Bispo manda tirar santos de praça para não ofender credos


Igreja e praça pública de Cacoal (RO)
Igreja já tinha colocado seis imagens na praça pública de Cacoal
O bispo dom Bruno Pedro, de Ji-Paraná, em Rondônia, mandou que a Igreja Sagrada Família, em Cacoal, tire seis estátuas de santos da praça pública que lhe circunda, para que as pessoas de outros credos não se sintam ofendidas.

Fernando da Silva Azevedo, coordenador da igreja, disse que não acatará a determinação. “Se eles [pessoal do bispo] quiserem mesmo retirar [as imagens], vão fazer sem minha ajuda”, disse. “Pedi para sair já da coordenação da igreja, porque prefiro morrer a ter que retirar as estátuas.”

Azevedo disse ter ficado decepcionado com a ordem do bispo. “Acredito que quando a casa é sua, você faz o que quiser no quintal dela”, disse. O “quintal”, no caso, é a praça pública.

O padre Valdemir Galdino, responsável pela Igreja, disse que, se dependesse dele, as estátuas ficavam onde se encontram. Ele lamentou o gasto que a igreja teve com a confecção dos santos.

Se não fosse a ordem do bispo, outras 16 estátuas seriam expostas na praça, dando o total de 22, que é a quantidade de comunidades católicas de Cacoal.

Para o bispo, bastava ter colocado na praça o símbolo da Igreja, porque, para ele, expor todos os santos, sem avisar a comunidade, “não foi prudente”. Além disso, afirmou, as estátuas perdem o seu significado quando são postas em praça pública, em vez de um local adequado, como a igreja.

“Lá é uma praça pública”, disse. "Tem que se respeitar as pessoas de outras religiões.”

Com informação do G1.

Arcebispo defende a continuidade de ‘Deus’ em notas do real
novembro de 2012

Religião no Estado laico

Comentários

  1. É uma notícia interessante e mostra que, ao contrário do que alguns pensam, quando se trata de questões profanas, não há um pensamento homogênio no mundo religioso.

    Parabéns ao bispo pela coerência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse bispo só fez isso por que sabe que RO está abarrotada de neopentecostais intolerantes (desculpem a redundância), então ele quer que as estátuas sejam retiradas antes que sejam depredadas pelos cristãos xiitas, só isso.

      Vai vendo...

      Excluir
    2. O bispo é o maior espertalhão, pois quer proteger o dele e ainda ficar com fama de "respeitador das crenças alheias".

      Esse povo do alto clero da ICAR não dá ponto sem nó!

      Excluir
    3. Isso mesmo...Os pentecostais são iconoclastas. São iguais aos talibãs que derrubaram as imagens dos Budas gigantes no Afiganistão.Vejam o que acontece no Rio de Janeiro em relação aos terreiros de candomblé. Mais dias menos dias os talibãs cristãos vão dar o ar da graça...

      Excluir
  2. Já morei em RO, e das muitas notícias ruins que vejo de lá, fico muito feliz ao ver essa. Ainda mais que RO é um Estado digamos "menos desenvolvido" e a maioria da população não tem um nível cultural TÃO grande quanto muitos outros GRANDES por aí que adoram cagar no estado laico..

    por: Diego Henrique

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Sim, ele não está querendo amargar um prejuízo ainda maior quando os pentecostelhos resolverem fazer "justiça" com suas próprias mãos. (depredando as estátuas)

      Excluir
    2. Mas se atacarem, eles transformarão os católicos em vítimas (eles são perigosos, mas são espertos). Se atacarem, será na surdina sem mostrar a cara (os poucos que mostraram sempre acabaram na cadeia)

      Excluir
  4. “Acredito que quando a casa é sua, você faz o que quiser no quintal dela” (Praça pública)

    É exatamente isto, a ICAR considera-se dona, precisamos mostrar que ela está equivocada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos comparar:

      “Acredito que quando a casa é sua, você faz o que quiser no quintal dela” (Fernando da Silva Azevedo, coordenador da igreja)

      E

      “Lá é uma praça pública."Tem que se respeitar as pessoas de outras religiões.” (Bispo dom Bruno Pedro)

      Se esse bispo for realmente como aparenta, alguém que gosta de professar sua fé sem invadir o espaço e sem impor nada a ninguém, fico pensando: Por que TODOS os religiosos não são assim? Claro, não posso dizer que ele não faz isso apenas por esse fato isolado, mas se for, bem que poderia servir de exemplo a certas pessoas...

