Rapaz diz que padres de Arapiraca abusaram de outros coroinhas

Da esquerda para direita, padres Barbosa, Duarte e Gomes
Fabiano da Silva, 21, reafirmou nesta sexta-feira (8) que o padre Luiz Marques Barbosa (foto), 83, começou a usá-lo sexualmente quanto tinha 12 anos, época em que era coroinha. Ele disse ao juiz João de Azevedo Lessa ter a certeza de que outros coroinhas foram abusados por padres de Arapiraca (AL), cidade de 215 mil habitantes que fica a 128 km de Maceió, a capital. 

“Eles [os coroinhas] só não denunciam os padres porque a cidade é muito preconceituosa”, disse.

A Justiça começou a julgar ontem os três padres de Arapiraca acusados de pedofilia, no mais recente escândalo do gênero no Brasil que teve repercussão internacional, incluindo uma manifestação do Vaticano.

Os outros dois padres são Raimundo Gomes (foto), 53, e Edílson Duarte (foto), 44. Todos negam que sejam pedófilos.

No caso do padre Barbosa, que tem o título honorário de monsenhor, há uma prova contundente: um vídeo gravado em janeiro de 2009 no qual ele e Silva aparecem na cama fazendo sexo oral. Trechos das imagens foram divulgados em março de 2010 pelo programa no SBT Conexão Repórter, de Roberto Cabrini.

Outros dois ex-coroinhas que acusam os padres de abuso sexual são Anderson Farias Silva, 21, e Cícero Flávio Barbosa, 23, que foi o autor do vídeo. Na época, ela disse: “Filmei para ter uma prova e pôr um ponto final nisso”.

Após o seu depoimento desta sexta, o segundo do dia, Anderson afirmou estar aliviado. "Esperei muito por este dia”, disse. "Outros meninos sofrem abusos e espero que não tenham medo de denunciar”.

Ele reafirmou que começou a ser assediado por Raimundo Gomes quanto tinha 14 anos e que, por isso, desistiu de ser padre.

Cícero não quis falar com a imprensa após o seu depoimento. Quando explodiu o escândalo, ele disse que o monsenhor Barbosa começou a abusar dele quando tinha 12 anos.

Dois representantes do Vaticano, Daniel Almeida e Menetti Severiano, acompanharam os depoimentos.

O juiz decidiu que o julgamento será retomado no próximo dia 22, quando serão ouvidas testemunhas da acusação e as da defesa. Somente o padre Edilson apresentou oito testemunhas.

Cada padre tem uma linha de defesa, mas em comum eles alegam que estavam sendo vítimas de extorsão de dinheiro dos jovens.

O promotor Alberto Tenório acredita que haverá condenação. “Este é o único caso no mundo com provas concretas do abuso, no caso o vídeo do monsenhor Luiz e a confissão do padre Edílson”.

A pena para abuso e exploração sexual é de 4 a 10 anos, podendo ser aumentada de acordo com o número de vítimas.

Da esquerda para direita, ex-coroinhas Anderson, Cícero e Fabiano 
Com informação dos portais e deste blog.

abril de 2010

Comentários

  1. Não é por nada, mas o vídeo nada prova: mostra apenas dois maiores de idade transando, do qual admitiram tentarem extorquir dinheiro desses padres, ameaçando de revelar o vídeo, o qual aconteceu. É bom essas supostas vítimas aparecerem logo, pois essa acusação deles está infundada e prescrita, pois ser gay não é crime.

    ResponderExcluir
  2. Felizmente o testemunho é aceito como prova no judiciário, logo o vídeo pode ser desnecessário para a condenação. Quem se expõe ao ridículo de aparecer fazendo sexo com um padre de 80 anos para suborna-lo? Isso é tão absurdo. P@#$, são três acusações de violência sexual e ainda tem quem defenda o padre.

    ResponderExcluir
  3. “Eles [os coroinhas] só não denunciam os padres porque a cidade é muito preconceituosa”


    Realmente a coisa ali no nordeste é feia... o que no restante do país chega a ser o dobro de preconceito religioso, no nordesde é o triplo.

