Pular para o conteúdo principal

Países de ateus tendem a sumir por falta de filhos, diz estudo


Baixa natalidade entre descrentes
 deixaria cidades vazias

Países cuja população tem uma significativa parcela de ateus (ou de não religiosos) tendem a minguar até desaparecer por causa de seu baixo índice natalidade, diferentemente do que ocorre naqueles em que os crentes têm domínio consolidado.

Essa conclusão é do pesquisador de religião Michael Blume (na foto abaixo), da Universidade de Jena, na Alemanha, com base em dados de 82 países.  Ele disse que o seu estudo apontou para um cenário já previsto em uma hipótese evolucionista de Friedrich August Von Hayek (1899-1992), matemático e Prêmio Nobel.

Como exemplo de baixa natalidade, ele citou os ateus suíços, que têm em média 1,1 filho por casal (censo de 2000), contra os 2,7 dos hindus, 2,4 dos muçulmanos e 2 dos judeus. Nestes tempos em que as pessoas passaram viver mais, a taxa mínima de natalidade para repor com acréscimo a mortandade seria de no mínimo de 1,7 filho, disse Blume.

Michael Blume
 Fundamentalistas
vão dominar,
afirma Blume
A população da Suíça é majoritariamente cristã, mas lá o estrato dos não religiosos vem tendo forte crescimento nos últimos anos, representando 11,1% do total. O percentual sobe para 20%  quando se considera somente as cidades com população a partir de 100 mil habitantes.

Blume apurou que, independentemente da fé de cada um, os casais que rezam pelo menos uma vez por semana têm a média de 2,5 filhos, mais do que o dobro do que os ateus e agnósticos.

Constatou que os casais de fundamentalistas -- de qualquer religião -- são os que mais têm filhos porque obedecem à risca a determinação divina do “crescei e multiplicai”. Para esses religiosos, mais do que outros, os filhos são dádivas de Deus.

Assim, o estudo de Blume, que é crente, deixa subentendido que, se houvesse hoje uma predominância dos fundamentalistas na população mundial, o planeta teria muito mais pessoas. E se a maioria fosse de ateus, a humanidade estaria em extinção.

Com informação do The Republic e do site de Michael Blume.


Religiões se encontram em extinção em 9 países, revela estudo


Comentários

Anônimo disse…
Não acho que seja a extinção, mas a consciência de boa parte dos ateus que o mundo já não suporta mais de 7 bilhões de pessoas vivendo simultaneamente, o altos custos de se manterem filhos e a previsão de escassez nos recursos. Lembrem-se que em menos de 100 anos o mundo saltou de 1 bilhão para mais de 6 bi no seu quadro populacional.
Anônimo disse…
Ateus tem pena de por os filhos nesse mundo cada vez mais estúpido, violento e escasso!
Anônimo disse…
Acho que o ateu tem esperança contra a esperança por isso não crendo em nada, nem em ninguém, nem no por vir não vale ter ninguém para prosseguir a "espécie"
Anônimo disse…
Se a humanidade tivesse mais ateus estaria extinta, certo? Por outro lado se tivesse 100% de mórmons já teria sido extinta pela superpopulação.
Anônimo disse…
Acho que ateus desejam a propagação da espécie, sendo sensatos que o globo já não suporta o consumo de tanta gente, e para garantir uma sobrevivência melhor no futuro, menos pessoas. Previsto que metade dos municios do Brasil não terão água em 2015. Países no mundo afora já não consegue produzir alimentos o suficiente para si próprios.
É uma decisão lógica.
Anônimo disse…
Que estudo espetacular! Oxalá todos ateus mudassem para esses paises...
Anônimo disse…
É que os ateus acabam virando viado,copulando com animais, sem esperança pra nada,servindo seu pai o diabo, ai dá nisso...
Anônimo disse…
Quanta besteira, que absurdo. Então, sendo assim a islandia e a Republica Tcheca estão a caminho da extinção? Duvido.
Nunca li coisa tão estranha como essa. Existe um controle de natalidade não a ausência de natalidade. Sem contar que estao considerando que a população não recebe gente de fora, eles estão isolados totalmente do resto do mundo.
Puta mentira esse estudo heim!!!
Anônimo disse…
Os ateus só querem o bem do planeta e ainda vem babaca religiosa defender a fabricação de filhos, fabricação sim, parece indústria isso, PORRA, PAREM DE TER TANTOS FILHOS, NÃO PAREM DE TER FILHOS, APENAS PAREM DE TER TANTOS FILHOS, viva os ateus \o/.
Anônimo disse…
A humanidade precisa ser menor, caso contrário, viveremos como os indianos, tropeçando uns nos outros, dormindo com vacas e cães, e entupindo a natureza de lixo...

