Pular para o conteúdo principal

Novo inquérito sobre Abdelmassih tem 18 testemunhas por enquanto

Clínica Abdelmassih

Dezoito mulheres já se prontificaram a testemunhar contra o médico Roger Abdelmassih, 66, em novo inquérito aberto pela 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo. Entre as supostas vítimas, há brasileiras que moram nos Estados Unidos e em um país europeu.

Celi Paulino Carlota, titular da delegacia, informou que desta vez as denúncias, além do assédio sexual, incluem irregularidades na manipulação genética.

A delegada disse que o fato de as irregularidades estarem ligadas diretamente à fertilização de mulheres -- e, em consequência, aos filhos delas -- deve estar inibindo a apresentação de novas denúncias.

Ela falou que, quanto a isso, o constrangimento da mulher é ainda maior em relação aos casos de abuso sexual, porque envolve toda a família. 

Ainda assim, como o inquérito está no começo, a delegada acredita que venha a ser procurada por mais  ex-pacientes, além de outras pessoas que tenham informações sobre as atividades da clínica, incluindo a área de pesquisa.

A Promotoria de Justiça do Consumidor de São Paulo e o Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) também estão apurando denúncias que envolvem procedimentos da clínica.

O conselho está analisando, entre outras, a denúncias sobre manipulação de óvulos e de espermatozóides.

Procuradoria informou a este blog que não pode se manifestar sobre o caso, mas, de acordo com supostas vítimas, ela estaria investigando denúncias de vendas casadas. Ou seja, além de pagar pelo tratamento, pacientes tinham de comprar remédio da clínica.
  
Com base no primeiro inquérito, o Ministério Público de São Paulo denunciou o médico por estupro de 56 mulheres. Preso preventivamente em 17 de agosto, Abdelmassih encontra-se na Penitenciária Tremembé, interior de São Paulo. Ele se diz inocente.

Com a divulgação das denúncias pela imprensa,  desde o começo deste ano, houve uma drástica queda na procura pela clínica, que era até então a mais requisitada do país, apesar de cobrar preços acima da média do mercado.

Ex-pacientes estão recebendo comunicado da clínica com a informação de que mudou a sua direção. O nome do médico e os dizeres “Centro de Pesquisas” foram retirados da fachada do prédio da clínica, que fica na avenida Brasil, no Jardim América – um bairro nobre de São Paulo.

O site da clínica não mudou. Continua lá, por exemplo, o texto que se refere ao “padrão de qualidade dos serviços” e que “o incansável Dr. Roger está à frente desse trabalho vitorioso”.

REESTRUTURAÇÃO - atualização em 5/11/2009

Em resposta a uma solicitação deste blog, Vicente Abdelmassih explica sobre a mudança no logotipo. Segue a íntegra do e-mail dele:

"A clínica passa por uma reestruturação, diante de tudo que aconteceu como Dr. Roger. As equipes médicas e laboratorial vem se mantendo e prestando serviços para os casais inférteis. Trabalho que temos muito orgulho em realizar, já que podemos ver a felicidade dos casais que conseguem seus objetivos. É pena que o interese jornalístico seja apenas focar o loado negativo de todas as coisas. Acreditamos muito na equipe e que possamos ainda prestar um serviço de qualidade para a população.

Apenas resolvemos deixar apenas o logotipo, já que a clínica tem o nome do Dr Roger, e como ele está suspenso pelo CRM de exercer as atividades como médico, achamos melhor assim. Vamos nos reestruturar e seguir em frente, se Deus quiser. Obrigado."

> Caso Roger Abdelmassih.

Comentários

  1. Mesmo se a nova direção da clinica mudasse o nome para "Entrada para o Céu", nem assim os clientes voltariam! ACABOU!!!!! NÂO TEM VOLTA!!!! É muita sujeira e monstruosidade neste lugar. As pessoas que não tem acesso ao caso, que corre sob sigilo, não têem noção das coisas que nós vitimas sabemos. Não sei se a midia irá divulgar tudo mas se isso acontecer com certeza irão ter ânsia de vômito e asco deste ser que se DIZIA médico e Deus da fertilização!