      Excluir
    2. O bispo só está antevendo a reação dos pentecostais xiitas que dominam o estado de Rondônia. O que o bispo não quer é ficar no prejuízo com a muito provável destruição das estátuas, só isso.

      Excluir
    3. Tá bom, Anônimo.
      Você já falou, umas dez vezes, que o bispo não tem mérito nenhum, que ele apenas está com medo dos pentecostais.
      Nós já captamos sua informação ateísta, honesta e isenta, Anônimo.
      Gratos.

      Excluir
    4. eita nóis, aí vem adorador do deus Olavo

      Excluir
  5. se a praça é pública, então ela não é quintal da igreja...

    ResponderExcluir
  6. se a praça é da igreja e as astatuas compradas com dinheiro da igreja não tem porque tirar, agora se é uma praça pública se for fazer referencias a crenças que seja sobre todas elas, por exemplo esta noticia agrada até evangélicos mais por questão de religiosidade e não laicidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o bispo quer que retirem as estátuas justamente por que está temendo uma reação violenta de grupos evangélicos (que se acham donos do estado de RO).

      Se as estátuas forem depredadas, provavelmente as autoridades locais, coniventes com os pentecostais, farão vistas grossas e corpo mole pra investigar e prender os autores. O bispo sabe muito bem disso, e não quer ficar no prejuízo financeiro.

      Excluir
  7. Parabéns ao bispo e pêsames ao coordenador que pensa que a praça pública é quintal da igreja. Outro detalhe lamentável: quantas cestas básicas e remédios a famílias necessitadas daria para comprar com o dinheiro que gastaram com estátuas?

    Ruggero

    ResponderExcluir
  8. provavelmente é ateu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não. Mas agiu como faria um ateu, ou seja: do modo correto.

      Excluir
    2. Ele só está querendo evitar mais gastos após uma possível depredação das estátuas por parte de correntes "rivais" entre os próprios cristãos.

      Excluir
    3. é, vai confiando em "como faria um ateu" pra ver onde você vai parar...


      tá cheio de ateu pilantra por aí.

      Excluir
  9. É de chocolate essa estátua? Daquelas que vendem na páscoa?
    Coisa horrorosa....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eu cheguei a pensar que o motivo real da oposição do bispo seria o mau gosto que são essas estátuas espalhadas em praça pública. Mas, como disseram, deve ser por medo dos evangélicos fundamentalistas.

      Excluir
  10. Fico na dúvida se foi coerência mesmo ou medo da crentalhada fanática que anda quebrando até presépio em tamanho natural por aí? Os xiitas estão tomando o poder, só não vê quem não quer... Brasil, um país cada vez mais a um passo de se tornar um Irã Evangélico...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu DUVIDO se há esse interesse pelo que é certo, pelo respeito a outras crenças, etc. Eu DUVIDO.


      alguma coisa tem.


      Excluir
    2. Nando, parabéns pela percepção! Foi na mosca!
      O poder público do estado de RO já está completamente tomado pelos xiitas neopentecostais, logo, o bispo só está evitando ter que arcar com mais custos financeiros caso aconteça (e é muito provável que aconteça) uma depredação das estátuas por parte dos "ermãos" de cristianismo.

      Excluir
    3. Nano Falcão,
      Bem lembrado, e preocupante também...

      Excluir
    4. não adoraras imagem de escultura
      leia tá na biblia

      Excluir
    5. Também tá na biblia:

      "matarás todo aquele que trabalhar no sábado"

      Excluir
  11. Afinal, a praça é pública ou é terreno dessa igreja?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a igreja não paga nem mesmo o IPTU, então o próprio templo deve ser considerado público, quanto mais a praça que o circunda!

