Muçulmanas querem manter seu véu em foto de documentos

O islamismo determina que
a mulher use o hijab
Pressionada pela comunidade árabe da cidade, a Câmara Municipal de Foz de Iguaçu (PR) encaminhou pedido ao Detran e ao Instituto de Identificação do Paraná para que as muçulmanas possam manter o seu véu na foto da  carteira de motorista.

A cidade tem 22 mil pessoas de origem árabe, e a maioria delas é muçulmana. O islamismo determina que a mulheres não mostrem totalmente a cabeça, sendo obrigatório o uso de um lenço, o hijab.

Norma do Instituto de Identificação do Paraná estabelece que fotos para documentos (o que inclui a carteira de motorista) têm de mostrar as orelhas e o contorno do pescoço e dos ombros da pessoa, que não pode estar com brincos, piercings e lenços.

O líder religioso Mohsin Alhassani disse que o hijab não é ornamento ou fantasia. “É uma parte da vestimenta obrigatória da muçulmana.”

Marta Matkievicz, do Detran-PR, disse que geralmente as fotos de muçulmanas sem o véu são feitas por uma mulher em local isolado. Contudo, para os líderes religiosos isso não é o suficiente, porque as muçulmanas não podem aparecer na foto sem o hijab.

Existe uma exceção: em fotos para passaporte é permitido o uso do véu. “A única exigência é que o rosto esteja bem à mostra”, disse o delegado Guilherme Biagi, da Polícia Federal no Paraná.

O Detran e o Instituto de Identificação prometeram dar uma resposta ao pedido da Câmara Municipal em 30 dias. A tendência é pela permissão do uso do hijab, a exemplo do que ocorre em alguns Estados.





Com informação do Jornal Nacional.

Justiça autoriza freira a ter foto com véu na carteira de motorista
fevereiro de 2012

Comentários

  1. Que não seja aprovado

    ResponderExcluir
  2. Fico em dúvida se querem ou se sentem pressionadas pelo marido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se elas gostam do hijab... É um pouco difícil, para nós, imaginar que elas gostem dessa roupa que as cobrem por inteiro rs... mas quanto ao véu: algumas delas se sentem pressionadas pelo marido e pela sociedade onde vivem. Mas muitas usam porque querem mesmo, se identificam com essa regra da religião e aceitam numa boa. Já assisti um documentário que falava sobre isso. Algumas delas usam véus estampados, com desenhos... coisas que não são muito bem vistas por muitos tradicionalistas, mas muitas mulheres usam com esses desenhos para combinar com suas roupas e tal... como se fosse uma moda.. uma tendência rs. De certa forma por causa da influência do ocidente que valoriza essa questão da moda. Acaba sendo algo interessante para elas, uma espécie de "acessório" rs.

      Excluir
    2. Fala sério né?! Quando fiquei sabendo disso achei um absurdo...
      Afinal, quando uma brasileira, ou mulher de qualquer outro país entram nas regiões como essa, mesmo que para fazer uma simples reportagem, elas são obrigadas a se cobrir. Se vieram par ao Brasil tem que cumprir nossas leis, nossas regras e ponto final. Se acham ruim, que voltem para o país deles... Saíram de lá correndo das guerras, e vieram pra cá querendo trazer a cultura deles? Me polpe viu!!! Ninguém merece. Os Aeroportos Internacionais são as portas de saída. Fiquem a vontade

      Excluir
  3. Então quero aparecer fantasiado de Darth Vader (sou da religião Sith).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAUAHUAHAU cara, incrivel. Mas brincadeira a parte, é uma religião milenar, não estão a fazer isso por brincadeira.
      Acho que em nada afeta a nossa vida, então por que não?

      Excluir
    2. Podem não estar fazendo por brincadeira, mas com certeza eles não podem provar que alguma autoridade "divina" exige que as mulheres cubram a cabeça com panos, o princípio do Estado é que todos são iguais perante a LEI, e ninguém pode exigir privilégios especiais por causa de suas crenças particulares.

      Se crenças puderem alegar qualquer coisa para não cumprir as normas e Leis do Governo, o que impediria alguma religião e seus adeptos de exigir o controle do governo e das leis porquê eles alegam que o deus deles é o verdadeiro e eles é que estão certos e todos devem obedecê-los?? (todos sabem que é o que eles mais querem).

      E se as mulheres fossem obrigadas aqui a usar a Burka, que cobrem o corpo todo, até o rosto, será que os lideres muçulmanos exigiriam o direito de elas tirarem fotos totalmente cobertas, sendo impossível identificá-las???

      Dogmas religiosos não podem impedir ou dificultar a manutenção do Estado e aplicação das leis, no caso específico, o véu impede a identificação clara do indivíduo pelas autoridades, dando margem para falsificações e fraudes.

      Excluir
  4. Volto para o oriente só isto que eu tenho pra dizer. Se são daqui ou se vieram de lá que cumpram o que manda a legislação brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! hahahaha

      Excluir
    2. Ha ha ha. E se a minha religião exigisse que eu andasse com um nariz de palhaço? Iam permitir?

      Excluir
  5. Pra que um objeto desses vai querer dirigir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque aqui elas podem. Se estivessem nos países islâmicos, não poderiam. Querem somente a parte boa do ocidente, com sempre.