    ResponderExcluir
  2. Cinismo Bizarro

    Olhem para as caras sorridentes dos integrantes da equipe médica da famigerada clínica do Dr. Roger que no seu site anuncia, no topo da sua página, a mensagem publicitária “Fazendo alegrias, gerando famílias” acrescida dos coloridos caracteres numéricos do número 7.500.
    Estes desastrados provocaram tristeza e destruíram famílias.
    Quem, entre os fotografados, seríam os “bacanas” que participavam da manipulação na cultura de células de animais, desenvolvida por empresa veterinária, que era aplicada na área de pesquisas de fertilização de humanos?
    Após as fortes evidências de provável conluio com os atos do poderoso chefão estes “luminares” não se envergonham da pose afetada?
    Será que aqueles jalecos brancos, mostrados nas fotografias, foram lavados corretamente?
    Quanto à higiene das mãos, não tenho dúvidas: “ELES LAVAVAM AS MÃOS”...
    Nenhuma vítima disposta a evitar novos ataques do “PORCÃO BRANCO” a outras pacientes não deve se intimidar com o apoio cínico de advogados sem nenhum caráter aos criminosos.
    Para permitir que a sociedade possa, efetivamente, avaliar os graves desvios de condutas dos maus profissionais da medicina, deveriam ser criados mecanismos de controle externo às associações corporativas.

    Cremesp Letárgico

    Resolução publicada pelo CFM em 17 de setembro estabelece o novo Código de Ética Médica

    "... a proibição do uso do placebo, maior participação dos pacientes no tratamento, melhor detalhamento sobre prontuário, a função de auditor e perito e a inclusão de questões como reprodução assistida e genoma humano foram as principais mudanças incluídas no novo Código de Ética Médica (CEM), aprovado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), em 29 de agosto. O texto amplia o conceito do exercício do ato médico, seja no atendimento, no ensino, na pesquisa, na gestão ou em qualquer outro ato advindo da Medicina.

    O Código foi estabelecido pela Resolução nº 1.931/09, de 17/09/09, e entrará em vigor 180 dias após sua publicação no Diário Oficial da União, em 24 de setembro de 2009, seção I, págs. 90 a 92”.

    Fonte: http://www.cremesp.com.br/?siteAcao=Jornal&id=1204

    Jones

    ResponderExcluir
  3. Sou uma dessas vítimas, e adorei ver que o caso está andando, estou PRONTA!!!

    DENUNCIEM!!!

    Tenho certeza que depois do meu caso abriu-se um leque e outras mulheres tiveram a coragem de denunciar, muita água ainda há para rolar, e os outros médicos estão até o pescoço envolvidos nesses casos novos.

    Ganhei o dia hoje!!!

    Basta de brincar de DEUS!!!

    Basta de brincar com as filhas de DEUS!!!

    Demorou, mas desmoronou!!!

    Sob nova direção? Passou do demônio-mor para os demônios-filhos e médicos associados!

    JUSTIÇA!!!

    Vamos comer pizza sim, como eles me falaram pelo telefone debochando, mas vai ser quentinha, saída do forno, e de forno eles entendem bem, rsrsrs!

    ResponderExcluir
  4. Como temos a vida limpa, e eu nunca me deparei em uma situação dessa antes, fico curiosa em saber se ele ou os advogados dele nos perguntam alguma coisa?

    Medo? NENHUM, estou doida para estar cara a cara com o demônio-mor e confirmar tudo na cara dele. Safado, sem vergonha que acabou com minha vida e da minha família!

    ResponderExcluir
  5. Todas as famílias se enquadram no caso do PROCON, não esqueçam de denunciar, vc não precisa de advogado para isso, basta procurar o Dr. Roberto Senise!

    Não esqueçam disso!!!

    ResponderExcluir
  6. Conforme minha advogada, primeiro as mulheres falam com a juiza, depois com os promotores, dr Carneiro e Dr Dal Poz e se a defesa, ou seja, os advogados do Dr quiser fazer alguma pergunta... fazem! É isso!!!! Simples!!!

    ResponderExcluir
  7. Já fui à Barra Funda. Na sala estávamos a Juíza, eu, Dr. Dal Poz, Dr. Monstro, seu advogado, duas escrivãs e dois policiais de butuca no doutor. Apesar de que ele estava tão aquado que a chance de nós vítimas metermos uma surra nele, era maior do que ele tentar fazer algo contra nós.

    Primeiro Dal Poz fez suas perguntas, oportunidade que tive de contar TUDO que me aconteceu. Depois o advogado do Dr.Monstro. Por último a Juíza arremaatou. As perguntas do advogado foram primárias. Pareceu que ele estava do meu lado e não do lado do Dr.Monstro! Ele se saiu MUITO mal.

