Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Comissão estava ‘dominada por Satanás’, afirma Feliciano

Marco Feliciano
Feliciano disse que há agora na comissão
um pastor 'cheio do espírito santo'
com atualização

O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), na foto, disse que a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara “estava dominada por Satanás” antes de ele presidia-la.

Agora, segundo ele, “pela primeira vez na história do Brasil” a comissão está sob o comando de “um pastor cheio de espírito Santo”, de acordo com a pregação que fez na sexta-feira em um culto em Passos (MG) [ver vídeo abaixo].

O presidente anterior da comissão foi o deputado Domingos Dutra (PT-MA).

Ativistas dos direitos humanos têm protestado em todo o Brasil contra a ocupação do cargo por Feliciano, sob a acusação de ele ser homofóbico e racista. O pastor nega.

Em Passos, também houve manifestação, do lado de fora do culto. Feliciano pediu ajuda dos evangélicos contra a “perseguição” do qual é vítima. “Nós sabemos o poder de nossa fé”, disse. “Se é para gritar, tem um povo [os evangélicos] que sabe o que é grito.”

Feliciano disse que o beijo que as atrizes Fernanda Montenegro e Camila Amado se deram na boca na semana passada em protesto contra ele demonstrou ao povo brasileiro que a comissão agora cuida dos direitos humanos de todos, e não de uma minoria. "A natureza deles [dos manifestantes] é gritar, xingar, falar palavras de ordem. É dar beijos no meio da rua, tirar a roupa. A natureza deles é expor um homem como eu, pai de família, ao ridículo”

A deputada Iriny Lopes (PT-ES), que presidiu a comissão em 2010, disse que Feliciano envergonha a Câmara dos Deputados. "Ele é um ridículo. É um vexame e deveria se mancar e não expor à Câmara ao ridículo. Está jogando para a plateia, para aparecer para a sua base e fazer campanha para 2014."

Na tarde de hoje, a pastora e deputada Antônia Lúcia (PCS-AC), vice-presidente da comissão, afirmou que se sentiu ofendida pela declaração de Feliciano sobre satanás. Ela disse que estava considerando a possibilidade de renunciar.

Feliciano pediu desculpas à deputada e afirmou que usou a palavra "satanás" como sinônimo de "adversários".

Na avaliação do jornalista Janio de Freitas, da Folha, o prolongamento do impasse cujo epicentro é Feliciano demonstra o poder que a Frente Parlamentar Evangélica adquiriu como bloco orgânico.

Ele argumentou que a Comissão de Ética e a Corregedoria poderiam ser acionadas para desalojar Feliciano do cargo, mas os deputados não o fazem porque temem perder votos dos evangélicos.

“A perspectiva dessa situação delineia-se neste fato incontestável: nenhum segmento político está em mais condições de crescer, nas eleições do ano próximo para o Congresso, do que os evangélicos. A contribuição que podem levar só é promissora para eles e seu projeto de poder político”, escreveu Freitas em artigo publicado no domingo.

Mistura de religião com política

video





Com informação do Youtube e da Folha.

Feliciano declarou que sua mansão vale apenas R$ 60 mil
março de 2013

Marco Feliciano

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...