      Excluir
  6. ESTES RELIGIOSOS SAO RIDICULOS DEMAIS

    ResponderExcluir
  7. Ninguém é obrigado a dirigir, então se não quer sair na foto sem o véu, que não tire carteira. Ou então vamos começar a exigir a foto com um escorredor de macarrão na cabeça ou um manto Jedi ou Sith.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Filosofia Jedi é a quarta maior religião no Reino Unido.

      Conhecida como Jediísmo, a crença está atrás apenas do Cristianismo, Islamismo e Hinduísmo.

      O censo foi realizado em 2001 e revelou que 390 mil pessoas declararam o “Jedi” ou “cavaleiro Jedi” como sua religião, tornando-a a quarta maior do Reino Unido. O número é maior que a quantidade de habitantes de Florianópolis.

      Além do Reino Unido, existe um número estimado de 70 mil cavaleiros Jedi na Austrália, 53 mil na Nova Zelândia e 20 mil no Canadá.

      Excluir
    2. Portanto, caso o véu muçulmano seja permitido em documentos, nós podemos alegar ser Jediístas e também exigir o direito de tirar fotos com manto e capuz.

      Excluir
    3. Nao meu caro,voçe esta enganado.As pessoas reponderam que eram Jedi de gozaçao.Religiao no Reino Unido esta desaparecendo.O que tem muito aqui é ateu e agnostico.

      Excluir
  8. Isso não é nada demais, não estão impondo ou pregando sua fé aos outros, só querem se sentir respeitadas em sua crença... Porque para algumas delas o uso do véu é importante e por querer sim, não são todas que são mulheres oprimidas pelos marido, sou árabe e atéia e muitas amigas minhas escolheram usar o véu sim como uma forma de se integrarem a cultura de sua origem. Desde que apareça o rosto não acho que exista problema, outra história seria se fosse usando o niqab ou a burka. Além do mais, já pensaram em quantas dessas mulheres seriam impedidas de dirigir por sua crença ou por seus maridos se não pudesserem tirar a foto com o véu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas tem de tirar o véu só para bater uma foto para a carteira de motorista, não é um ato religioso. Se fosse para alguma cerimônia religiosa, como mulher-bomba, mulher-dinamite, mulher melân... ops, mulher-canhão, mulher-dragão-do-são-jorge, aí tudo bem de ficar com véu.

      Excluir
    2. Você evidentemente desconhece os costumes de certas vertente mulçumanas, a mulher não deve se mostrar descoberta perante homens que não sejam seus parentes, o problema não é aparecer sem véu na foto é que se precisar mostrar essa foto a um homem estará contrariano tais preceitos. Não estou defendendo as mulheres mulçumanas pelo religião em si, mas pelo fato que se foi escolha delas se cobrirem elas possuem o direito de ter essa escolha respeitada.

      Excluir
    3. Então elas que não tirem a carteira de motorista.

      Excluir
    4. Fabi, acho lindo esse costume. É exótico. Mas a lei exige a identificação do motorista na foto.

      Se para serem identificadas, o véu está atrapalhando, como vai ser resolvido o problema?

      Eu lembro que freiras conseguiram a liberação para poderem tirar foto com o véu católico (não lembro o nome). Se teve essa exceção, talvez dê p'ra ajudar as mulçumanas. Mas tirar foto de burca ou véu cobrindo o rosto, isso é pedir demais.

      No ocidente impera alei do "primeiro o dever, depois o direito".

      Excluir
  9. Que eles voltem aos seus malditos países de origem. Aceitar o islamismo é a mesma coisa que aceitar o nazismo. Mate agora e fique livre amanhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso pentecostelho!!! É só pra tirar a carteira. Você que devia se matar, em vez de acreditar num filho de divindade andrógino meio tchôla, isso se não for thcôla inteiro. O cara não emprestava nem um apóstolo macho para o Judas, deu no que deu, teve seu rabo vendido pro 30 dinheiros.

      Excluir
  10. Sou ateu, e os comentários das pessoas aqui são totalmente intolerantes, com excessão da Fabi que diz ser uma árabe atéia (o que é interessante). Há mulheres que gostam de usar e há mulheres que são forçadas a usar. Se não está tampando o rosto, qual o problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão ateu quanto o Bolsonaro é macho.

      Excluir
    2. e ele tbm é tão ateu quanto galinha tem dente, e tiranossauro rex comia mato

      Excluir
    3. O problema :ferir o principio da lei ser igual para todos.
      Se permite que tirem a foto com véus,deve se permitir que outros tirem as fotos com variados adereços...
      E aí vira bagunça!
      Acho já um absurdo concederem fotos em outro local,com fotografa ,pois isso certamente encarece e atrapalha atendimento dos demais.
      Como legislar sobre qual adereço impede/atrapalha uma adequada identificação?
      Ademais,concordo com o argumento:tirar carteira de motorista não é obrigatório.Somente tira,se quiser dirigir.
      Deveria ser proibido essas motoristas dirigindo e usando véus que comprometem a sua visão periférica.
      Convido os leitores desse blog a manobrarem seus carros usando um daqueles agasalhos que tem capuz.
      Causa o mesmo efeito do uso do véu na visão periférica.
      Inaceitável permitir que argumentos religiosos coloquem em risco outros cidadãos!