    Eu saí de alma lavada depois do depoimento. Não há razão para medo ou insegurança nenhuma. Lembrem-se sempre: O ACUSADO É ELE, NÓS SOMOS AS VÍTIMAS.

    ResponderExcluir
  8. Caiu mesmo o movimento. Para ser exato, caiu 70%. Vocês se lembram daquela música que dizia "Prá que ficar catando os pedacinhos do amor que se acabou ?". Pois é isso que estão fazendo na clínica hoje em dia. Tentando correr atrás do que já não existe mais.

    Bando de coniventes sacanas. Vãopagar todos juntos.

    ResponderExcluir
  9. Definitivamente estou mudando de time. Defendi o Dr Roger até onde pude e achei conveniente. Agora já não tá dando mais. Será possível que vão surgir ainda mais relatos de novos problemas ? Estou estarrecida e muito triste. Muito mesmo pois sempre admirei muito o Dr Roger. Ele me ajudou a realizar meu sonho de ser mãe e isso não tem preço. Mas, descobrir gradativamente, de quem se trata essa pessoa, tem mexido profundamente comigo. Quando vi essa nova matéria aqui no Blog do Paulo Lopes, minha ficha caiu de vez. Vamos parar de tapar o sol com a peneira, gente. Ele pode ter sido muito bom com várias de nós, mas está claro que foi uma pessoa terrível com muitas outras. É lamentável e muito triste mas é a verdade.

    ResponderExcluir
  10. O que está acontecendo com Roger, é um exemplo para todos os médicos se cuidarem! Um dia a casa cai, não dá para acreditar com tdo que está acontecendo. Mas está é a verdade. justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  11. Anônima das 20:29,

    Você me comoveu por uma razão simples: sou marido de uma da vítimas. Para nós sempre foi fácil entender o sentimento de quem realizou seu sonho na clínica do dr. Roger e não passou por nenhuma violação, como nós passamos. A gratidão é automática, merecida, legítima. Sorte de quem conseguiu o que queria e pode agradecer sem cicatrizes.

    Mas nunca entendi o desrespeito, o descaso, a desconfiança, a insensibilidade, a desconsideração com que vítimas foram tratadas, esse tempo todo, por quem nada tem a reclamar do Dr.Roger.

    Se ele não cometeu crimes com todas as suas pacientes, ele cometeu com muitas, muitas, e muitas, que estão feridas e merecem o respeito das demais.

    Ele está sendo julgado pelos crimes que cometeu e tão somente por esses crimes. As que tiveram a sorte de sair dquela clínica incólumes, devem agradecer todos o dias por isso.

    Mas as que viveram o inferno na mão desse maníaco sexual covarde e sem escrúpulos, tem o direito legítimo de lutar por justiça. Esperar a justiça. Ver a justiça triunfar, doa a quem doer.

    ResponderExcluir
  12. Acho que as vitimas já sofreram muito e por muito tempo,com o medo,a angustia e o descredito.Agora,já que estão sendo ouvidas,não podem perder a oportunidade de lavar a alma.Justiça seja feita.Sigam em frente.

    ResponderExcluir
  13. Não se esqueçam do PROCON!!!

    É uma excelente arma, eles querem judar, mandem um email para o Dr. Roberto Senise.

    robertosenise@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Para a vitima que mudou de opinião das 20:29.

    Eu achei linda a sua atitude, a de vir em publico, voltando atrás dizendo que conseguiu perceber que não eram boatos e nem supostas invenções das vítimas, que algo estava errado mesmo.

    Acredito que, com você virão muitas outras, principalmente depois dos novos processos virem a tona.

    Já são 19 novas testemunhas (vitimas) que prestaram depoimento nos órgãos competentes, entre os erros denunciados estão: erros médicos, manipulação de óvulos e espermatozóides, sexagem e os testes de DNA que estão aparecendo negativos...

    Quando esse conteúdo vazar, digo vazar quando algumas mães ou pais se tornarem corajosos como fomos e virem nos contar seus desabafos. Sei que serão tão cruéis como os de abuso sexual ou pior.

    Gostaria de saber baseada em que “CORAGEM” uma “”MULHER MÃE””, se colocaria frente a justiça para defende-lo.

    Que essas defensoras, meditem antes de ir defendê-lo, porque elas não sabem o dia de amanhã.

