Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Peter Higgs acusa Dawkins de ser ateu fundamentalista

O físico, à esquerda, criticou  a atitude
"embaraçosa" do seu colega biólogo
O físico teórico Peter Higgs (foto) acusou em uma entrevista ao jornal El Mundo o biólogo evolucionista Richard Dawkins (à direita) de ser ateu fundamentalista pela sua postura intransigente contra as religiões.

A afirmação criou um antagonismo público entre dois destacados cientistas ateus britânicos. Higgs é candidato ao Prêmio Nobel porque em 2012 o Centro Europeu de Pesquisa Nuclear confirmou a sua teoria de que uma partícula invisível permeia todo o universo. Dawkins é o autor do estudo “genes egoísta”, que lhe deu prestígio científico internacional.

O antagonismo entre os dois é mais amplo porque se estende aos ateus de forma geral. Para uns, como Higgs, a ciência não é incompatível com as crenças religiosa. Para outros, como Dawkins a religião precisa ser combatida porque, entre outras coisas, tem significado ao longo da história um entrave ao avanço científico.

Na entrevista, Higgs disse que Dawkins concentra seus ataques aos religiosos mais conservadores, mas ele mesmo, o biólogo, acrescentou, acaba sendo outro tipo de fundamentalista, “de si mesmo”.

O físico manifestou seu descontentamento com a atitude “embaraçosa” do seu colega em relação aos crentes, embora concorde com Dawkins de que as crenças muitas vezes têm “consequências infelizes”.

"O crescimento da nossa compreensão sobre mundo através da ciência enfraquece um pouco os argumentos dos crentes”, afirmou Higgs. “Mas isso não é a mesma coisa que dizer que eles  [os crentes] sejam incompatíveis com a ciência”, argumentou, acrescentando que vários de seus amigos cientistas acreditam em Deus.

Dawkins tem sido acusado com frequência ser ateu radical, anti-religioso ferrenho, desde principalmente a publicação de “Deus — um delírio”, seu best-seller. Mas essa é a primeira vez que um cientista de prestígio e também descrente faz a mesma afirmação.

Procurado pelo The Guardian, Dawkins não quis responder a Higgs. Mas ele tem se defendido da acusação de ser um anti-religioso radical com o argumento de que as pessoas de uma maneira geral não estão acostumadas com críticas contundentes às crenças. Para ele, as religiões devem ser questionadas tanto quanto outros temas da cultura, como a literatura, por exemplo, sem nenhum tratamento diferenciado.

Com informação do The Guardian, entre outras fontes.





Ciência vai ganhar da religião, afirma Stephen Hawking
junho de 2010

Descoberta do bóson de Higgs consagra o método científico
julho de 2012

Ciência versus religião   Ateísmo   Dawkins


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...