      Excluir
    4. Realmente, não tinha pensado pelo lado técnico... Porém devido a minha origem eu me irrito um pouco com a demonização dos mulçumanos e dos arábes pela mídia e pelas pessoas que desconhecem sua cultura... E ao contrário do que é falado muitos mulçumanos são brasileiros natos, simplesmente adotam essa forma de fé. Para que país vcs querem que seus conterrâneos vão?!

      Excluir
    5. Sabe qual é o meu problema? É que definitivamente o ateísmo está se tornando uma religião. Estão iguais aos religiosos fanáticos, eles se acham no direito de odiar, de ofender, tudo em nome da liberdade religiosa e da livre expressão. Estou começando a me sentir envergonhado quando digo que sou ateu, devido a tanta intolerância que tantos carregam. Dizem ser defensores do estado laico, mas jogam o mesmo estado laico no lixo ao ofender o tempo todo as pessoas de outras religiões, chamando de burras, de ignorantes. Estou errado? É só dar uma lida nos comentários deste site, o quanto de intolerância que há. Sou mais ateu do que a maioria aqui, a diferença é que eu não carrego mais esse preconceito por pessoas religiosas, isso é ridículo. Os que fazem isso devem ser os mesmos que são seguidores da ATEA, uma organização que poderia ser ótima mas se tornou estúpida por virar tão intolerânte e preconceituosa. Eu sou a favor da lei, a lei diz que não pode? Então beleza, não pode. Entretanto, muitos "ateuzinhos" utilizam essas leis para escrachar a religião do outro, para ofender ao outro. Que ateus são esses que querem mandar embora uma mulher só porque ela quer tirar foto com véu? É isso o que chamam de estado laico? É esse respeito a diversidade? Esse é o motivo por eu não comentar nada nesse blog, porque as pessoas aqui são extremistas demais. O ateu não está mais sendo um livre pensador, está ficando tão preso quanto àqueles a quem eles criticam (aos fanáticos religiosos).

      E usar véu (a Fabi que me corrija) não atrapalha a visão periférica pelo que eu sei.

      Excluir
    6. Véu não é capuz.

      Isso é um hijad.

      http://media.columbiamissourian.com/multimedia/2009/10/29/media/102809_PinkHijab_02_t_w600_h1200.jpg

      ou

      http://wp.patheos.com/blogs/mmw/files/2010/11/CassieHijabMUG.jpg

      Isso é um capuz.

      http://media.onsugar.com/files/2010/01/04/4/512/5121291/49b57f8fba978e6a_JBS.jpg

      Se o hijad for usado bem apertado na cabeça, não creio que atrapalhe a visão periférica.

      Excluir
    7. Sim, se usar certo, não atrapalhará.

      Excluir
    8. Pelo que vejo,atrapalha,e muito!!!


      http://veil-womenmuslim.blogspot.com.br/2009/12/gorgeous-black-scarf.html

      E essa foto vem de um site de "moda feminina muçulmana".

      Excluir
    9. Brisa

      Pois é. Dependendo do modelo atrapalha. Mas, existem outros modelos. Se usar o modelo certo não irá atrapalhar.

      Tudo é uma questão de bom senso.

      Excluir
    10. Bom senso é encarar que tirar carteira de motorista não é dever do cidadão. Se o cidadão opta pelo direito de todos em tirar sua habilitação, então que também cumpra com os mesmos deveres que valem para todos!

      Se a sua religião te obriga a usar uma vestimenta que confronta as regras da sociedade onde você vive, então que você se resolva com o afrouxamento dos dogmas da sua religião ou então que vá viver numa sociedade onde não haja tais conflitos.

      Se as atuais exigências para foto de documentos não precisam ser aplicadas para as muçulmanas, logo, também não precisam ser aplicadas para todos os demais cidadãos!

      Que tipo de bom senso defende privilégio que abole os deveres civis apenas sobre os cidadãos cujas extravagâncias religiosas entram em conflito com as obrigatoriedades sociais?

      Então se a minha religião disser que não devo transitar em público exibindo quaisquer caracteres de identificação, devo esperar que as autoridades civis tenham o "bom senso" de me deixar dirigir veículos sem placas?

      Ora, faça-me um favor...

      Excluir
    11. Anônimo21 de setembro de 2012 19:53

      Essas muçulmanas que vivem no Brasil são brasileiras, pagam impostos, e estão sujeitas às leis brasileiras. Repito o que eu disse:

      Constituição Federal

      Art. 5º

      VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;


      A lei brasileira permite que os religiosos sejam tratados de maneira diferente.

      Se o que impede que elas tirem a carteira de motorista for o uso do véu e se existir uma maneira de contornar isso, será contornado e elas vão tirar a carteira.

      O que resta de tudo isso é, apenas, uma antirreligiosidade infantil que envergonha os ateus sérios e maduros.

      Excluir
    12. Ui, Willian Papp resolveu "bater o pesinho" (teimar com repetição), dizer que sua interpretação estaria correta por que se auto denomina "ateu sério e maduro", diferente daqueles que apresentam argumentos discordando da opinião dele! Nossa, quem diria, hein! Quanta "maturidade" e "seriedade"!

      Está "envergonhado" pelos demais ateus com visão diferente! Falácia do escocês mandou lembranças...

