Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Filme americano sobre pedofilia na Igreja cita casos brasileiros

História conta como jornal
descobriu encobertamento

Ao final de “Spotlight — Segredos Revelados”, filme que conta a história real de uma investigação jornalística sobre pedofilia na Igreja Católica, aparecem uma lista de cidades em que se registraram ataques de padres a crianças e adolescentes. Quatro delas são brasileiras: Franca (SP), Arapiraca (AL), Mariana (MG) e Rio (RJ).

O filme revela os bastidores das reportagens do jornal americano “The Boston Globe” que desmontou a partir de Boston um esquema de acobertamento de padres pedófilos pela Igreja.

Um dos protagonistas da história é o jornalista Mike Rezendes, que no filme é interpretado pelo ator Mark Ruffalo.

De formação católica, Rezendes disse que antes das reportagens a Igreja em Boston tinha um poder político muito forte.

“Antes, padres eram dispensados da obrigação legal de ter de reportar abusos sexuais, mas hoje a lei estadual mudou”, disse o jornalista à Folha de S.Paulo.

O jornal paulista apurou que tipo de penalização teve ou deixou de ter os casos brasileiros citados no filme.

Em Franca, o padre José Afonso Dé, 82, foi condenado a 82 anos de prisão sob a acusação de ter abusado de quatro adolescentes na década de 2010. Mas Dé ainda está livre porque obteve o direito de recorrer da sentença em liberdade.

De Arapiraca, o monsenhor Luiz Marques Barbosa foi condenado a 21 anos de prisão. Antes da condenação, vazou um vídeo no qual aparecia fazendo sexo oral em um adolescente. Barbosa ficou apenas 15 dias na cadeia porque a Justiça lhe concedeu o direito de recorrer em liberdade.

Da mesma cidade, os padres Edilson Duarte e Raimundo Gomes foram condenados a quatro anos e quatro meses de prisão cada um. Duarte recorre em liberdade e Gomes morreu.

De Mariana, o padre Bonifácio Buzzi cumpriu 8 anos de prisão, até 2015.

No Rio, um dos casos recentes se referem ao padre Edmílson Soares Corrêa foi indiciado sob a acusação de abusar de duas irmãs, uma de 10 anos e outra de 19.

Dependendo do período que se pegar, os casos de padres pedófilos brasileiros encheriam uma longa lista, embora, aqui, este tipo de notícia é publicado com certa discrição, em relação a outros países.

E isto porque a reportagem investigativa brasileira morreu já há algum tempo. Sorte dos pedófilos e criminosos em geral.

Jornal enfrenta o poder da Igreja Católica


Com informação da Folha de S.Paulo e de outras fontes e imagens de divulgação.





'Vítima de abuso adquire a pecha de comida de padre’

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...