    ResponderExcluir
  4. Ah, nem tanto...O sertão é muito mais complacente, desde que haja discrição, respeito às exterioridades e aparências. Este caso é nitidamente um imbroglio entre homossexuais jovens e velhos, onde paixão, ciúme, cobiça e falta de escrúpulos de ambos os lados, - COM O AGRAVANTE DA IMPRUDÊNCIA inadmissível no caso dos mais velhos -; deram o tom clássico do pastiche policialesco tradicional: ganância e vindita planejada contra os velhos, e a possibilidade de redenção pela revanche financeira, via extorsão. Nada de pedofilia, os garotos eram gays precoces, e sabiam o que estavam fazendo...Trocaram o deixar-se seviciar pelos velhos pelas facilidades, comodidades, como qualquer personalidade leviana o faria, em qualquer idade. O mais ressentido, por sinal, é o que possui maior estigma e estereótipo do homossexual efeminado, vulgo bicha. Armou a arapuca para o ex-amante, num claro triângulo com o menos invertido na aparência, vulgo "machuda", ou "não pintosa". Um pasquim emblemático do gênero. O boy promete livrar a biba da maricona vil e ainda faturar alguns trocados...Já vi essa novela mexicana antes, centenas de vezes.

    ResponderExcluir
  5. Vi o vídeo e posso afiançar que por dinheiro nenhum, pra provar coisa nenhuma, nem pra tirar o pai da forca, e a mãe da grelha; pessoa em seu juízo perfeito faria aquilo, sem gostar e sem ter a índole liberta de todo escrúpulo, pudor e qualquer remota vergonha, quiçá longínqua castidade. Uma pessoa que foi abusada, ou seviciada, mesmo seduzida com afeto e promessas de amor ou amizade; JAMAIS FARIA AQUILO nem pra submeter-se a ganhar o Paraíso. E mesmo o dinheiro, tão desejado, a quem tivesse um pingo de resto de amor-próprio, não induz a fazer tal, a quem se respeitasse. Esse jovem além de gay é um futuro garoto de programa e ator de filmes do gênero; aliás, diga-se de passagem, a performance é surreal.

    ResponderExcluir
  6. Ué,mas não são os padres,o papa,o bispo,o arcebispo,o cardeal,em suma,a igreja católica toda que atira pedradas em homossexuais?

    Quem observa as atividades dessas igrejas logo percebe,que além de tirarem o dinheiro das pessoas,ainda criam discórdias entre membros da família,que por muitas vezes acabam se dissolvendo.Isso sim,é um pecado,a instituição família também está fracassada por uma grande parcela de culpa das religiões.E justamente as religiões que outras culpam pela falência da própria família.Lamentável.

    ResponderExcluir
  7. A igreja culpa aos outros pela decadência das famílias entretanto é a maior protagonista de escândalos!

    ResponderExcluir
  8. Caruê,

    "Felizmente o testemunho é aceito como prova no judiciário,"
    A testemunha é a prostituta das provas - famoso jargão jurídico. Qualquer um pode alegar ser testemunha.

    "...logo o vídeo pode ser desnecessário para a condenação."
    Então porquê o vídeo foi feito? Irônico é que eles admitiram que no início foi uma chantagem, e poucos falam disso.

    "Quem se expõe ao ridículo de aparecer fazendo sexo com um padre de 80 anos para suborna-lo?"
    Vejo que é uma pessoa ingênua no mundo. Conhece o velhinho que comeu e não pagou a profissionau do sequiço?

    "Isso é tão absurdo. P@#$, são três acusações de violência sexual e ainda tem quem defenda o padre."
    Três acusações de pessoas que chantagearam, não conseguiram, e apelaram pra polícia. Não defendo padre, estou analisando o caso de forma imparcial. Ultimamente, é muito fácil acusar padres de pedofilia, enquanto muitos são gays. Repito, é bom aparecer mais testemunhas(de preferência, ainda adolescente) que não sejam estes três, que continuaram indo pra cama com esses sacerdotes mesmo maiores de idade(por uns 7 anos, como alegam), senão o máximo que terão provavelmente serão esses religiosos expulsos de suas congregações, já que a Igreja não permite esse comportamento.

    ResponderExcluir
  9. Tive o contato apenas com essa noticia e não tive o trabalho de analisar todas as entrevista. Não são todos que possuem um discernimento jurídico para forjar provas, o fato dele ser maior de idade quando fez a filme invalida o vídeo como prova de pedofilia, mas isso não impediu que ele tenha tentado incrimina-lo com um prova inadequada. Nota são apenas hipóteses.
    No testemunho se avalia a concordância interna e externa, se as supostas vitimas já mudaram o discurso poucas chances tem de convencer o Juiz. Ate uma pedra bem usada pode derrotar o Golias. auhhua

    ResponderExcluir
  10. Ei Caruê, qual parte da chantagem você não entendeu?
    E por favor, pedofilia... desde quando esses manés foram abusados quando crianças?