Só para lembrar, nossos ancestrais não rezavam, e tiveram tantos filhos que a vida já existe há 5 bilhões de anos no planeta.
Anônimo disse…
Anônimo disse...
É que os ateus acabam virando viado,copulando com animais, sem esperança pra nada,servindo seu pai o diabo, ai dá nisso...
26/03/11 03:22.

Concordo com você "ipsis literis"!

De fato, quando estão falando, "viado" e ateu, você não sabe identificar quem é quem, a menos que o primeiro dê o sinal físico, daí você consegue identificar fisicamente. Mas, "filosoficamente", ambos tem discursos congruentes e convergentes entre si!

Eu sou Cristão e tenho apenas 02 filhos. Meu pai(in memorian) era Cristão e teve 12 filhos. Logo, é falácia também dizer que, religiosos em geral têm mais filhos que agnósticos e ateus.

O grau de instrução/escolaridade é quase sempre fator determinante da prole de um casal. Isso independe de fator religioso. Será que não existem ateus com uma grande quantidade de filhos? Nem ateus analfabetos? Conheço bastantes deles, que andam perambulando pela net.

Outro dia mesmo, vi um pastor reclamando que em sua igreja, os casais atuais não querem ter mais que 02 filhos, diferente dele que teve 07.

Portanto, o grau de consciência sobre a responsabilidade social de se educar e manter filhos, bem como ter a consciência de que é bem mais fácil e salutar prover uma prole de 02 que uma de 12, independe como disse, de profissão ou não de credo religioso, mas muito mais do grau de instrução.
Anônimo disse…
Concordo com o anônimo de cima, quando ele diz que depende de grau de instrução.
Porém, muitas pesquisas apontam que a média de instrução dos ateus é maior que a média dos religiosos.
Tem muito religioso muito estudado, e também tem muito ateu sem estudo, mas no geral os ateus estudam mais e tem menos filhos.
Anônimo disse…
Na verdade os "países" nao vao sumir: vão se transformar em países de quem tem religiao. Por exemplo, vários países outrora cristãos da Europa, vão se tornar países MUÇULMANOS; já que os europeus imbecis estão se tornando ateus e os muçulmanos não param de chegar, se reproduzindo como ratos.
Talita disse…
Caro anônimo,

Vejo com infinita tristeza sua opinião sobre os muçulmanos: a religião deles é praticamente igual a qualquer religião cristã, com pequenas diferenças, e o livro deles tem a maior parte em comum com a bíblia.

Os muçulmanos em si são pessoas como quaisquer outra, e suas diferenças culturais podem estar muito associadas à sua religião, mas só existe conflito porque as religiões cristãs são intolerantes às práticas religiosas alheias.

Se houver uma separação adequada entre igreja e Estado, as práticas que prejudicam direitos pessoais serão coibidas, e todos viverão em harmonia. Com alguma sorte, todos serão mais tolerantes com as religiões alheias, e com mais sorte ainda, menos pessoas seguirão organizações religiosas fundamentalistas (inclusive as cristãs).

Abraço.
Mayara Felix disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Mayara Felix disse…
Eu achei insignificante a parte de reprodução, agora se eu não tiver um deus quer dizer que não terei dadivas de ter um filho? As vezes a religião impoem coisas absurdas.
Anônimo disse…
Os ateus ( e esse povo de paises envelhecidos ) ficarão velhos e sozinhos trabalharão mais e depois serão simplesmente eliminados por serem uma alta carga pro Estado.
O Estado não é baba, previdencia menos ainda e menos crianças são menos trabalhadores e enfermeiros no futuro...A França já tem 10% de população muçulmana e tirando a imigração provavelmente a média de idade já estaria chegando aos 40 anos..

Tati
DramaQueen disse…
"É que os ateus acabam virando viado,copulando com animais, sem esperança pra nada,servindo seu pai o diabo, ai dá nisso..."
Ignorância i-li-mi-ta-da.
Homossexuais também são filhos de Deus?
Pq eles são gente.. disso eu tenho certeza.
Benjamin Bee disse…
Se o mundo fosse constituido só de fundamentalistas,já teria havido uma hecatombe talvez de proporções apocalípticas. A pegada ecológica estaria nas alturas, e a Terra não daria conta da super população planetária.

