a mais de 40 anos . E no dia em que aparecer um Pastor com esta ideia que vc estar afirmando eu sou o primeiro a derruba -lo do púlpito

      Excluir
  2. Ela também se disse vítima, só que da lavagem cerebral dos talibãs. "Os talibãs rezam e leem o Alcorão o tempo todo, e eu pensei que eles fossem boas pessoas.”


    O QUE OS CRENTES FAZEM nas SEITAS CRENTES ???

    oram e leem a gibiblia o tempo todo , so param na hora do dizimo e na hora do exorcismo..........

    xô capeta...

    ResponderExcluir
  3. Que triste ver que vivemos em um mundo onde vidas são dispostas desta forma... E o pior é que, em nome da correção política, não podemos chamar as coisas pelo seus nomes verdadeiros.

    ResponderExcluir
  4. Para ser um bom muçulmano é preciso atrofiar o cérebro por meio de lavagem cerebral. Aliás, essa é a receita para ser um bom religioso, seja qual for a crença.

    ResponderExcluir
  5. A diferença entre lá e cá é que padres, bispos e pastores nunca estimulariam um fiel a se matar, seria como matar a galinha dos ovos de ouro...

    Wander

    ResponderExcluir
  6. Mas estejam certos de que os líderes muçulmanos também não estimulam ninguém a se matar quando a galinha está botando. O fanatismo nasce do desespero, e cristão fanático se mata também. Ou não lembram da Guerra dos Trinta Anos (que matou 5/6 da população da Alemanha no século XVII)?

    O problema não é especificamente muçulmano, a não ser pelo fato de que o Islã ficou meio que para trás em certas coisas.

    ResponderExcluir
  7. igualzinho as seitas dos crentes

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Não estamos muito longe disto.

    ResponderExcluir
  10. não se preocupe em breve teremos nossos próprios garotos bomba

    ResponderExcluir
  11. Para ser um bom muçulmano é preciso atrofiar o cérebro por meio de lavagem cerebral. Aliás, essa é a receita para ser um bom religioso, seja qual for a crença.(2)

    Essa recceita inclui discriminar de qualquer forma possível os que se opõem, isso quando não rola uma fogueira ou uma corda nessa brincadeira.

    ResponderExcluir
  12. Esse filho da puta só "se arrependeu" por ter ficado aleijado, é um hipócrita.

    ResponderExcluir
  13. Realmente, os cristãos e religiões do Ocidente não estão muito distantes dessa realidade.
    Vemos pessoas matarem em nome da religião todos os dias. Vemos preconceitos gerados por religiões todos os dias...

    Sou ateu e prefiro mil vezes deístas (creem em deus independente de religiões), agnósticos e ateus.

    ResponderExcluir
  14. Muçulmanos possuem uma lei que os permite mentir quando acuados, superados em numero, ameaçados de morte ou para se infiltrar. Por isso é comum ver autoridades muçulmanas falando de paz na tv e de não baterem em mulheres, mas pregando o contrario em suas mesquitas.
    Não importa se ele se "arrependeu", é provavelmente uma mentira.

    ResponderExcluir
  15. que triste ver este menino que tem a idade do meu filho ate se parece com meu filho sem um braço de bobeira jesus nao que ver ninguem assim que ele venha conhecer a pessoa de jesus que veio para que tenhamos vida em abundancia

    ResponderExcluir

Postar um comentário