      Excluir
    13. Ser religioso militante ñ é infantilidade, mas o antirreligioso militante é...
      Antirreligiosidade tem infantil, juvenil e adulto? [ risos]
      Seu legalismo é sempre na defesa da religião, na defesa da ñ religião tem de ficar calado, bem comportado, tolerante? Sendo/ fingindo ser superior, estar acima de supostas 'infantilidades'.

      Espera só ela parar na estrada, no acostamento e tirar o tapetinho pra rezar porque a religão também EXIGE!

      Excluir
    14. William Papp, ela pode recitar o Corão enquanto tira a foto, mas o costume de usar o véu não pode, senão está ocultando a identidade. Primeiro a lei, depois o resto.

      Excluir
    15. A lei brasileira não permite que os religiosos sejam tratados de maneira diferente! Que interpretação extensiva é essa da norma constitucional?? Claro que nenhuma norma constitucional é absoluta e a CR/88 trata os desiguais como desiguais, mas isso não é oba-oba.

      A própria norma que você citou vem escrito: "salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta".

      Ou seja, a obrigação legal é mostrar o rosto em foto para documento de habilitação de motorista. Se as muçulmanas estão querendo burlar essa obrigação legal não devem ter acesso à CNH.

      Essa exigência não importa no impedimento ao direito de crença das muçulmanas. Não o está impedindo. Ninguém é obrigado a ter carteira de habilitação. Tanto o é que certas deficiências impedem o acesso a CNH. Assim também, os menores de 18 anos não podem ter acesso. O que quero dizer é que existem regras para ser um condutor. Se a sua religião te impede de seguir as regras, seja feliz nela andando de transporte público, a pé ou de bicicleta.

      Excluir
    16. Freira ganha direito de usar hábito na foto de CNH no Paraná

      "...há direitos fundamentais, como os decorrentes de crenças religiosas, que não podem ser restritos por resolução. "(Obrigar a tirar véu em foto) não é nem razoável nem proporcional à situação."

      http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/pr/freira-ganha-direito-de-usar-habito-na-foto-de-cnh-no-parana/n1597621439064.html

      https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTlbNH5GMxP23v3R6dL-8cJJ89HXmrPehP2JvY6xX3JnbEqepoA9A

      Isso encerra a questão senhores?

      Excluir
    17. Depois dessa... acho que todos desistiram rsrsrsrsrs

      Excluir
    18. Asafe, desistir é para os fracos.

      Não sei se Willian entendeu direito o preceito contido no artigo que ele pescou da CF/88.

      "Art. 5º

      VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;"

      As muçulmanas invocaram a crença religiosa para se eximirem de obrigação legal a todos imposta, logo elas poderão ter esse direito restringido.

      Ocorro que as exigências do Conatran não são tão rígidas. Você, convenientemente, deixou de postar esta parte da matéria:

      "pernicioso para a correta identificação civil não é o uso de hábito religioso, mas sim (e em tese) a descaracterização de sinais e atributos inatos da pessoa, como uso (ou não) de barba, corte de cabelo, cor do cabelo, cirurgias estéticas, nada disso vedado pela resolução do Conatran"

      Ora, se o hábito não descaracteriza sinais e atributos inatos da pessoa, não há por que, NESTE CASO, de acordo com as normas do Conatran, proibi-lo.

      Agora, o que deve ser perguntado: o pedaço de tecido usado por essas muçulmanas é igual ao hábito das freiras? Terá os mesmos efeitos em sua identificação na foto?

      Ademais, cabe recurso, ainda.

      Logo, querido, não adianta PESCAR partes de uma matéria e citar normas constitucionais achando que está acabando a discussão. Nada é tão simples assim.

      Excluir
    19. Gustavo

      As muçulmanas invocaram a crença religiosa para se eximirem de obrigação legal a todos imposta, logo elas poderão ter esse direito restringido.

      Não senhor. As muçulmanas invocaram suas crenças religiosas e querem tirar a CNH. Cabe ao Estado apresentar a prestação alternativa, fixada em lei.

      Agora, o que deve ser perguntado: o pedaço de tecido usado por essas muçulmanas é igual ao hábito das freiras? Terá os mesmos efeitos em sua identificação na foto?

      O hábito das freiras também possui um véu que lhes cobre as orelhas. Tecnicamente, é igual.

      Excluir
  11. Concordo com o Anônimo, eu leio sempre este blog mas geralmente tenho preguiça de postar, acredito que preconceito e intolerância não importando sobre o que ou seus fundamentos são sempre criticáveis. Eu sou arábe, minha família veio do líbano e é, em sua maioria, composta por católicos... Mas há mulçumanos, evangélicos e espíritas, assim como há agnósticos, ateus e livre pensadores. Acredito que muitas das pessoas que destilam o seu ódio aqui deveriam procurar conhecer tanto a cultura árabe quanto a mulçumana (lembrando que são diferetes e não sinônimos) e ler o Corão para conhecer que grande parte dos tabus e loucuras por parte dos mulçumanos são feitos por uma minoria fanática (xiita) que infelizmente detém o poder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu entendo, o xiismo é a menor facção islâmica, mas também mais famosa. aí que tá problema

      Excluir
    2. Eu mesmo não sabia a diferença que havia diferença entre árabe e muçulmano (sou o anônimo do post acima). Eu já estou cansado de tanta intolerância, utilizam qualquer coisa para ofender algum religioso, e jogam no lixo o estado laico que tanto dizem defender.

