Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sábado, 1 de setembro de 2012

Frade pede desculpa por culpar crianças pela pedofilia de padres

Bento Groeschel
Agora Bento Groeschel afirma
que não disse o que disse
Pressionado pela repercussão na imprensa, o frade Bento Groeschel (foto), 78, pediu desculpas por dizer que em muitos casos de pedofilia dentro da Igreja Católica a culpa é das crianças, que, carentes de pai, seduzem os sacerdotes.

A afirmação de Groeschel foi feita em entrevista à National Catholic Register com o argumento de que, por serem vítimas das crianças, os padres acusados de abuso não deveriam ser presos já na primeira denúncia.

À revista, o frade tinha declarado que as pessoas consideram os sacerdotes acusados de abuso como psicopatas, que planejam os ataques às crianças. “O caso não é esse”, afirmou.

“Suponha que você tem um homem com colapso nervoso, e um jovem vai até ele. Em muitos dos casos, o jovem — de 14, 16, 18 anos — é o sedutor. Bem, não é difícil de ver — é um garoto à procura de um pai. E eles [garoto e sacerdote] não têm intenção de fazer sexo, mas se estabelece um relacionamento quase romântico, com abraços, beijos, talvez na cama, mas sem ter relações sexuais ou qualquer coisa parecida.”

Agora, Groeschel disse que não teve intenção de culpar a vítima. “Um padre (ou qualquer outra pessoa) que abusar de uma criança é sempre o errado, é sempre o responsável.”

A revista tirou a entrevista do ar e também pediu desculpas. “O abuso sexual infantil nunca é desculpável”, diz nota da National Catholic Register.

Os editores da revista afirmaram que deveriam ter acrescentado à entrevista que Groeschel não estava sugerindo que as vítimas são as culpadas pela violência sexual. “Foi um erro editorial.”

A ordem Frades Franciscanos da Renovação, da qual Groeschel é um dos fundadores, emitiu nota lamentando o mal-entendido causado por “falha cognitiva” do seu líder. Afirmou que o frade está com problema de memória em consequência de um acidente de carro que sofreu há sete anos, quando ficou de coma por mais de um mês.

A forte reação à entrevista do frade — que chegou a chamar de “pobre homem” o ex-treinador de uma escola que foi condenado por violentar 45 jovens — é mais uma aviso à Igreja Católica de que a tolerância da sociedade americana para com os padres tarados é zero.

Com informação das agências.





Padre acusado de pedofilia não deveria ser preso, diz frade
29 de agosto de 2012

 Padres pedófilos.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...