      Excluir
  12. "porque prefiro morrer a ter que retirar as estátuas.”

    Atestado de imbecil, e com 2 doutorados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E 1 mestrado, ahsuahuahsuashuasha.

      Excluir
  13. Bom prá faze tiro ao alvaro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é esse mesmo o temor do tal bispo.
      E olha que os evanjegues nacionais nem precisam fazer aqueles cursos de tiro bancados por pastores desesperados.

      Excluir
  14. Doutorados em quê? "Ciências" Teológicas ou "Ciências" Jurídicas? Ambos, realmente, são autênticos atestados de...

    ResponderExcluir
  15. o bispo foi coerente,por que nao dizer que fez o que era certo??? se a moda pega e cada igreja se acha no direito de divulgar sua fé na praça com estatua de anti-querido daqui a pouco nao vai ter espaço pra pedestre ja ta na hora de acordar pra vida senhores.Alias essa esposiçao na praça nao passa de uma guerra religiosa que começou a uns 1930 anos e vem se estendendo ate hoje os romanos contra evangelicos,isso é uma vergonha!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se os comentários precisam ser aprovados antes de ser publicados, então como que o comentário acima foi removido pelo administrador do blog, sendo o mesmo responsável por sua aprovação?

      Estranho, muito estranho...
      Ademais, qual seria o teor do comentário que fora removido? Se o administrador fez questão de remover e deixar visível tal remoção, seria coerente ao menos postar informando qual era o teor do comentário, para que outros comentaristas saibam o que não devem postar.

      Excluir
    2. Há momentos em que o Paulo Lopes não modera os comentários e, em outros momentos, modera. Moderar os comentários fica a critério do Paulo Lopes.

      Excluir
    3. Anônimo 29 de novembro de 2012 12:20

      Obrigado por ter dito nada com coisa nenhuma!

      Excluir
    4. Nesse caso, o Paulo Lopes moderou o comentário, depois do mesmo ter sido publicado, depois resolveu moderá-los antes de publicá-los. Mesmo que o comentário não seja publicado, o Paulo Lopes terá lido o comentário.

      Excluir
    5. Exatamente o que? Falou, falou, falou... e não disse nada.

      Excluir
    6. Se ele (o bispo) realmente teme os neopentencostais, então meu amigo saia do Brasil antes de ir pra fogueira, pq já era essa merda!

      Excluir
  17. “Pedi para sair já da coordenação da igreja, porque prefiro morrer a ter que retirar as estátuas.”

    Prefere morrer coisa nenhuma, é um mentiroso. Se preferisse mesmo, teria ficado na coordenação e morrido. E se morresse por elas, seria um idiota.

    ResponderExcluir
  18. Tem que parabenizar esse bispo aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irresponsabilidade da Nunciatura Apostólica
      Por Jorge Pons 17/05/2007 às 19:16

      Transferir Padres e Bispos envolvidos em escândalos de domínio Público é uma irresponsabilidade.
      Irresponsabilidade Da Nunciatura Apostólica


      Dom Bruno Pedron, bispo católico da diocese de Jardim no Mato Grosso do Sul, Presidente da CNBB regional, foi denunciado como Pedófilo por um jovem, quando este, alcançou a idade adulta, a denuncia, foi publicada pela revista Metrópole Net (ON LINE) www.metropolenet.com.br (Edição Nº 65 ); o jovem, cujo nome é Junior César Valentim com grande número de detalhes aponta atitudes extremamente doentias por parte do Bispo Católico.

      Feita a denuncia, a congregação católica dos Salesianos no Mato Grosso do Sul, a Missão Salesiana, se mobilizou abrindo processos contra jornalistas, contra a Revista, e contra o jovem senhor. A seguir mais tarde, Dom Bruno Pedron (que é de origem Salesiana), foi transferido para a diocese de Jí-Paraná, em Rondônia onde tomará posse no próximo mês de Junho de 2007.

