‘Qualquer elogio do dr. Roger soa estranho neste momento’

de um leitor cuja mulher acusa o médico de abuso

“Vou fazer uma ponderação às mulheres que postaram aqui e que são agradecidas ao Roger Abdelmassih.
Sou marido de uma das vítimas.

Esse médico quase acabou com a nossa vida. Os detalhes estão nos autos dos processos e vamos revivê-los diante da juíza.

Entendo o sentimento de gratidão de vocês. Nós, depois de um sórdido e covarde abuso sexual, também realizamos nosso sonho. Sei bem o que isso significa. Nossa gratidão pelo profissional que nos ajudou também é imensa.

violencia O que vocês não entendem é que aqui estão falando muitas mulheres feridas. Muitos maridos feridos. Uma dor imensa de revolta e indignação. E um desejo febril por justiça.

Eu sei o que é realizar o sonho de um rebento. Todos os dias festejamos essa maravilha. Mas não sei se vocês sabem o que é passar por um crime inqualificável e nojento. Passar pelas mãos criminosas de um homem que você deposita todas as suas esperanças e seus mais importantes sonhos.

Estou muito triste com o rumo dessa discussão. O que vocês também não entendem é que essa "gratidão" festejada por vocês nos atinge como se fosse uma defesa difícil de aceitar. E soa muitas vezes como uma suspeita, uma dúvida sobre a nossa credibilidade, sobre nossa palavra, nossa honra, depois de tanto sofrimento.

Sinceramente, sigam em paz suas vidas. Mas acho que neste espaço temos o direito legítimo de apontar o dedo para um criminoso, para um bandido que merece tudo o que ele está passando.

E que nos fez sofrer tanto.

Não sei aonde se pode chegar com essa discussão entre vítimas e gratas, além de mais sofrimento e mais inquietação. Já bastam as gravíssimas suspeitas laboratoriais. Todos estamos passando por momentos delicados, quer queiram ou não.

Acho que agora é a hora de desmascarar um criminoso medonho. Falar de crimes. Falar de covardias, de uma postura bandida e delinquente. Falar de omissões, de cúmplices. Falar de cadeia.
 
Merecemos justiça. Qualquer elogio soa estranho, depois que se descobre a verdadeira natureza de um monstro.

É disso que se trata. E ninguém tem o direito de desrespeitar esse sentimento. Muito menos ignorá-lo. Muito menos diminuí-lo.”

> 'Acho que o dr. Roger é culpado, mas não consigo odiá-lo.'
agosto de 2009

> Caso Roger Abdelmassih.   > Posts de leitor.

Comentários

Anônimo disse…
Concordo plenamente com o post acima. Acho que este sentimento não será mesmo diminuído ouvindo depoimentos das pacientes que não foram abusadas pelo médico. Só será diminuído à medida que virmos a justiça sendo feita, que virmos este mentecapto atrás das grades para sempre, que virmos sua clínica fechada e interditada. Somente assim este sentimento irá sendo serenamente substituído por um sentimento de justiça feita, de dever cumprido, de que, mesmo feridos, contribuímos para uma sociedade mais justa.
Anônimo disse…
Para o MARIDO DE UMA MULHER QUE ACUSA O MÉDICO:


Também estou muito triste com o rumo dessa discussão. O senhor (sua esposa, e outras "vítimas") têm o direito de sentir o que sentem e também de se expressar. Entretanto, o que vocês também não entendem é que não temos a obrigação de acreditar em tudo o que está sendo veiculado. Se o Dr. Roger fez alguma coisa, NÃO ACREDITO QUE FOI NA DIMENSÃO QUE MUITOS ESTÃO QUERENDO QUE MUITAS PESSOAS ACREDITEM.
Sinto-me também NO DIREITO de NÃO ACREDITAR EM TUDO O QUE ESTÃO DIZENDO DO DR. ROGER. Criminoso ele vai ser considerado se for condenado, APÓS SER JULGADO.

Também não sei onde se pode chegar com essa discussão entre vítimas e gratas, além de mais sofrimento e mais inquietação. Também NÃO ACREDITO nas gravíssimas suspeitas laboratoriais.
CONCORDO QUE TODOS ESTAMOS passando por momentos delicados, quer queiram ou não.

NÃO ACHO QUE QUALQUER ELOGIO SOA ESTRANHO, essa NÃO É A MINHA OPINIÃO, pois NÃO O CONSIDERO UM MONSTRO, embora muitos queiram fazer com que ele pareça um monstro, INCLUSIVE O SR. PAULO LOPES. O que estou presenciando neste blog não é a troca de informações, divulgações, etc, como querem muitos afirmar (INCLUSIVE o Sr. PAULO LOPES). O que estou presenciando é um MASSACRE. E pior, MASSACRE POR PESSOAS QUE MUITAS VEZES NÃO TÊM NADA A VER COM ISSSO. SOMENTE PELA MALDADE DE ATIRAR PEDRAS.
Anônimo disse…
Haaaaa, Sr. Paulo Lopes:

A culpa do Roger estuprar pacientes é sua!!!

Divulgar informações de interesse público virou massacre.

A defesa do monstro (pode não ser pra você, e daí???) realmente está de vento em poupa...
Ju disse…
O Dr. Abdelmassih realmente não merece esse massacre. Afinal, um homem tão bom, que de vez em quando estuprava uma ou outra pacientes ainda sob efeito da anestesia ! Mas só de vez em quando..... Ele não merece esse massacre. Onde vamos parar ?
Anônimo disse…
Para o anônimo que não acredita em nada do que dizem, eu recomento um pouco de calma. E já que vc não acredita, esqueça o caso. Vá cuidar da sua vida acretitando no que o sr. quiser. Mas deixa a justiça cuidar do Roger, ok? Já etava mais que na hora.. Agora a conversa não é de fé ou crença é de JUSTIÇA! Os poucos defensores do tarado estão muito nervosos...
Anônimo disse…
Tive um filho através de outra clínica. Obviamente admiro muitíssimo o profissional que me ajudou. Ainda assim, se de repente surgissem cerca de 70 relatos de abuso sexual contra ele, seguidos de rumores sobre manipulação de óvulos e problemas fiscais, não teria como não acreditar. Poderia ser grata a ele pela vida do meu filho, mas jamais gostaria de vê-lo impune. Uma coisa não anula a outra. Um criminoso tem que pagar pelos seus crimes, seja ele um bom pai, um bom amigo, um bom médico ( ? ). Por isso estou de pleno acordo com o autor do texto. Qualquer manifestação de elogio ao Sr Abdelmassih, hoje, me parece completamente estapafúrdia. Coisa de quem realmente não enxerga um palmo além do nariz.
Anônimo disse…
Estranho ? Põe estranho nisso. É inacreditável que haja gente tão cega na face da terra.
Anônimo disse…
Além de toda a repugnância por tudo o que aconteceu dentro do castelo do Dr Roger, uma coisa que causa muito espanto e indignação é ver que o laboratório de embriologia da clínica ainda não foi interditado e continua a todo vapor. Quem fazia toda a manipulação eram os embriologistas, então por que eles também não foram interditados/cassados? E a ética destes profissionais? As entidades de classe estão só assistindo? Estão esperando sumir as provas dos crimes? A justiça está me parecendo cega e BURRA. Toda a quadrilha do Dr Roger deveria estar atrás das grades até que se apure o que acontecia lá dentro do castelo.
Nelma Luz disse…
Sr. Paulo, já reparou que o "estilo literário" dessas pessoas que defendem o dotô é sempre o mesmo. Tenho certeza que é a mesma pessoa, kkkk, inocente, pensa que está lidando com burros...