Frade pede desculpa por culpar crianças pela pedofilia de padres

Bento Groeschel
Agora Bento Groeschel afirma
que não disse o que disse
Pressionado pela repercussão na imprensa, o frade Bento Groeschel (foto), 78, pediu desculpas por dizer que em muitos casos de pedofilia dentro da Igreja Católica a culpa é das crianças, que, carentes de pai, seduzem os sacerdotes.

A afirmação de Groeschel foi feita em entrevista à National Catholic Register com o argumento de que, por serem vítimas das crianças, os padres acusados de abuso não deveriam ser presos já na primeira denúncia.

À revista, o frade tinha declarado que as pessoas consideram os sacerdotes acusados de abuso como psicopatas, que planejam os ataques às crianças. “O caso não é esse”, afirmou.

“Suponha que você tem um homem com colapso nervoso, e um jovem vai até ele. Em muitos dos casos, o jovem — de 14, 16, 18 anos — é o sedutor. Bem, não é difícil de ver — é um garoto à procura de um pai. E eles [garoto e sacerdote] não têm intenção de fazer sexo, mas se estabelece um relacionamento quase romântico, com abraços, beijos, talvez na cama, mas sem ter relações sexuais ou qualquer coisa parecida.”

Agora, Groeschel disse que não teve intenção de culpar a vítima. “Um padre (ou qualquer outra pessoa) que abusar de uma criança é sempre o errado, é sempre o responsável.”

A revista tirou a entrevista do ar e também pediu desculpas. “O abuso sexual infantil nunca é desculpável”, diz nota da National Catholic Register.

Os editores da revista afirmaram que deveriam ter acrescentado à entrevista que Groeschel não estava sugerindo que as vítimas são as culpadas pela violência sexual. “Foi um erro editorial.”

A ordem Frades Franciscanos da Renovação, da qual Groeschel é um dos fundadores, emitiu nota lamentando o mal-entendido causado por “falha cognitiva” do seu líder. Afirmou que o frade está com problema de memória em consequência de um acidente de carro que sofreu há sete anos, quando ficou de coma por mais de um mês.

A forte reação à entrevista do frade — que chegou a chamar de “pobre homem” o ex-treinador de uma escola que foi condenado por violentar 45 jovens — é mais uma aviso à Igreja Católica de que a tolerância da sociedade americana para com os padres tarados é zero.

Com informação das agências.





Padre acusado de pedofilia não deveria ser preso, diz frade
29 de agosto de 2012

 Padres pedófilos.

Comentários

  1. É sempre o leitor que "interpreta mal"... engraçado isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsr

      eu ia escrever exatamente isso...

      tadinhos desses cristãos que nunca são bem interpretados

      Malafaia é outro mal compreendido

      Excluir
  2. Se ninguem tivesse reclamado ele ficaria quieto. Como todo religios eh um covarde.

    ResponderExcluir
  3. Só uma coisa...


    huashuashusahuashuasshaashshuashuaashuhuahushushuhusahushuahua

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Já disse o psiquiatra: tratai-vos!!

      Excluir
    2. esse fernandinho beira-mar não fala nada que se aproveita

      Excluir
  5. Uma das coisas boas dos tempos em que vivemos é que a igreja não pode mais queimar os que a criticam. Hoje ela tem que se desculpar quando algum de seus integrantes diz uma merda que causa comoção. Hoje há órgãos, como o MP, que podem botar freio na sandice de alguns desses calhordas (católicos e evangélicos). Está longe do satisfatório, mas pelo menos tem gente que diz que as sandices deles não podem servir de baliza pra todos. E eles ficam putinhos da vida com isso.

    Eu não sou contra os religiosos. Só contra os canalhas. Esses, eu quero que se fodam bonitinho.

    ResponderExcluir
  6. Uma das situações mais humilhantes para um homem é quando o mesmo tem que voltar sua palavra atrás sem seu próprio consentimento. Foi por essa situação que acabou de passar o Frade e os editores da revista, que tiveram que digerir como se fossem "gilettes" a indignação e repulsa do povo às suas declarações ridículas de clara cumplicidade para com o padre pedófilo transferindo a alcunha de culpado a quem sempre foi mocinho.
    Felizmente não estamos na Idade Média, sabemos ler e interpretar textos e não consideramos mais essas figuras autoridades divinas, mas me parece que alguém precisa avisá-lo disso...

