Português culpa imigrantes brasileiros pela invasão de seitas



Mario-Soares
Soares criticou a invasão
das "seitas comerciais"

O ex-presidente de Portugal Mário Soares (foto) responsabilizou a imigração brasileira pelo fato de o país ter sido invadido por 'seitas comerciais', como a Testemunhas de Jeová.

Ao participar de um evento em Braga, Soares, que é presidente da Comissão da Liberdade Religiosa, ressaltou que estava falando em seu nome, e não pelo órgão, que é atrelado ao Ministério da Justiça. As informações são do jornal português Expresso.

Os brasileiros se tornaram em 2007 a maior comunidade de estrangeiros em Portugal, com 66.354 pessoas. Sem contar os cerca de 20 mil clandestinos, os brasileiros significavam naquele ano 15% dos 436 mil estrangeiros ali estabelecidos.

Soares também criticou os evangélicos de uma maneira em geral por serem  "muito fanatizados".

"Os pobres não percebem, mas esta é que é a verdade", disse. "As pessoas perdem muito dinheiro com essas seitas."

Igrejas evangélicas neopentecostais se estabeleceram em Portugal já há um bom tempo. Lá estão, por exemplo, a Igreja Universal do Reino de Deus, do Edir Macedo, a Igreja Internacional da Graça de Deus, do R.R. Soares, e a Igreja Mundial do Poder de Deus, do Valdemiro Santiago.

Portugal tem sido a porta de entrada dessas seitas para países da Europa e da África. 

Lá como aqui, entre um e outro pedido de dízimo, todas prometem milagres, como cura a doenças incuráveis.

Brasileiros se tornam o maior grupo estrangeiro em Portugal.
julho de 2008

Angolano diz que proliferação de seitas ameaça a cultura do país.
junho de 2011

Brazucas.       Notícias de Portugal.



Comentários

  1. Pra ver a maneira de pensar de um imbecil desses, que já foi primeiro-ministro de Portugal, e é presidente de Comissão que preserva a Liberdade Religiosa, no país que já foi expoente da Inquisição.
    Aí também fica fácil culpar todas as mazelas existentes no nosso país serem culpa dos portugueses que foram os responsáveis pela "colonização" brasileira, ou melhor dizendo pela "pilhagem" de riquezas nacionais. Isso é um ponto de vista cretino.
    A proliferação dessas "religiões" é inversamente proporcional ao grau de escolaridade das pessoas. Aproveitam-se da credulidade cega, que se dá sem o exame crítico da doutrina filosófica que essas ditas "religiões" propõem.

    Ronaldo

    ResponderExcluir
  2. Anônimo12/22/2009

    Eu sou portugues e não assino aquilo que foi dito pelo imbecil da foto. LOL

    Concordo que a culpa de existirem estas ceitas é mesmo do baixo grau de escolaridade dos "seguidores", pois só eles podem fazer parar esta exploração...

    O que mais me surpreende é que em tempo de crise (seja em portugal ou no brasil), continue a existir dinheiro para esbanjar nestas coisas.

    É assim tão dificil entender que Deus não quer saber do "vosso" dinheiro para nada e que o dinheiro que estão a dar não vai para ele nem para ajudar os necessitados?

    Existe aqui o sindrome do cedo que não quer ver e isso não é culpa de mais ninguém a não ser do "cego", está claro...

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12/24/2009

    Sou brasileira,morei por 5 anos em Portugal e posso dizer,é uma avalanche de brasileiros crentes,que dizem que vão evangelizar o país,que vão mostrar a verdade,que Portugal precisa de Deus,ñ respeitam a opção do país que é católico,lá foi invadido por um bando de fanaticos.

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz,

    É lamentavel a atitude deste cidadão,oremos por ele.

    José Ailton
    www.extremosulgospel.com.br

    ResponderExcluir
  5. Anônimo12/25/2009

    Se as Testemunhas de Jeová são mais comerciais do que religiosas, então aconselho Mário Soares a abrir os olhos, pois tanto quanto sei, as Testemunhas de Jeová são o unico grupo religioso que anda de porta em porta a falar da Biblia, além disso não cobram dinheiro para fazer batismos, ou celebrar missas ou fazer casamentos, ou funerais eoutras coisas mais.....

    ResponderExcluir
  6. Anônimo5/17/2010

    Mesmo se fosse verdade (o que não estou dizendo que é) ainda seria pouco pq se não fosse o brasil ter sido explorado por tantos anos o brasil poderia ser uma grande potencia e portugal ia ser uma boa duma merda.(ai ke coisa ser decendente de portugues)

    ResponderExcluir
  7. Anônimo11/19/2011

    Sou brasileira, e concordo com Soares, evangélicos são muito fanatizados e oportunistas também, não é bom para nenhum país ter uma população muito grande de crentes.
    Sorry =)minha opinião.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo11/19/2011

    Assim como o Brasil, Portugal é um dos países mais católicos do mundo, e eles parecem que estão doidos para acabar com isso.

    ResponderExcluir
  9. Os portugas enfiaram o catolicismo goela abaixo de indígenas, timorenses, africanos e judeus, então não tem tanta moral assim para reclamar da "invasão de seitas" por terem levado uma seita a invadir outros locais. Fora isso, chega a ser contraditório esse sujeito falar isso quando é, na teoria, um representante da "liberdade religiosa", que hoje tem sido na Europa basicamente uma puxação de saco de muçulmanos para agradar aos sheiks do petróleo...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Vicente e Soraya falam do peso que é ter o nome Abdelmassih

Gloria Perez diz não querer ampliar a voz de seus críticos