      Excluir
    3. Quer viver a "Cultura Árabe" na sociedade, então que procure uma sociedade Árabe, ora bolas!

      Querer impor outras culturas sobre a nossa de modo a garantir privilégios aos "seguidores" de tais culturas é algo que não tem nada de democrático!

      Ninguém está obrigando os brasileiros a viverem culturas externas dentro de nossa cultura, muito menos estão obrigando que cidadãos de outras culturas venham viver no Brasil (se vieram, então que respeitem nossas diretrizes sociais, pois isso é o mínimo que deveriam fazer).

      Excluir
    4. Véih, é aí que mora o perigo. Tudo bem com os mulçumanos moderados, mas tem também os radicais. Se der mole essa minoria vai achar que tem vez por aqui e aí a coisa entorna. Nós ainda temos instituições fracas no Brasil e ficariamos vulneráveis às chantagens dessa gente que é perigosa. Agradeça a Deus por existir aqui esse paraiso pra você e sua família viverem longe das turbulências dos extremistas. Os brasileiros não queremos esse inferno por aqui não!

      Excluir
  12. É provável que elas consigam.

    Constituição Federal

    Art. 5º

    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;


    A lei brasileira permite que os religiosos sejam tratados de maneira diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém irmão,que na minha próxima foto ninguém critique meu sentimento religioso e eu possa estar adornado do meu instrumento sagrado uma vagina sobre minha cabeça que ninguém ria de mim e da minha fé e adoração e eu possa andar por ai sem constrangimento com meu turbante sagrado. A paz irmão,

      Excluir
    2. Então me tornarei seguidor do monstro voador de espaguete, e quero usar um escorredor de macarrão na cabeça.
      E que não venham discriminar minha religião.

      Excluir
    3. Leandro

      Isso já aconteceu lá na Áustria.

      http://www.paulopes.com.br/2011/07/ateu-usa-coador-de-macarrao-como-chapeu.html#.UFy_7a6UE6E

      Excluir
    4. Minha fé é o Albandrismo:

      - O Macho Branco é onisciente: vê tudo, sabe de tudo
      - O Macho Branco é onipresente: está em todos os lugares
      - O Macho Branco é onipotente: pode tudo

      O Macho Branco velho tem um filho, o Macho Branco Novo, que todo mundo diz que é mendigo (atrai partidários), mas a imagem dele e de um cara andrógino efeminado (atrai partidários), só que não se engane: ele é um Macho Branco com o furor de Macho Branco (também atrai partidários), e faz muitas promessas, dizendo que no final de tudo, bem lá no final, todos se tornarão Machos Brancos.

      Excluir
    5. Willian Papp21 de setembro de 2012 16:07

      A parte da norma constitucional abaixo citada você pulou?

      "salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta"

      Qual seria a prestação alternativa que as muçulmanas usariam para serem identificadas com o rosto coberto?!

      Resolução 192/2006 do Conselho Nacional de Trânsito (Conatran): "o condutor não pode aparecer usando óculos, bonés, gorros, chapéus ou qualquer outro item que cubra parte do rosto ou cabeça."

      Existe um caso que cito aqui em que freiras puderam usar foto com véu. Isso vai ser decidido na justiça por haver conflito de normas do ordenamento jurídico. Eu até acho que vão conseguir argumentar a favor do véu, desde que o rosto como um todo esteja aparecendo na foto. Eu como juiz, negaria porque o direito à CNH requer o cumprimento da legislação e essa, a meu ver, não interfere na liberdade religiosa de ninguém, já que ninguém é obrigado a possuir CNH.

      Excluir
    6. Mordredis

      Freira ganha direito de usar hábito na foto de CNH no Paraná

      "...há direitos fundamentais, como os decorrentes de crenças religiosas, que não podem ser restritos por resolução. "(Obrigar a tirar véu em foto) não é nem razoável nem proporcional à situação."

      http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/pr/freira-ganha-direito-de-usar-habito-na-foto-de-cnh-no-parana/n1597621439064.html

      Qual seria a prestação alternativa que as muçulmanas usariam para serem identificadas com o rosto coberto?!

      O véu não cobre o rosto. Ele cobre a cabeça.


      A lei é um reflexo da sociedade e, não, o contrário. A lei muda porque a sociedade muda. Em tempos de diversidade religiosa - afinal de contas, esse não é mais um país, apenas, cristão - a lei deve mudar para que os religiosos diverso que se encontram nesse país não sejam prejudicados. É claro que tudo deve ser feito com bom senso.

      Excluir
    7. Não sei se Willian entendeu direito o preceito contido no artigo que ele pescou da CF/88.

      "Art. 5º

      VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;"

      As muçulmanas invocaram a crença religiosa para se eximirem de obrigação legal a todos imposta, logo elas poderão ter esse direito restringido.

      Ocorro que as exigências do Conatran não são tão rígidas. Você, convenientemente, deixou de postar esta parte da matéria:

      "pernicioso para a correta identificação civil não é o uso de hábito religioso, mas sim (e em tese) a descaracterização de sinais e atributos inatos da pessoa, como uso (ou não) de barba, corte de cabelo, cor do cabelo, cirurgias estéticas, nada disso vedado pela resolução do Conatran"

      Ora, se o hábito não descaracteriza sinais e atributos inatos da pessoa, não há por que, NESTE CASO, de acordo com as normas do Conatran, proibi-lo.