    ResponderExcluir
  15. Foi muito difícil ir até SP de novo, agora sem toda aquela esperança no coração, sem meu filho na barriga, fui chorando, eu e meu marido e voltei chorando, fiz sim TODAS as denuncias, e fui a primeira desta nova infeliz fila, lá mesmo demos entrevista, não tem nada a perder, o que eu tinha de mais precioso eu já perdi, não tenho medo de nada, mesmo que o meu caso fosse o primeiro e os outros eram abuso/estupro, eu tinha a certeza que eu não era a única que sabia dos bastidores imundos da clínica que já até tirou a sua identificação da parede, que sinal de culpa, né? Eu já conhecia e conheço ainda muita gente que está nas mesmas condições que nós estamos e tem medo. E eu faço um pedido, até por consideração a sua família DENUNCIE ele e a clínica!!! Não se intimide. Continuarei postando como anônima, pois sei com que tipinho de gente estamos lidando, e na hora certa eles saberão quem somos, acho que até já sabem.

    ResponderExcluir
  16. Mudei de opinião, parabéns, espero que vc seja a Silvia e Deus tenha tirado as escamas dos seus olhos.


    E que mais pessoas vejam que somos vítimas e não loucas aproveitadoras, eu nem advogado tenho, nem com processo entrei, só denuncias que é sem custos. Não espero dinheiro, quero justiça!

    ResponderExcluir
  17. Dra.Celi Paulino Carlota, titular da 1ª delegacia da mulher, parabéns pela sua coragem e atitude, o Brasil PRECISA de mulheres e homens como você!!!

    Mulher de fibra! Abençoada!

    ResponderExcluir
  18. Paulo, pense em criar um link sobre o PROCON, pois seria de interesse de todas, inclusive de quem não está nos casos de estupro e erros.

    ResponderExcluir
  19. Para a anônima do dia 31/10/2009 às 23:54,

    Parabéns pela sua hombridade!

    Não digo nem coragem, porque acredito que, quando a pessoa é íntegra, a coragem para fazer justiça surge como a única forma de se ter paz.

    Se você não tivesse denunciado, eu creio que viveria o resto de sua vida se cobrando por não ter feito o que considerava correto, por não ter evitado que outras pessoas passassem pelo que passou.

    Agora a verdade está aberta, e será mais fácil lidar com ela honestamente.

    ResponderExcluir
  20. Paulo

    Dei um comentário e vc não publicou eu disse algo errado????????????

    Atte Marina

    ResponderExcluir
  21. Que a justiça seja feita , e que todos os que fizeram mal na clinica e fora dela , e ainda fazem paguem por isso.... mas eu o conheço bem e realmente ele é uma pessoa má... eu diria doente .... porque para fazer o que fez so pode ser loucooooo normal q não é....

    Que a justiça depois de 40 longos anos se faça presente neste País , ja o o protetor dele no Cremesp morreu ano passadooooo....

    Atte Marina

    ResponderExcluir
  22. A um passo da clonagem

    Ciência e ética se confrontam nas experiências que podem levar, em breve, à replicação de seres humanos

    ...

    A transferência de citoplasma, noticiada com alarde no dia 4, é rotina na clínica do médico Roger Abdelmassih, em São Paulo. Os casais são informados sobre a possibilidade de a criança herdar material genético da doadora do óvulo. Foi assim com a psicóloga Célia Maria Leal Costa, de 44 anos, e o sociólogo Ernani Guimarães Filho, de 51 anos. Dos cinco embriões implantados no útero, dois vingaram. Os gêmeos, hoje com 10 meses, esbanjam saúde. Os pais não pretendem submeter as crianças a um exame de DNA para saber se herdaram características da doadora desconhecida. Célia delicia-se ao identificar traços familiares no rosto dos filhos. Júlia tem sobrancelhas grossas e madeixas castanhas como as da mãe. Lucas exibe olhos escuros e cabelos ralinhos como os do pai. “Eles se parecem muito conosco porque o médico escolheu uma doadora com as nossas características”, diz Célia.

