Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Bispo manda tirar santos de praça para não ofender credos


Igreja e praça pública de Cacoal (RO)
Igreja já tinha colocado seis imagens na praça pública de Cacoal
O bispo dom Bruno Pedro, de Ji-Paraná, em Rondônia, mandou que a Igreja Sagrada Família, em Cacoal, tire seis estátuas de santos da praça pública que lhe circunda, para que as pessoas de outros credos não se sintam ofendidas.

Fernando da Silva Azevedo, coordenador da igreja, disse que não acatará a determinação. “Se eles [pessoal do bispo] quiserem mesmo retirar [as imagens], vão fazer sem minha ajuda”, disse. “Pedi para sair já da coordenação da igreja, porque prefiro morrer a ter que retirar as estátuas.”

Azevedo disse ter ficado decepcionado com a ordem do bispo. “Acredito que quando a casa é sua, você faz o que quiser no quintal dela”, disse. O “quintal”, no caso, é a praça pública.

O padre Valdemir Galdino, responsável pela Igreja, disse que, se dependesse dele, as estátuas ficavam onde se encontram. Ele lamentou o gasto que a igreja teve com a confecção dos santos.

Se não fosse a ordem do bispo, outras 16 estátuas seriam expostas na praça, dando o total de 22, que é a quantidade de comunidades católicas de Cacoal.

Para o bispo, bastava ter colocado na praça o símbolo da Igreja, porque, para ele, expor todos os santos, sem avisar a comunidade, “não foi prudente”. Além disso, afirmou, as estátuas perdem o seu significado quando são postas em praça pública, em vez de um local adequado, como a igreja.

“Lá é uma praça pública”, disse. "Tem que se respeitar as pessoas de outras religiões.”

Com informação do G1.

Arcebispo defende a continuidade de ‘Deus’ em notas do real
novembro de 2012

Religião no Estado laico

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...