O que os fundamentalistas querem é o poder sobre os não fundamentalistas, daí defenderem a tese do cria-vos e multiplicai-vos. Querem é carne de canhão.

A hegemonia é sempre o principio do fim.
Anônimo disse…
Qual seu nível de escolaridade? Analfabeto? Aliás, analfabetos são bem mais conscientes e politizados do que você.
Anônimo disse…
"Extinto pela superpopulação"
Paradoxo do dia.
Anônimo disse…
"copulando com animais"
Sim, eu copulo com animais: as fêmeas da espécie homo sapiens.
Anônimo disse…
Imagino que possa surgir uma cultura ateia que seja pró natalidade.
Uma alternativa menos interessante é que seitas como a cientologia se tornem bem sucedidas ao compor o poder e inevitabilidade dos avanços científicos com as propriedades virais e expansivas das religiões.

Não vejo o método científico se tornando universalmente conhecido e aplicado. O dogma e a fé cega são redutores de custos de educação.
Anônimo disse…
Alôoo, ninguém conhece a China e Vietnam ?? Países de pouca religiosidade ( no sentido comum da palavra ) e com taxas de natalidade altas apesar das tentativas de controle. Sem falar q falar em "extinção" é preciptado demais, haverá na verdade uma diminuição da população talvez, mas extinção é algo mt extremo para se especular. Detalhe, o autor da pesquisa como mostra aí em cima, é CRENTE. Um ponto a menos para se dar credibilidade. Ele quer puxar a sardinha pro lado dele. Como se o mundo nao estivesse sobrecarregado com 7 bilhoes de pessoas. Ateus e os homossexuais estão fazendo um FAVOR diminuindo a população.
Anônimo disse…
Nãoo entrariamos em extinção, pq a maioria dos ateus tem um cultura científica mais apurada, isso seria resolvido de maneira lógica e racional.
Anônimo disse…
sempre desconfiei que ter filhos é uma vaidade, um troféu para exibir no grupo social da família; alem de uma estratégia para buscar segurança no grupo social mais amplo.
(Marcia)
Unknown disse…
Por aê pode-se ver o grau de ignorância do povo religioso, o mundo já teria acabado se só existissem religioso. hahahahah essa é boa, acho que eles entenderam metei e multiplicai. heheh
Anônimo disse…
Sou um Ateu e penso assim
Emerson disse…
"servindo seu pai o diabo"... rsrsrsrs... esta é nova pra mim, ateus acreditam no diabo...
depois desta é capaz dele pensa que o homo citado pelo amigo acima é de homossexual...

Só posso sentir pena...
Fernando Salina disse…
Sim, se a população for maior que a quantidade de alimento produzido as pessoas morrerão de fome.
Anônimo disse…
A china tinha um lider Ateu (Mao Tse Tung), ele não tinha problema com filhos, ou seja, fazer filhos não tem nada a ver com religião e sim com padroes culturais...vlw
Anônimo disse…
idiopata nato, vai ver la no dicionariokkk.
Hugo disse…
Ou seja, Ateu não dá no coro...kkkkkk
Anônimo disse…
vi uma pesquisa por aí mostrando que ateus tem tendencia a ser ou assexuados ou homossexuais. Vou ver se acho aqui.


