Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 18 de novembro de 2012

Papa alerta para o ‘fenômeno perigoso’ do 'ateísmo prático'

Caricatura de Bento 16
"Viver como se Deus não
existisse é destruidor"
Ao falar em português aos peregrinos lusófonos, em uma audiência pública na semana passada, o papa Bento 16 (na caricatura)  fez um alerta sobre o “fenômeno perigoso” que é o “ateísmo prático”.

Para ele, esse tipo de ateísmo não só nega a “verdade da fé ou os ritos religiosos, mas "simplesmente" os considera irrelevantes para a "existência quotidiana”.

Afirmou que o “viver como se Deus não existisse” acaba sendo “ainda mais destruidor” do que a recusa do divino, “porque leva à indiferença em relação à fé e à questão de Deus”.

“Numa sociedade em que o ateísmo, ceticismo e indiferentismo não cessam de questionar e pôr à prova a fé, é importante afirmar que existem sinais que abrem o coração do homem e o levam para Deus”, disse.

Ele afirmou que a crítica à religião “se intensificou” desde o Iluminismo e que, agora, a humanidade está marcada por “sistemas ateístas” para os quais Deus é “uma mera projeção do espírito humano, uma ilusão em uma sociedade já falseada por tantas alienações”.

Para ele, trata-se de um desvio de compreensão sobre o que é fé cristã, porque o cristianismo não é um “mero sistema de crenças e de valores”, mas a verdade divina que perpassa a história. “É um acontecimento de amor” na relação com a “pessoa de Jesus”.




Com informação da Agência Ecclesia. 

Agnósticos questionam a 'falsa certeza' dos ateus, afirma papa
outubro de 2011

Ateísmo

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...