    REVISTA ÉPOCA - Edição 156 - 14/05/2001
    Jornalista Cristiane Segatto

    Jones

    ResponderExcluir
  23. Achei um artigo interessante, de 08 de setembro, do site Consultor Jurídico. Aí vai o link: http://www.conjur.com.br/2009-set-08/legislador-ampliou-conceito-estupro-causar-comocao-publica

    ResponderExcluir
  24. Também saí com a alma lavada do depoimento. Ele estava com cara de velório, cochichando de vez em quando com sua advogada de defesa. A juíza me tratou com respeito o tempo todo. Falei tudo o que me aconteceu, tudo o que estava engasgado na minha garganta há anos. A advogada dele me fez perguntas primárias, acho que sem sentido algum. Também... Não se pode fazer milagre. Me senti segura e com um sentimento de colaborar com a justiça. De cumprir o meu papel. Ele chegou algemado, com dois policiais o tempo todo do seu lado. Jamais imaginei ver essa cena, tratando-se do ser arrogante e prepotente que ele é. Merecemos. Todas nos que passamos o que passamos. Roger Abdelmassih já era! Nós merecemos isso e ele tambem.....

    ResponderExcluir
  25. Acreditei nos depoimentos,
    desde o princípio me senti enojada,
    que bom que tudo está sendo esclarecido,
    achei um absurdo as pessoas não acreditarem nessas mulheres.

    ResponderExcluir
  26. Gente será que tudo mundo esta loco?
    Voces mesmo acreditam em toda esta historia muito suspeita?
    Eu ia acusar já um medico e não agurdar 12 e mais anos! Isso é uma conspirasão e locura!!
    Tenho pena esta gente que esta desperdiçando
    a sua vida carregando tanto odio dentro de si.
    Onde mundo vai parar?

    ResponderExcluir
  27. Marcia
    Suspeita é sua afirmação, talvez uma dia vc passa por alguma dor terrível, com implicações ainda mais terríveis e se lembre do que disse.

    Meu caso foi em 2008, porém se não fossem essas mulheres admiráveis, não como vc Márcia, diferentes, mulheres que lutam contra um sistema judiciário imundo, comprável, contra um cooperativismo no meio médico,enfim se o caminho não tivesse sido aberto por essas heroínas que lutam não por 12 anos apenas, mas algumas por 39 anos, talvez eu preferisse guardar a minha dor do que me expor a um ridículo de não ser acreditada. Você sabia que ele fazia acordos financeiros com quase todo mundo em que a clínica cometia erros médicos, coisas absurdas? Você sabia que eles ameaçam as pessoas? Você sabia que ele tinha um grande protetor no CRM que morreu ano passado? Você sabia que ele debochava de suas vítimas dizendo que a palavra delas não tinha peso? Você sabia que ele comprava os advogados dos seus acusadores? Faça uma pesquisa melhor!

    Não julgue tão banalmente a dor alheia!

    Você existe?

    ResponderExcluir
  28. Marcia, vc realmente existe??
    sou amiga de uma das vítimas desse monstro, acompanhei todo o processo de fertilização, gestação, nascimento e morte de um bebê que viveu oitenta dias numa UTI neo natal por obra e graça unicamente da ambição desmedida desse monstro!
    Cadeia é muito, muito pouco pra todo sofrimento que ele causou!
    E não, o caso da minha amiga não foi 12 anos atrás, foi esse ano mesmo, tá fresquinho pra quem quiser comprovar!!!

    ResponderExcluir
  29. Prezadas mulheres,

    voces têm o direito deindicam sentir o que sentem e também de se expressar.
    Entretanto, o que vocês também não entendem é que não temos a obrigação de acreditar em tudo o que está sendo veiculado.

    Qualquer um considerado criminoso se ele for condenado, APÓS SER JULGADO.

    Voces não saõ unicas a vida para todos é dificil!
    Tem tanta injustiça neste mundo e voces não ligam.

    Não conheço Dr. Roger, mas conheci por acaso as pessoas que se juntaram ao grupo para conseguir a publicidade.

    Alem disso, eu poderia acreditar nisso se fosse uma rede da saude publica, so que todas voces são tambem ricas e como ele sabem se defender, portanto naõ acredito em voces.

    Somente vou acreditar quando a culpa dele for comprovada.

    ResponderExcluir
  30. Olá marcia...07/11/09 das 00:07...

    Não farei como minhas amigas que te perguntaram se você existe, rsrsrsrs...

    "...Até purque sô, nóis sabemu que sim né não? Essas mininas num vê qui você até sabe iscrevê?... si iscreve ixiste...
    Só uma coisa nóis num sabemu, qual é o teu preçu?

    Devi ser artu qui só...(artu di muito)..."

    marcia, por favor, pare de forçar seus erros, fica feio e dá na cara quem tu és...

    ResponderExcluir
  31. Quem ainda não foi depor, vá com calma, é tudo muito tranquilo.