Júlio disse…
São bem os ateus q são proibidos por deus de olhar pras mulheres e deseja-las... o melhor conselho q crente tem é ficar longe da tentação. Além disso, o q tem de padre e pastor homossexual por aí é de se desconfiar q eles são contra os gays para camuflar a verdadeira natureza deles. Os pobres gays é q se ofendem em serem taxados de crentes (e de brinde ervilha no lugar do cérebro).
Júlio disse…
Discordo com você amigo. Primeiro que ateu está para homossexual assim como crente está para gay. Depois, está se falado de média. Lógico que nem todos os crentes são imbecis, apenas 99,9% deles, se formos otimistas. Também, nem todo ateu é culto e racional, existe 0,1% deles que são descerebrados, então se tornam crentes. Nesse contexto, sabe-se sim que em média os menos favorecidos (de dinheiro, instrução, oportunidades) procriam mais. E são exatamente esses que se apegam às religiões havendo assim uma relação de proporcionalidade direta. Ao passo que os mais instruídos e inteligentes evitam mais ter filhos porque têm noção da dificuldade de se criar e mantê-los em boas condições de vida. Como os ateus em média são mais inteligentes e cultos, são eles apontados como os que têm menos filhos. Muito lógico.
Júlio disse…
E com mais um pouquinho de sorte as pessoas se tornarão atéias!
Júlio disse…
Ao contrário. Ateus são os q mais transam. A diferença é q eles usam métodos anti-concepcionais! Os crentes é q são proibidos disso ou aquilo.
Anônimo disse…
agora vamos comparar a suíça ou holanda, que são países bem pequenos, com os países de predominância religiosa!
diferente do primeiro caso, o segundo tem muito mais espaço para ocupar, portanto isso não os impede de procriar feito cachorros!
neste momento o planeta já está bem lotado, possivelmente mais por causa de religiosos e sua falta de raciocínio lógico quanto à superlotação do mesmo, parece que não percebem que quanto mais bocas, menos alimentos!
SIDNEI RODRIGUES disse…
Para se cogitar a extinção da humanidade, só se todo mundo aderir à tal parada gay. E achar viadagem normal. Coito anal entre dos marmanjos produz gravidez em alguém ?
Juliana disse…
Sim, extinto pela superpopulaçao, tem gente acha q isso é impossivel, espero que viva bastante pra ver esse mundo explodir de gente sem ter o q comer, o q beber e respirar tbm... 7 bilhoes de pessoas no mundo e tem gente que te a cara de pau de falar q a raça humana vai ser extinta pq tem pessoas que nao querem ter filhos... no dia que isso se tornar realidade, o que acho muito dificil, mais facil a humanidade sumir por excesso de pessoas, o planeta vai respirar aliviado e as outras especies tbm...
Juliana disse…
Sim, extinto pela superpopulaçao, tem gente acha q isso é impossivel, espero que viva bastante pra ver esse mundo explodir de gente sem ter o q comer, o q beber e respirar tbm... 7 bilhoes de pessoas no mundo e tem gente que tem a cara de pau de falar q a raça humana vai ser extinta pq tem pessoas que nao querem ter filhos... no dia que isso se tornar realidade, o que acho muito dificil, mais facil a humanidade sumir por excesso de pessoas, o planeta vai respirar aliviado e as outras especies tbm...
Anônimo disse…
É melhor qualidade do que quantidade. Afinal do tipo que esse povo cresce da medo de faltar comida e o planeta se sacudir com o consumismo!
Anônimo disse…
É melhor ter vários filhos do que eles nunca poderem ter visto a luz do sol por não existirem. Mais vale uma vida breve, pobre, mas vida do que nunca ter vivido. No século XIX falavam da escassez de alimentos porque de acordo do Malthus, não imaginavam no desenvolvimento industrial na agricultura. Hoje do mesmo modo que com o avanço da tecnologia produção aumentará, hoje nem terra se precisa para cultivar os alimentos.
Anônimo disse…
Deveriam ter seguido a bíblia, de nada adiantou as Cruzadas para impedirem a invasão dos muçulmanos se agora eles pararam de ter filhos. O que mais impressiona são que nossos ascendentes passaram pelas guerras, doenças, miséria, fome para agora não continuarmos a passar a nossa descendência. As pessoas tem que ter mais filhos, até porque como dizem evoluídos os países europeus deveriam ter ainda mais. É uma perda de tempo viver sem deixar ou deixar poucos herdeiros. Sem falar que poucos filhos aumentam o egoísmo e a solidão.
Anônimo disse…
E com mais sorte ainda todas serão cristãs ou ao menos religiosas. Até porque no Corão citam-se relatos sobre Jesus e Maria e eles vem aquele como um messias.
Anônimo disse…
Quando jovens temos a obrigação de cuidar dos filhos e quando velhos os filhos tem a obrigação de nos cuidar.
Anônimo disse…
A questão não é em si só com os homossexuais, é que Deus ama o pecador, não o pecado e abandonar essas práticas e um sinal ao amor por Deus e para os ateus ao menos ao próximo. Porque eu duvido que alguém desejaria que seu filho fosse homossexual.