      É necessário analisar esta situação com cuidado. É mais um caso onde o Poderoso tenta desmoralizar o humilde, um caso no qual levanta-se o Evangelho para massacrar um jovem senhor denunciante, maltratando-o publicamente com o único objetivo de ?calar bocas?, e que tudo fique em sussurros para a eternidade. Eu acredito piamente nas declarações do jovem Junior César Valentim, agora calado. Revolta-me a maneira como este caso foi tratado, nenhuma investigação foi feita, perguntas ficaram sem resposta.

      Em nome de Cristo processemos! Em nome de Cristo desmoralizemos! Em nome de Cristo se tiraram muitas vidas através da história. Para ficar ?bem? diante dos outros, entre outras razões.

      A Igreja, por tradição, no mundo todo, recorre imediatamente a transferências, quando padres ou Bispos fazem parte de um escândalo, basta pesquisar a vida de muitos dos padres que nos chegaram de Portugal no período colonial. Outras pessoas muito respeitáveis têm trazido a público a ineficácia desta tradição eclesiástica irresponsável.

      A transferência de Dom Bruno Pedron da diocese de Jardim para a diocese de Jí-Paraná, pode ser interpretada por muitos como simplesmente uma confirmação de culpa por parte do religioso, porém, não deixa de ser uma irresponsabilidade da Nunciatura Apostólica, transferir um problema, apenas de um lugar para outro, fazendo-se a ilusão de que fica tudo resolvido.


      Email:: jorge.pons@huyra,net
      URL:: http://www.huyra.net

      Excluir
  19. É melhor preservar a arte, do que expo-la em ambiente sujeito a depredação.

    ResponderExcluir
  20. Respostas
    1. Que raio de portal é esse? oO
      É mais alguma do filoso-astro-tarólogo?

      Excluir
    2. um mundo ateu seria um mundo sem religiões institucionalizadas que por sinal só beneficia o alto clero da igreja, seja católica evangélica testemunha de jeova, adventistas etc .. Eles metem a mão na fortuna e escraviza o povo com coisas que eles mesmo não segue.

      Excluir
  21. Imagens católicas em praças públicas, são um resquício do pelourinho. Quando a Igreja era unida ao Estado Colonialista português; talvez ninguém poderia questionar, a exposição coletiva do terror, expresso naquela coluna infame de castigos. Pois aquele era um verdadeiro altar da imolação consentida pela religião dominante, dos seres humanos a serem violados. E para que a aura do sagrado referendasse a justiça punitiva,ele era encimado por uma armila e sobre esta uma cruz. Mas nós não vivemos mais sob a égide do padroado português católico. Não faz nenhum sentido nos persignarmos ao passar por frente dos Templos, com medo de sermos denunciados à Santa Inquisição. Do mesmo modo, são ridículos estes monstrengos de uma estatuária de mau-gosto, postos em praças públicas, em rodovias; por vezes na entrada das cidades, tal qual os ícones do Rotary Club, como vemos em muitos rincões do Nordeste brasileiro. A presença de um ícone religioso é admissível em ambito privado, por uma simples razão que o espaço público pertence a todos, e não somente aos religiosos. A menos que queiram transformar o Brasil numa Índia, com seus Shivas monumentais e Budas portentosos. Curioso, neste específico fato, é que a "consciência" do erro tenha provindo justamente do eclesiástico, e não das presuntivas "partes ressentidas" ou discriminadas na exposição. Vale a reflexão, para vermos a quantas léguas de distância ainda estamos, de uma genuína compreensão do que é público no Brasil; onde se pensa que público é de ninguém, ou um utópico nenhum lugar.

