Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Justiça condena pastor Marcos a 15 anos de prisão por estupro

Pastor Pereira disse que nada vai
segurá-lo dentro do presídio
A Justiça de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, condenou hoje o pastor Marcos Pereira da Silva (foto), da Assembleia de Deus dos Últimos dias, (foto) a 15 anos de prisão por estupro de uma fiel. O réu tem negado o crime e vai recorrer da sentença.

De acordo com o processo judicial, o estupro ocorreu no final de 2006, dentro da igreja.

Diz a sentença: "As testemunhas ouvidas relatam com firmeza como o acusado é uma pessoa manipuladora, fria, só pensa em si, utilizando-se das pessoas para satisfazer seus instintos mais primitivos e de forma promíscua, utiliza da boa-fé das pessoas para enganá-las”.

O pastor disse ser vítima de falsas acusações de pessoas manipuladas pela ong AfroReggae.

Pereira está preso preventivamente desde 8 de maio no presídio do complexo de Gerincinó, em Bangu, na zona oeste do Rio. Nesse período, a sede da ong sofreu atentados que seriam a mando do pastor.

Em uma entrevista na semana passada, o pastor disse que nada vai segurá-lo dentro de um presídio, porque ele “desaparecerá”.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro denunciou (acusação formal à Justiça) Pereira e o “Marcinho VP” (Márcio Nepomuceno dos Santos) pelo crime de associação ao tráfico.

Com informação das agências.





Pastor que exigia 'boa conduta' de fiéis é condenado por estupro
janeiro de 2012

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...