    Eles querem DINHEIRO!

    ResponderExcluir
  11. Na verdade o DINHEIRO é o motivador dessas relações!!Esses aí não têm nadinha de inocentes.

    ResponderExcluir
  12. Ridículo, ver pessoas tratando um julgamento como uma torcida de futebol.

    ResponderExcluir
  13. Ridículo é você achar que esse julgamento não pode ser questionado. Está louquinho pra ver padre preso que esquece de ser parcial.
    Mais um ateuzinho de fim-de-semana...

    ResponderExcluir
  14. Padres e pastores são criminosos perigosos mesmo!!

    ResponderExcluir
  15. Não sei porque tanta falsa piedade para com esses dejetos da sociedade, são claramente viciosos, tarados por sexo, RELACIONAM-SE com os idênticos. Como diz o meu pai..."os iguais igualam-se aos iguais". Pra começo de história, os padres são canalhas, mas nunca houve abuso. O que havia era a má índole de ambos, que iludiu a uns com carícias, no caso dos adultos indecentes e promíscuos, e a outros com blandícias, como no caso dos prostitutos-mirins, amantes da vida fácil. A soma do que os detestáveis parasitas da fé deve ter gasto com os parasitas do sexo deve ser incalculável. E não se iludam que não faziam isso só com os padres pervertidos. Fizeram com muitos senhores homossexuais enrustidos casados da cidade. Apenas o simbolismo eclesiástico foi mais forte por conta do apelo midiático, e planejaram juntos a filmagem do padre, pelo estardalhaço que fariam. São dois mixês baratos. Melhor dizendo, querendo ser CAROS. Quanto aos padres, a punição DEVE SER EXEMPLAR, pra abrir um precedente que possa tolher os demais. Porque está DEMAIS...DA CONTA. Tá um absurdo a pederastia da Igreja Romana, padres e garotos de programa enfiados na sacristia, nas casas paroquiais, sobrevivendo do dízimo e das ofertas. A Igreja Romana virou um cabaré. E não é só aqui não, viu? Estive na Europa agora depois da crise, e tudo que é chibungo, perobo, se aproveita nas igrejas pra sustentar um magote de michês profissionais E OS DE OCASIÃO (IMIGRANTES POBRES, BRASILEIROS, SAFADOS POR NATUREZA) pra acobertarem nos pensionatos, alojamentos e outras sinecuras e benesses eclesiásticas, sob pretexto de filantropia e caridade. É o prostíbulo global.

    ResponderExcluir
  16. padres PEDOFILO pastores LADÃO

    ResponderExcluir
  17. SOU CATÓLICO,E NÃO DESEJO QUE ELES (PADRES) SEJAM, PRESOS, MAS QUE PERCAM O SEU MINISTÉRIO SACERDOTAL...PARA QUE O CORAÇÃO DE NOSSO SENHOR NÃO SE MACHUQUE TANTO COMO ESTAR, E QUE NEM ELES MESMO SE CONDENEM MAS AINDA NO INFERNO...DESDE JÁ,PEÇO MISERIORDIA..REZEMOS POR ELES, E POR TANTOS OUTROS QUE AINDA EXISTEM POR ESSE MUNDOA FORA...

    ResponderExcluir
  18. Ótimos comentários.Concordo com quase tudo que foi dito!

    ResponderExcluir
  19. A gente pode ver claramente que existem alguns amigos dos padres se posicionando aqui. E são tão ordinários que nem têm coragem de colocar o nome. São, na maioria, anônimos.
    Qualquer um que se aproveitar de crianças, ainda que seja dentro de uma instituição que está no poder há 2000 anos, merece cadeia.
    É evidente que esses padres se aproveitaram de crianças que acreditavam na religião e na superioridade deles!
    Só bandidos, como esses padres, podem achar que os rapazes são "apenas" gays.

    Maria Aparecida
    Arapiraca

    ResponderExcluir
  20. A Icar deve acabar com o Celibato, porque o padre é um ser-humano que merece se casar com a Mulher ou com o HOMem que ele quiser, todos nos temos o direito de ser FELIZ.

    ResponderExcluir

Postar um comentário