Pastor assassino é preso durante culto em Sumaré

Não se sabe exatamente que trecho da Bíblia o pastor Jaime Martiniano dos Santos, 33, lia durante o culto, se era, por exemplo, algum que ressaltava que roubar e matar são pecados, coisas do diabo.

O fato é que ele não terminou o culto de sábado (24) porque policiais militares lhe deram voz de prisão e o levou algemado para a delegacia.

Santos estava sendo procurado pela polícia por ter sido condenado a 23 anos e 4 meses de prisão. Em 2002, ele roubou e matou uma pessoa na vila Matilde, São Paulo.

Ele era pastor da Igreja Mundial da Palavra de Deus, do templo do Jardim das Palmeiras, em Sumaré, cidade paulista de 242 mil habitantes que fica a 115 km da capital.

Desde 2005 morava em uma cidade vizinha, Hortolândia.

Com informação do jornal Liberal.

> Pastores da Mundial são pegos com sete fuzis do tráfico.
março de 2010

Comentários

Anônimo disse…
Essa pastorada sem dúvida é uma quadrilha
Felipe Alves disse…
ele era convertido na época do roubo e assassinato?
Anônimo disse…
nao julgueis o livro pela capa so jesus salva a lei de DEUS e a dos homens todos tem que obedecer da a cesar o que e de cesar a DEUS O QUE E DE DEUS.salmo 40