Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 27 de outubro de 2012

PMs de Cristo combatem violência com oração e jejum

PMs de Cristo
Violência se agrava em SP, e os PMs evangélicos oram
Houve um recrudescimento da violência na Grande São Paulo. Os homicídios cresceram e em menos de 24 horas, de anteontem para ontem, ocorreram pelo menos 20 assassinatos (incluindo o de policiais), o triplo da média diária de seis mortes por violência.

Um grupo de PMs acredita que pode ajudar a combater a violência pedindo a intercessão divina. A Associação dos Policiais Militares Evangélicos do Estado de São Paulo, que é mais conhecida como PMs de Cristo, iniciou no dia 25 de outubro uma campanha de “52 dias de oração e jejum pela polícia e pela paz na cidade”, conforme diz o site da entidade. “Essa é a nossa nobre e divina missão. Vamos avante!” Um representante do comando da corporação participou do lançamento da campanha.

Com o objetivo de dar assistência espiritual aos policiais, a associação PMs de Cristo foi fundada em 1992 sob a inspiração de Neemias, o personagem bíblico que teria sido o responsável por uma mobilização para a reconstrução do muro de Jerusalém. Atualmente, a associação possui 14 núcleos em todo o Estado.

Não é exatamente isso que
a população espera da PM
O site da associação está cadastrando igrejas e pessoas interessadas em participar da campanha. O inscrito (ou “intercessor”) terá de orar por dia no mínimo por 30 minutos, tempo que será contabilizado pelo “relógio de oração” com abrangência de 24 horas.

Durante a campanha, o site publicará mensagens para contribuir com este “momento de intercessão e clamor”. A primeira mensagem faz referência a “rompendo os céus”.

Diante dessa campanha, os cidadãos mais práticos, que acham que a violência se combate com a polícia na rua, e não orando, têm mais um motivo de preocupação com a ineficiência da polícia.





Com informação e fotos do site da PMs de Cristo.

Bíblia tem mais violenta que Corão, afirma historiador
março de 2010

Religião no Estado laico.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...