    ResponderExcluir
  22. Imagens católicas em praças públicas, são um resquício do pelourinho. Quando a Igreja era unida ao Estado Colonialista português; talvez ninguém poderia questionar, a exposição coletiva do terror, expresso naquela coluna infame de castigos. Pois aquele era um verdadeiro altar da imolação consentida pela religião dominante, dos seres humanos a serem violados. E para que a aura do sagrado referendasse a justiça punitiva,ele era encimado por uma armila e sobre esta uma cruz. Mas nós não vivemos mais sob a égide do padroado português católico. Não faz nenhum sentido nos persignarmos ao passar por frente dos Templos, com medo de sermos denunciados à Santa Inquisição. Do mesmo modo, são ridículos estes monstrengos de uma estatuária de mau-gosto, postos em praças públicas, em rodovias; por vezes na entrada das cidades, tal qual os ícones do Rotary Club, como vemos em muitos rincões do Nordeste brasileiro. A presença de um ícone religioso é admissível em ambito privado, por uma simples razão que o espaço público pertence a todos, e não somente aos religiosos. A menos que queiram transformar o Brasil numa Índia, com seus Shivas monumentais e Budas portentosos. Curioso, neste específico fato, é que a "consciência" do erro tenha provindo justamente do eclesiástico, e não das presuntivas "partes ressentidas" ou discriminadas na exposição. Vale a reflexão, para vermos a quantas léguas de distância ainda estamos, de uma genuína compreensão do que é público no Brasil; onde se pensa que público é de ninguém, ou um utópico nenhum lugar.

    ResponderExcluir
  23. Olha o nível de fanatismo do imbecil:

    "Fernando da Silva Azevedo, coordenador da igreja, disse que não acatará a determinação. “Se eles [pessoal do bispo] quiserem mesmo retirar [as imagens], vão fazer sem minha ajuda”, disse. “Pedi para sair já da coordenação da igreja, porque prefiro morrer a ter que retirar as estátuas.”"


    Leia mais em http://www.paulopes.com.br/#ixzz2DeApB9P8
    Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem.

    ResponderExcluir
  24. Puxa vida...um coordenador da igreja achar que sua vida é menos importante que algumas estátuas e preferir morrer do que vê-las sendo retiradas de uma praça pública é fanatismo religioso nível 100.000.

    ResponderExcluir
  25. Meus parabéns a esse bispo! Que mais religiosos sigam o exemplo :)

    ResponderExcluir
  26. O bispo pelo menos pensa um pouco e sabe usar de política, já os padrófilos só pensam em tora coroinha...

    ResponderExcluir
  27. Por que não colocam umas estatuas bonitas então?

    Na biblia do meu pai tem umas imagens da virgem maria e ela tem uns peitões e é desenhada num estilo meio anime.

    Não me sintiria mal mesmo sendo ateu se na praça perto de casa tivesse uns "Gashapons" gigantes de gostosas.

    Att
    J.C

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo Lopes não toma jeito e continua com seu puritanismo, agora fazendo censura prévia de comentários!

      Às vezes penso que ele só publica matérias sobre homofobia por puro oportunismo em sua militância antirreligiosa, já que ele dá sinais de portar os mesmos moralismos que os religiosos portam e utilizam para justificar a homofobia, tais como conceitos anti-sexualidade.

      Excluir
    2. Ser heteronormativo é foda, né não, Paulo Lopes?

      Excluir
    3. o que a materia tem a ver com sexualidade mesmo seu mentecapto?

      Excluir
    4. /\
      ||
      Seria interessante você ler o comentário do Anônimo 30 de novembro de 2012 04:56 antes de postar respostas como esta.

      Ademais, outros comentários foram postados na seqüência, mas o Paulo Lopes os censurou (não publicou).

      Excluir
  28. Que estátua horrível hahaha

    O bispo tomou a atitude correta, na esquina de minha casa tem uma praça só com o gramado e fico imaginando estátuas do Lemmy Kilmister e do bruce dickinson... pois eu louvo aos deuses.

    ResponderExcluir
  29. Para o bispo, bastava ter colocado na praça o símbolo da Igreja, porque, para ele, expor todos os santos, sem avisar a comunidade, “não foi prudente”. Além disso, afirmou, as estátuas perdem o seu significado quando são postas em praça pública, em vez de um local adequado, como a igreja.