      Agora, o que deve ser perguntado: o pedaço de tecido usado por essas muçulmanas é igual ao hábito das freiras? Terá os mesmos efeitos em sua identificação na foto?

      Ademais, cabe recurso, ainda.

      Logo, querido, não adianta PESCAR partes de uma matéria e citar normas constitucionais achando que está acabando a discussão. Nada é tão simples assim.

      Excluir
  13. A todos quantos possam saber:

    De tanto ver prevalecer a Injustiça e de ver o progresso dos injustos, dispenso a ajuda do Deus Incompetente. Eu mesmo me encarrego de empurrar no abismo aqueles que me ferem.

    Dar a outra face, amar o inimigo, pedir perdão dos meus pecados, nenhuma destas opções vai nos trazer felicidade! É TUDO MENTIRA!!!

    As mulheres, nossa contraparte mais bonita! No Ocidente são frequentemente agredidas, estupradas e preteridas, em termos salariais. No Oriente Médio, são massacradas por serem mulheres; são mantidas em silêncio e em posição inferior ao Varão.

    Aquelas mais adestradas, ou integradas à Sociedade Machista, deixam o homem falar primeiro e lhe concedem a última palavra, se vestem para os homens, se despem para os homens...

    Desde cedo elas aprendem que irão sofrer pelos homens; e sofrem, pelas mãos dos homens; dos homens que escrevem os livros sagrados; dos homens que estabelecem leis imutáveis; dos homens que tomam-lhes as palavras para lhes ensinar o que dizer, o que fazer, o que vestir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De acordo.
      E eles que não venham com o papo utópico que não é bem assim, porque só a mulher é obrigada a vestir esse lençol na cabeça? Porque homem lá não morre apedrejado?

      Excluir
    2. Estão generalizando, mas sim para muitas é verdade porém toda regra tem exeção... As jovens mulçumanas que eu conheço pessoalmente e pelas quais posso falar não são nem um pouco oprimidas e aí de na casa delas o homem dar a primeira e a última palavra. kkkk Mas em todas as religiões há quem use seus preceitos para justificar suas más ações, sejam judeus, católicos, espíritas, hindus, xintoístas ou adoradores do Sagrado monstro do espague voador! \o/ Só porque se é ateu ou teísta não quer dizer que devemos nos enfrentar tentando "converter" uns aos outros se eu tenho liberdade de não crer e o direito de ser respeitada quem crê também tem os mesmos direitos

      Excluir
    3. Concordo contigo, Coisa-Ruim. Basta analisar a história e ver que é isso mesmo.

      Excluir
  14. Os cristãos contaminou o que podia ser nossa cultura os índios e índias andavam nús sem culpa nenhuma bem diferente de adão e eva , exibiam seus membros com toda naturalidade sem nenhuma vergonha sem nenhum pecado sem nenhum pudor. E portanto não devemos mais deixar que outras culturas contamine ainda mais a nossa cultura. Cada um no seu quadrado

    ResponderExcluir
  15. "obrigação legal" = Mostrar o rosto para identificação do motorista.

    Ou todos são iguais perante a lei, se ela pode usar uma vestimenta na cabeça, tb quero poder usar um boné na foto da carteira.
    Ou todos são obrigados a tirar foto sem algo na cabeça, ou todos são livres para colocar qualquer coisa na cabeça, inclusive bonés, escorredores de macarrão e etc.

    ResponderExcluir
  16. Essa é boa, agora vem o povo de fora querer modificar as nossas leis? A partir do momento que você sai do seu país pra morar em outro vc deve seguir as leis do lugar. Esse povo nem brasileiro é pra querer fazer isso.
    Ta lá: Não pode tirar foto com nada cobrindo a cabeça, não pode piercing ou brinco. Se não quiser, não tire a carteira, não é obrigatório.
    Se essa porcaria for aprovada eu vou passar a usar um escorredor de macarrão na cabeça para tirar a foto e dizer que sou da mesma religião que aquele australiano.
    Se é pra esculhambar, vamos esculhambar tudo.
    Porque não voltam para seus países? Ah, porque lá é muito pior ne?

    ResponderExcluir
  17. O uso do véu compromete a visão periférica.
    Deveria ser proibido essas motoristas dirigindo e usando véus que comprometem a habilidade de enxergar,colocando em risco os demais motoristas e pedestres.
    Convido os leitores desse blog a manobrarem seus carros usando um daqueles agasalhos que tem capuz.
    Causa o mesmo efeito do uso do véu na visão periférica.
    Inaceitável permitir que argumentos religiosos coloquem em risco outros cidadãos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa,nunca tinha pensado nisso.
      Acabei de experimentar manobrar meu carro com um lenço grande usado como véu, colocado conforme a figura do site que vc sugeriu,e quase ralei meu carro na garagem do prédio!
      Tenho certeza que se estivesse no transito,dirigindo a uma velocidade media,o uso desse véu atrapalharia.
      Colocaria carros e transeuntes em risco.



      Excluir
  18. Eu posso achar que é um fantasma me distrair e bater meu carro.ainda mais se ela dar uma tunada no lençol e por aquela rede na frente que só mostra os olhinhos de fora ,deus me livre eu posso até ter um infarte achando que vi uma assombração.