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  7. Uma das situações mais humilhantes para um homem é quando o mesmo tem que voltar sua palavra atrás sem seu próprio consentimento. Foi por essa situação que acabou de passar o Frade e os editores da revista, que tiveram que digerir como se fossem "gilettes" a indignação e repulsa do povo às suas declarações ridículas de clara cumplicidade para com o padre pedófilo transferindo a alcunha de culpado a quem sempre foi mocinho.
    Felizmente não estamos na Idade Média, sabemos ler e interpretar textos e não consideramos mais essas figuras autoridades divinas, mas me parece que alguém precisa avisá-lo disso...

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  8. Padre trouxa. Obviamente ele está errado e ele é um pedófilo.

    ResponderExcluir
  9. Mais do mesmo. Culpar as vítimas é uma tradição milenar da Igreja Católica. Não só nos casos de pedofilia.

    ResponderExcluir
  10. A emenda ficou pior do que o soneto...

    ResponderExcluir
  11. Estou errada ou o tal frade andou vendo demais o filme "Morte em Veneza", onde o Tadzio espinafra os desejos do Gustav? A sedução ali era evidente, ao menos nas tomadas magníficas e orientadas pelo Visconti. O velhote generalizou, acho, ao ver em todo jovem 'carente' um sedutor à la Tadzio.

    Ademais, não considero acima de 14 anos crianças, não mesmo, já sabem bem o que querem e fazem, nos dias de hoje ao menos. Antigamente, sobretudo com crianças e adolescentes institucionalizados, com certeza estavam em situação de alto risco de abuso, principalme pelo poder que religiosos tinham. Hoje, a partir dos 14, cai quem quer. Mas que o velho viajou na maionese do filme, ah, viajou mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ademais, não considero acima de 14 anos crianças, não mesmo"


      Ainda bem que a neurologia e a psicologia consideram.


      Nenhum ser humano do mundo tem a personalidade formada até os 18 anos, nenêm. Isso é fato, não é mero mimimi.

      Deal with it.

      Excluir
    2. "Ademais, não considero acima de 14 anos crianças, não mesmo"


      Ainda bem que a neurologia e a psicologia consideram.


      Nenhum ser humano do mundo tem a personalidade formada até os 18 anos, nenêm. Isso é fato, não é mero mimimi.

      Deal with it.

      Excluir
    3. A pessoa pode não ter a personalidade formada ou maturidade definida aos 14, 17, 18, 19, 20, 30, 40, 60, 90, 100 anos, dependendo do caso.

      Excluir
  12. Cindy, onde escrevi mimimi? Ademais, quando eu quiser sua opinião e peço, ok? Obrigada pelo 'neném', apesar da intimidade não concedida...
    Por outro lado, vamos ver quem vai defender bandidos estupradores só porque tem menos de 18 anos. O ECA considera acima de doze adolescente, não? A OMS considera criança até 10 anos, a partir daí até 19/20 adolescente. Só para esclarecer que aos 14 anos, criança não é. Não existe unanimidade entre entre neuros sobre a questão. Nem considero o 'psicólogos' que estes não passam de 'gigolôs das angústias humanas', como diz o Janer, e assino embaixo.

    ResponderExcluir
  13. O que foi que a Lia de Souza quis dizer???

    ResponderExcluir
  14. “falha cognitiva” foi a melhor desculpa que vi os religiosos darem nos ultimos tempos, eles devem pensar assim: quando nosso engodo não funcionar, vamos dizer que é “falha cognitiva”. O interessante é que os editores da revista só perceberam a “falha cognitiva” do frade depois de publicarem a matéria e da reação pública.

    Eles rebuscadamente disseram "o frade tá lelé da cuca, não liguem pra ele".

    Mas dúvido que diriam isso se essas asneiras todas tivessem enganado a opinião pública.

    ResponderExcluir
  15. Vocês querem realmente saber o que dizem os verdadeiros católicos em relação as declarações de senhor?

    Leiam aqui:

    http://fratresinunum.com/2012/09/06/sacerdote-deixa-programa-da-ewtn-apos-declaracoes-polemicas-sobre-abusos-de-menores/#comments

    É claro que ali também aparece os católicos moderninhos que acham que tudo está muito bem.

    Interessante que esse Padre Benedict Groeschel é um modernista. Ele nega dogmas da Própria Igreja Católica, e isso fortalece cada vez mais o que eu venho dizendo: Os modernistas (esquerdistas) são os maiores abusadores de crianças.

    ResponderExcluir
  16. E o voto de celibato? Importa se é criança, adolescente ou adulto?
    Quando eu era criança não podia sexo com ninguém. Sendo seduzido, ou não.
    Agora estão dizendo que seduzidos por CRIANÇAS pode?

    ResponderExcluir

Postar um comentário