    Saí de lá de alma lavada, calma e com a certeza de missão cumprida.

    Percebe-se que até a defesa deles acreditam na gente, educadíssima a advogada dele... amei...

    ResponderExcluir
  32. Olha, gente, as márcias acima são duas pessoas diferentes, só que a de baixo está se aproveitando do que disse a de cima, pois a de cima é minha amiga e inclusive está na comunidade "Cadeia para Roger Abdelmasshi". Como tem marginalzinho até para isso. Nunca a minha amiga que sabe muito bem o que estou passando e nunca diria: "Qualquer um considerado criminoso se ele for condenado, APÓS SER JULGADO". Além do mas minha amiga é culta, do meio artístico e nunca escreveria como uma analfabeta!!!

    Ridículo isso!!

    ResponderExcluir
  33. Notícia saída do forno agora: já são 23 acusações!!!

    Delicioso aos meus ouvidos e bálsamo para o meu coração!!!

    Continuo a me orgulhar de ter sido a primeira, de ter um marido forte ao meu lado, de ter amigas-vítimas que me ajudaram muito, de conhecer a Teresa, a Rafaela, de conhecer a Dra. Celi, Dr. Roberto e os jornalistas.

    Creio na justiça e declaro a minha infinita crença em Deus poderoso!

    ResponderExcluir
  34. Oi querida amiga, agradeço seu carinho, fico feliz em saber que ficou bem como nós vitimas de estupros ficamos após denunciá-lo. (Um alívio na alma)

    Já são 23 no Procon?

    Uia, ainda é pouco, vai chegar muito mais...

    Tem uma pessoa que está prestes a denunciá-lo, nessa hora garanto que cairá até as paredes da antiga Clínica. É muito importante tudo o que ela (a pessoa) sabe...

    Ainda não foi prestar seu depoimento por questão de medo e segurança pessoal. Mas vai... está criando coragem.

    Já foi o dia do meu depoimento, ele estava com 2 advogados, eu estava com DEUS!!!!

    Fui tão clara e calma que nem restou perguntas para a defesa fazer... Até eles acreditaram em mim...

    Vão tranquilas, falem a verdade e não se intimidem com ele, torço por todas...

    ResponderExcluir
  35. E não é que o velho crápula continua preso ainda?Parabens para a justiça(nem parece o velho Brasil).Se derem um habeas corpus para ele,aí a casa cai.Melhor o taradinho prepotente ficar em sua jaula,é mais seguro para a sociedade e para o próprio"Doutor Asco".agora essa clínica ainda não ter sido interditada,é uma piada de mal gosto,né não?

    ResponderExcluir
  36. Eu sou paciente do Dr Roger e digo que sempre fui tratada com muito respeito na clínica. Tenho várias conhecidas que fizeram tratamento lá e todas igualmente respeitadas. Assim como essas mulheres tem o dever de denunciar. Nós também temos o direito e dever de contar a verdade sobre nós.

    ResponderExcluir
  37. Só porque não fui estuprada, abusada, ou tive um filho com saúde não me sinto nem um pouco à vontade diante dos homens e de Deus para colocar a minha mãozinha no fogo por ele, pois não é porque não aconteceu comigo que vou defender uma pessoa acusada por tantas outras, sabendo que a maioria não está visando indenização, são apenas denuncias, elas querem mesmo é justiça, pelos estupros e pelos erros médicos. Poderei e certamente estarei colocando na rua um louco/doente/aproveitador/malvado/cínico/maquiavélico. Vocês viram o filme Advogado do diabo? Revejam!

    ResponderExcluir
  38. Gente
    !
    Quem estudou Direito, Psicologia, ou até mesmo quem não é ingênuo, sabe quem fala a verdadeee e quem fala mentira. A verdade sempre aparece, quase sempre!
    Quem vai depor, fica tranquila porque a verdade está com vc!
    E o juíz vai perceber ... porque ele vai fazer perguntas que, se a pessoa mentir, ele vai saber, portanto, fica calma q a justiça vai ser feita. Deus já está atuando, porque o homem já foi preso, já é um bom começo para a justiça!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Romualdo Panceiro cria a Igreja das Nações para concorrer com a Universal

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário

Pastor diz que máscara é ‘frescurite’; fiel idosa e marido morrem de Covid-19







EDITOR DESTE SITE
Paulo Lopes é jornalista.Trabalhou
no jornal abolicionista Diario Popular,
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e outras publicações.

Contato