Teste de DNA confirma que argentino teve dez filhos com sua filha

A filha Joana: 'Não tive tempo para a dor'
A polícia argentina prendeu Armando Gomez, 62, na província de Santa Fé por ter estuprado por 30 anos a sua filha Joana Elvira (foto), 43, com quem tem dez filhos. Exames de DNA confirmaram que os filhos são de relação incestuosa. 

‘Este caso é pior do que o da Áustria’, disse o juiz que determinou a prisão, Virgilio Palude, referindo-se ao austríaco José Fritzl, que manteve uma filha em cárcere privado e com ela teve sete filhos.

Gomez teria começado a abusar de Joana quando ela tinha dois anos, após a morte de sua mãe. “Não tive espaço para a dor”, disse ela. “Porque tenho filhos para cuidar.” O filho mais velho tem 27 anos e o mais novo, sete.

Inicialmente, Gomez foi detido em junho por roubo de gado, e Joana aproveitou a oportunidade para contar a sua história à polícia.

Até que ficassem prontos os exames de DNA, ele negava que tivera os filhos com a filha, mas não disse quem seria a mãe deles.

Gomez, que é chamado pela imprensa argentina de “O Monstro de Santa Fé”, ficará preso no mínimo 20 anos.

Com informação das agências.

> Polícia prende em Sergipe pai acusado de ter filhos com a filha.
julho de 2010

Comentários

peron1935 disse…
Está bem claro que est argentino tem desvio mental;já no caso de sua filha infelismente foi vítima das sircunstãncias;família humilde com pouca ou nenhuma informação falta de atençaõ de familiares etc ;enfim cazamento ou casais também deveríam ser fiscalizados pelas altoridades;p/ evitar esse terrível sofrimento p/ as vítimas e também seus familiares.

-------- Busca neste site --------