    ResponderExcluir
  30. Voces estão brincando com coisa séria, veja o testemunho da garota que morreu por 23 horas e viu o inferno e o céu mostrado por JESUS CRISTO, no Youtube todos que adorarem as estátuas e ídolos vão para o inferno, vejam o testemunho e confiram, leiam a biblia e vejam que é abominação contra DEUS, JESUS CRISTO AMA muito todos vcs, más não o erro de vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. . . . . . .. . . . . . . . . . . ,.-‘”. . . . . . . . . .``~.,
      . . . . . . . .. . . . . .,.-”. . . . . . . . . . . . . . . . . .“-.,
      . . . . .. . . . . . ..,/. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ”:,
      . . . . . . . .. .,?. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .\,
      . . . . . . . . . /. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ,}
      . . . . . . . . ./. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ,:`^`.}
      . . . . . . . ./. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ,:”. . . ./
      . . . . . . .?. . . __. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . :`. . . ./
      . . . . . . . /__.(. . .“~-,_. . . . . . . . . . . . . . ,:`. . . .. ./
      . . . . . . /(_. . ”~,_. . . ..“~,_. . . . . . . . . .,:`. . . . _/
      . . . .. .{.._$;_. . .”=,_. . . .“-,_. . . ,.-~-,}, .~”; /. .. .}
      . . .. . .((. . .*~_. . . .”=-._. . .“;,,./`. . /” . . . ./. .. ../
      . . . .. . .\`~,. . ..“~.,. . . . . . . . . ..`. . .}. . . . . . ../
      . . . . . .(. ..`=-,,. . . .`. . . . . . . . . . . ..(. . . ;_,,-”
      . . . . . ../.`~,. . ..`-.. . . . . . . . . . . . . . ..\. . /\
      . . . . . . \`~.*-,. . . . . . . . . . . . . . . . . ..|,./.....\,__
      ,,_. . . . . }.>-._\. . . . . . . . . . . . . . . . . .|. . . . . . ..`=~-,
      . .. `=~-,_\_. . . `\,. . . . . . . . . . . . . . . . .\
      . . . . . . . . . .`=~-,,.\,. . . . . . . . . . . . . . . .\
      . . . . . . . . . . . . . . . . `:,, . . . . . . . . . . . . . `\. . . . . . ..__
      . . . . . . . . . . . . . . . . . . .`=-,. . . . . . . . . .,%`>--==``
      . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . _\. . . . . ._,-%. . . ..`

      Excluir
  31. Respostas
    1. Pois se não tirar, o pau desce!

      Excluir
  32. Galera, mesmo que RO esteja cheia de neopentencostais, ainda tem muito católico lá. Não subestimem o poder da ICAR no Brasil. Mesmo em baixa, ainda tem muitos seguidores e também os poderosos não querem problema com ela (nem nos EUA, país de maioria esmagadora evangélica o governo se mete com a ICAR, dirá no Brasil). Os xiitas QUE ESTÃO NO PODER querem continuar lá, e mesmo que os desagrade farão concessões a ICAR (melhor do que perder os privilégios no poder). Não se iludam - vide caso Russomano. Ainda (disse ainda) eles precisam "adular" a ICAR . . .

    ResponderExcluir
  33. olha as palavras de um coordenador que pensa q a igreja é a sua casa simplesmente pq ele coordena, a igreja é dos fieis, nen em minha casa eu ñ faço nada sem consultar os demais membros da familia agora um cordenador referir a igreja como sua casa e diser q "quando a casa é sua vc faz o q quiser no quintal dela" é horror nimguem tem posse de nada nen em sua casa quando exis
    te mais de uma pessoa q
    mora a ñ ser q se mora sozinho até presidente de republica prefeito parlamentares, erram qd dizem q vai tomar posse o correto seria "assumir compromisso de aministração dos bens comun" para isso tem os demais conselhos q por causa desse autoritarismo sao esquecidos sao corpo morto ñ tem vós nen ves ñ tem governabilidade de representar o seu grupo, e lugar de corpo morto é no semiterio e ñ nas reuniões decisorias que precisam de atitudes e comum acordo das prioridades a serem atendidas

    ResponderExcluir

Postar um comentário