    ResponderExcluir
  19. QUANDO EM ROMA, FAÇA COMO OS ROMANOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você resumiu TUDO, parabéns.

      Excluir
    2. em poucas palavras, vc disse tudo!!

      Excluir
  20. Em minha religião é pecado pagar impostos! Pagamentos são permitidos apenas ao dízimo...

    ResponderExcluir
  21. Se você tem sua religião tudo bem, mas os demais brasileiros seguem as normas, nas quais e proibido usar brincos, piercings e lenços, portanto alterar a lei para se adequar a cada religião e insustentável, hoje e um véu, amanhã e a burca, como já disseram roupa jedi.
    Acolher isso e um desrespeito com todos os outros.

    ResponderExcluir
  22. Para dirigir carros bomba não precisa carteira de motorista, piadinha, eu sou da religião do pinico encantado e tenho que tirar a foto com um pinico na cabeça, sou a favor de me liberarem.

    ResponderExcluir
  23. Está errado abrir exceção, tem de mostrar a cara e muito mais porque ao renovar CNH tive de tirar óculos de grau e cachecol do pescoço, em pleno inverno aqui do sul. Perguntei por que e disseram que tinha de mostrar o rosto até o pescoço, e não podeira usar nada na cabeça, nem gorro de lã, boné ou similares. Dá próxima vez vou dizer que minha religião obriga a usar cachecol, se a religião dela pode a minha também pode.

    ResponderExcluir
  24. Afeta a minha vida? Não.
    Afeta a vida da minha familia? Não.
    E com certeza não afeta a de vocês, mas faria uma diferença enorme para eles.
    Não consigo achar motivos para não aprovar algo assim.
    É respeitoso inclusive, que o Brasil tenha regras que venham a unir mais a integração de sociedades diferentes em uma só, sem comprometer a liberdade individual.
    Veja bem, cada caso é um caso e deve ser julgado separadamente, logo dou meu total apoio neste em especifico. EM outros paises inclusive é permitido o uso de trajes religiosos em documentos oficiais.

    ResponderExcluir
  25. Se pode lenço, pode boné, chapéu, auréola, cuia, casca de coco, penico, panela, touca de banho, um gato, coroa, capacete coquinho e o que mais as pessoas quiserem usar na cabeça.
    Acho que eu quero aquele chapéu com uma mão fazendo sinal de "ok" que o Didi Mocó usava. Vai ficar estiloso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. um gato na cabeça??? ashuahsaushuashauhsaushaushua

      engasguei de tanto rir.

      Excluir
  26. alguns adereços para quem for tirar fotos para documentos:

    ornamento do matogrossosismo:

    http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRUhBWkBHScWRWH2MJCnDnsq8na4Z_ZHpF5UHug7RSVvOu1B5kk


    ornamento do clotildismo:

    http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTwe7BvtDV5qm21z5hZzJoDiVoaIECV5cveDjGQkeRS-aD3qhkB


    ornamento do chavismo:

    http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSs_GbXHr1GHSJX0cMRfky7zd1g-VQBmdHQvRJMqlwcitctgfahEw


    ornamento do madruguismo:

    http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcR6PH5gdQwwMu23dXZkT1VT9g3OaZZa7plqXKBJJ4_bjgJVL-Uu

    alternativo:

    http://t2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ_EGa_W-3LxhykIIhEquWND_DQlzP33SHvwGmg9PGJiuNcVSTMCg


    ornamento do Curintianismo:

    http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRJok-U9gebsEOdtFI_JRUCQuZO-waLNMkSykNJF3cWDTA78VXURg


    ornamento do Jediismo:

    http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQYq1B8j_uwTiNxAnfclmqbiX0yvjMJkjROdde9Ut-vO42kWDvfKg


    ornamento do Thorianismo:

    http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSTf7TsKCqqE45-cmPtJP37w2zYJfR4CmC2LjxcFgJKG0MqNj__


    ornamento do Galactianismo:

    http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQMfHyTgQ33rUUmQU0NyGdIxLfW7XlEN1RRLdwz-vPjtpnGtwXAZA


    Ironmenismo:

    http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcShpr054R7bvIE7SjmHXIjnFUgZgDINKW9DNOxFKofmAJi-Ux4Z


    Batmanismo:

    http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQaouFOPkHAZX0Md-7UBpE_T-WQ-IGNkzW3ejYZv7BDoiadXf_OQw

    ResponderExcluir
  27. Esqueci o melhor de todos:

    http://t0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQiwTHO_9xnttpurqHr8lO45m81Uc22Vff-8PGLrhrR8-LgFndjQA

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Estão parecendo namorado malandro: dá a mão e já querem o braço e daqui a pouco já querem tudo. Não concordo de forma alguma: estão no Brasil e são recebidos de braços abertos, mas se não está bom, voltem a um país mulçumano. Aqui a música que toca é diferente.