Anônimo disse…
A terra suportou os dinossauros e nem por isso foi extinta naturalmente se não fosse pelo meteoro (situação exterior) não há como o homem, tão pequeno, destruir um planeta tão grande, o máximo que pode acontecer é nos destruímos, mas nunca a Terra porque esta sempre se renova.
Anônimo disse…
Simplesmente os ateus são mais racionais e escolarizados, essa taxa de reprodução é típica desses tipo de pessoa. Religiosos se reproduzem como animais irracionais, são gado
Anônimo disse…
Ateus são simplesmente mais racionais e planejam melhor a família, religiosos se reproduzem como animais
João disse…
Nada mais que uma questao matemática. Se procriam mais pessoas, caso contrário, a tendencia é a extincao mesmo. Boa parte das pessoas que estao imigrando para a Europa sao religiosas, vindos do oriente médio, ásia e áfrica. E, mesmo se um dia, algo que acredito ser impossível, por questoes éticas e opressoras, países conseguirem aplicar um sistema de controle de natalidade ia continuar a ocorrer a mesma coisa. A China é um exemplo claro, já que controlaram a quantidade de casais terem filhos, hoje o partido comunista está sofrendo sem saber o que fazer. Eles nao querem pessoas religiosas imigrem para o país, os chineses nao querem mais filhos porque é caro criar um filho na china atual e a populacao esta vivendo mais, o reflexo disso será em 30 anos uma populacao idosa que superara os mais de 400 milhoes de habitantes. O que eles vao fazer com uma economia já fragilizada pelo controle e interfencao estatal? Eu, vejo que boa parte dos irreligiosos pensam que nao terem filhos ajudarao a proteger os recursos naturais, biomas, as espécies, a vida como um todo, mas esquecem que a taxa de conversao de religiosos para irreligiosos continuam a cair no mundo todo, inclusive nos países mais ateus do mundo, como é o Caso da China que já tem mais de Cem milhoes de cristaos. Fatos sao fatos. O resultado será uma populacao mundial e religiosa muito maior que a atual e irreligiosos daqui cem anos serao minoria, se brincar menor que os judeus atuais. Isso será complexo, pois poderá implicar muito mais perseguicao e desfarces dos irreligiosos, como fizeram os judeus na era em que eles foram perseguidos por religiosos na Espanha.
João disse…
Justamente o contrário. A Populacao chinesa cresceu na época do MAO e as consequencias da politica expanssionista natalista que ele implementou que durou até as reformas políticas de Deng Xiaoping. Dali pra cá com as politicas de controle, a China chegou ao estado atual, em que o próprio partido chines, agora tenta fomentar a natalidade. Como bem citaram vários comentários acima, tudo depende da qualidade instrutiva de cada pessoa, dos níveis de intervencao estatal. Estados que controlam os recursos e tudo que a populacao faz e criam sistema de seguro ineficazes precisam de milhoes de pessoas para se manterem no poder. O problema é que com as TICs a populacao nao fica mais calada e indaga muito mais. Governos estao perdendo o controle. A China está vendo que isso será difícil de suportar. A India vai acabar sofrendo a mesma coisa. Vários países do mundo, principalmente os desenvolvidos e em desenvolvimento estao vendo as taxas de crescimento dos idosos disparar, já que as tecnologias e a medicina evoluíram. Hoje em dia nao faltam exemplos de pessoas vivendo cem anos. Olha o Japao. Já, a natalidade reduz drasticamente a cada ano e nao é um caso aparte dos irreligiosos. Como bem disse Pondé, os evangélicos vao dominar o Brasil. Nao será diferente na América Latina e na Africa. Nos EUA e na Europa, ocorrerá a mesma coisa, com protestantes e islamicos tomando a frente. Na China já sao mais de Cem milhoes de cristaos. Quem viver verá.
João disse…
Sonho ilógico, nao analisando as variáveis do mundo atual.
João disse…
Conheco milhares de fundamentalistas e a maioria nao tem dez, quinze filhos como alguns pensam. Pra eles, Deus está acima de qualquer coisa. Algo que os cientistas evolucionistas insistem em tentar mudar é a concepcao lógica de cada religioso. Nao adianta. Religiosos que tem sua fé bem fortificada nao mudam, nao sao facilmente influenciados. Claro, que nem todos seguem por boa fé e sao obrigados ou instruídos a seguirem tal pensamento. Quando encontram algo contrário ao que aprenderam mudam seus ideias, suas visoes. MAs, isso nao quer dizer que ficarao longe da fé eternamente. Pessoas vao e voltam a suas crencas. Da mesma forma que muitos irreligiosos sofrem perseguicao e preconceito, a reciprocidade é evidente.

Posts + acessados hoje

Igreja do 'santo' Maradona tem altar, cultos e mandamentos

Malafaia faz campanha contra vacina: ‘Não podemos ser cobaias de chinês’

Para não pagar imposto, TJs alegam que máquina de passar roupa é essencial à religião