    ResponderExcluir
  30. Estão chegando devagarzinho como quem não quer nada, tudo na paz e no amor... Já ví essa história antes na França onde morei por alguns anos. Hoje na Europa que os recebeu muito bem eles se sentem a vontade para criticar o modo de vida ocidental e já causam dores de cabeça às autoridades. Rotulam as mulheres ocidentais de prostitutas, vivem amparados na previdencia social e querem impor suas leis nesses países. Brasil é a terra de imigrantes trabalhadores, mas temos nosso jeito de viver e quem aqui chegar precisa aceitar as nossas leis e costumes. Se já obedecemos exigências dos órgãos públicos há tanto tempo por que essa minoria das minorias seriam previlegiados a ponto de mudarmos só por que não querem abraçar nossos costumes? Como foi dito acima "em Roma faça como os romanos". A nossa civilização já está muito ameaçada pela omissão e covardia. Que não seja essa mais uma bobeada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moro na França e sei do q vc esta falando.. espero q no Brasil, abram logo os olhos e nao se deixem dominar por esse povo, senao, ja era! vai ficar como aqui! alias, eu como mulher, se um dia eu for la no Pais deles, eu tenho q usar burka. o q eu acho normal, ja q nao estou no meu Pais. cada um q respeite os costumes e as leis dos outros Paises.

      Excluir
  31. espero q proibam esse povo de tirar fotos com burka! q absurdo!! quer dizer, q eu: brasileira, sou proibida de tirar foto para documentos, sem brinco, sem chapeu, nada.. e vem esse povo cheio de direito, tirando foto com burka, lenço.. quer dizer q eles têm mais direitos q eu q sou brasileira??? q é isso, gente? nao se pode se deixar fazer assim! se der a mao pra eles, eles vao querer os pés!

    ResponderExcluir
  32. TEM QUE TIRAR O VÉU SIMM E A BURCA TAMBÉM, DEPOIS VCS PÕEM E PRONTo.

    ResponderExcluir
  33. Experimenta tentar entrar no país deles e querer fazer as coisas de a cordo com sua cultura.... E verás o que vai acontecer...
    Documento é coisa séria... Isso é o nosso país, nossa lei, nosso Brasil, se acham ruim, que voltem para o país deles. Não nos farão falta algum =)

    ResponderExcluir
  34. O comentário acima, de Daniele Viana diz tudo!!!

    A repórter glória Maria foi num desses países e teve que colocar essa porra de véu na cabeça pq é o costume do país, se veio, ou nasceu no Brasil tem que seguir as leis e regras do país. Se não quer seguir procure um outro onde seja de acordo com suas vontades. E carteira de habilitação tem quem quer, não é obrigado a ter para poder para viver e morar no Brasil ou qualquer outro lugar do mundo. Querem apenas as liberdades e os direitos de um país como o Brasil, mas não querem cumprir com os deveres. Legal isso... muito legal...

    ResponderExcluir
  35. Vamos liberar o uso do véu, mas vamos dar o respaudo também à um absurdo desses conforme a matéria abaixo:

    http://www.paulopes.com.br/2011/02/lei-religiosa-condena-menina-80.html#.UIDwKXbk7W8

    Quero ver se as mesmas pessoas que são a favor do véu serão a favor de seguir esse costume.

    ResponderExcluir
  36. Acho que esta questão do véu tem que ser vista com critério, pois, é fato que foi dada autorização às freiras. Portanto, não pode haver discriminação. Ou então, de acordo com as similaridades entre os dois casos, há que se permitir ou negar o uso do véu igualmente para as duas situações.

    Quanto ao avanço do islamismo no Brasil, já existe um projeto da SIM - SOCIEDADE ISLÂMICA DO MARANHÃO -, para a criação de um partido islâmico brasileiro - o PIB, que possui como base para sua doutrina política
    ( econômica e social ), entre outros ítens, o seguinte ( retirado do blog http://islam-maranhao.blogspot.com.br/2011/05/pib-partido-islamico-brasileiro.html ): "Doutrina política tendo como base a chariah islâmica adaptado a um Estado não muçulmano."( Minha pergunta: Isso existe? )

    Baseado na recente experiência européia ( em muitos casos negativa ) com o enorme crescimento de sua população islâmica, graças ao crescimento vegetativo e migrações e, ainda, considerando que o Brasil, também passa pelo mesmo fenômeno, pelos mesmos motivos, devemos estar atentos e observar bem de perto a evolução destes fatos, para não termos, juntamento com os nossos filhos e netos, problemas sérios em nossa sociedade. Ainda que as intenções dos atuais arquitetos do partido islâmico sejam boas, com o avanço do fundamentalismo islâmico no mundo e na Europa, não sabemos o que poderá acarretar a existência de um partido islâmico no Brasil, com direito a eleger deputados, que fazem as leis, senadores e presidentes da república, com uma população islâmica crescendo vertiginosamente. Particularmente, sou contra.


    Bruno Reis

    ResponderExcluir
  37. Bruno, o que você está dizendo é preocupante e mostra a forma sorrateira de como eles estão chegando, ou seja, pela porta da cozinha sem fazer alarde. O Maranhão sendo o feudo dos Sarney é o estado mais atrasado do Brasil, o flanco exposto do país. Jamais viriam propôr uma iniciativa dessas em São Paulo ou Rio de Janeiro. O brasileiro comum em seu estado de lucidez jamais admitiria algo que viesse mudar seu estilo de vida de forma tão discrepante. Mas existe o velho ditado "Agua mole em pedra dura..." Sou também particularmente contra e essa idéia me atemoriza. Somos o ocidente e não precisamos importar costumes oriundos das regiões mais atrasadas do planeta para nos causar dor de cabeça futuramente.

    ResponderExcluir
  38. Muçulmanos são umas bestas e devem morar com outras bestas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário